Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, abril 25, 2009

O Jogo Da TV (Parte I) - Fiorentina x Roma



O 'Match Clou' da 33ª giornata prometia ser empolgante, afinal, Fiorentina e Roma estão dentre as equipes que praticam o melhor futebol na Itália e, ambas, ambiciosas, possuem como objetivo disputar a próxima Champions League, traguardo que necessariamente exigia a vitória no confronto.
E não foi diferente, com as equipes protagonizando uma partida disputada a ritmo elevado terminada 4 x 1 para a Viola, que soube superar uma semana difícil e, principalmente, uma Lupa con le ossa rotte.
Com Totti (à direita marcado por Dainelli e Montolivo - Grazia Neri) em campo no sacrifício, mas principalmente sem sua defesa titular, com Spalletti mandando a campo, inicialmente, Panucci e Riise como centrais e Cassetti e Motta como laterais, tendo ainda Artur sob o gol, a Roma começou acuada e logo aos 6' sofreu o primeiro gol, com o peruano Vargas disparando da intermediária até arrematar, ainda fuori d'area, um tirambaço que entrou no canto esquerdo do arqueiro brasileiro.
Spalletti, então, alterou pela primeira vez seu sistema defensivo, postando Motta como terzino destro e Riise como sinistro, deixando Cassetti como companheiro de Panucci na zaga.
A alteração surtiu efeito imediatamente e a Roma, superada a partenza falsa, começou a manovrare com mais eficiência, spingono forte com o duo Motta-Taddei.
Mas foi a Fiorentina, com Gilardino como unica punta, só que muito bem suportado por um ótimo e mobile Jovetic apoiado por Semioli e Vargas pelas extremas, que voltou a assustar: aos 10', Cassetti interceptou com o braço uma rovesciata de Gilardino (ao lado - Grazia Neri).
Aí, foi a vez da Roma valer seu maior domínio e melhor toque de bola e chegar com perigo, com Brighi desperdiçando uma ótima chance aos 13'.
O jogo continuou bastante movimentado e, aproveitando um contropiede, a Fiorentina reclamou mais um pênalti aos 22', quando Jovetic foi à terra depois de um contraste com De Rossi, que o árbitro Banti julgou como normal.
Gara equilibrata e ricca di occasioni, o 1º tempo terminou apenas 1 x 0 porque Brighi perdeu outra grande oportunidade aos 38', quando recebeu de Totti e, em ótima posição, chutou para fora.
Na 2ª etapa, a bola mal havia começado a rolar quando Semioli foi até a linha de fundo e cruzou para Gilardino, de cabeça e totalmente esquecido por Cassetti dentro da área, realizar seu 17º gol na temporada.
Mas o novo revés não intimidou a Roma, que já no minuto seguinte criou uma chance concreta com o brasileiro Júlio Baptista - postado logo atrás de Totti juntamente com Brighi e Taddei, que o lateral Pasqual salvou quase em cima da linha.
Porém, exatamente quando a Lupa Capitolina vivia seu melhor momento na partida (inclusive com Cassetti acertando o travessão de Frey), o chileno Pizarro se envolveu em um cabeça-a-cabeça gratuito com Semioli e acabou expulso depois de receber o 2º amarelo.
A 14ª expulsão de um giallorosso na temporada praticamente liquidou a fatura, ainda mais porque logo depois Gilardino saiu sul filo del fuorigioco para, depois de driblar Cassetti, fazer 3 x 0 (os gols de os melhores momentos da partida podem ser visualizados nos highlights ao final do post).
Não demorou muito mais e o ala Gobbi, que havia acabado de entrar no lugar do ótimo Jovetic, ampliou para 4 x 0 em seu primeiro toque na bola, aproveitando rebote de Artur em cabeçada de Gila.
No final, com Tonetto em campo e Riise novamente como central ao lado de Panucci, a Roma ainda marcou o seu de honra, com Júlio Baptista (ao lado com Comotto - Grazia Neri) disparando um destro potente para anotar o seu 9º gol pessoal no campeonato.
O tabellino da gara:
Fiorentina: Frey; Comotto, Gamberini, Dainelli, Pasqual; Donadel, Montolivo, Semioli, Jovetic (72' Gobbi), Vargas (52' Kuzmanovic); Gilardino (81' Bonazzoli). All. Prandelli.
Roma: Artur; Cassetti (81' Tonetto), Panucci, Riise, Motta; De Rossi, Pizarro, Taddei (63' D'Alessandro), Brighi, Júlio Baptista; Totti. All. Spalletti.
Gols: 6' Vargas, 47' Gilardino, 67' Gilardino, 73' Gobbi, 86' Júlio Baptista.
Árbitro: Banti.
Cartões amarelos: Vargas, Donadel, Cassetti, Dainelli, Brighi, Pizarro e Semioli.
Cartão vermelho: Pizarro.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

Match Clou - 33ª Rodada 2008/2009



Fiorentina e Roma protagonizarão, neste sábado, o 'Match Clou' da 33ª rodada da Serie A 2008/2009 ainda almejando o 4º posto na tabela, aquele que vale a última vaga na próxima Champions League.
Tendo o Genoa na frente com 57 pontos, Fiorentina (que tem 55) e Roma (com 52) não podem pensar em outro resultado senão a vitória no cotejo, pois até mesmo um empate pode colocar as contendentes em situação muito complicada, vez que o Grifone enfrenta o Bologna no domingo e, com uma vitória, pode abrir uma confortável vantagem de suas principais rivais na corrida pelo almejado posto na UCL.
Para o confronto, tanto Prandelli quanto Spalletti terão alguns desfalques importantes: do lado viola, Gobbi, Mutu e Santana continuam entregues ao departamento médico, enquanto Felipe Melo cumprirá suspensão; na Lupa, Aquilani, Cicinho, Doni, Juan, Menez e Vucinic estão lesionados e Mexes suspenso.
Assim, a Fiorentina deve começar no 4-2-3-1 com Semioli (à direita - La Repubblica), Jovetic e Vargas formando o terzetto dietro a Gilardino, que mais uma vez vai ser o único atacante de ofício no l'undici iniziale.
Sem Felipe Melo (que restará squalificato por outras 3 partidas), o companheiro de Donadel na linha média deverá ser o habilidoso Montolivo, que retorna de suspensão e possivelmente relegará Kuzmanovic à panchina, vez que o sérvio não parece estar na melhor condição física.
Na defesa, com Frey sob a meta, Comotto, Dainelli, Gamberini (à esquerda - Morini) e Pasqual devem compor o setor, deixando o polivalente Zauri e Koldrup como opções no banco.
Na Roma, o maior problema de Spalletti é exatamente montar o setor defensivo, vez que sua dupla de zaga titular está indisponível, assim como o goleiro Doni e o lateral Cicinho, este último já de longa data.
Portanto, no gol, mais uma vez aparecerá o brasileiro Artur, com seu compatriota Bertagnoli figurando como suplente imediato.
Com Motta e Tonetto como laterais, Riise (mais abaixo, à direita - Insidefoto) e Panucci devem formar a zaga, que terá a proteção de Pizarro e De Rossi no centrocampo.
Sem Menez e Vucinic, mas com Taddei recuperado, a Roma deve ter o ex Siena junto Júlio Baptista no apoio a Totti, unica punta, com Brighi um pouco mais recuado.
O duelo já foi realizado 69 vezes em Florença pela Serie A, com ampla vantagem gigliata, que conquistou 30 vitórias contra apenas 10 da Roma, tendo ocorrido ainda 29 empates.
Na última temporada, empate em 2 x 2, com gols de Mancini, Gamberini, Giuly e Mutu, cobrando pênalti aos 37' do 2º tempo.
Aliás, esse gol do romeno foi o 100ª da Fiorentina no confronto, que sofreu 65.
Mas, se a Fiorentina tem largo predomínio na história do confronto, recentemente esta vantagem não tem se evidenciado, vez que a última derrota da Roma em Florença remonta a temporada 2000/2001, quando uma doppietta de Chiesa e uma autorete de Candela construíram o placar de 3 x 1, completado por um tento do brasileiro Emerson.
Já o último sucesso giallorosso aconteceu em 23 de janeiro de 2005, ocasião em que Maresca, Cassano e Montella marcaram os tentos do 2 x 1 - na Fiorentina, além de Maresca, atuaram Chiellini, Nakara e Miccoli, dentre outros!
Desde então, 3 confrontos e ... 3 empates.
Em termos individuais, Giancarlo De Sisti, que transcorreu toda sua longa carreira de profissional entre Roma e Fiorentina, obviamente é o recordista de aparições, tendo participado do confronto em 17 ocasiões - 9 vezes pela Fiorentina e 8 pela Roma, tendo saido vitorioso em apenas 4...
A artilharia do embate, por sua vez, fica dividida entre Giancarlo Antognoni e Alberto Galassi, que marcaram, ambos, 5 vezes envergando a mítica maglia viola.
Já a primazia de cartões amarelos pertence a um romanista: Giuseppe Giannini recebeu 5 ammonizioni em Firenze!

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

L'Enigma - Le Scomesse


Na expectativa pelo cotejo Napoli x Internazionale, que ocorrerá no domingo, os amigos do Calcio Serie A participaram com grande afinco da 'L'Enigma'.
Mas o mesmo entusiasmo não foi verificado com o time partenopeo, que recebeu um único voto de confiança mesmo tendo vencido os últimos 2 encontros no San Paolo, sempre pelo resultado de 1 x 0 (na foto acima, Zalayeta marca o gol da vitória na temporada passada, após pasticcio de Júlio César - Inter).
Eis todos os palpites consignados: 0 x 0 - Mafra; 0 x 1 - Thiago (e o Prisma); 1 x 1 - Cyntia; 0 x 2 - Marra; 1 x 2 - Michel Costa (e também o Raphael Zerlottini); 2 x 1 - Eduardo Carvalho; 2 x 2 - MP; 0 x 3 - Lucas; 1 x 3 - Alcindo (assim como o Leonardo Redenção), 2 x 3 - JP e 2 x 4 - Sérgio André.
Boa sorte e um ótimo jogo!

Marcadores:

Na Última Vez ...

sexta-feira, abril 24, 2009

Serie A caminha para sua reta final


A Serie A 2008/2009 vai caminhando para sua reta final e o clima esquentando, principalmente fora de campo após uma semana repleta de polêmicas e que viu Internazionale e Juventus caírem na Coppa Italia.
Embora as protagonistas do Derby d'Italia só entrem em campo no domingo, a rodada começa no sábado com o anticipo Chievo x Udinese, que terá transmissão da RAI a partir das 13h00, horário de Brasília.
Um pouco mais tarde, às 15h30, tem o 'Match Clou' Fiorentina x Roma, com cobertura, ao vivo, de ESPN Brasil, RAI, SporTV e TV Esporte Interativo.
Se tanto Fiorentina quanto Roma vêm com vários desfalques - inclusive os brasileiros Felipe Melo (suspenso), Cicinho, Doni e Juan (contundidos), não é possível esquecer que o embate é um confronto direto de duas (ainda) pretendentes à Champions League e que um resultado negativo, para qualquer uma, pode ser catastrófico.
Até porque, no domingo, o Genoa (que tem 57 pontos contra 55 da Viola e 52 da Lupa) visita o desesperado Bologna e, com uma vitória, pode dar um passo gigantesco em direção à UCL.
Esse interessante confronto Di Vaio x Milito terá cobertura da RAI, a partir das 10h00 (sempre horário de Brasília).
No mesmo horário, a ESPN apresentará Milan x Palermo e a SporTV Reggina x Juventus.
Difícil escolher, heim? Se o Milan, em ótima fase mas provavelmente sem Pato (com um entusiasmado Ronaldinho em seu lugar!), pega um atordoado Palermo sem Carrozzieri - suspenso por uso de cocaína, a Juventus, diante de uma crise de grandes proporções mas com Ranieri confirmado, enfrenta uma Reggina (de Brienza, ao lado - Laganà) que é sempre incômoda no Granillo, ainda mais diante da vitória obtida na última rodada frente a Atalanta em Bergamo.
Aliás, o técnico bergamasco Del Neri, que inaugurou a dança das cadeiras afirmando nesta semana que não permanece no comando da Atalanta para a próxima temporada, vai enfrentar exatamente um dos seus possíveis destinos - a Lazio de Delio Rossi, embora o treinador nascido em Rimini esteja prestigiado com a classificação à final da Copa Itália.
Ainda às 10h00 de domingo jogam Lecce x Catania; Sampdoria x Cagliari e Torino x Siena.
Mais tarde, completando a giornata, Napoli x Inter começará às 15h30 com transmissão da ESPN e da RAI.
O resultado do jogo objeto da 'L'Enigma' é uma verdadeira ... incógnita, pois, apesar de sua evidente superioridade técnica, a Inter vem de uma semana muito conturbada, com direito a eliminação na Copa Itália, polêmica com arbitragem, agressões a Balotelli, rescisão contratual de Adriano e ... aviso de Ibrahimovic (à esquerda - Hewitt), que mandou um recado claro ao conceder entrevista a um periódico britânico: "Ho vinto tutto in Italia e ho imparato molto. Ma c'è un momento nella vita, come quando ero all'Ajax, in cui dici a te stesso che vuoi provare qualcosa di diverso".
E agora?

quinta-feira, abril 23, 2009

'B' Em Pílulas


* Nesta terça-feira foi recuperada, integralmente, a 35ª rodada da Serie B 2008/2009, adiada em razão da tragédia que abateu a região de Abruzzo;
* No topo da tabela, nenhuma novidade com as vitórias de Bari, Parma, Livorno e Brescia;
* O líder Bari, que chegou aos 69 pontos, fez 3 x 0 no Ancona como visitante, com todos os gols sendo marcados pelo brasileiro Barreto, que chegou aos 21 gols na competição; * O avante ex Udinese só não assumiu a artilharia do torneio porque Ciccio Tavano, do Livorno, realizou uma doppietta na vitória de 4 x 0 dos toscani sobre o Treviso no Omobono Tenni e chegou a marca de 23;
* O uruguaio Guigou e o arqueiro Cordaz (di scuola Inter) foram expulsos na partida (à direita um lance na área do Treviso - Livorno) que ainda teve gols dos veteranos Emanuele Filippini e Fabio Galante;
* Entre o Bari e o Livorno, na 2ª colocação, aparece o Parma, que venceu o Ascoli por 2 x 0 com gols de Morrone e Paloschi;
* Na 4ª posição vem o Brescia, que fez 3 x 0 no Avellino graças aos gols de Gorzegno, Taddei e Caracciolo, este último cobrando pênalti;
* Na estréia de Bruno Giordano como treinador do Pisa, a equipe nerazzurra de Birindelli ficou no 1 x 1 com o Mantova;
* O brasileiro Eder voltou a marcar realizando o gol da vitória do Frosinone sobre o Modena aos 68'.

Marcadores:

Na Última Vez ...

E Na Copa ...


A final da Tim Cup será inédita e ... surpreendente! Afinal, embora Lazio e Sampdoria tenham vencido, cada, 4 edições da competição, certamente não eram as favoritas nos duelos contra Juventus e Internazionale pelas semi-finais da edição 2008/2009, cujas partidas de volta foram disputadas neste meio de semana.
Na quarta, a Lazio foi até Turim enfrentar a Vecchia Signora e, com gols de Zárate, Kolarov e Del Piero, repetiu o placar da partida de ida em Roma (vide link 'Na Última Vez ...' ao final do post) e garantiu, até com certa facilidade, sua 6ª final de Copa Itália.
Jogando no 4-4-2 com um meio de campo bastante compacto, tendo Brocchi, Ledesma e Matuzalem formando uma barreira quase intransponível para uma Juventus priva de criatividade, a Lazio deu um passo enorme rumo à classificação quando Zárate (acima entre Lichtsteiner e Ariaudo - La Presse) fez um golaço de fora da área (muito parecido com o marcado contra a Roma no último Derby) aos 38' da 1ª etapa, inaugurando o placar em uma partida com poucas emoções até então.
Para o 2º tempo, o allenatore bianconero Ranieri, muito contestado pelos seus próprios torcedores, voltou com Camoranesi e Nedved nos postos de Marchionni e Giovinco e a partida melhorou, mas foi a Lazio que voltou a marcar com um violento tiro do lateral Kolarov também de fora da área, que entrou no canto oposto de Buffon.
Del Piero, que começou no banco, ainda diminuiu aos 19' da etapa complementar, mas a vaga na final já estava hipotecada, apesar da Juve ter dado uma prova de orgulho no final, pressionando a Lazio mesmo depois da expulsão de Camoranesi aos 36'.
Nesta quinta, a Internazionale tinha a dificílima missão de reverter os 3 x 0 conseguidos pela Sampdoria no jogo de ida para garantir sua 5ª final consecutiva de Copa Itália, mas parou no 1 x 0 e viu sua adversária seguir para disputar o título que a torcida blucerchiata não comemora desde a stagione 1993/1994.
E foi a Sampdoria que começou melhor, inspirada por um Cassano molto mobile, mas coube a Inter, disposta no 3-4-3 com Cruz, Ibrahimovic e Balotelli no ataque, abrir o marcador aos 27' do 1º tempo, com um spettacolare destro al volo de Ibrahimovic (ao lado nella mischia blucerchiata - Ap).
A partir daí, a Beneamata deu a impressão de que conseguiria transformar em pó a vantagem doriana, construindo várias oportunidades de gol, principalmente com o imprendibile avante sueco, mas também com os zagueiros Burdisso e Materazzi.
Percebendo o risco que corria, Mazzarri adiantou o baricentro da sua equipe e, no final, apesar de todo o esforço, a Inter não conseguiu ampliar o marcador e coube a Peter Pan comemorar com mais ênfase... (ao lado, Cassano em um inusitado encontro com Mourinho - Ap).
Agora, Lazio e Sampdoria farão uma final inédita em busca da 5ª Copa Itália de cada uma no próximo dia 13 de maio, em jogo único em Roma.

Marcadores:

Na Última Vez ...

Memorabilia - Masiero

Centrocampista dutile, capaz de exercer com a mesma proficiência várias posições no meio de campo e até na defesa, Enea Masiero foi a primeiríssima contratação do lendário Angelo Moratti (genitor do atual patròn interista) como presidente do Football Club Internazionale Milano.
Nascido aos 8 de novembro de 1933 em Lonigo, na província de Vicenza, Masiero começou sua carreira no Marzotto Valdagno - time que atualmente figura no Promozione (algo como a 7ª divisão do futebol italiano), mas que na década de 1950 chegou a disputar vários campeonatos na Serie B - e fez sua estréia na Inter pouco antes de completar 22 anos, na vitória sobre o Novara por 2 x 0 pelo campionato 1955/1956.
Na Beneamata, Masiero (ao lado, contra a Juventus de John Charles na temporada 1960/1961 - Inter) alternou temporadas como titular e outras nas quais foi bem menos aproveitado, colecionando 28 presenças no campeonato 1957/1958 e 29 no de 1961/1962, mas também apenas 3 nos campeonatos 1956/1957 e 1960/1961.
Dotado de enorme capacidade de sacrifício, o que o permitiu atuar até como terzino sinistro mesmo sendo um destro naturale, Masiero (na foto abaixo, à esquerda, ao lado de Pelé no amistoso que a seleção brasileira jogou contra a Inter como último compromisso antes da Copa do Mundo de 1958 - Inter) fez ao total 168 partidas com a camisa nerazzurra, sendo 140 válidas pela Serie A - coroadas com o scudetto da temporada 1962/1963, bem como 12 gols, sendo 9 no campeonato italiano.
Ao final da stagione 1963/1964, depois de 9 temporadas em Milão, Masiero se transferiu à Sampdoria, tendo empregado a mesma dedicação à maglia blucerchiata.
Porém, a Samp não atravessava grande fase e, depois da 15ª colocação no campeonato 1964/1965 (com a Inter campeã!), a equipe não conseguiu fugir do rebaixamento na temporada seguinte, quando somou um ponto a menos que a Spal, última salvatrice.
Assim, depois de 55 presenças com a Sampdoria, Masiero encerrou sua carreira agonística aos 32 anos.
De volta à Internazionale, Masiero iniciou a carreira de treinador, comandando o settore giovanile nerazzurro.
No campeonato 1972/1973, Masiero assumiu o time principal da Inter após a saída do seu antigo companheiro Gianni Invernizzi, comandando Boninsegna, Burgnich, Facchetti, Mazzola e companhia nas últimas 8 rodadas, com saldo de 4 vitórias, 2 empates e 2 derrotas.
Enea Masiero ainda treinaria a Internazionale (ao lado - Inter) após a saída do seu antigo allenatore, o mago Helenio Herrera na temporada 1973/1974, mais uma vez levando a equipe à 4ª colocação final.
Nos últimos anos, Masiero exerceu a função de observador do clube de Via Durini.
Aos 75 anos, Enea Masiero abandonou este mundo no último dia 31 de março.

Marcadores: , ,

Na Última Vez ...

quarta-feira, abril 22, 2009

L'Enigma


O jogo desta semana na 'L'Enigma' é Napoli x Internazionale, o posticipo da 33ª rodada da Serie A 2008/2009, que será disputado no próximo domingo.
Vamos palpitar!
Mas, atenção, a Inter não derrota o Napoli no San Paolo desde ... 1997, quando o zagueiro Galante e o meia Turrini, contra, marcaram os gols nerazzurri (na foto acima, o gol do hoje veterano Galante - Capozzi).
De lá para cá, é verdade, apenas outros 2 jogos, ambos terminados 1 x 0 para os partenopei.
E aí, como vai terminar no domingo?
Outra coisa: desde ontem, 21 de abril, o Calcio Serie A tem também uma comunidade no Orkut!

Marcadores:

Na Última Vez ...

segunda-feira, abril 20, 2009

'B' Em Pílulas


* Depois de uma semana parada por causa da tragédia que afligiu a região de Abruzzo, a Serie B voltou na última sexta-feira com a sua 36ª giornata (a 35ª vai ser recuperada na próxima terça-feira);
* Nos anticipi da rodada, o Grosseto fez 3 x 2 na Triestina em Trieste, encostando na adversária na tábua de classificação, enquanto o Ascoli fez 2 x 1 no Frosinone;
* Já no sábado, o grande destaque ficou por conta do confronto entre Livorno e Parma, respectivamente 3º e 2º colocados in classifica;
* O aguardado duelo terminou 2 x 2, gols de Tavano (L), Alessandro Lucarelli (P - ao lado em ação contra sua antiga equipe - Parma), Danilevicius (L) e Paloschi (P);
* Bom para o Bari, que venceu o Rimini por 3 x 0 e se distanciou na liderança com 69 pontos contra 66 dos Ducali e 59 dos Labronici;
* A vitória dos Galletti foi construída com gols de Kutuzov, Guberti e do argentino Donda;
* Sucesso importante também para o Brescia, que não vencia há 4 rodadas e fez 2 x 1 no Vicenza fora de casa, tentos de Rispoli, Gorzegno e Bjelanovic, que descontou para os mandantes;
* O Sassulo, que perdeu na rodada por 2 x 0 para o Modena, agora tem a sua 5ª colocação ameaçada pelo Empoli, que fez 2 x 1 no lanterna Treviso e ultrapassou o Albinoleffe, derrotado por 4 x 2 pela Salernitana;
* No cotejo do Carlo Castellani, marcaram os avantes Corvia e Flachi para os azzurri, enquanto o meia Quadrini descontou para os biancocelesti;
* Na partida de Salerno, o argentino Emmanuel Ledesma, contratado junto ao Queen's Park Rangers no último mercado, anotou um dos tentos da equipe da casa.

Marcadores:

Na Última Vez ...

Panorama Da Rodada


A 32ª rodada da Serie A 2008/2009 foi uma giornata de confirmações: de que a Inter só perde o título se quiser e de que Torino e Bologna estão mesmo em maus lençóis.
A exceção ficou por conta da 4ª e última vaga italiana para a Champions League, pois o Genoa foi derrotado pela Lazio em pleno Marassi na abertura da rodada (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2009/04/o-jogo-da-tv-parte-i-genoa-x-lazio.html), enquanto a Fiorentina não soube aproveitar a oportunidade e caiu diante da Udinese (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2009/04/o-jogo-da-tv-parte-iii-udinese-x.html) no dia seguinte.
Melhor para a Roma, que sofreu mas passou pelo Lecce por 3 x 2 e chegou aos 52 pontos, reabrindo la corsa al 4º posto.
No Olimpico, Totti e Brighi marcaram antes dos 15' e deram a impressão de que a Lupa venceria fácil, mas um aguerrido Lecce foi buscar o empate com tentos de Munari e Papadopoulos e só sucumbiu quando o árbitro Mazzoleni concedeu um generoso pênalti de Edinho em Júlio Baptista, convertido por Totti (acima contra Zanchetta em um duelo de capitães - Grazia Neri), que celebrou seu 175º gol na Serie A e ingressou, dessa forma, no seleto grupo dos 10 maiores artilheiros do campeonato italiano em toda a história!
Luta boa também em busca de uma vaga na próxima U.E.F.A. Europa League, vez que o Palermo não tomou conhecimento da estréia do técnico Papadopulo no comando do Bologna (subentrato a Mihajlovic durante a semana) e sapecou 4 x 1 no adversário, tentos de Belleri (contra), Kjaer, Succi (ao lado perseguido por Mudingayi - Palermo) e Cavani, com Di Vaio anotando seu inútil 20º gol na competição para diminuir para o time rossoblù, que ainda perdeu Volpi expulso aos 32' da etapa complementar.
Menos mal para a histórica agremiação presidida por Francesca Menarini que o Torino fez pior e tomou de 5 x 1 do Milan (http://calcioseriea.blogspot.com/2009/04/o-jogo-da-tv-parte-iv-milan-x-torino.html).
Assim, apenas a desesperada Reggina fez bonito na zona do descenso, vencendo a Atalanta em plena Bergamo por 1 x 0, gol do atacante Ceravolo (mais embaixo contra os defensores Manfredini e Talamonti - Cerescioli) em partida repleta de oportunidades para ambos os lados.
Quem está praticamente livre do risco de rebaixamento é o Chievo, protagonista de um extraordinário 2009 e que, nesta rodada, venceu o Siena, na Toscana, por 2 x 0, doppietta do sempre presente Pellissier, que chegou a cota 11 na competição.
Mais em cima, quem segue, surpreendentemente, muito bem na luta por uma vaga na Europa é o Cagliari targato Allegri, que também venceu por 2 x 0 o Napoli de Donadoni, com gols do brasileiro Jeda no início da partida e de Lazzari no finalzinho, depois do arqueiro Marchetti ter sido providencial para deixar imaculada a meta sarda.
O mesmo placar ocorreu no jogo Catania x Sampdoria, duelo de duas equipes que não almejam muito mais na Serie A e que foi decidido com gols de Mascara (cobrando pênalti) e Martinez.
Por fim, o aguardando 'Match Clou' Juventus x Internazionale terminou 1 x 1 (http://calcioseriea.blogspot.com/2009/04/o-jogo-da-tv-parte-ii-juventus-x.html).
A classificação atualizada aponta o seguinte: 1º Internazionale (74 pts); 2º Juventus (64); 3º Milan (64); 4º Genoa (57); 5º Fiorentina (55); 6º Roma (52); 7º Palermo (49); 8º Cagliari (48); 9º Lazio (47); 10º Udinese (42); 11º Atalanta (41); 12º Catania (40); 13º Sampdoria (40); 14º Napoli (39); 15º Siena (37); 16º Chievo (34); 17º Torino (27); 18º Bologna (26); 19º Lecce (24) e 20º Reggina (23).

Marcadores: , ,

Na Última Vez ...

domingo, abril 19, 2009

O Jogo Da TV (Parte IV) - Milan x Torino



No posticipo da 32ª rodada da Serie A 2008/2009, um pobre Torino foi massacrado por um exuberante Milan por contundentes 5 x 1.
Foi realmente um jogo de um time só - armado no 4-3-1-2 com Beckham (abaixo contra Säumel - Grazia Neri) de volta ao undici titular, o Milan não deu qualquer chance ao Torino, totalmente privo de inspiração, que entrou em campo distribuído no 4-4-1-1 com Abate e Diana como externos altos e Rosina alle spalle de Bianchi.
Depois de um paio de minutos em que a defesa rossonera - com Flamini postado como lateral direito diante das ausências de Bonera, Kaladze, Nesta, Jankulovski e Favalli - teve que administrar um ímpeto inicial granata, o Milan adiantou seu baricentro a já aos 9' chegou ao gol de Sereni, com Inzaghi completando cruzamento de Beckham.
Mas, como SuperPippo (na foto abaixo contra o mesmo Säumel - Grazia Neri) estava impedido no lance, a torcida teve que esperar até os 13' para o Spice Boy realizar novo cruzamento para Inzaghi que, desta vez em posição regular, testou no canto de Sereni para abrir o marcador no San Siro.
O monólogo rossonero continuou por toda a 1ª etapa (a primeira conclusão do Torino, ainda assim sem qualquer perigo, só foi acontecer aos 34'!) e, embora Pato tenha se movimentado bastante no ataque, coube ao duo Beckham-Inzaghi voltar a fazer a diferença, com o centroavante marcando novamente aos 37', em mais uma assistência do inglês.
Camolese, percebendo o desastre que se consumava, sacou Rivalta e inseriu Dellafiore antes mesmo do intervalo, mas a defesa granata continuou pouco consistente e aos 15' do 2º tempo, com Säumel no posto de Dzemaili e Ronaldinho no de Pato, Inzaghi voltou a marcar, firmando sua tripletta pessoal desta vez aproveitando assistência magistral de Dinho.
Talvez com pena da total inoperância do Torino, que sequer conseguia passar do meio de campo (o time granata terminou a partida com parcos 37,74% de vantaggio territoriale), Ancelotti logo depois sacou Inzaghi, que deixou o campo aplaudidíssimo com seus 149 gols na Serie A para dar lugar a Shevchenko.
Mesmo sem seu artilheiro, o Milan continuou implácavel e Kaká, que vinha um tanto apagado, ampliou para 4 x 0 aos 23' cobrando pênalti cometido por Sereni em Ambrosini, com o goleiro granata correndo risco de ser expulso por falta de último homem.
Com total controle da partida, Ancelotti ainda mandou a campo o jovem Darmian no posto do eterno Maldini, também bastante aplaudido pelos mais de 50.000 pagantes.
Em uma das poucas vezes que chegou até a área rossonera, o Torino diminuiu a contagem aos 35', com Franceschini aproveitando um lance meio que despretensioso para estufar as redes de Dida, que protagonizou uma bela defesa em um chute de longa distância de Bianchi aos 9' e nada mais.
No final, como que uma cillegina sulla torta, Ambrosini (acima contra Abate - Grazia Neri) invadiu a área e, servido por Kaká, desferiu um diagonale chirurgico para completar o placar de 5 x 1!
O tabellino:
Milan: Dida; Flamini, Senderos, Maldini (72' Darmian), Zambrotta; Beckham, Pirlo, Ambrosini, Kaká; Inzaghi (65' Shevchenko), Pato (46' Ronaldinho). All. Ancelotti.
Torino: Sereni; Rivalta (40' Dellafiore), Natali, Franceschini, Rubin (65' Ogbonna); Abate, Barone, Dzemaili (46' Säumel), Diana, Rosina; Bianchi. All. Camolese.
Gols: 13' Inzaghi, 37' Inzaghi, 60' Inzaghi, 68' Kaká (pênalti), 80' Franceschini, 90' Ambrosini (todos os gols podem ser visualizados nos highlights ao final do post).
Árbitro: Banti.
Cartões amarelos: Franceschini, Diana e Sereni.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

O Jogo Da TV (Parte III) - Udinese x Fiorentina



Era a grande chance da Fiorentina ultrapassar o Genoa na corrida pela 4ª posição da Serie A - afinal, o concorrente perdera no sábado jogando no Marassi (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2009/04/o-jogo-da-tv-parte-i-genoa-x-lazio.html) e a Viola, embalada por 3 vitórias consecutivas, tinha pela frente uma Udinese com a eliminação da Copa U.E.F.A. ainda fresca na memória (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2009/04/italia-na-europa_16.html).
E, nessa expectativa, Prandelli mandou a campo a equipe gigliata distribuída em um ofensivo 4-2-3-1, com Semioli (ao lado contra Lukovic - Grazia Neri), Kuzmanovic e Jovetic no suporte de Gilardino, unica punta natural em razão da ausência de Mutu, mas com o know-how de ter na Udinese sua vítima predileta - foram 12 os gols anotados pelo atacante de Biella em sua carreira na squadra friulana.
Já Marino, apesar do desgaste (físico e moral) da partida contra o Werder, não poupou nenhum dos seus e, com D'Agostino e Sanchez recuperati in extremis, lançou a Udinese no habitual 4-3-3 com Pepe, Quagliarella e Sanchez na frente.
De forma surpreendente, foi a Udinese que começou ditando um ritmo elevado à partida e, forte com seu meio de campo formado por D'Agostino, Inler e Asamoah, abriu o marcador aos 10', com o jovem centrocampista ganês (ao lado marcado à distância por Donadel - La Presse) marcando seu primeiro gol na Serie A com um diagonal preciso no canto de Frey.
Sentindo as ausências dos suspensos Felipe Melo e Montolivo, a Fiorentina demorou a engrenar e, quando o fez, encontrou sérias dificuldades para ingressar na área adversária, optando por conclusões de média e longa distância que acabaram pouco incisivas.
Começou o 2º tempo e não houve tempo sequer para verificar se as instruções de Prandelli surtiriam efeito, pois logo no 1' o árbitro Bergonzi anotou pênalti de Gamberini em conclusão de Sanchez, convertida com categoria por D'Agostino (mais abaixo contra Jovetic - La Presse).
Aí, a Viola acordou e com as entradas de Vargas e Bonazzoli passou a contar com mais opções ofensivas, chegando ao seu gol com ... o zagueiro Dainelli, que subiu mais alto que a defesa friulana para colocar lenha no match.
Mas, um par de minutos depois o mesmo Dainelli cometeu falta no chileno Sanchez na entrada da área que o excelente D'Agostino cobrou com perfeição para restituir ai bianconeri due reti di vantaggio e realizar seu 6º gol na temporada.
Gilardino ainda colocou uma bola na trave aos 36', mas a Fiorentina estava k.o. e a Udinese satisfeita, com o ritmo da partida decaindo bastante até o final.
O tabellino da gara ficou assim, com os highlights podendo ser assistidos ao final do post:
Udinese: Handanovic; Isla, Zapata, Felipe, Lukovic; Inler, D'Agostino (85' Obodo), Asamoah; Pepe (76' Domizzi), Quagliarella, Sanchez (83' Floro Flores). All. Marino.
Fiorentina: Frey; Zauri (71' Jorgensen), Dainelli, Gamberini, Pasqual; Almiron (59' Vargas), Donadel, Semioli, Kuzmanovic, Jovetic (60' Bonazzoli); Gilardino. All. Prandelli.
Gols: 10' Asamoah, 47' D'Agostino (pênalti), 67' Dainelli, 69' D'Agostino.
Árbitro: Bergonzi.
Cartões amarelos: Gamberini, Dainelli e Kuzmanovic.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

Você Sabia ...


* Que, das 10 contratações mais caras de 2008 no futebol mundial, 3 foram protagonizadas por clubes italianos?
* Que, destas 3 transações, a passagem do avante Amauri do Palermo à Juventus, estimada em quase 23 milhões de euros, foi a única entre duas equipes do Calcio?
* Que, além da transferência de Amauri - que foi a 8ª mais dispendiosa em 2008, as contratações de Ricardo Quaresma do Porto pela Internazionale - avaliada em mais de 24 milhões de euros - e a de Ronaldinho Gaúcho (ao lado - Pa Photos), que saiu do Barcelona e ingressou no Milan por 21 milhões de euros, também figuram na top 10 do ano passado, mais precisamente nas 5ª e 10ª posição, respectivamente?

Marcadores:

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker