Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, novembro 15, 2008

O Jogo Da TV (Parte II) - Palermo x Internazionale



Para um jogo complicado, Ibracadabra e é tudo resolvido! Palermo x Internazionale vinha se mostrando um jogo equilibrado, poco spettacolare, até que o sueco resolveu fazer jus ao seu apelido de Il Mago e com duas perle decidiu o jogo em favor do squadrone nerazzurro, novamente líder solitário da Serie A.
Para a partida, Mourinho abdicou do tridente ofensivo (deixando Mancini no banco) e postou a Inter no mais precavido 4-1-3-2, com Cambiasso à frente da defesa e Vieira (ao lado com Bresciano - Fucarini), Muntari e Zanetti formando uma linha logo atrás da inédita coppia Cruz-Ibrahimovic.
Esquema esse pouco diferente do proposto por Ballardini, que optou pelo 4-3-1-2, com Fábio Simplício fazendo o um, tendo os ágeis Cavani e Miccoli avante.
Com a bola rolando, a Inter largou melhor, explorando principalmente as descidas de Maxwell, mas, a partir dos 10' o Palermo equilibrou a partida e começou a macinare il gioco, com as equipes indo para o intervalo com o placar indicando 0 x 0.
Com um centrocampo pouco criativo e nada propenso a encostar na dupla de atacantes, a Inter teve que contar com um Ibrahimovic sontuoso para movimentar o placar: torre de Cruz para Ibra que, indisturbato (apenas observado de longe por Balzaretti), caminhou até perto da entrada da área e fez partir um potente chute cruzado, que entrou no canto oposto de Fontana.
O gol, logo no início da 2ª etapa, perturbou a equipe rosanero, que procurou reagir, mas de forma desorganizada.
Ballardini ainda colocou os atacantes Budan e Lanzafame nos postos de Budan e Liverani, mas foi a Beneamata que continuou mais perigosa, principalmente com Il Mago (autor de 7 das 17 conclusões da Inter no jogo).
E foi em mais uma dessas conclusões que a Inter chegou ao 2 x 0: falta de Carrozzieri em Ibra, com o próprio sueco cobrando de forma seca e forte (acima o momento em que a bola sai dos pés do atacante - Grazia Neri), com a bola passando entre a barreira e o arqueiro Fontana, que não conseguiu ter o reflexo necessário para chegar na bola.
Vencendo por 2 x 0, Mourinho colocou Stankovic e depois Mancini (ao lado contra Ciaramitaro - Afp), nos lugares de Muntari e Cruz, deixando os nerazzurri mais soltos e velozes, o que quase fez a equipe dilagare no marcador.
Mas o 2 x 0 era mais do que suficiente para tornar a equipe capolista solitaria!
Eis o tabellino da partida, cujos highlights podem ser visualizados, bem como uma entrevista com o matador Ibrahimovic, logo abaixo:
Palermo: Fontana; Cassani (79' Ciaramitaro), Carrozzieri, Bovo, Balzaretti; Migliaccio, Liverani (64' Lanzafame), Bresciano (56' Budan), Fábio Simplício; Cavani, Miccoli. All. Ballardini.
Inter: Júlio César; Maicon, Cordoba, Samuel, Maxwell; Cambiasso, Vieira (87' Burdisso), Muntari (64' Stankovic), Zanetti; Ibrahimovic, Cruz (77' Mancini). All. Mourinho.
Gols: 46' Ibrahimovic, 62' Ibrahimovic.
Árbitro: Tagliavento.
Cartões amarelos: Bovo, Cordoba, Fábio Simplício e Balzaretti.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

Match Clou - 12ª Rodada 2008/2009



Um jogo que vale por uma temporada - assim é o Derby Capitolino envolvendo Roma e Lazio e que terá sua 131ª edição válida pela Serie A no próximo domingo, no posticipo da 12ª rodada.
Embora os Aquilotti estejam atualmente 14 pontos à frente dos cugini na tábua de classificação, é bom não fazer prognóticos, pois como lembrou o avante Rocchi, "adesso c'è il derby e nessuno penserà al passato o alle prospettive future, ma solo a questa partita".
Aliás, até pela importância do confronto, os giallorossi sabem muito bem que um sucesso no Derby di Roma pode ser o começo da redenção da equipe, tanto que o saggio Panucci (à direita - Insidefoto) declarou: "Il derby è una partita speciale, e si vince con l'entusiasmo e la voglia di tirarci fuori da questo momento".
E, atenção, porque Totti estará em campo, dividindo com Vucinic (abaixo, à esquerda - Insidefoto) a missão de fazer gols no pouco usual 4-1-3-2 que deverá ser proposto por Spalletti.
No resto, sem Aquilani e Pizarro, o meio de campo romanista deverá ser formado por De Rossi, Brighi, Perrotta e Taddei, com Júlio Baptista ficando como opção para o decorrer da partida.
Na defesa, depois do escandaloso autogol contra o Bologna, Cicinho deverá ficar no banco (assim como os deludenti Loria e Riise), com Cassetti assumindo a ala direita e Panucci a esquerda, com Mexes e Juan formando a zaga central.
Se a meta romanista será protegida por um brasileiro - Doni (que deverá usar um caschetto para proteger a cabeça depois da contusão sofrida contra o Bologna), na laziale deverá estar o argentino Carrizo, convocado por Maradona para a estréia do Pibe d'Oro no comando da seleção portenha contra a Escócia.
No 4-3-3 de Rossi, a defesa deve ser composta por Lichtsteiner, Siviglia, Rozehnal e Radu.
Como na adversária, os desfalques da Lazio estão também no meio de campo, já de Firmani, Manfredini e Matuzalém estão lesionados e não poderão participar da partida, cabendo a Dabo, Brocchi e Ledesma compor a área nevrálgica biancoceleste.
Para o ataque, com a volta de Rocchi, o tridente deverá ser formado pelo próprio Tommasino (à direita - Ansa), pelo macedônio Pandev e pelo argentino Zárate, um dos cannonieri do campeonato até aqui.
Mas, tratando de Derby, o maior artilheiro do embate é o brasileiro Dino da Costa, autor de 9 gols nos rivais em sua passagem pela Roma.
Já considerando apenas o mando de campo giallorosso, o primato é de Marco Delvecchio (que, ademais, divide o posto histórico generale com Da Costa), que realizou 7 tentos em 5 derbies consecutivos entre 1997 e 2001!
No quesito record personali, impossível não citar Il Pupone, presente em 11 edições do Derby, mas vencedor em apenas 4 (e autor de 3 gols).
Ao todo, com mando de campo da Roma, foram 64 encontros até aqui na história da Serie A, com 22 vitórias da Lupa, 30 empates e 12 sucessos delle Aquile, que realizou 54 gols e sofreu 79.
Na última temporada, sensacional vitória romanista por 3 x 2, com gols de Rocchi (L), Vucinic (R), Mancini (R), Perrotta (R) e Ledesma (L) - vide http://calcioseriea.blogspot.com/2007/10/o-jogo-da-tv-roma-x-lazio.html e os highlights abaixo.
Já a Lazio não vence a Roma, com mando giallorosso na Serie A, desde novembro de 1997, quando fez 3 x 1 na rivalíssima, tentos dos atuais treinadores Mancini e Casiraghi, com Nedved completando o pacote laziale e o solito Delvecchio marcando o primeiro de seus gols no Derby.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

L'Enigma


O scudetto à esquerda é, diferentemente dos últimos apresentados aqui na 'L'Enigma', de uma società calcistica com passado na Serie A e que teve a camisa envergada por vários craques.
Qual é ela? Na próxima quarta o resultado!

Marcadores:

Na Última Vez ...

sexta-feira, novembro 14, 2008

Rodada prossegue no final de semana


Após o emocionante 4 x 1 sobre o Genoa (http://calcioseriea.blogspot.com/2008/11/o-jogo-da-tv-parte-i-juventus-x-genoa.html) que deixou a Juventus temporariamente na liderança da Serie A, a 12ª giornata será complementada neste final de semana.
E, para começar, a Internazionale vai até a Sicília para enfrentar o Palermo no único jogo de sábado, que terá início às 17h30 (horário de Brasília) e transmissão, ao vivo, da ESPN, SporTV, RAI e TV Esporte Interativo.
Sem poder contar com o portiere Amelia e o mediano Nocerino, o técnico rosanero Ballardini deverá escalar o veterano (e ex di turno) Fontana no gol e o roccioso Migliaccio no meio, liberando um pouco mais o australiano Bresciano (ao lado - Insidefoto) para encostar na dupla de ataque Cavani-Miccoli.
Pelo lado nerazzurro, Mourinho não terá os indisponibili Chivu, Rivas, Figo, Jimenez e Crespo, bem como o afastado (por motivos disciplinares) Adriano, devendo apostar em um ataque (inusitado) composto por Obinna, Ibrahimovic e Cruz!
No domingo, a partir das 12h00, o destaque fica por conta de Milan x Chievo (que terá transmissão da ESPN Brasil e TV Esporte Interativo) e Atalanta x Napoli (ESPN e RAI).
O match de Bergamo promete ser bastante disputado, vez que a Atalanta (do ex Garics - à esquerda - Cerescioli) é um time bastante difícil de ser superado jogando no Atleti Azzurri D'Italia e o Napoli atravessa grande fase, com o duo Lavezzi-Denis cada vez mais convincente.
No mesmo horário, ocorrem ainda: Cagliari x Fiorentina; Catania x Torino; Sampdoria x Lecce; Siena x Bologna e Udinese x Reggina.
Um pouco mais tarde, a partir das 17h30, acontece o aguardadíssimo 'Match Clou' Roma x Lazio, que terá transmissão da ESPN, RAI e TV Esporte Interativo.
A Itália vai parar!

quinta-feira, novembro 13, 2008

E Na Copa ...


Coppetta? Que nada, nesta quarta-feira começou a Seconda Fase da Tim Cup 2008/2009, reunindo tão-somente as 8 equipes remanescentes das 4 fases anteriores e as 8 melhores colocadas da última Serie A, que somente agora fazem suas estréias.
Mas, infelizmente, a competição continua não despertando maior interesse entre as torcidas e as próprias agremiações, como pôde ser constatado no jogo realizado em Udine que abriu as 8ªs de final entre Udinese e Reggina.
Diante de apenas aproximados 500 spettattori, o técnico Orlandi poupou todos os seus titulares (da equipe lanterna da Serie A!) e lançou uma equipe repleta de jovens para enfrentar a Udinese de Marino, que também não escalou a força máxima, mas ao menos mandou a campo jogadores como o brasileiro Felipe, os africanos Asamoah e Obodo e os nativos Motta, Pasquale e Floro Flores, todos presenças constantes no time principal.
Porém, ainda assim, a Udinese preciou de 20 cobranças de penalidades máximas para superar a adversária, que ainda desperdiçou um pênalti no final do tempo regulamentar, com o islandês Halfredsson (que também perdeu na roulette finale) mandando alle stelle.
No final, com Koprivec na meta, Udinese 8 x 7!
Melhor fez o Napoli (diante de 30.000 espectadores!), que derrotou a Salernitana em jogo com aria di derby (a província de Salerno faz fronteira com a de Nápoles) por 3 x 1, autorete di Peccarisi e gols de Piá, Di Napoli (ex di lusso - mais acima perseguido por Aronica e Hamsik - Mosca) e Hamsik, este último cobrando rigore.
Por fim, também a Sampdoria, sempre no dia 12, passou ai quarti di finale derrotando o Empoli em Gênova por 2 x 1 (os demais confrontos, que serão decididos também em jogo único, ocorrerão em dezembro e janeiro próximos).
Ao contrário da partida do San Paolo, a do Luigi Ferraris foi muito disputada, com a Samp largando na frente com gols de Bonazzoli e Fornaroli (acima, à esquerda, executando uma rovesciata - Sampdoria) na 1ª etapa, mas, tendo o meia Dessena expulso ainda no 1º tempo, teve sua classificação ameaçada quando Lodi descontou para os visitantes aos 17' da etapa complementar.
Mazzarri ainda mandou Cassano a campo (no lugar do uruguaio Fornaroli) - procurando constranger o Empoli de Baldini ao seu próprio campo - e a Samp teve chance de definir o resultado aos 30', quando o suíço Ziegler desperdiçou uma cobrança de penalidade máxima.
No final, os cerca de 5.000 tifosi blucerchiati que encararam a forte chuva chegaram a tremer com as descidas de Buscè e Lodi, mas a defesa da Samp conseguiu assegurar a classificação da equipe à próxima fase, quando enfrentará a Udinese.

Marcadores:

Na Última Vez ...

O Jogo Da TV (Parte I) - Juventus x Genoa



Em partida antecipada da 12ª rodada (no sábado o Olimpico di Torino será palco do encontro Itália x Argentina de rugby), a Juventus chegou a sua 5ª vitória consecutiva na Serie A (7ª se computada também a Champions League), impondo inquestionáveis 4 x 1 no Genoa.
Com Del Piero formando o ataque ao lado de Amauri e o português Tiago confirmado in mezzo al campo, tendo ainda Marchionni na ala direita, com Camoranesi relegato in panchina, a Juventus começou a trazione anteriore, aproveitando uma bobeada rossoblù para, a partir de uma inocente cobrança de lateral, chegar ao 1 x 0 com um potente cruzado do lateral Grygera (acima - Grazia Neri) logo aos 6'.
A desvantagem no marcador não inibiu a trupe de Gasperini, repleta de ex: Criscito, Gasbarroni e Palladino, além do próprio treinador, que foi técnico da Primavera juventina.
Assim, com Il Principe Milito ao centro de um attacco rápido municiado exatamente por Gasbarroni e Palladino (com o também ex Sculli partindo do banco), o Genoa criou boas oportunidades, como aos 19', quando o avante argentino superou Legrottaglie, mas teve o pari impedido pela ação do ótimo Chiellini (que terminou a partida com 87,5% dos contrasti vinti).
Aí, uma cínica Juve foi ao ataque e o brasiliano Amauri, aproveitando um cruzamento de Grygera, colocou 2 x 0 no placar (ao lado a testada vincente - Reuters).
Novamente à frente, Milito chegou a estufar as redes logo no minuto seguinte, aos 27', mas o árbitro Rocchi invalidou o gol por suposto impedimento, embora o atacante estivesse em posição legal.
Mais alguns poucos minutos e Marchionni, em cruzamento de Gasbarroni, quase protagonizou um autogol.
E, assim, com a Juve vencendo por 2 x 0, mas alle corde, terminou o 1º tempo.
O 2º tempo começou com Sculli no posto de Gasbarroni e o Genoa sempre avante (o Grifone terminou com 53,5% de posse de bola), mas, sem o mesmo ímpeto da etapa inicial, a equipe rossoblù acabou esbarrando em uma Juventus mais bem disposta em campo, capaz de controlar a vantagem sem correr maiores riscos.
Porém, o ritmo da partida voltou a ficar elevado nos minutos finais, quando Del Piero (ao lado contra o capitano Rossi - Reuters) serviu, magistralmente, o recém-entrado Iaquinta, que não teve maiores dificuldades de colocar no fundo das redes na saída de Rubinho aos 40'.
Em seguida, mão de Legrottaglie e pênalti convertido por Milito, que celebrou seu 10º tento nesta Serie A e consolidou sua posição de capocannoniere stagionale.
Acabou? Ainda não - aos 47' Camoranesi (que entrou no lugar de Marchionni) foi até a linha de fundo e cruzou em direção a Iaquinta, mas o grego Papastathopoulos interviu fazendo contra e estabelecendo o 4 x 1 finale.
O tabellino da partida que vale, ainda que temporariamente, o retorno da Vecchia Signora à testa da graduatória da Serie A depois de 915 dias (desde 14 de maio de 2006):
Juventus: Manninger; Grygera, Legrottaglie, Chiellini, Molinaro; Sissoko, Tiago, Marchionni (69' Camoranesi), Nedved; Del Piero (88' Giovinco), Amauri (84' Iaquinta). All. Ranieri.
Genoa: Rubinho; Biava (80' Papastathopoulos), Ferrari, Criscito; Thiago Motta, Juric, Potenza (61' Bocchetti), Rossi; Gasbarroni (46' Sculli), Milito, Palladino. All. Gasperini.
Gols: 6' Grygera, 26' Amauri, 85' Iaquinta, 89' Milito (pênalti), 92' Papastathopoulos (contra).
Árbitro: Rocchi.
Cartões amarelos: Thiago Motta e Rossi.
Abaixo, os highlights da partida e interessante entrevista com o atacante Amauri.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

quarta-feira, novembro 12, 2008

L'Enigma - La Soluzione


Dica? Que nada, Lady Cyntia desvendou facilmente que o logo à esquerda é da Associazione Sportiva Pescina Valle del Giovenco, agremiação localizada em Pescina, na região do Abruzzo, mas que tem sua sede operativa em Avezzano, sempre na província de L'Aquila.
O clube biancoverde está atualmente na Serie C2 e, embora tenha sido fundado apenas em 2005, já esteve envolto em várias controvérsias, inclusive uma frustrada fusão com a Società Sportiva Dilettantistica Nuova Avezzano Calcio, atualmente Luca Canistro Calcio, bem como mudança de stemma (ao lado o scudetto utilizado na temporada 2006/2007) e cores.
Com mais essa brilhante intervenção, Lady Cyntia simplesmente disparou na classifica do II Desafio Calcio Serie A: 1º Lady Cyntia (8 pts); 2º Michel Costa (4); 3º JP e Leo Mafra (3); 5º Antonio Giusto e Brahma (2).
Será que os demais contendentes já jogaram a toalha?

Marcadores:

Na Última Vez ...

segunda-feira, novembro 10, 2008

'B' Em Pílulas


* A 13ª giornata da Serie B foi excepcional para os visitantes, que venceram 6 dos 11 confrontos, tendo ocorrido, ainda, 3 empates;
* Uma das equipes que venceram fora de casa foi o co-líder Empoli, que fez 1 x 0 no Frosinone do brasileiro Éder, gol do habilidoso meia Lodi (abaixo em ação - Grazia Neri);
* Já o Grosseto continuou na ponta da tabela ao derrotar, em casa e de virada, o lanterninha Modena por 2 x 1, tentos de De Oliveira, Abruzzese e Sansovini, este no último minuto da gara;
* Quem também venceu em seus domínios foi o Sassuolo, que está na 3ª colocação e fez 3 x 1 no Citadella, com direito a gol do veterano Salvetti;
* O Livorno ultrapassou o Vicenza ao vencer o adversário no Romeo Menti por 1 x 0, tento de Diamanti;
* Na estréia do sudafricano Quinton Fortune (ex Atlético de Madrid e Manchester United) com a camisa do Brescia, a equipe rondinelle perdeu para o Piacenza por 1 x 0;
* O Parma voltou a empatar em 1 x 1, desta vez com o Bari no posticipo da rodada em pleno Ennio Tardini, gols de Pisanu (que marcou também na rodada anterior) e do brasileiro Barreto cobrando pênalti, ambos no 1º tempo.

Marcadores:

Na Última Vez ...

Panorama Da Rodada


Com mais uma vitória obtida apenas in extremis (http://calcioseriea.blogspot.com/2008/11/o-jogo-da-tv-parte-iii-internazionale-x.html), a Inter reassumiu a liderança da Serie A beneficiada pelo inesperado empate do Milan no posticipo de domingo.
Outro destaque da undicesima giornata da Serie A 2008/2009 foi o sucesso do Napoli sobre uma discreta Sampdoria no San Paolo por 2 x 0, gols de Mannini e Zalayeta (com assistências de um cada vez mais convincente Lavezzi).
Foi a 6ª vitória consecutiva da equipe partenopea em seu estádio (que neste final de semana foi tomado por cerca de 50.000 presentes), com o Napoli dominatore por quase toda a partida, salvo escassas incursões blucerchiati, que recriminaram um gol legítimo de Cassano (ao lado observando um ótimo Santacroce - Mosca) anulado pelo árbitro Rosetti quando a partida estava 1 x 0.
Depois de Chievo e Catania, nesta rodada foi a vez do Siena não resistir a Lazio, que superou o adversário por 3 x 0 e assim si avvicina così nel migliore dei modi al Derby di domenica prossima contra a Roma.
Embora a vitória laziale tenha sido merecida, não é possível ignorar que a equipe treinada por Giampaolo foi superior em boa parte da etapa inicial (à esquerda, Foggia contra Del Grosso no jogo do Olimpico - Bartoletti), mas sucumbiu a melhor qualidade dos biancocelesti quando Rossi trocou o fantasista Meghni pelo avante Rocchi no intervalo, com Zárate e o próprio Tommasino (com uma doppietta) construindo o placar no 2º tempo.
Quem também venceu muito bem em casa foi o Genoa, que fez 4 x 0 na Reggina no Marassi, com direito a tripletta do argentino Milito, novo capocannoniere da Serie A.
Para completar a atuação magnífica do Principe, Milito ainda confeccionou a assistência para Sculli realizar seu gol (olho nele c.t. Maradona!).
Confirmando a ótima fase, Del Piero, no dia de seu 34º compleanno, conduziu a Juventus a mais uma vitória, desta vez não contra o Real Madrid no Santiago Bernabeu, mas contra o mais modesto Chievo em Verona (que estreou o técnico Di Carlo, substituto do esonerato Iachini).
Porém, se o palco não foi o mesmo, o placar foi: 2 x 0, tentos de Pinturicchio su punizione (acima - Calabrò) aos 40' do 1º tempo e Iaquinta aos 9' do 2º.
Vitória também para a Fiorentina, que se recuperou do tropeço frente ao Siena na rodada anterior e fez 2 x 1 na Atalanta, com gols de Felipe Melo (ao seu primo gol na Serie A) e Gilardino, com Floccari descontando para a equipe de Bergamo.
O mesmo placar ocorreu no Angelo Massimino, onde o Catania de Zenga (que, irritado com as vaias recebidas, declarou: "se qualcuno vuole, me ne vado") confirmou o bom momento e superou o Cagliari, de virada - o brasileiro Jeda e os italianos Mascara e Sabato realizaram os gols.
Por fim, além dos jogos de sábado (Torino x Palermo e Bologna x Roma - vide as colunas 'O Jogo Da TV'), o posticipo de domingo terminou 1 x 1 no Via del Mare.
Foi uma partida com final eletrizante, com o Milan, que até jogou bem e criou várias chances (perdidas principalmente por Borriello), somente abrindo o marcador aos 34' da etapa complementar com Ronaldinho (acima contra Zanchetta - Tortorella), autor de 3 gols em 7 dias, e, quando os homens de Ancelotti já computavam os 3 pontos que valeriam a permanência na liderança, eis que o gigante zagueiro Esposito (1,87 m e torcedor do ... Milan!), entrado no lugar do contundido Polenghi alguns minutos antes, subiu mais alto que a zaga rossonera e empatou a partida aos 48'!
Dessa forma, a classificação da Serie A, sempre lembrando que Roma e Sampdoria ainda têm uma partida a recuperar, ficou assim: 1º Internazionale (24 pts); 2º Milan (23); 3º Napoli (23); 4º Lazio (22); 5º Udinese (21); 6º Juventus (21); 7º Genoa (20); 8º Fiorentina (20); 9º Catania (18); 10º Palermo (16); 11º Atalanta (14); 12º Siena (12); 13º Lecce (12); 14º Torino (11); 15º Cagliari (10); 16º Sampdoria (10); 17º Roma (8); 18º Bologna (7); 19º Chievo (6) e 20º Reggina (5).
Mudança também na tábua de artilheiros, que tem, agora, o rossoblù Diego Milito (à direita contra a Reggina - La Presse) como novo líder com 9 tentos, seguido de Gilardino (Fiorentina) com 8; Zárate (Lazio) com 7; Miccoli (Palermo) 6; além de Amauri (Juventus), Denis (Napoli), Di Vaio (Bologna), Floccari (Atalanta), Ibrahimovic (Internazionale), Pandev (Lazio), Quagliarella (Udinese) e Ronaldinho (Milan), todos com 5.

Marcadores: , ,

Na Última Vez ...

domingo, novembro 09, 2008

O Jogo Da TV (Parte III) - Internazionale x Udinese



Como fez questão de salientar José Mourinho logo após o término de Internazionale x Udinese, "una partita finisce quando finisce".
E, assim, a Inter do Special One venceu mais uma na bacia das almas, graças a um gol do redivivo argentino Cruz aos 92'.
Mourinho, que foi o grande protagonista do pós-jogo ao colocar o dedo na frente da boca como que fazendo silêncio para a parte da torcida interista que o contestava e ainda discutiu com o famoso jornalista Mario Sconcerti, não perdeu a oportunidade para também registrar: "segnare all'ultimo minuto è segnale che la squadra ci crede fino in fondo" e "rispetto alla prima Inter di Mancini ho 9 punti in più".
Com entrambe le formazioni schierate no 4-3-3, mas sem qualquer atacante di sfondamento (Ibrahimovic o avante nerazzurro mais central, enquanto Pepe - à direita contra Cambiasso - Afp, Quagliarella e Floro Flores - os avantes bianconeri - são todos típicos atacantes di rapina), o 1º tempo da partida foi bastante discreto, sem maiores chances concretas de gol, até porque gli esterni nerazzurri Balotelli e Quaresma estiveram pouco atuantes, com o português, em especial, pecando por excesso de individualismo.
Assim, não foi nada surpreendente quando El Jardinero Cruz (abaixo contra o meia D'Agostino, verdadeiro maestro do centrocampo friulano - Afp) voltou para o 2º tempo no lugar do Trivela Quaresma, com Mourinho disposto a impor maior consistência ao attacco.
Mas a alteração não surtiu o efeito desejado logo de saída, cabendo a Udinese a primeira boa oportunidade no 2º tempo com Floro Flores concluindo para a defesa de Júlio César já no minuto inicial.
E como o técnico Marino prendeu seus alas Ferronetti e Lukovic, que ficaram com a exclusiva missão de inibir as investidas de Maicon e Maxwell, a partida acabou demasiadamente concentrada pelo meio, com a Udinese chegando a ter 39% de suas ações por aquela área do campo.
Portanto, ainda que tenham entrado Obinna e Stankovic (nos lugares de Balotelli e Vieira), a partida continuou pouco emocionante até por volta dos 40', quando a Inter partiu para o pressing finale.
E, com muita determinação e sob vaias de parte dos seus próprios tifosi, a Beneamata chegou ao gol que valeu os 3 pontos em uma oportunista cabeçada de Cruz (acima - Bruno) já nos acréscimos.
O tabellino de mais uma vitória com un guizzo nel finale da Inter (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2008/11/o-jogo-da-tv-parte-i-reggina-x.html):
Inter: Júlio César; Maicon, Cordoba, Samuel, Maxwell; Vieira (72' Stankovic), Cambiasso, Zanetti; Quaresma (46' Cruz), Ibrahimovic, Balotelli (63' Obinna). All. Mourinho.
Udinese: Handanovic; Ferronetti, Coda, Domizzi, Lukovic; Inler, D'Agostini, Isla; Pepe (89' Motta), Quagliarella, Floro Flores (73' Sanchez). All. Marino.
Gol: 92' Cruz.
Árbitro: Morganti.
Cartões amarelos: Pepe, D'Agostino, Inler, Cruz e Cordoba.

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

Você Sabia ...


* Que em sondaggio realizado pelo periódico Corriere dello Sport nesta última semana, la nazionale degli brasiliani d'Italia foi preterida em favor de uma suposta nazionale degli argentini d'Italia, que obteve a preferência de 63,5% dos 1.966 opinantes?
* Que, em um exercício livre, a nazionale degli argentini poderia ser escalada, no 4-3-1-2 utilizado na última partida contra o Chile, com: Carrizo (Lazio); Talamonti (Atalanta), Samuel (Internazionale), Burdisso (Internazionale) e Zanetti (Internazionale); Cambiasso (Internazionale), C. Ledesma (Lazio) e P. Ledesma (Catania); Zárate (Lazio); Lavezzi (Napoli - acima durante Beijing 2008 - Franca) e Milito (Genoa)?
* Que, da mesma forma, a nazionale degli brasiliani poderia ir a campo, também distribuída no 4-3-1-2 utilizado contra a Colômbia, com: Júlio César (Internazionale); Maicon (Internazionale), Cribari (Lazio), Juan (Roma) e Maxwell (Internazionale); Thiago Motta (Genoa), Felipe Melo (Fiorentina) e Fábio Simplício (Palermo); Kaká (Milan); Ronaldinho (Milan) e Amauri (Juventus)?

Marcadores:

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker