Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, setembro 13, 2008

O Jogo Da TV (Parte II) - Internazionale x Catania



Antes do jogo, The Special One Mourinho, bem ao seu estilo, disparou: "bastará uma Inter normal para bater um Catania excepcional".
Apesar da irresignação dos dirigentes etnei (revolta mesmo no caso do administrador delegado Pietro Lo Monaco), a partida transcorreu sob relativa tranquilidade, começando com uma bela homenagem prestada pelos tifosi e pelo próprio clube nerazzurro ao antigo ídolo Zenga, que retornava pela 1ª vez ao Giuseppe Meazza em sua nova carreira de allenatore (à direita - Inter).
Disposto a frenare i nerazzurri usando "cuore, cervello e gambe", o antigo Uomo Ragno não se intimidou e manteve o seu predileto 4-3-3 com Mascara, Plasmati e Martinez na frente (embora Mascara e Martinez tenham cumprido também funções defensivas), tendo no meio o argentino Ledesma como cervello, enquanto Mourinho promoveu a estréia do seu compatriota Quaresma, que formou com Figo e Balotelli um trio alle spalle do solito Ibrahimovic.
Com a bola rolando, a Inter, talvez condicionada pelas palavras de seu mister, não hesitou em demonstrar sua superioridade técnica, controlando a posse de bola durante a maior parte do tempo (terminou a partida com 59,3% neste quesito e 56,7% de domínio territorial), mas, foi o fechado Catania que abriu o marcador, com Plasmati aproveitando o primeiro escanteio a favor da equipe siciliana para fazer 1 x 0 aos 42'!
A resposta nerazzurra, para alívio dos cerca de 45.000 presentes, foi imediata: trivela do esordiente Quaresma que, desviada por Mascara (à esquerda, exatamente Mascarinho tentando controlar o último contratado da equipe interista - Inter), acabou entrando no gol defendido pelo argentino Bizzarri, que nada pôde fazer.
Antes de acabar o 1º tempo, em lance bastante controvertido, o ganês Muntari (abaixo, à direita, contra Ledesma - Grazia Neri) foi expulso diretamente por uma suposta cotovelada intencional em Tedesco, deixando a Inter com 10 homens para toda a 2ª etapa.
Assim, para tentar manter o controle da palla e, conseqüentemente, do meio de campo e da partida, a Inter voltou do vestiário com Zanetti no lugar de Figo, tendo Balotelli mais aberto pela direita.
Porém, não deu nem para ver se a alteração surtiria o efeito desejado, já que aos 3', em novo cruzamento de Quaresma, o zagueiro Terlizzi cabeceou contra seu próprio patrimônio, tendo a bola tocado na parte interna da trave antes de atravessar a linha do gol e ser recolhida pelas mãos de Bizzarri, em lance muito discutível (vide a foto abaixo, tirada da transmissão da Sky Sport - Corriere dello Sport).
Apesar da dificuldade da jogada, é importante destacar que o árbitro Damato, auxiliado por Rossomando, não teve dúvidas em anotar o gol, o que também não foi motivo de grande reclamação por parte dos jogadores do Catania.
Aliás, embora em superioridade numérica, o Catania não conseguiu, em momento algum, contestar o domínio interista, que teve em Mourinho um grande estrategista, lançando depois Cambiasso no posto de Balotelli e Mancini no de Quaresma, com o brasileiro sendo o grande destaque dos últimos minutos da partida.
Outro brasileiro que esteve muito bem foi o lateral Maicon, apesar de ter se mostrado demasiadamente nervoso em alguns momentos.
Ao final, vitória justa para os atuais tricampeões italianos.
O tabellino (sendo que L'Imperatore Adriano ficou no banco):
Inter: Júlio César; Maicon, Burdisso, Materazzi, Maxwell; Vieira, Muntari, Figo (46' Zanetti), Quaresma (78' Mancini); Balotelli (67' Cambiasso), Ibrahimovic. All. Mourinho.
Catania: Bizzarri; Silvestre, Stovini, Terlizzi, Silvestri; Tedesco (74' Antenucci), Biagianti, Ledesma; Mascara, Plasmati (61' Paolucci), Martinez (61' Dica). All. Zenga.
Gols: 42' Plasmati, 43' Mascara (contra), 48' Terlizzi (contra).
Árbitro: Damato.
Cartões amarelos: Tedesco, Vieira, Ledesma, Biagianti, Dica, Maicon e Paolucci.
Cartão vermelho: Muntari.

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

O Jogo Da TV (Parte I) - Palermo x Roma



Contra uma Roma que só jogou no primeiro quarto de hora, o Palermo, agora targato Ballardini, obteve uma merecida vitória por 3 x 1.
Analisada a derrota pelos mesmos 3 x 1 na 1ª rodada frente a Udinese, na partida que abriu a Serie A 2008/2009, não é possível afirmar que foi a mudança de técnico que promoveu tamanha alteração no modo de atuar do Palermo, mas o certo é que a equipe rosanera vista neste sábado pouco tinha de semelhante com aquela do último final de semana de agosto.
Mas, partindo do início, o que se viu nos primeiros minutos foi um consistente domínio romanista que, embora com vários desfalques (Totti, Mexes, Juan, Perrotta e Vucinic os principais), conteve o Palermo em seu campo e logo aos 6' teve a primeira grande chance, com Júlio Baptista acertando uma cobrança de falta no travessão e Aquilani desperdiçando o rebote.
Depois, aos 8', coube a Okaka (atuando pela esquerda do ataque) fazer uma excelente jogada e servir para Júlio Baptista fazer o seu 1º gol na Serie sem qualquer dificuldade (ao lado a imagem do momento do toque decisivo - La Presse).
Porém, transcorridos apenas mais alguns minutos, o jogo mudou por completo, passando a ter como protagonistas dois meias sulamericanos: Fábio Simplício para o bem e David Pizarro para o mal (abaixo, o chileno observado pelo brasileiro - Grazia Neri).
O centrocampista ex Parma esteve impecável, acertando mais de 85% dos passes realizados e, principalmente, proporcionando duas assistências para gols do Palermo, enquanto o nazionale cileno esteve bastante abaixo da média, errando passes fáceis e se mostrando, em mais de uma oportunidade, disperso.
Aliás, o gol da virada palermitana surgiu exatamente de um descuido de Pizarro, que foi facilmente desarmado por Simplício que, com um lançamento preciso, ainda serviu o baixinho Miccoli em velocidade, com o Romario del Salento tocando por cima do goleiro Doni quando de sua saída do gol (foto mais abaixo - Grazia Neri).
Antes, aos 20' do 1º tempo, o mesmo Miccoli empatou a partida com um belíssimo tiro de fora da área, indefensável para o brasileiro Doni.
Assim, quando as equipes foram para os vestiários, com o placar apontando 1 x 1, o Palermo já era bem superior tática e tecnicamente, só não tendo alcançado a vantagem porque o uruguaio Cavani não conseguiu, em mais de uma oportunidade, vencer o arqueiro giallorosso.
Para piorar, Capitan Futuro De Rossi teve que deixar o gramado contundido, dando lugar a Brighi ainda na 1ª etapa.
E o 2º tempo começou com Miccoli dando trabalho ao zagueiro Loria que, não obstante a derrota, teve uma atuação convincente em sua estréia com a camisa da Roma.
Depois do 2º gol do pequeno atacante rosanero, a supremacia do Palermo ficou ainda mais evidente, até que Cavani aproveitou mais uma assistência de Simplício e firmou o 3 x 1 aos 27', definindo o placar final da partida.
Mérito para Ballardini, que achou as posições corretas para Fábio Simplício e Bresciano, ou Spalletti ainda não conseguiu encaixar as novas peças no esquema vitorioso dos últimos anos? A resposta nas próximas rodadas...
Por enquanto, o tabellino (e os melhores momentos do cotejo):
Palermo: Amelia; Cassani, Bovo, Carrozzieri, Balzaretti; Nocerino, Liverani (59' Guana), Fábio Simplício (84' Migliaccio), Bresciano; Cavani, Miccoli (61' Lanzafame). All. Ballardini.
Roma: Doni; Cicinho, Loria, Panucci, Riise; De Rossi (37' Brighi), Pizarro, Aquilani, Taddei (60' Menez); Júlio Baptista, Okaka (76' Montella). All. Spalletti.
Gols: 8' Júlio Baptista, 20' Miccoli, 56' Miccoli, 72' Cavani.
Árbitro: Saccani.
Cartões amarelos: Taddei, Bresciano e Pizarro.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

Match Clou - 2ª Rodada 2008/2009



Depois de uma temporada inteirinha longe da telinha, o San Paolo estará de volta neste domingo - e em grande estilo, como palco do 'Match Clou' da 2ª rodada da Serie A 2008/2009!
Apesar da polêmica decorrente da sanção às curve A e B do célebre estádio partenopeo, fechadas até para os abbonati, Napoli x Fiorentina deve ser um grande embate, afinal, são duas equipes que vêm praticando um futebol vistoso e adeptas do jogo ofensivo.
O treinador napoletano Reja, por exemplo, deve propor sua equipe no 3-5-2, com 3 zagueiros (Cannavaro, Contini e Rinaudo - à direita - Mosca), 2 volantes de contenção (Blasi e Gargano), 1 meia habilidoso de criação (Hamsik) e 2 alas bem abertos com ampla liberdade para avançar (Maggio - abaixo - Mosca - e Vitale) e encostar nos 2 atacantes (os argentinos Lavezzi e Denis).
Já o viola Prandelli deve dispor sua equipe no tradicional 4-3-3, sendo que a grande novidade deve ser o retorno do romeno Mutu, que não participou da estréia da Fiorentina nesta Serie A.
Assim, o ataque gigliato deve ter, além do seu número 10, o argentino Santana e o azzurro Gilardino, com Osvaldo, Pazzini e Jovetic como opções no banco.
Outra novidade que pode pintar na Fiorentina, essa absoluta, é o português Da Costa, que pode partir como titular na zaga devido a ausência de Gamberini, formando com o capitano Dainelli o centro da defesa do time de Florença, tendo ainda os laterais Zauri e Vargas (mais abaixo, à direita - Insidefoto).
No meio, provável espaço para Almiron, Donadel e Montolivo, que andou dando declarações de apoio às sanções sofridas pelo Napoli e escutou um "era meglio se stava zitto" do d.g. Pierpaolo Marino.
Para completar, os goleiros devem ser Iezzo (Napoli) e Frey (Fiorentina).
Confronto histórico, disputado já 58 vezes pela Serie A, o time da casa leva considerável vantagem no retrospecto, com 26 vitórias, 18 empates e 14 derrotas, tendo marcado 73 gols e sofrido 57.
Na temporada passada, disputado em 19 de março último, doppietta de Lavezzi nos 2 x 0 azzurri diante de 42.661 spettatori.
Antes, essas equipes se encontraram apenas em 2001, ocasião de outra vitória dos mandantes, desta vez por 1 x 0, tento de Pecchia aos ... 90!
Naquele 04 de fevereiro, Edmundo atuou pelo Napoli e Leandro Amaral (ao lado de Mijatovic) pela Fiorentina.
O último sucesso viola remonta a 1995, quando Tarantino (contra) e Orlando fizeram 2 x 0 para o time de Toldo, Rui Costa, Batistuta e Baiano treinado por Ranieri contra o comandado por Boskov e que teve a zaga central composta pelo brasileiro André Cruz e pelo argentino Ayala.
Agora, em termos de goleadas, os clubes estão iguais: 4 x 0 para o Napoli em 1935 e 1988 (com gols de Careca, Maradona e doppietta de Giordano) e 4 x 0 para a Fiorentina em 1960 e 1966.
Aliás, nestas duas goleadas do time de Florença o sueco Kurt Hamrin fez, ao total, 4 gols, o que o fazem o maior artilheiro do embate ao lado do brasileiro Careca, que ainda fez gols em vitórias do Napoli em 1988 (2 x 0), 1989 (3 x 2) e 1992 (4 x 1).
Para completar, o jogador com mais presenze é Giuseppe Bruscolotti, 14 aparições com o Napoli entre 1972 e 1987.
Que a bola role!

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

L'Enigma


Esperia Viareggio? Muito fácil! Agora é que, em uma expressão bem brasileira, a porca torce o rabo - a 'L'Enigma' desta semana quer saber: de qual clube é o escudo à esquerda?
Dica? Será motivo de uma gostosa risada quando desvendado, pelo menos para um habitué dessa coluna... e tem sede em uma tal Via Sicilia.
Até a próxima quarta com o nome do acertador... ou com mais uma dica!

Marcadores:

Na Última Vez ...

sexta-feira, setembro 12, 2008

Serie A volta depois de vitórias da Azzurra


Depois do recesso para disputa dos primeiros confrontos da Itália pelas Eliminatórias para a próxima Copa do Mundo, a Serie A volta com força total neste final de semana.
Para começar, no sábado, o Palermo recebe a Roma às 13h00 de Brasília, com transmissão ao vivo da ESPN, RAI e ... SporTV que, a partir desta rodada, também passa a ser mais uma opção para os aficcionados brasileiros do Calcio!
E o cotejo do Renzo Barbera promete ser bastante interessante, com o time rosanero pressionado pela péssima estréia realizada contra a Udinese (e que acabou custando o posto do técnico Stefano Colantuono), com o neo allenatore Ballardini devendo lançar o brasileiro Fábio Simplício um pouco mais avançado do que de costume, logo atrás da dupla ofensiva Cavani-Miccoli (à direita - Insidefoto).
Na Roma, Spalletti não poderá contar, mais uma vez, com o capitano Totti, bem como deverá formar a dupla de zaga com o estreante Loria e o veterano Panucci, já que Juan e Mexes estão indisponibili.
Um pouco mais tarde, às 15h30 (sempre horário de Brasília), a Internazionale (com Adriano, que deve partir do banco) recebe o Catania também com transmissão da RAI, SporTV e ESPN Brasil.
No domingo, às 10h00 acontecerá o 'Match Clou' Napoli x Fiorentina (com transmissão da ESPN Brasil) e também o interessantíssimo Genoa x Milan (ESPN, RAI e TV Esporte Interativo prometem a partida), que deverá marcar o retorno de Kaká (à esquerda - Insidefoto) ao time rossonero, com Shevchenko como única punta e Ronaldinho no banco.
No mesmo horário jogam ainda Bologna x Atalanta; Lazio x Sampdoria; Lecce x Chievo; Reggina x Torino e Siena x Cagliari.
Às 15h30 completa a rodada o embate bianconero Juventus x Udinese, que terá transmissão da ESPN Brasil, RAI e TV Esporte Interativo.
Um ótimo final de semana repleto de Calcio para todos!

quarta-feira, setembro 10, 2008

Gli Azzurri


Em termos de resultados, foram dias profícuos para os selecionados italianos comandados por Lippi e Casiraghi, mas em termos de futebol...
A seleção principal, por exemplo, disputou seus primeiros compromissos válidos pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010 nos últimos dias 06 e 10 e venceu ambos, mas nas duas oportunidades se apresentou de forma muito aquém do esperado.
Inserta em um grupo que, em tese, não deve apresentar maiores dificuldades (além da Squadra Azzurra, compõem o grupo Bulgária, Chipre, Geórgia, Irlanda e Montenegro), a Itália foi até Lanarca no último sábado enfrentar o selecionado chipriota e passou maus bocados, em especial no 1º tempo, quando Buffon foi fundamental para evitar a figuraccia.
Disposta no 4-3-3 com Gilardino (acima contra Christou - Grazia Neri), Toni e Di Natale no ataque, a Itália até começou bem, com o avante da Udinese fazendo 1 x 0 logo aos 8' con un destro da fuori area.
Porém, tendo perdido Gamberini aos 4' e Grosso aos 18' com problemas físicos, a defesa italiana não conseguiu resistir ao forte assalto cipriota e cedeu o empate ainda aos 28' (ao lado o momento em que alcançada a paridade - Grazia Neri), com Aloneftis marcando o 3º gol dos peninsulares em confrontos contra a Azzurra (contando com este, são 7 os embates Itália x Chipre em competições oficiais na história).
Jogando muito dispersa, com um meio de campo totalmente inoperante, a Itália continuou sofrendo na 2ª etapa, mesmo com a entrada de Gattuso no posto do aríete Toni, mas acabou alcançando a vitória já nos acréscimos, quando Gilardino deixou, de calcanhar, para Camoranesi e este serviu Di Natale, que com il suo sinistro di veluto garantiu o sucesso italiano (acima, Camoranesi e Di Natale celebrando - Afp).
Já nesta quarta, com Legrottaglie e Dossena no lugar dos lesionados Gamberini e Grosso e Aquilani (abaixo contra o palermitano Mchedlidzde - Reuters) começando no meio, com Camoranesi atuando mais à frente, a Itália foi um pouco melhor contra a Geórgia do milanista Kaladze em Udine, vencendo por 2 x 0, graças a uma inesperada doppietta de De Rossi.
Desta vez, o início dos azzurri foi bastante forte, mas depois dos 30' a Itália perdeu ímpeto e, se não chegou a ser ameaçada (a Geórgia, comandada pelo argentino Hector Cúper, ex treinador de Inter e Parma, jogou muito cautelosa), só conseguiu assegurar os 3 pontos aos 45' do 2º tempo, quando De Rossi completou sua doppietta.
A Under 21 de Casiraghi, por sua vez, assegurou o 1º lugar no Grupo 1 da UEFA European U-21 C'ship e avançou para o playoff que definirá os 7 classificados que irão se juntar a Suécia para a fase final da competição, a ser disputada em junho próximo no referido país nórdico.
Em evidente ritardo di preparazione, os Azzurrini primeiramente empataram com a Grécia em Castel di Sangro na última sexta por 1 x 1, em partida que marcou a estréia do interista Balotelli com a camisa azul, sendo que o jovem, que formou com Osvaldo e Giovinco o ataque azzurro, ainda foi o autor do gol italiano.
Depois, no dia de ontem, jogando em Zagreb e atuando de forma mais prudente (Casiraghi optou pelo 4-4-2), os Azzurrini mais uma vez empataram em 1 x 1, dessa vez contra a pari età croata, sendo que novamente os italianos cederam a igualdade depois do ala Motta abrir o marcador de cabeça, aproveitando jogada indivual da Formica Atomica Giovinco.
De qualquer maneira, o empate foi suficiente para assegurar a vaga à Itália, que conhecerá seu próximo adversário no dia 12, quando serão sorteados os encontros do playoff em Malmö.

Marcadores: ,

Na Última Vez ...

L'Enigma - La Soluzione


Inter in vantaggio! Parabéns ao sempre atento e grande expert Michel Costa, que brilhantemente desvendou que o scudetto à esquerda é do Viareggio (Football Club Esperia Viareggio s.r.l. para ser mais exato), reproduzido em sua integralidade abaixo à direita.
A Internazionale pode (ainda ?) não ter a primazia na Serie A, mas nosso amigo interista é agora líder isolado do II Desafio Calcio Serie A com 4 pontos, mas deve ficar atento, porque o placar permite muitas reviravoltas!
Para terminar, como bem salientado pelo vencedor da semana, no Viareggio jogaram Di Natale, Mazzarri e Spalletti, dentre outros, mas a cidade toscana é ainda o local de nascimento de Marcello Lippi e a residência de Pierluigi Collina!

Marcadores:

Na Última Vez ...

segunda-feira, setembro 08, 2008

'B' Em Pílulas


* O atacante Salvatore Bruno (abaixo em uma de suas conclusões certeiras - Bove) marcou uma tripletta contra o Rimini em partida válida pela 2ª rodada da Serie B 2008/2009, mas, mesmo assim, não evitou a derrota do Modena por 4 x 3 para a equipe biancorossa, que teve seus gols anotados por Docente, La Camera, Pagano e Vantaggiato;
* A única equipe que somou 6 pontos até aqui na tábua de classificação é o surpreendente Grosseto que, nesta giornata, fez 3 x 0 no Piacenza com uma doppietta do austríaco Pichlmann e um tento do chileno Cordova;
* O Livorno do técnico Leonardo Arcori, que postou a dupla Tavano-Paulinho no ataque, não passou de um empate em 1 x 1 com o Mantova, tentos do meia Antonio Filippini e do bomber Giorgio Corona;
* Vicenza e Empoli também ficaram no 1 x 1, gols de Sgrigna e Lodi, sendo que a equipe da casa terminou com apenas 9 homens em campo, devido as expulsões do defensor Martinelli e do atacante Bjelanovic;
* Os cotejos Albinoleffe x Parma, Brescia x Treviso e Sassuolo x Pisa serão disputados apenas no próximo dia 16.

Marcadores:

Na Última Vez ...

domingo, setembro 07, 2008

Você Sabia ...


* Que na 1ª giornata da Serie A 2008/2009 foram utilizados 276 jogadores nos 10 jogos que movimentaram a Itália?
* Que, destes, 33 eram estreantes na Serie A?
* Que, dos 33 estreantes, 22 eram estrangeiros, incluindo 5 argentinos (Carrizo, Castillo, Denis, Ledesma e Zárate), 1 austríaco (Saümel), 4 brasileiros (Fabiano, Felipe Melo, Júlio Baptista e Ronaldinho - à direita - Infophoto), 1 colombiano (Zuñiga), 1 dinamarquês (Poulsen), 2 franceses (Flamini e Menez), 1 grego (Moras), 1 montenegrino (Jovetic), 1 norueguês (Riise), 1 romeno (Dica), 1 sueco (Mellberg) e 3 suíços (Lichtsteiner, Nef e Padalino)?

Marcadores:

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker