Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, novembro 14, 2009

L'Enigma - Le Scomesse


Neste sábado, as seleções principais de Itália e Holanda jogarão entre si pela 17ª vez, sendo a 11ª de forma amistosa.
Até aqui, foram 7 vitórias da Azzurra, 6 empates e apenas 3 sucessos para a Oranje, incluindo o último encontro, válido pela Euro 2008 e que terminou com o dilatado placar de 3 x 0 (acima, o gol marcado por Sneijder na ocasião - La Presse).
Em solo italiano, foram 5 vitórias da Itália e apenas 1 empate, ocorrido no longínquo ano de 1920, quando Kessler e Sardi anotaram os tentos.
Apesar do retrospecto amplamente favorável, os amigos do Calcio Serie A não estão tão confiantes em mais um sucesso italiano.
Aliás, vamos aos palpites ofertados: 0 x 1 - Sérgio André (e também o meu grande amigo Felipe, direto do Canadá!); 1 x 0 - Leonardo Redenção; 1 x 1 - Michel Costa; 1 x 2 - Raphael Zerlottini (e também o Alcindo, que postou 1' depois!); 2 x 1 - Cyntia; 2 x 2 - Leonardo Mafra; 3 x 1 - Afonso; 2 x 3 - JP e 3 x 2 - Pai.

Marcadores:

Na Última Vez ...

quinta-feira, novembro 12, 2009

E Na Copa ...


Em jogo que fechou o terzo turno da Copa Itália 2009/2010 (quase todo disputado em agosto último - vide o link 'Na Última Vez ...'), o Siena eliminou, nesta quinta-feira, o Grosseto fazendo 2 x 0 no time biancorosso treinado por Gustinetti.
Aguardando o retorno de Beretta, que deve (re) assumir a panchina bianconera a partir de amanhã, o Siena teve bastantes dificuldades no 1º tempo, ma nella ripresa a maior qualidade de jogadores como o brasileiro Reginaldo (ao lado em ação - Guerin Sportivo) foi decisiva, com a equipe da Serie A abrindo o marcador aos 59' em jogada acrobática de Calaiò, liberato in area da Vergassola, definindo o placar aos 80' com Larrondo, servido pelo meia Fini.
Agora, a Copa Itália terá seu prosseguimento em novembro, com a realização do quarto turno.

Marcadores:

Na Última Vez ...

Memorabilia - Martin Vazquez

Clube centenário, detentor de 7 títulos italianos e de uma torcida apaixonada, o Torino, atualmente na Serie B, teve seu último grande momento no início da década de 1990, logo após sua 2ª passagem pelo campionato cadetto.
Sob a presidência de Gian Mauro Borsano, que adquirira a agremiação já condenada a retrocessione em 1989, o clube granata reencontrou a Serie A com um plantel forte, mesclando jovens valores de seu vivaio (com destaque para o futuro flop Lentini e o azzurro Dino Baggio) com outros atletas já afirmados, até com experiência em Copas do Mundo, como o brasileiro Muller e o arqueiro Tancredi.
Em uma época em que o futebol italiano era soberano, a cereja do bolo do time comandado por Emiliano Mondonico, então um dos técnicos mais promissores do Calcio, foi apresentada nell'estate: o espanhol Rafael Martin Vazquez (à direita - Guerin Sportivo), contratado por cerca de due miliardi e mezzo di lire (um valor substancioso para a época) junto ao poderoso Real Madrid, com o qual vinha de um pentacampeonato spagnolo.
Apontado como il più accreditato straniero dell'anno 90-91 pela conceituada revista Guerin Sportivo, Martin Vazquez, nascido aos 25 de setembro de 1965, era um meia de classe puríssima e grande senso della geometria, capaz de passes precisos e lançamentos milimétricos, além de um ótimo chute de meia distância.
O potencial daquela equipe granata ficaria evidente logo na 3ª rodada, quando o próprio Martin Vazquez e Lentini fizeram os gols da vitória de 2 x 0 sobre a Inter trapattoniana dos alemães Brehme e Klinsmann (Matthäus não alinhou na ocasião).
Ao final do torneio, com uma defesa muito sólida (3ª melhor do campeonato, com apenas 29 gols sofridos) e vitórias também sobre Juventus, Roma e Sampdoria (que seria campeã), o Torino terminou em uma honrosa 5ª colocação, o que valeu ao clube de Corso Vittorio Emanuele uma vaga na Copa U.E.F.A.
Para o campeonato 1991/1992 chegaram o brasileiro Casagrande e o belga Scifo, reforçando uma equipe que, além de ver sua base mantida, assistia ao crescimento de jovens como o zagueiro Falcone, o meia Cois e o atacante Vieri, todos futuros protagonistas na Serie A.
Foi uma temporada magnífica para o Torino, não só pela 3ª colocação na Serie A (atrás apenas do Milan de Capello e da Juventus de Trapattoni), mas também pela campanha na Copa U.E.F.A., com direito a eliminação do Real Madrid na semifinais e título escapando para o Ajax depois de 2 empates - 2 x 2 em Turim e 0 x 0 na Holanda (na foto acima, a equipe que começou jogando em Amsterdam - Guerin Sportivo).
Porém, solitário e sofrendo de nostalgia da Espanha, Rafa não era mais unanimidade em Turim, principalmente porque, dono de um futebol elegante, mas troppo cadenciado, era acusado pelos tifosi de não incorporar o famoso Cuore Toro, justificando que "in Italia non mi capiscono, non capiscono le mie potenzialità, il mio modo di giocare".
Assim, apesar de gols como o marcado contra o Milan no dia 25 de abril de 1992 (acima, o momento do arremate - Borsari), aquele espanhol habilidoso nascido em Madrid e que era o straniero mais bem pago do Calcio, acabou cendo cedido ao Olympique Marseille de Bernard Tapie por cerca de cinque miliardi e mezzo di lire, mais do que o dobro do valor pago por Borsano duas temporadas antes.
Martin Vazquez, que disputou a Copa do Mundo de 1990, ainda voltaria ao Real Madrid para conquistar o campeonato espanhol da temporada 1994/1995, antes de prosseguir a carreira por Deportivo La Coruña, Atletico Celaya e Karlsruher, onde pendurou as chuteiras em 1999.
Embora breve, a passagem de Martin Vazquez marcou os apaixonados pelo Calcio, principalmente por causa de jogadas como as que resultaram nos gols do Torino contra a arqui-rival Juventus em 05 de abril de 1992 (vale a pena conferir no vídeo abaixo, que ainda traz entrevistas com Casagrande, Roberto Baggio e Tacconi).

video

Marcadores: ,

Na Última Vez ...

quarta-feira, novembro 11, 2009

L'Enigma


No próximo final de semana não tem Serie A, mas tem a Azzurra em campo, que no sábado disputa um amistoso contra a Holanda em Pescara.
Ao todo, Itália e Holanda já se enfrentaram 16 vezes, com amplo domínio italiano, que venceu em 7 ocasiões, empatou em outras 6 e perdeu apenas 3 vezes para a Oranje, inclusive na última vez em que se encontraram, em cotejo válido pela Euro 2008 e que terminou com o retumbante placar de 3 x 0, tentos de Van Nistelrooy, Sneidjer (acima ouvindo os protestos do agora rivale Gattuso - Insidefoto) e De Jong.
Em território italiano, porém, foram 5 vitórias da Itália e apenas 1 empate, ocorrido no longínquo ano de 1920!
E agora, como vai terminar o embate no sábado?
Para concorrer a uma flâmula da Internazionale (igualzinha a da imagem ao lado, medindo 28 x 20 cm) e um exclusivo certificado do blog, basta consignar aqui o palpite, lembrando que o primeiro que arriscar o prognóstico correto soma 1 (um) ponto neste que é o III Desafio Calcio Serie A, cujo vencedor será aquele que primeiro alcançar a marca de 10 (dez) pontos.
Atualmente, a classificação está assim: 1º JP (5 pts); 2º Leonardo Mafra e Michel Costa (4); 4º Raphael Zerlottini (3); 5º Afonso e Lucas (2) e 7º Alcindo, Cyntia, Marra e Sérgio André (1).
Vamos participar que o prêmio ainda não tem dono!

Marcadores:

Na Última Vez ...

segunda-feira, novembro 09, 2009

'B' Em Pílulas


* Com a derrota do Ancona para o Crotone por 2 x 1 neste sábado, o Lecce, que somou mais 1 ponto ao empatar com o Torino no 'Match Clou' da 13ª rodada disputado nesta segunda, é o novo líder isolado da Serie B 2009/2010, com 24 pontos;
* Aliás, o jogo do Olimpico foi realmente emocionante (na foto abaixo, o zagueiro Schiavi tenta segurar o avanço de Di Michele - Dreosti), com os visitantes fazendo 1 x 0 com Corvia no 1º tempo, mas sofrendo a virada graças ao cannoniere Bianchi - que converteu um pênalti aos 65' e voltou a marcar aos 90', cabendo ao uruguaio Giacomazzi colocar termos finais ao cotejo aos ... 93'!;
* O Cesena, que não passou de um 0 x 0 casalingo com o Albinoleffe, aparece na 3ª colocação com 22 pontos, mesma pontuação do surpreendente Padova, que venceu a lanterna Salernitana por 3 x 1, gols de Ferraro (S), Di Nardo (P), Soncin (P) e Bovo (P);
* Com 21 pontos aparecem Empoli, Frosinone, Sassuolo e o Torino;
* Destes, apenas o Empoli venceu na giornata, fazendo 2 x 0 na Reggina, tentos de Marianini e Coralli, um em cada tempo;
* Em situação complicada na tabela está o Piacenza, que neste final de semana perdeu, em casa, para o Mantova por 2 x 0 e permanece na penúltima colocação com apenas 9 punti;
* O veterano Baiocco, atualmente no Brescia, é até aqui o recordista de passaggi riusciti no torneio, com 656 passes efetuados, seguido de Pederzoli do Gallipoli com 607 e Basha, do Frosinone, com 568.

Marcadores:

Na Última Vez ...

Panorama Da Rodada


A 12ª giornata da Serie A 2009/2010, marcada que foi pelo empate no 'Match Clou' entre Inter e Roma (confira todos os detalhes em http://calcioseriea.blogspot.com/2009/11/o-jogo-da-tv-parte-iv-internazionale-x.html), trouxe um novo ânimo ao campeonato, pois, se a vantagem da capolista Internazionale continua grande (5 pontos!), ao menos as apresentações dos (teoricamente) principais rivais da Beneamata - a Juventus (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2009/11/o-jogo-da-tv-parte-ii-atalanta-x.html) e o Milan (acesse http://calcioseriea.blogspot.com/2009/11/o-jogo-da-tv-parte-iii-lazio-x-milan.html) - foram bastante encorajantes!
Quem também conseguiu um resultado importantíssimo foi a Fiorentina, que foi até Udine e, após uma partida equilibrada, saiu com a vitória por 1 x 0, tento do peruano Vargas (à direita entre Lodi e Inler - Getty Images) cobrando falta no finalzinho.
O embate, que marcou a 200ª presença de Di Natale com a camisa bianconera do Friuli, culminou com o aporte da Viola em plena zona Champions, favorecida pela derrota da Sampdoria frente ao Cagliari.
Aliás, a ex líder Samp atravessa um momento delicado no campeonato, tendo somado apenas 1 ponto nas últimas 3 partidas, embora na Sardegna tenha jogado de igual para igual contra os bons comandados de Allegri até a expulsão do lateral Stankevicius, que deixou os blucerchiati com um homem a menos ainda no 1º tempo.
Aí, depois de resistirem ao assalto rossoblù por quase toda a 2ª etapa, no final Castellazzi & Cia. capitularam, com Conti abrindo o marcador aos 40' e Matri completando o placar de 2 x 0 aos 44'.
Melhor fez a outra equipe da Liguria, que venceu o lanterna Siena por 4 x 2 no Marassi (o vídeo ao final do post traz exatamente os highlights dessa partida e entrevista com o meia Milanetto).
Partindo no 4-3-3 predileto de Gasperini, explorando muito bem as laterais do campo, o Genoa dominou totalmente as iniciativas na 1ª etapa, quando chegou a fazer 3 x 0 com uma doppietta de Crespo e tento solitário de Palladino, mas permitiu uma surpreendente reação de um orgulhoso Siena no 2º tempo, que primeiramente diminuiu com Paolucci (em seu primeiro gol con la maglia senese) e depois encostou com o solito Maccarone (acima marcado por Moretti - Getty Images), chegando mesmo a criar chances de empatar o jogo.
Porém, mesmo in apnea, o Genoa conseguiu garantir os 3 pontos quando Floccari, no último minuto regulamentar, fez seu 4º gol no campeonato e o 4º rossoblù no jogo!
Bastante movimentada foi também a peleja do Renato Dall'Ara, onde o Bologna superou o Palermo por 3 x 1, confirmando a fragilidade do time rosanero fora da Sicília.
Efetivamente, a defesa palermitana bobeou em todos os gols bolognesi, marcados por Zalayeta (duas vezes, na foto abaixo o segundo - Getty Images) e Di Vaio, sendo que o dinamarquês Kjaer, também aproveitando de uma distração do grego Moras, anotou o do momentâneo empate do Palermo.
Quem confirmou o bom momento foi o Parma, que chegou a 5ª vitória su 6 no Tardini fazendo 2 x 0 (gols de Zaccardo e Lanzafame) no Chievo, que não perdia fazia 4 rodadas.
Já o confronto entre a melhor defesa (a do Bari, com apenas 7 gols sofridos) contra o pior ataque (o do Livorno, que realizou apenas 4 tentos!) deu a lógica, com os Galletti vencendo por 1 x 0, tento do veterano Allegretti cobrando falta ainda no início da partida.
Por fim, Catania x Napoli foi o único 0 x 0 da rodada (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2009/11/o-jogo-da-tv-parte-i-catania-x-napoli.html).
Diante de tudo isso, eis os recordmen della giornata, lembrando que o friulano Di Natale comanda a classifica marcatori com 9 gols anotados até aqui, seguido por Hamsik (Napoli), Milito (Inter) e Pazzini (Sampdoria), todos com 7: Palle recuperate: 1º Conti (Cagliari), Rossi (Sampdoria) e Samuel (Inter) 33; Passaggi riusciti: 1º Pirlo (Milan) 78; 2º Milanetto (Genoa) 72; 3º Zanetti (Inter) 66; Assist: 1º Marchionni (Fiorentina), Matuzalem (Lazio) e Pirlo (Milan) 4; Tiri: 1º Zárate (Lazio) 10; 2º Candreva (Livorno) 6; 3º Conti (Cagliari) 5.
Já a classifica por equipes é a seguinte: 1º Internazionale (29 pts); 2º Juventus (24); 3º Milan (22); 4º Fiorentina (21); 5º Sampdoria (21); 6º Genoa (20); 7º Parma (20); 8º Cagliari (19); 9º Bari (18); 10º Napoli (18); 11º Palermo (16); 12º Chievo (15); 13º Roma (15); 14º Udinese (15); 15º Bologna (12); 16º Lazio (11); 17º Atalanta (9); 18º Livorno (9); 19º Catania (8) e 20º Siena (6).

video

Marcadores: , ,

Na Última Vez ...

domingo, novembro 08, 2009

O Jogo Da TV (Parte IV) - Internazionale x Roma



Mourinho pode ter completado 150 partidas internas sem perder (considerando campionato e coppe nazionali), mas o empate casalingo contra a Roma, no posticipo da 12ª rodada, evidenciou que a Beneamata não é, como as últimas apresentações tinham levado a crer, imbatível!
É verdade que o Special One, depois da vitória épica na Ucrânia, poupou inicialmente alguns titulares - como o semprepresente Cambiasso e l'eroe Sneijder, mas a Inter foi facilmente envolvida por uma bem ordinata Roma especialmente na 1ª etapa, quando os nerazzurri só conseguiram ser perigosos em uma única oportunidade.
A Lupa Capitolina, ao contrário, mesmo sem contar com vários titulares e disposta em um 4-4-2 em muito semelhante ao interista (com Pizarro a proteggere la difesa e De Rossi um pouco mais a frente), começou arrasadora e já aos 3' poderia ter aberto o placar, mas Vucinic foi preciosista demais e permitiu a recuperação de Lúcio quando tentava saltar Júlio César (acima o momento da incrível recuperação do zagueiro brasileiro - Liverani).
Mas o avante montenegrino se recuperou logo, ganhando de Lúcio na subida e, com uma cabeçada sensacional, jogou a bola no ângulo de Júlio César para colocar a Roma em vantagem.
A Inter teve sua grande chance aos 18', quando Muntari lançou o argentino Milito que, depois de vencer o duelo com Motta, fuzilou para o gol, com Júlio Sérgio protagonizando defesa impressionante (ao lado uma imagem do lance - La Presse).
Depois, mesmo perdendo De Rossi aos 33' com uma contusão que ainda carece de accertamenti, a Roma, com Menez bastante ativo, soube gestir o resultado até o intervalo.
Aí, com Sneijder e Balotelli nos lugares de Muntari e Vieira, a Inter, assim como em Kyiv, foi outra no 2º tempo, chegando ao empate já aos 3', quando depois de um bate e rebate na área giallorossa, Thiago Motta achou o camaronês Eto'o (mais abaixo contra De Rossi - Pennicino), que virou para colocar, de esquerda, no canto esquerdo do arqueiro Júlio Sérgio.
Só que, desta vez, a Inter não conseguiu dar prosseguimento a rimonta, até porque, na verdade, apesar da ampla vantagem interista no quesito posse de bola (61,7%) e também no vantaggio territoriale (58,81%), foram da Roma as melhores chances, como quando Okaka partiu do seu próprio campo e, depois de tabelar com Menez, disparou um belo chute que passou por cima da meta de Júlio César.
Assim, tudo somado, o 1 x 1 foi justo!
O tabellino do grande encontro ficou assim:
Inter: Júlio César; Maicon, Lúcio, Samuel, Zanetti; Muntari (46' Sneijder), Vieira (46' Balotelli), Thiago Motta (64' Cambiasso), Stankovic; Milito, Eto'o. All. Mourinho.
Roma: Júlio Sérgio; Motta, Andreolli, Mexes, Riise; Brighi, Pizarro, Perrotta, De Rossi (33' Faty); Vucinic (68' Okaka), Menez (75' Tonetto). All. Ranieri.
Gols: 13' Vucinic, 48' Eto'o.
Árbitro: Rocchi.
Cartões amarelos: Muntari, Menez, Thiago Motta, Stankovic e Pizarro.
A seguir, os highlights da partida:

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

O Jogo Da TV (Parte III) - Lazio x Milan



Após alcançar duas vitórias nas duas primeiras rodadas, a torcida da Lazio, atual campeã da Coppa Italia, não podia imaginar que o time chegaria ao final da 12ª giornata da Serie A 2009/2010 com apenas aquelas duas vittorie, ocupando uma nada honrosa 16ª colocação, perigosamente muito perto da zona de rebaixamento.
Pior é que, contra o Milan neste domingo, a equipe laziale tem pouco a recriminar, pois foi amplamente dominada por um bom scratch rossonero, que terminou a partida com 60,5% da posse de bola, traduzida em 488 passaggi contra apenas 318 dos Aquilotti.
É verdade que, na 1ª etapa, a Lazio até que começou bem, com Ballardini apostando no seu preferido 4-3-1-2, com o brasileiro Matuzalem alle spalle de Rocchi e Zárate, enquanto o Milan entrou no 4-3-3, módulo agora consolidado por Leonardo, com Borriello no meio dos brasileiros Pato e Ronaldinho, tendo ainda Seedorf como meia ofensivo.
Porém, depois de um início promissor, em que Rocchi teve uma boa oportunidade aos 2', a Lazio sucumbiu ao jogo tático do Milan, que abusou dos movimenti ipnotici e tagli improvvisi.
E, abusando de um recurso muito usado por sua rivalíssima Internazionale, o Milan fez 2 x 0 no intervalo!
Cínica, a trupe de Leonardo abriu o marcador aos 21', quando o brasileiro Thiago Silva antecipou o goleiro uruguaio Muslera (acima o momento da cabeçada do brasileiro - Reuters) e realizou, depois da testada na trave contra o Parma no jogo anterior, seu primeiro gol italiano!
Já aos 35', Pato (ao lado perseguido por Kolarov - Reuters) foi mais esperto que Lichtsteiner para completar, também de cabeça, cruzamento de Ronaldinho e ampliar o marcador.
Entre um gol milanista e outro, até que a Lazio, especialmente com o brasileiro Matuzalem, tentou ser incisiva, mas Dida, apesar da chuva que caiu no Olimpico, se mostrou sempre seguro.
Para o 2º tempo, Ballardini trocou o meia Mauri pelo avante Cruz, passando ao 4-3-3, mas o argentino se mostrou surpreendentemente lento.
Mas, com Zárate inspirado, os biancocelesti passaram a ser mais concretos e o jogo ficou mais divertido, especialmente depois que o brasileiro Thiago Silva, autor de uma grande prestação, acabou protagonizando um incrível autorete aos 19', depois de chute de Zárate desviado em Ambrosini.
A Lazio, então, passou a acreditar no empate e Dida foi importante aos 21'.
Mas, aí, Leonardo primeiro trocou Borriello por Inzaghi e depois colocou Flamini e Abate nos postos de Seedorf e Ronaldinho, dando fôlego novo e maior poder de marcação à equipe, que acabou tendo as melhores oportunidades no final, com Muslera realizando grandes defesas em conclusões de média distância do próprio francês e de Pato.
Diante do tropeço da Sampdoria, o Milan chegou ao 3º posto, enquanto a Lazio de Ballardini (acima - Bruno) está in crisi profonda.
Il tabellino:
Lazio: Muslera; Lichtsteiner, Siviglia (72' Cribari), Radu, Kolarov; Brocchi, Baronio (62' Meghni), Mauri (46' Cruz), Matuzalem; Rocchi, Zárate. All. Ballardini.
Milan: Dida; Oddo, Nesta, Thiago Silva, Zambrotta; Ambrosini, Pirlo, Seedorf (81' Flamini); Pato, Borriello (74' Inzaghi), Ronaldinho (87' Abate). All. Leonardo.
Gols: 21' Thiago Silva, 35' Pato, 64' Thiago Silva (contra).
Árbitro: Damato.
Cartões amarelos: Nesta, Zárate e Inzaghi.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

Você Sabia ...


* Que, transcorridas 11 rodadas, o rosanero Pastore (abaixo - Guerin Sportivo) é o jogador que foi mais vezes substituído na Serie A 2009/2010, tendo sido sacado pelo allenatore Zenga nas 9 partidas que começou jogando?
* Que o meia Ariatti, por sua vez, é o atleta que mais vezes entrou em campo com o jogo começado, tendo saído da panchina do Chievo nas 9 partidas em que atuou, mesmo número, aliás, do seu companheiro Bentivoglio e do atacante Nenê, do Cagliari, que, porém, começaram como titulares em outras duas ocasiões?
* Que o atacante Di Natale, autor de 9 gols em 11 partidas e capocannoniere do torneio até aqui, anotou 1 gol a cada 104 minutos, mesma média do nerazzurro Milito que, entretanto, fez 7 tentos em 9 gare?

Marcadores:

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker