Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, fevereiro 06, 2010

O Jogo Da TV (Parte II) - Livorno x Juventus



Zaccheroni prometeu e cumpriu - alterou a Juventus que apenas empatou contra a Lazio na rodada anterior (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/o-jogo-da-tv-parte-iii-juventus-x-lazio.html) para encarar o Livorno neste sábado no segundo anticipo da 23ª rodada, mas, mesmo passando ao módulo com a defesa com 3 zagueiros (Legrottaglie, Cannavaro e Chiellini), o setor defensivo bianconero voltou a falhar e a Vecchia Signora colecionou mais um empate - 1 x 1!
Pior é que, mais uma vez, a Juventus não mostrou um futebol convincente, tendo sofrido muito diante do adversário amaranto, apenas o 16º colocado e com uma partida a mais que a Udinese, 17ª.
Com o centrocampo a 5, com Cáceres e Grosso esterni e Candreva e Felipe Melo como centrais e Diego como trequartista, com Del Piero (acima contrastando Pulzetti, com o ex Candreva ao fundo - Getty Images) ao lado de Amauri no ataque, a Juventus foi nitidamente dominada por um più tonico Livorno, que começou levando perigo já nos primeiros instantes da partida, com o ala Vitale descendo muito bem pela esquerda até Chiellini afastar a bola da área juventina.
E, sem dar chance a Juventus, que tinha Felipe Melo e Candreva pouco eficazes nella manovra, o Livorno continuou impondo seu jogo até conseguir abrir o marcador aos 26', quando Vitale recolheu, na ala esquerda, uma bola vinda da direita e devolveu-a à área, onde, incrivelmente, o pequeno Filippini (1,68 m! - acima contra Diego - Reuters) subiu sozinho entre os gigantes Chiellini (1,86 m), Legrottaglie (1,85 m) e Grosso (1,90 m) para vencer Buffon (1,92 m)!
Com Cáceres e Grosso pouco propositivos e Diego isolado, recebendo poucas bolas e assistindo ainda menos a dupla de ataque, a Juventus só conseguiu ser perigosa aos 31', quando Del Piero (que comemorou sua 444ª partida de campeonato italiano com a Juventus, igualando a marca de Boniperti) cobrou uma falta de posição interessante, mas que chegou fraca as mãos do arqueiro Rubinho, esordiente no time comandado por Cosmi.
Mas, mesmo sem merecer, aos 42' a Juventus chegou ao empate, com Legrottaglie testando com força uma bola levantada por Diego (em cobrança de falta), que entrou no canto de Rubinho.
Na 2ª etapa a Juventus conseguiu, ao menos, tomar as rédeas da partida, terminando com 58,3% da posse de bola e 52,25% de vantaggio territoriale, mas foram do Livorno as chances mais concretas, com Filippini aos 27' e com Marchini já em pleno recupero.
Na Juventus, reclamação por um suposto pênalti de Diniz em Diego e pela expulsão de Felipe Melo (ao lado contra Marchini - Getty Images), cujo 2º cartão amarelo pareceu severo demais.
Muito pouco para quem almejava ser a anti-Inter!
Eis o tabellino da peleja, que marcou ainda a estréia do jovem Giandonato nas fileiras da Juventus:
Livorno: Rubinho; Perticone, Knezevic, Diniz; Raimondi (60' Marchini), Pulzetti (81' Moro), Mozart, Filippini, Vitale; Bellucci (86' Di Gennaro), Lucarelli. All. Cosmi.
Juventus: Buffon; Legrottaglie, Cannavaro (51' Zebina), Chiellini; Cácares, Candreva, Felipe Melo, Grosso (75' De Ceglie), Diego; Amauri, Del Piero (84' Giandonato). All. Zaccheroni.
Gols: 26' Filippini, 42' Legrottaglie.
Árbitro: Brighi.
Cartões amarelos: Felipe Melo, Mozart, Cannavaro, Pertinone e Lucarelli.
Cartão vermelho: Felipe Melo.
A seguir os highlights da partida.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

O Jogo Da TV (Parte I) - Palermo x Parma



Palermo e Parma abriram a 23ª rodada da Serie A 2009/2010 em um jogo bastante ... emotivo!
Para começar, o treinador Guidolin, atualmente na equipe crociata, mas durante 4 anos no comando rosanero, foi muito aplaudido ao entrar no campo e chegou as lágrimas.
Talvez até por causa de toda essa energia despendida antes da bola rolar, o 1º tempo no Barbera não foi dos mais interessantes, consistindo em um duelo muito tático e con tanta intensità a centrocampo (como o duelo acima, entre Migliaccio e Dzemaili, que acabou sendo a nota negativa do confronto, com rottura del legamento crociato do joelho esquerdo - Puglia).
Com o Parma disposto no 3-5-1-1 e cobrindo muito bem os espaços, o Palermo, jogando no 4-3-1-2, encontrou muita dificuldade para acionar seus alas Cassani e Balzaretti ou o fantasista Pastore, principais alternativas de criação do time siciliano, com Cavani e Miccoli recebendo poucas bolas aproveitáveis.
O 2º tempo não começou muito diferente, mas aos 17' aconteceu o lance que mudou a partida, com Cavani fazendo 1 x 0 in torsione que entrou no canto oposto de Mirante, aproveitando cobrança de falta de Miccoli.
Aí, o jogo ganhou em velocidade, com as equipes se alongando e deixando maiores espaços no campo, que passaram a ser aproveitados, em especial pelos ágeis Cavani e Biabiany (ao lado marcado por Pastore - Puglia).
E foi o francês que, em uma jogada conturbada (na qual o Palermo reclamou falta de Galloppa em Cavani), realizou o empate para o Parma depois de assistência do lateral Castellini, acertando um belo diagonale que acabou com a invencibilidade interna rosanera que já durava 409'.
Mas a suposta irregularidade no início da jogada do pareggio crociato acabou incendiando o time do Palermo, que elevou seu baricentro e partiu imediatamente em busca de mais um gol.
Primeiro, em descida pela direita, Cassani experimentou da entrada da área para defesa de Mirante e, em seguida, descendo pela esquerda, Miccoli recuou para Balzaretti, que cruzou para Cavani mais uma vez testar, desta vez com perigo sobre a meta do Parma.
Com o Palermo exercendo forte pressing, Delio Rossi sacou o colpo a effetto trocando o australiano Bresciano pelo brasileiro Simplício, vez que coube ao brasiliano, aos 42', receber quase na marca do pênalti a bola de Miccoli e disparar um potente chute (acima - Puglia) indefensável para Mirante.
Assim como Guidolin, Fábio Simplício também é um ex e, além de não ter comemorado o gol, também foi às ... lágrimas!
Já o Palermo prossegue correndo atrás da Champions!
O tabellino:
Palermo: Sirigu; Cassani, Kjaer, Goian, Balzaretti; Migliaccio, Nocerino, Bresciano (81' Fábio Simplício), Pastore (91' Blasi); Cavani, Miccoli. All. Rossi.
Parma: Mirante; Zaccardo, Panucci, Paci; Valiani, Dzemaili (31' Lunardini), Morrone, Galloppa (88' Bojinov), Castellini, Jimenez (60' Lanzafame); Biabiany. All. Guidolin.
Gols: 62' Cavani, 72' Biabiany, 87' Fábio Simplício.
Árbitro: Pierpaoli.
Cartões amarelos: Mirante, Miccoli, Panucci, Paci e Nocerino.
A seguir, os highlights da partida:

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

Match Clou - 23ª Rodada 2009/2010



Fiorentina e Roma farão o posticipo e 'Match Clou' da 23ª rodada da Serie A 2009/2010 em situações bem diferentes: enquanto a Viola ocupa apenas uma posição intermediária na tabela e vem de derrota na Copa Itália, a Lupa Capitolina vem protagonizando uma reação incrível no campeonato e venceu a Udinese no meio de semana pela Copa Itália.
De qualquer maneira, o Artemio Franchi não costuma ser um local de grandes alegrias para a Roma, que não vence a Fiorentina na Toscana desde o campeonato 2004/2005, quando Cassano e Montella construíram a virada giallorossa depois que Maresca havia inaugurado o placar para os mandantes.
Tanto que, na temporada passada, a Fiorentina não tomou conhecimento da Roma e venceu por 4 x 1 (confira os detalhes em http://calcioseriea.blogspot.com/2009/04/o-jogo-da-tv-parte-i-fiorentina-x-roma.html), com gols de Vargas, Gilardino (2), Gobbi e Júlio Baptista, que descontou para o time então comandado por Spalletti.
Para o duelo deste domingo, Prandelli deve insistir no 4-2-3-1 vitorioso no campeonato passado, repetindo ainda 8 dos 11 titulares da ocasião.
Assim, com Frey confirmado no gol, Gamberini (mais abaixo, à esquerda - Maltinti) pelo lado direito da zaga e Pasqual na lateral esquerda, o sistema defensivo deve ser completado com as novidades De Silvestri na lateral direita e Koldrup, favorito su Natali para ocupar o posto que no jogo anterior foi do ex capitano Dainelli.
Com Donadel e Montolivo repetindo a dupla di centrocampo que começou jogando no dia 25 de abril de 2009, Marchionni (acima - Maltinti) deve ser a única novidade do meio de campo (entrando no lugar de Semioli), com Jovetic e Vargas completando o reparto que terá como principal missão auxiliar o solito Gilardino, mais uma vez o único atacante nato escalado.
Na Roma, Ranieri deve até repetir o mesmo 4-2-3-1 utilizado por Spalletti, mas na ocasião a Lupa sofria com vários desfalques e jogou com uma defesa totalmente improvisada, com Riise como zagueiro e Motta como lateral esquerdo.
Agora, tendo apenas Burdisso squalificato, a Roma deve ter Júlio Sérgio na meta, Motta, Mexes (que, entretanto, ainda não está totalmente recuperado dalla contusione rimediata giovedi), Juan e Riise formando o quarteto defensivo, com Pizarro e De Rossi logo acima da defesa e abaixo do trio formado por Taddei, Perrotta e Vucinic, com Totti como avante, até porque o ex Toni não tem condições físicas para voltar a jogar em sua Firenze neste domingo.
Aliás, falando em ex, Ranieri (abaixo - Bruno) teve sua consacrazione em Florença, tendo treinado a Fiorentina de 1993 a 1997, período em que conseguiu um 4º lugar no campeonato e conquistou uma Copa Itália.
Ao todo, a Roma já visitou Florença, pela Serie A, 70 vezes, com 31 vitórias da Fiorentina, 29 empates e 10 sucessos da Lupa, que marcou 66 vezes e sofreu 104 gols.
Apesar da vantagem viola no geral ser indiscutível, o confronto nunca registrou placares muito dilatados, com equilíbrio nas poucas goleadas: se a Fiorentina fez 4 x 1 em 1934 e em 1949 (com poker de Galassi!), a Roma devolveu o mesmo placar em 1938 e em 1996 (de virada, com gols de Batistuta e doppiette de Balbo e Delvecchio).
Aliás, naquele 05 de maio de 1996 a Fiorentina era comandada por ... Ranieri e entrou em campo com: Toldo; Carnasciali, Padalino, Amoruso e Sottil; Piacentini, Schwarz, Cois e Rui Costa; Banchelli e Batistuta.
Já a Roma, comandada por Mazzone, alinhou com: Cervone; Petruzzi, Lanna, Aldair e Carboni; Statuto, Thern, Moriero e Giannini; Balbo e Delvecchio.
Apesar de goleadores como Balbo e Batistuta terem jogados em ambas as equipes, os maiores artilheiros do embate são o meia Antognoni e o já falecido atacante Galassi, ambos jogadores da Fiorentina com 5 gols marcados cada.
Mas o giocatore con più presenze no duelo vestiu ambas as camisas: o mítico Giancarlo De Sisti participou de 17 dos 70 confrontos, 9 vezes pela Fiorentina e outras 8 pela Roma.
Para completar o panorama desse grande confronto, abaixo os highlights da peleja ocorrida em 03 de dezembro de 1989 (com Baggio e Dunga em campo!), terminada 2 x 1 para a Roma e que teve o grande Bruno Conti como melhor em campo e um dos entrevistados do imperdível vídeo a seguir:

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

L'Enigma - Le Scomesse


A participação dos amigos do Calcio Serie A com vistas ao jogo Fiorentina x Roma foi excelente, com os palpites pipocando em todos os sentidos!
Aliás, vamos aos placares ofertados: 0 x 1 - Hugo Ribeiro; 1 x 0 - Alcindo; 1 x 1 - Michel Costa; 0 x 2 - Pai; 2 x 0 - Afonso; 1 x 2 - JP; 2 x 1 - Gustavo; 2 x 2 - Leonardo Mafra; 3 x 1 - Raphael Zerlottini (e também o Fabriani Melazzo) e 3 x 2 - Sérgio André.
Assim, embora ninguém tenha arriscado o 4 x 1 da temporada passada (na foto acima, Pasqual perseguindo Motta no dia 25 de abril de 2009 - Grazia Neri), o 0 x 0 também não foi lembrado, o que demonstra que, ao menos para os nossos amigos, o jogo promete!

Marcadores:

Na Última Vez ...

sexta-feira, fevereiro 05, 2010

Rodada apresentará caras novas


No próximo final de semana será realizada a 23ª rodada da Serie A 2009/2010 e com ela várias caras novas podem pintar no campeonato italiano, como o brasileiro Keirrison, que poderá começar no banco contra a Roma no posticipo de domingo e 'Match Clou', que terá cobertura, ao vivo, da ESPN Brasil, RAI e TV Esporte Interativo a partir das 17h45.
Mas a giornata começa no sábado com o interessante Palermo x Parma, que será transmitido pela RAI a partir das 15h00 (sempre horário de Brasília).
Um pouco mais tarde, com início às 17h45 (e transmissão da ESPN Brasil, RAI, TV Esporte Interativo e Gazeta), a Juventus de Zaccheroni vai até Livorno enfrentar o time amaranto, que terá o esordio do goleiro brasileiro Rubinho, além dos seus compatriotas Diniz e Mozart (ao lado - Getty Images), este último no meio de campo municiando os atacantes Bellucci e Lucarelli.
Na Vecchia Signora, que continua com muitos jogadores entregues ao departamento médico, Felipe Melo, Diego e Amauri devem estar regularmente em campo.
No domingo, às 12h00 será possível escolher entre Bologna x Milan (ESPN) e Internazionale x Cagliari (ESPN Brasil, SporTV, RAI e TV Esporte Interativo).
No Renato Dall'Ara, o técnico rossoblù Colomba tem uma dúvida na zaga - Britos ou Moras, mas deve ter os reforços Buscè e Modesto (ao lado - Macchiavelli) como esterni di centrocampo, com Gimenez e Di Vaio na frente.
No Milan, a maior novidade deve ser a alteração tática, com Leonardo passando do 4-3-3 para o 4-2-3-1, mantendo Abbiati no gol em detrimento de Dida.
Já no Giuseppe Meazza o Cagliari irá encarar a líder Inter sem o seu goleiro titular e também sem o reserva imediato, com Allegri lançando o jovem Agazzi sob a meta.
Por sua vez, o promettente belga Nainggolan, contratado recentemente, deve aparecer no banco.
Estréias deve promover a Lazio, que enfrenta o Catania no mesmo horário com Biava na zaga e o alemão Hitzlsperger (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/quem-vem-la-parte-i-thomas-hitzlsperger.html) no meio, enquanto o time siciliano deve se apresentar com nada menos que ... 8 argentinos no time titular!
Completam a rodada: Atalanta x Bari; Genoa x Chievo; Siena x Sampdoria e Udinese x Napoli.

quinta-feira, fevereiro 04, 2010

E Na Copa ...


Internazionale e Roma, as duas principais expoentes do futebol italiano nos últimos anos, protagonizaram 4 das últimas 5 finais da Copa Itália e, após a andata das semi-finais, têm boas chances de realizarem também a desta temporada.
Na última quarta, a Inter recebeu a Fiorentina e, com um tanto de turn-over, manteve sua invencibilidade de 33 gare interne sem derrota fazendo 1 x 0 na adversária, que promoveu a estréia do argentino Bolatti no meio de campo ao lado do agora oficialmente capitano (devido a partenza de Jorgensen) Montolivo.
Não foi um jogo fácil para a Beneamata, que tinha as pernas mais frescas devido ao adiamento da partida contra o Parma - válida pela 22ª rodada da Serie A - no último final de semana e jogando no habitual 4-3-1-2 de Mourinho, com Toldo no gol, Maicon e Santon nas laterais, Lúcio (que terá que cumprir suspensão no campeonato) e Materazzi na zaga, J. Zanetti, Cambiasso e Muntari no meio, com Sneijder (que também está suspenso na Serie A) um pouco mais avançado, dietro a Balotelli e Milito, esbarrou em uma bem ordinata Fiorentina.
Porém, aos 34' do 1º tempo, Santon tocou para Balotelli, que venceu Natali (que partiu nitidamente em vantagem) e cruzou para Milito (acima em ação - Inter), com o argentino realizando o único gol da partida dentro da pequena área.
No 2º tempo, a Viola encontrou dificuldades para reagir, com Gilardino não recebendo uma bola aproveitável sequer e o grande momento ficou por conta da substituição de Balotelli, que trocou scintille com Mourinho.
O resultado deixou a classificação para a final em aberto, mas certamente Prandelli deverá buscar mais eficiência ofensiva no dia 13 de abril em Firenze, até porque a Fiorentina não marca um gol na Inter ... da tre anni!
A outra semi-final, disputada nesta quinta, foi bem mais tranquila, com a Roma fazendo 2 x 0 na Udinese no Olimpico.
Nada lembrou a última vez que as equipes se encontraram, precisamente no dia 28 de outubro do ano passado, quanda os friulani fizeram 2 x 1 nos capitolini pela Serie A.
Também, de lá para cá, a Roma não perdeu mais nenhuma vez, somando 18 resultados úteis consecutivos desde então, enquanto a Udinese só venceu 3 vezes (sendo uma frente a Lumezzane) e colecionou 6 derrotas.
Aliás, o placar final de 2 x 0 acabou sendo modesto para a Lupa, que construiu o resultado no 1º tempo com gols de Vucinic (acima contra a defesa friulana - La Presse) e Mexes e em nenhum momento foi ameaçada.
Assim, para dar un nuovo senso ad una stagione decisamente amara, a trupe de De Biasi deve fazer bem melhor no dia 21 de abril em Udine!

Marcadores:

Na Última Vez ...

quarta-feira, fevereiro 03, 2010

Especulações Da Semana


A partir de agora, contratar, só gli svincolati, que podem ser inscritos até 31 de março.
Mas nada de preocupar, afinal, apesar de um começo um tanto morno, até que o mercato d'inverno, encerrado no último dia 1º, registrou transações bem interessantes.
Aliás, vamos ver o que aconteceu de mais importante neste período, clube por clube:
* Atalanta - Em situação bastante delicada na tabela, os nerazzurri de Bergamo foram um dos que mais contrataram, com destaque para os atacantes Chevanton (ex Lecce e que estava no espanhol Sevilla) e Amoruso (Parma), envolvido em uma triangulação que levou o também avante Acquafresca para o Genoa. Para o meio de campo, chegaram o experiente Volpi (Reggina) e Paolo Zanetti (Torino), enquanto o difensore Capelli voltou do empréstimo à Reggina e o jovem finlandês Toivomaki aparece como a nota exótica. O meia mexicano Layun e o italiano Madonna, emprestados respectivamente ao América e ao Vicenza, completaram o quadro de transferências;
* Bari - Uma das notas positivas da primeira parte do campeonato, os galletti não tinham necessidade de maiores transformações no elenco e, portanto, estiveram envolvidos basicamente em transações de menor relevo. Ainda assim, o técnico Ventura passa a contar com 3 novos jogadores interessantes: o lateral esquerdo Pisano (Torino), o meia húngaro Gosztonyi (MTK Budapest) e o atacante argentino Castillo (Fiorentina). Deixaram o clube apenas atletas que não vinham encontrando espaço, como os meias Paro (Piacenza) e Yago (Juventus) e os atacantes Greco (Cesena) e Volpato (Gallipoli);
* Bologna - O meia ganês Appiah, svincolato do Fenerbahce, foi o primeiro a chegar, sendo acompanhado posteriormente pelos alas Buscè (Reggina) e Modesto (Genoa), pelo meia Pisanu (Parma) e pelos atacantes Nsereko (Fiorentina) e Succi (Palermo), que completam o quadro das (arriscadas) apostas do tradicional clube rossoblù para terminar em posição digna o campeonato em que festejou seu centenário. Não continuarão sua história no Renato Dall'Ara o atacante Osvaldo (cedido ao Espanyol) e os meias Bombardini (Albinoleffe), Tedesco (Reggina), Valiani (Parma) e Vigiani (Reggina);
* Cagliari - Mais uma vez, o time sardo fez apenas pequenos ajustes em seu elenco no mercato invernale e, além do mais, a contratação de maior destaque já estava acertada desde agosto, ocasião em que o zagueiro Ariaudo não deixou a Juventus por empréstimo apenas porque os clubes não conseguiram finalizar as questões burocráticas em tempo hábil. Fora o promettente difensore da U 21, o Cagliari emprestou o meia bielorrusso Sivakov ao Piacenza, que por sua vez mandou à Sardegna, sempre por empréstimo, o também meia, mas belga, Nainggolan, assim como o goleiro Agazzi voltou da Triestina;
* Catania - Disposto a continuar apostando em jogadores argentinos, o amministratore delegato Pietro Lo Monaco não poupou esforços para contratar o atacante Maxi López, que também estava na mira da Lazio. Resta saber se o biondo avante será suficiente para que o técnico Mihajlovic consiga salvar o time etneo da Serie B, para onde já foi o meia Pesce, único a deixar o clube siciliano em janeiro e que irá defender o Ascoli por empréstimo nos próximos meses;
* Chievo - Ocupando posto de relativa tranquilidade na tabela e sem (outras) maiores pretensões, o clube clivense se reforçou apenas com o nazionale sloveno Jokic, que militava no francês Sochaux. De outra parte, deixou Verona apenas o também defensor Malagò, emprestado ao Siena;
* Fiorentina - A Viola vem fazendo uma ótima campanha na Champions League, mas não está conseguindo repetir o feito na Serie A, onde ocupa posição apenas modesta. Por isso, os irmãos Della Valle determinaram que o d.s. Corvino fosse às compras e o competente dirigente contratou nada menos do que 5 reforços: o zagueiro Felipe (Udinese), os meias Bolatti (Huracán) e Ljajic (Partizan Beograd) e os atacantes Keirrison (Benfica) e Seferovic (Grasshoppers), este último artilheiro do último campeonato mundial sub-17 e destinado a primavera. Pouco utilizados, deixaram o clube os atacantes Castillo (Bari) e Nsereko (Bologna), enquanto o meia Jorgensen optou por retornar à Dinamarca para buscar um posto no grupo que irá à próxima Copa do Mundo e o ex capitano Dainelli foi reforçar o Grifone;
* Genoa - Se o presidente Preziosi orquestrou um mercato ambicioso na pré-temporada, montando um ataque de causar inveja à maioria dos times italianos, agora o clube rossoblù foi protagonista de escolhas que, se não chegam a redimensionar suas pretensões, pelo menos causaram alguma surpresa. Afinal, foram cedidos os avantes Crespo (Parma) e Floccari (Lazio), ambos contratados no início da temporada com grande pompa, além do zagueiro Biava (Lazio), que também vinha sendo utilizado com regularidade pelo técnico Gasperini. Para os lugares desses partenti, foram contratados os atacantes Acquafresca (Atalanta) e Suazo (Inter) e o centrale Dainelli (Fiorentina). De registrar ainda algumas transferências de menor relevo, como as saídas de Esposito (Livorno), Figueroa (Rosario Central) e Modesto (Bologna);
* Internazionale - A atual tetracampeã italiana e capolista do presente certame com folga era a que talvez menos precisava, mas foi quem protagonizou uma das melhores contratações de janeiro acertando com o habilidoso Pandev (na foto do alto sua apresentação entre Oriali e Mourinho - Inter), que retorna a casa madre depois de várias boas temporadas com a Lazio. Patron Moratti ainda presenteou seu allenatore Mourinho com o meia Mariga, enquanto os poucos utilizados Mancini (Milan), Suazo (Genoa) e Vieira (Manchester City) deixaram Via Durini;
* Juventus - A Vecchia Signora tinha no mercato d'inverno uma grande oportunidade para consertar seu rumo até aqui bem tortuoso na temporada, mas a impressão é que Jean-Claude Blanc & Cia., mais uma vez, perderam o bonde, tanto que o único reforço digno de nota foi o meia Candreva, que vem por empréstimo da Udinese depois de uma boa primeira parte de stagione no Livorno;
* Lazio - Os Aquilotti foram um dos que melhores aproveitaram o calciomercato, com a equipe do presidente Lotito agregando ao plantel laziale 4 prováveis titulares, a saber: os zagueiros André Dias (São Paulo) e Biava (Genoa), o meia Hitzlsperger (Stuttgart) e o atacante Floccari (Genoa). Outro que vai reforçar a Lazio é o uruguaio Barreto, que acabou de completar 18 anos e é uma aposta para um futuro menos periclitante do time biancoceleste, que cedeu apenas jogadores in esubero: Artipoli (Foggia), Cribari (Siena), Eliseu (Zaragoza) e Perpetuini (Crotone), além de Pandev, é claro;
* Livorno - Em situação delicada no campeonato, o Livorno ainda se viu privado de seu principal destaque, vez que a Udinese, detentora dos direitos federativos do meia Candreva, resolveu emprestá-lo à mais prestigiosa Juventus, onde acredita que o neo azzurro poderá obter mais visibilidade. Para tentar suprir a lacuna deixada por Candreva, o time amaranto foi buscar o jovem fantasista Di Gennaro no Milan, mas sua principal aquisição foi mesmo o veterano atacante Bellucci, que estava na Sampdoria e vai se juntar ao goleiro Rubinho (Palermo), aos defensores Bernardini (Varese) e Esposito (Genoa) e ao jovem meia austríaco Prutsch (Rheindorf Altach), que chega por indicação do juventino Bettega;
* Milan - Um ano depois, o inglês Beckham foi novamente a estrela do mercato di gennaio rossonero, completado pelo ganês Adiyiah e pelo brasileiro Mancini, que trocou di sponda em Milão no último dia permitido para transações;
* Napoli - A equipe partenopea cedeu Amodio (Piacenza), Contini (Zaragoza), Dátolo (Olympiakos) e Piá (Torino) e trouxe apenas o lateral Dossena, repatriado do Liverpool, mas certamente acabou fortalecida, vez que o ex friulano vem ocupar uma posição carente no elenco comandado muito bem por Mazzarri;
* Palermo - O presidente Zamparini, depois da derrota frente ao Bari, disse que não gostaria mais de ver o lateral Melinte com a camisa rosanero - dito e feito, o romeno seguiu o rumo de Rubinho (Livorno) e Succi (Bologna) e foi emprestado ao Piacenza. Se as baixas, portanto, não foram relevantes, as entradas também não. Chegaram apenas o goleiro Benussi, envolvido na transação que levou Rubinho ao Livorno, os zagueiros Calderoni e Celustka, o meia Acquah e o atacante Moscatiello, todos destinados apenas a compor elenco ou ganharem experiência com a primavera;
* Parma - Na triangulação que envolveu os atacantes Amoruso, Acquafresca e Crespo, o clube crociato, ao menos em tese, foi o que se saiu melhor promovendo o retorno do avante argentino, que deverá capitanear o ataque do time emigliano como no final do século passado. Fazendo uma campanha bastante segura para um neo promosso, o Parma ainda reforçou seu meio de campo com o chileno Jimenez (que estava no futebol inglês) e com o rápido Valiani, trocado por Pisanu com o Bologna. Aliás, fora a saída do queniano Mariga para a Inter, Guidolin só liberou jogadores que estavam fora de seus planos, como os meias Budel e Cordova (ambos cedidos ao Brescia), o zagueiro Fontanello (de retorno ao Tigre) e o atacante Vantaggiato (para o Padova);
* Roma - Depois de um começo muito titubeante, a Lupa Capitolina vem realizando uma recuperação incrível sob o comando do mister Ranieri que, a partir de agora, ainda poderá contar com o aríete Toni (na foto acima, à esquerda, sua apresentação com Rosella Sensi - Calcioblog), que chega para ocupar uma lacuna no já forte elenco giallorosso, que só perdeu jogadores que não estavam encontrando espaço;
* Sampdoria - Chegaram 6 caras novas, mas só o meia Guberti, que veio da Roma por empréstimo, deve encontrar espaço no undici proposto por Del Neri, vez que Elsneg, Killerich e Scepovic devem se integrar a primavera blucerchiata e Cassano (não Antonio, mas o portiere Mario!) e Storari encontrarão Castellazzi como titular da meta;
* Siena - O time bianconero da Toscana, lanterna e pior retaguarda da competição, ganhou uma defesa novinha em folha, vez que chegaram os experientes Cribari (Lazio), Malagò (Chievo) e Pratali (Torino), além do jovem Odibe (Saint-Gilloise), que ainda terão a companhia do meia Tziolis, aspirante a um posto na seleção grega que vai à África do Sul;
* Udinese - Como já é habitual, os bianconeri friulani só interviram no mercado para contratar jovens valores ainda desconhecidos, como o ganês Badu. Assim, de relevante, apenas a saída do zagueiro Felipe, emprestado à Fiorentina.

Marcadores: , , ,

Na Última Vez ...

L'Enigma


No campeonato passado, a Fiorentina goleou por 4 x 1, com gols de Vargas (ao lado perseguido por Brighi - Grazia Neri), Gilardino (doppietta), Gobbi e Júlio Baptista, que marcou o de honra dos giallorossi aos 86' (para conferir mais sobre a empolgante partida, acesse http://calcioseriea.blogspot.com/2009/04/o-jogo-da-tv-parte-i-fiorentina-x-roma.html).
E agora, neste domingo, qual vai ser o placar final do encontro, que pode valer a vice-liderança isolada para a Lupa ou o reencontro com a vitória para a Viola?
Vale lembrar que está em curso o III Desafio Calcio Serie A e para participar e concorrer a uma incrível flâmula oficial da Inter (igualzinha a da imagem ao lado, medindo 28 x 20 cm) e um exclusivo certificado do blog é muito fácil - basta arriscar um palpite para o resultado final do match escolhido, sendo que o primeiro que postar o resultado correto somará 1 (um) ponto e, chegando a 10 (dez), leva os prêmios!
Aliás, a classificação atualizada é a seguinte: 1º Leonardo Mafra (7 pts); 2º JP (5); 3º Michel Costa (4); 4º Raphael Zerlottini (3); 5º Afonso, Lucas e Pai (2) e 8º Alcindo, Cyntia, Eduardo Carvalho, Marra e Sérgio André (1).
Todos podem e devem participar!

Marcadores:

Na Última Vez ...

segunda-feira, fevereiro 01, 2010

Panorama Da Rodada


Devido a nevasca que atingiu Reggio Emilia no final de semana, a partida da capolista Inter contra o Parma acabou adiada e será recuperada no próximo dia 10, alle 20h45 italianas.
Só que o Milan, depois de perder o Derby para a própria Beneamata, parece que desaprendeu a vencer e não passou de um empate em 1 x 1 com o Livorno em pleno San Siro.
Jogando no 4-2-3-1 com Seedorf, Beckham e Borriello dietro a Ronaldinho, o time rossonero teve muito mais posse de bola (66,3%) e criou várias chances de gol, mas, depois de abrir o marcador com Ambrosini (ao lado - La Presse - o biondo meia perseguido por Filippini, eleito o uomo squadra pela rede televisiva Sky, consoante pode ser visto no vídeo ao final do post, contendo os highlights da partida e entrevista com o próprio meia amaranto), permitiu o empate anotado por Cristiano Lucarelli em uma das poucas investidas concretas do Livorno que, entretanto, fez uma ótima partida em termos defensivos.
Quem aproveitou o tropeço do Milan foi a Roma, que no finalzinho e com um gol do partente Okaka (ao lado contra Malagò - Reuters) conseguiu vencer o Siena por 2 x 1 (Riise e Vergassola marcaram os demais gols, ambos na 1ª etapa) e, com o resultado, tomou o 2º lugar do time de Milão.
Aliás, a Lupa Capitolina foi a única das equipes que figuram na parte mais alta da tabela a vencer, vez que Napoli, Juventus e Palermo, que aparecem em seguida logo atrás do trio Inter, Milan e Roma, não tiveram sucesso, todos em cotejos acompanhados pela 'O Jogo Da TV' - vide Bari 4 x 2 Palermo (http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/o-jogo-da-tv-parte-i-bari-x-palermo.html), Napoli 0 x 0 Genoa (http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/o-jogo-da-tv-parte-ii-napoli-x-genoa.html) e Juventus 1 x 1 Lazio (http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/o-jogo-da-tv-parte-iii-juventus-x-lazio.html).
Melhor para a Sampdoria, que conseguiu conter uma válida Atalanta e saiu do Ferraris com a vitória por 2 x 0, gols do capitano Palombo e de seu artilheiro Pazzini (abaixo marcado por Talamonti - Cebrelli), que chegou ao seu 11º tento no campeonato.
Aliás, mesmo faltando o cotejo Parma x Inter, esta 22ª rodada já ficou marcada como a giornata dos empates (foram 6!), vez que enquanto Catania x Udinese e Chievo x Bologna terminaram 1 x 1, Cagliari x Fiorentina foi 2 x 2.
Na Sicília, Biagianti (C) respondeu a Floro Flores (U), enquanto em Verona coube a Pellissier (C) empatar depois que Di Vaio (B) abriu o marcador.
Por fim, em Cagliari, os marcadores foram Marchionni (F), Lazzari (C), Astori (C) e Jovetic (F), com a reação viola facilitada pela expulsão do meia Cossu logo no início do 2º tempo da partida que registrou ainda a estréia do goleiro cagliaritano Vigorito na Serie A, com o jovem (nascido em 1990) portiere substituindo o lesionado Marchetti ainda na 1ª etapa.
Como de hábito, vamos aos recordmen della giornata: Palla recuperate: 1º Yepes (Chievo) 33 - que segue na 2ª posição no quesito; 2º Moras (Bologna) e Portanova (Bologna) 32; Passaggi riusciti: 1º Pizarro (Roma) 73 - o chileno é também o 2º na graduatória geral; 2º Guana (Bologna) 66; 3º Cigarini (Napoli) 62; Assist: 1º Diego (Juventus), Martinez (Catania), Modesto (Bologna) e Valdes (Atalanta) 4; Tiri: Chevanton (Atalanta), Di Natale (Udinese) e Diego (Juventus) 5.
Já a classificação da Serie A, lembrando que Cagliari, Fiorentina, Internazionale, Milan, Parma e Udinese têm uma partida ainda a recuperar, está assim: 1º Internazionale (49 pts); 2º Roma (41); 3º Milan (41); 4º Napoli (38); 5º Juventus (34); 6º Palermo (34); 7º Sampdoria (33); 8º Cagliari (32); 9º Bari (32); 10º Genoa (32); 11º Fiorentina (31); 12º Parma (29); 13º Chievo (29); 14º Bologna (24); 15º Lazio (22); 16º Livorno (22); 17º Udinese (21); 18º Catania (20); 19º Atalanta (17) e 20º Siena (13).

video

Marcadores: , ,

Na Última Vez ...

Especiais Do Mês


O ano de 2010 começou com o retorno da 'Quem Vem Lá', que foi logo apresentando o uruguaio Barreto (http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/quem-vem-la-parte-i-gonzalo-barreto.html) e prosseguiu com os alemães Hitzlsperger (http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/quem-vem-la-parte-i-thomas-hitzlsperger.html) e Nsereko (http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/quem-vem-la-parte-ii-savio-nsereko.html), os argentinos Bolatti (http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/quem-vem-la-parte-ii-mario-bolatti.html) e Maxi López (http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/quem-vem-la-parte-i-maxi-lopez.html), o ganês Adiyiah (http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/quem-vem-la-parte-ii-dominic-adiyiah.html), o grego Tziolis (http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/quem-vem-la-parte-ii-alexandros-tziolis.html) e o sérvio Ljajic (http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/quem-vem-la-parte-i-adem-ljajic.html), que completaram o mosaico dos poucos stranieri que chegaram à Serie A no mercato d'inverno, cujos principais lances foram abordados pela 'Especulações Da Semana', postada sempre às quartas-feiras.
Aliás, por causa mesmo de um mercado que demorou a esquentar, houve espaço até para uma imprevista 'Você Sabia ...', que apareceu em um domingo de janeiro trazendo curiosidades sobre o Calcio.
Porém, o mês de janeiro foi bastante agitado nos gramados da Itália, com a realização de 5 rodadas completas da Serie A 2009/2010, com a 'O Jogo Da TV' cobrindo, nada menos, do que 17 partidas envolvendo 16 equipes diferentes (apenas Atalanta, Bologna, Livorno e Udinese não estiveram presentes).
Assim, desde o início do campeonato foram 76 partidas acompanhadas pela 'O Jogo Da TV', incluíndo 18 cotejos da Inter, 17 da Juventus e 16 do Milan!
Enquanto a 'Match Clou' ficou responsável pela prévia do principal duelo de cada uma das rodadas, a 'Panorama Da Rodada' cuidou das demais pelejas, trazendo sempre ainda os highlights de uma outra partida e estatísticas completas das giornate.
Já os principais fatos do campionato cadetto ficaram por conta da ''B' Em Pílulas' e a 'E Na Copa ...' acompanhou o desenrolar da Copa Itália, que já vai para sua fase de semifinali.
Mas não foi só! Houve espaço também para a especialíssima 'Momento Panini', que abordou as carreiras do dinamarquês Martin Jorgensen (http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/momento-panini-martin-jorgensen.html) e do francês Patrick Vieira (http://calcioseriea.blogspot.com/2010/01/momento-panini-patrick-vieira.html), ilustradas com figurinhas do mítico álbum Calciatori da Panini.
Por fim, a 'L'Enigma' continuou instigando a perspicácia dos amigos do Calcio Serie A, que puderam continuar opinando nas enquetes ao final do blog.
Aliás, nossos agradecimentos aos 2.814 visitantes que passaram por aqui e que estiveram em 4.796 páginas, segundo o contador Site Meter!

Marcadores: ,

Na Última Vez ...

domingo, janeiro 31, 2010

O Jogo Da TV (Parte III) - Juventus x Lazio



Técnico novo, problema antigo! Na estréia de Zaccheroni na panchina bianconera, a Juventus até que dominou a maior parte da partida, mas não passou de um empate em 1 x 1 com a Lazio em Turim, chegando a 4ª partida consecutiva sem vitória, computando apenas a Serie A.
Usando o mesmo 4-3-1-2 de seu antecessor Ferrara, Zac teve que começar renunciando a Buffon (suspenso) e optou por formar a zaga com Cannavaro e Chiellini, mantendo Diego como fantasista alle spalle de Amauri e Del Piero, confirmados no ataque juventino.
Apesar de manter a bola por muito mais tempo (terminou com incontestáveis 62,7% no quesito possesso palla) desde o início da partida, a Juventus encontrou muita dificuldade para furar o bloqueio laziale e, mesmo com um Diego (acima marcado por Dabo - Liverani) inspirado, sua manovra era facilmente controlada pelos Aquilotti, dispostos no mesmo 4-3-1-2 por Ballardini, que optou por um centrocampo robusto com Dabo, Baronio e Firmani.
Assim, em um 1º tempo marcado pelas tentativas de fora da área de Diego, Sissoko e Candreva, a única boa oportunidade criada pela Lazio foi quase nos estertores, com Mauri obrigando o desvio de Manninger para escanteio.
Na 2ª etapa, a Lazio voltou um pouco mais solta, mas foi a Juventus que continuou a reger a partida, embora ainda com muita dificuldade para penetrar na área adversária e arriscando demasiadamente tiros de média distância, embora o de Diego, aos 9', tenha terminado na trave de Muslera.
Aí, a metà tempo, ocorreu o lance que a partida precisava para sbloccare: em jogada que começou pela direita, Amauri fez a torre e Del Piero girou em torno de Diakite (na foto acima, à esquerda, exatamente Pinturicchio contra Diakite - Pennicino), caindo dentro da área depois de um suposto contato com o laziale, que protestou, não sem razão, contra a marcação do árbitro Saccani.
Independentemente do pênalti ter ocorrido ou não (é possível analisar o lance assistindo ao vídeo ao final do post), Del Piero deslocou Muslera para colocar a Juventus em vantagem aos 25'!
Ballardini, então, inseriu Rocchi e Lichtsteiner nos postos de Dabo e Firmani, enquanto Zaccheroni mandou a campo Cáceres no lugar de Felipe Melo.
Se a Juventus vinha, até então, encontrando dificuldades diante do ótimo esquema defensivo proposto pela Lazio, chegou a hora de explorar os espaços que passariam a existir, certo?
Errado! Foram os Aquilotti que, elevando o baricentro e com Zárate (acima entre Cannavaro e Chiellini - La Presse) em versão assistman, chegaram ao empate, com o argentino servindo para um oportunista Mauri empatar aos 33'.
O pareggio ainda abalou a trupe bianconera, que demonstrou insegurança diante de uma Lazio finalmente determinada, mas que se conseguisse mais do que o empate não mereceria.
E assim ficou o tabellino:
Juventus: Manninger; Grygera, Cannavaro, Chiellini, De Ceglie; Felipe Melo (75' Cáceres), Candreva, Sissoko, Diego; Amauri, Del Piero (88' Paolucci). All. Zaccheroni.
Lazio: Muslera; Diakite, Stendardo, Radu, Kolarov; Dabo (71' Rocchi), Baronio, Firmani (75' Litchtsteiner), Mauri (82' Siviglia); Zárate, Cruz. All. Ballardini.
Gols: 70' Del Piero (pênalti), 78' Mauri.
Árbitro: Saccani.
Cartões amarelos: Baronio, Felipe Melo, Sissoko, Diakite e Grygera.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

Quem Vem Lá (Parte II) - Alexandros Tziolis


Último colocado na atual Serie A, o Siena tem encontrado dificuldades até para se reforçar, o que levou a sociedade recém adquirida pelo magnata Massimo Mezzaroma a divulgar, inclusive, nota oficial informando que jogadores como o meia Mundigayi e o atacante Zalayeta, ambos atualmente no Bologna, haviam rifiutato o clube.
Mas essa situação delicada do clube toscano não afugentou o meia grego Tziolis, apresentado como reforço no último dia 29.
Centrocampista difensivo, forte no jogo aéreo (tem 1,89 m) e bom arrematador de média e longa distância, Tziolis vinha sendo pretendido também pelo Genoa e já conta com a experiência de ter jogado no alemão Werder Bremen (ao lado - Bongarts), com o qual disputou a final da última Coppa U.E.F.A.
Convocado pelo c.t. Otto Rehhagel para a Euro 2008 e também durante as eliminatórias para a próxima Copa do Mundo, Tziolis espera que, ajudando o Siena a permanecer na Serie A, sua experiência italiana assegure também um posto dentre os que vão à África do Sul com a Nave Pirata!

Marcadores: , , ,

Na Última Vez ...

Quem Vem Lá (Parte I) - Thomas Hitzlsperger


Abandonada a pista Eguren (que chegou a ser apresentado pelo clube de Formello - vide a última coluna 'Especulações Da Semana'), a Lazio alterou seu rumo e foi buscar na Alemanha seu mais novo reforço para o centrocampo, o nazionale tedesco Thomas Hitzlsperger.
Aos 27 anos, Hitzlsperger (que deverá fazer a alegria de muito narrador jogando ao lado do suíço Lichtsteiner) tinha apenas mais 6 meses de contrato com o Stuttgart e assinou um accordo triennale com a Lazio neste domingo.
Meia dotado de um chute forte e certeiro, Hitzlsperger foi formado no Bayern München, mas estreou profissionalmente no inglês Aston Villa (foto ao lado - Getty Images), clube para o qual se transferiu em 2000.
Em 2005, Hitzlsperger voltou à Alemanha para defender o Stuttgart, com o qual conquistou o título alemão da temporada 2006/2007, figurando como protagonista.
Capitão da seleção alemã U 19 no início da década, Hitzlsperger tem mais de 50 presenças com o selecionado principal da Alemanha e participou tanto da Copa do Mundo de 2006 quanto da Euro 2008, devendo agregar bastante experiência para os Aquilotti.

Marcadores: , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker