Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, outubro 25, 2008

Match Clou - 8ª Rodada 2008/2009



Não muito cotados no início do torneio, Lazio e Napoli chegam à 8ª rodada da Serie A 2008/2009 figurando dentre as posições de ponta e prometendo um emocionante 'Match Clou'.
Com Rocchi novamente bloccato, Delio Rossi deve repetir o trio ofensivo que começou contra o Bologna na última rodada, com Zárate (à direita - Reuters) como ponta de diamante.
A frente do goleiro Carizzo, porém, devem deixar o time o brasileiro Cribari e o sérvio Kolarov, entrando Rozehnal e Radu, que devem formar a zaga com os remanescentes Lichtsteiner e Siviglia.
No 4-3-2-1 predileto de Rossi, a linha mediana deverá ser composta por Brocchi, Ledesma e Mauri, com Foggia e Pandev (abaixo - Reuters) logo atrás do cannoniere argentino.
No Napoli, Reja não poderá contar com os defensores Cannavaro e Rinaudo e também com o meia uruguaio Bogliacino e o avante brasileiro Piá, todos lesionados.
De qualquer maneira, destes, apenas o capitão Cannavaro atuou na vitória contra a Juventus e será substituído exatamente por Aronica, que já o substituira no decorrer daquela partida.
De resto, os mesmos que começaram contra a Vecchia Signora: Iezzo; Santacroce e Contini; Blasi, Gargano, Maggio, Vitale e Hamsik; Lavezzi (mais abaixo - Castanò) e Zalayeta.
Confronto bastante tradicional no Calcio (embora pouco tenha ocorrido neste milênio), o embate entre as duas equipes que têm a cor azul como principal em seus uniformes já foi realizado 52 vezes com mando de campo laziale, que venceu 24 vezes, empatou 17 e perdeu 11, tendo feito 75 e sofrido 51 gols.
Na temporada passada, o confronto ocorreu exatamente na última rodada, mais precisamente no dia 18 de maio deste ano, com vitória dos romanos por 2 x 1, tentos de Rocchi, Firmani e Domizzi, atualmente na Udinese.
Antes, só no campeonato 2000/2001, quando a equipe partenopea fez os mesmos 2 x 1, gols de Amoruso (hoje no Torino), Pancaro (contra) e Mihajlovic, cobrando pênalti no finalzinho.
Naquela oportunidade, o Napoli, comandado por Mondonico, formou com: F. Mancini; Baldini, Quiroga, Troise e Saber; Magoni, Pecchia, Baccin e Matuzalem (atualmente do outro lado, mas contundido); Amoruso e Bellucci.
Já a Lazio, treinada por Eriksson, começou com: Peruzzi (que foi expulso); Pancaro, Fernando Couto, Mihajlovic e Favalli; D. Baggio, Veron, Lombardo e Nedved; Crespo e Salas.
Alguns anos antes, no dia 16 de outubro de 1994, a Lazio protagonizou a maior goleada do confronto ao fazer 5 x 1 - doppietta do holandês Winter e tentos de Boksic, Casiraghi e Negro para os Aquilotti e Pecchia para o Napoli, que teve ainda Rincón e André Cruz em sua formação.
Agora, em 1953 foi o Napoli que fez 4 x 0 jogando em Roma, gols de Vitali, Jeppson (2) e Granata.
O mesmo placar, mas a favor da Lazio, ocorreu ainda em 1937, quando Piola realizou uma tripletta.
Aliás, Silvio Piola, com 8 gols marcados entre 1935 e 1940, é o maior artilheiro do confronto, que tem no meia Carlo Buscaglia - 8º jogador que mais defendeu o Napoli - o mais presente, com 9 participações entre 1930 e 1938.

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

L'Enigma


Atenção, o II Desafio Calcio Serie A está muito disputado e tem concorrente afirmando que vai madrugar na frente do computador...
Brincadeiras à parte, a 'L'Enigma' desta semana quer saber qual o clube representado pelo escudo ao lado, apelidado de Canarino.
Para aqueles que ainda não entraram na brincadeira, vale a pena conferir as regras (bastante simples) no http://calcioseriea.blogspot.com/2008/06/lenigma.html.
Outrossim, há uma nova enquete ao final do blog, vamos participar!

Marcadores:

Na Última Vez ...

sexta-feira, outubro 24, 2008

Rodada da Serie A vem cheia de atrações


O final de semana se aproxima e com ele mais uma rodada da Serie A 2008/2009 - a 8ª, recheada de grandes jogos!
Apenas para aquecer os motores, às 12h00 de sábado (sempre horário de Brasília), a RAI transmite Vicenza x Sassuolo, válido pela Serie B.
Em seqüência, entra no ar Siena x Catania, que abre a rodada da Serie A e também terá transmissão da ESPN.
Um pouco mais tarde, a partir das 16h30, ocorre o Derby della Mole, ou seja, a stracittadina de Turim envolvendo a bianconera Juventus e o granata Torino.
Se o confronto já é tradicionalmente eletrizante, esta edição, com ambas as equipes em situação delicada na tabela, promete ainda mais, vez que uma vitória contra a rival pode apagar os maus resultados anteriores ou ... superdimensioná-los!
Para o jogo deste sábado, que terá cobertura da ESPN Brasil, SporTV e RAI, De Biasi deve lançar Rosina (acima - Tanopress), anche se non è ancora al top della condizione, desde o início ao lado de Bianchi, enquanto Ranieri, com vários desfalques, deve postar Giovinco e Nedved juntamente com Salihamidzic e Sissoko no centrocampo.
No domingo, 07 partidas começam às 12h00 de Brasília (15h00 na Itália, vez que a diferença horária entre Brasília e Roma ficará reduzida a apenas 3 horas) e a dificuldade vai ser escolher qual assistir!
Enquanto a ESPN veiculará Atalanta x Milan e a TV Esporte Interativo Internazionale x Genoa, a RAI ficará com Lazio x Napoli, o 'Match Clou' da rodada.
No mesmo horário, acontecem ainda Cagliari x Chievo, Reggina x Lecce, Sampdoria x Bologna e Udinese x Roma.
Mais tarde, fecha a rodada o interessante Palermo x Fiorentina, que terá transmissão da ESPN Brasil, da SporTV e da RAI a partir das 17h30.
Quem perder algum lance ainda pode conferir Siena x Catania na ESPN às 05h00 de domingo; Internazionale x Genoa (com Sculli em campo - acima - Tanopress) na ESPN Brasil às 21h00 de domingo ou às 11h30 de segunda na ESPN; Atalanta x Milan às 02h30 de segunda na ESPN e Juventus x Torino às 04h40 de terça na ESPN Brasil!
Para completar, a ESPN apresenta o Show da Rodada do Campeonato Italiano na terça a partir das 13h30.

quinta-feira, outubro 23, 2008

A Itália Na Europa


Líder da Serie A e do Gruppo B da Champions League, com a classificação para as 8ªs de final praticamente hipotecada, vai tudo as mil maravilhas na Inter targata Mourinho, certo? Errado, o jogo não tem fluído como esperado, tanto que na última terça, contra a revelação cipriota Anorthosis (time do brasileiro Sávio e dos ex italiani Dellas e Paulo Costa), um único gol foi marcado.
Com Mancini e Adriano al fianco di Ibrahimovic, a Internazionale até dominou inteiramente a partida e pouco foi ameaçada pelos adversários, mas o raquítico resultado de 1 x 0 foi deludente.
Pelo menos o gol, marcado pelo brasileiro Adriano (à direita - Afp), resta um bom auspício diante dos entreveiros ocorridos entre o atacante e o allenatore português nos últimos dias.
Também 1 x 0 foi o placar em Stamford Bridge, onde a Roma conseguiu controlar o perigoso Chelsea até quase o final do jogo, mas foi penalizada pelo tento do zagueiro Terry em um escanteio aos 32' da etapa complementar.
Ao menos, além da presença de Totti (à esquerda marcado por Deco - Ap) em campo, se viu uma Roma con grinta, gioco e buona organizzazione difensiva, algo pouco comum até aqui na temporada.
No dia seguinte, a participação italiana na 3ª rodada da UCL foi completada com mais uma vitória e outra derrota, sendo que o sucesso foi registrado no grande cotejo do dia: Juventus 2 x 1 Real Madrid.
Disposta no 4-4-2 com Marchisio e Sissoko como coppia centrale di centrocampo, a Juve dominou todo o 1º tempo, quando fez 1 x 0 com um golaço de Del Piero (ao lado contra o ex Cannavaro - Afp), seu 41º na principal competição européia e assim descrito pela Gazzetta dello Sport: "Triangolazione Del Piero-Amauri-Del Piero. Il capitano bianconero sfrutta la linea difensiva della casa blanca, troppo alta, se ne va, e carica un destro formidabile da fuori area. Casillas è fuori posizione, cioè troppo fuori porta, e non ci può arrivare. Gol pazzesco".
No início da 2ª etapa, o brasiliano Amauri aproveitou um cruzamento de Nedved para ampliar, mas aí a Juve recuou demais e acabou sofrendo no final (à esquerda, Chiellini controlando o merengue Raul - Afp), principalmente depois que Van Nistelrooy descontou para os espanhóis.
De qualquer maneira, a vitória bianconera foi merecida e colocou o clube de Turim na liderança do Grupo H da Coppa delle grandi orecchie.
Já a Fiorentina foi até a Baviera enfrentar o Bayern München de seu antigo ídolo Toni (ao lado marcado pelo capitano Dainelli - Reuters) e acabou derrotada por 3 x 0 em atuação desastrosa do peruano Vargas, que falhou nos dois primeiros gols dos bavaresi, marcados por Klose e Schweinsteiger.
No último minuto de jogo, o brasileiro Zé Roberto completou o marcador que, na verdade, foi exageradamente severo com a equipe de Prandelli, que até jogou bem e criou várias chances de gol, mas acabou penalizada por suas falhas defensivas.
Passando à Copa U.E.F.A., nesta quinta-feira, a Itália fez plein na 1ª rodada da fase a gruppi.
Jogando em Heerenveen, o Milan passou, com facilidade, pelo time da casa.
Com a histórica coppia Inzaghi-Shevchenko (125 gols insieme na Europa) na frente, municiados por Kaká, o Milan venceu por 3 x 1, com Jong-A-Pin (contra, em jogada de Kaká) e Gattuso (também su assist de Kaká) marcando na 1ª etapa, tendo Inzaghi (aproveitando assistência de Gattuso - acima contra o meia norueguês Grindheim - Dejong) anotado no 2º tempo seu 64º gol (recorde) na Europa antes que Pranjic descontasse cobrando pênalti aos 40'.
Também fora de casa, mais precisamente na capital da Sérvia, a Sampdoria venceu o Partizan (time do meia Juca, ex-Fluminense e Botafogo) por 2 x 1, com gols de Bonazzoli (à direita contra Obradovic - Reuters) e Dessena, tendo o senegalês Diarra realizado o tento do time da ex-Iugoslávia, que chegou a pressionar no finalzinho em busca do empate.
Por fim, no Friuli, a Udinese venceu o inglês Tottenham por 2 x 0, gols de Di Natale (cobrando pênalti - à esquerda - Debernardi) e Pepe - um em cada tempo, no que não chegou a ser uma vitória suada para os bianconeri, que tiveram o caminho facilitado pela expulsão do zagueiro O'Hara no início da ripresa.
Portanto, tudo somado, a Itália restou aprovada no teste settimanale.

Marcadores: , ,

Na Última Vez ...

quarta-feira, outubro 22, 2008

L'Enigma - La Soluzione


Foi por pouco (e nem mesmo por um bom motivo - 'jogo do Mengão'), mas a série do nosso amigo Leonardo (o pai do Júnior!) foi interrompida...
Méritos para Lady Cyntia, que desvendou que o escudo à esquerda é da Nuorese Calcio (abaixo em sua integralidade).
Agora, o disputado II Desafio Calcio Serie A apresenta o seguinte punteggio: 1º Lady Cyntia (5 pts); 2º Michel Costa (4); 3º JP e Leo Mafra (3); 5º Antonio Giusto e Brahma (2).
No próximo sábado tem mais!

Marcadores:

Na Última Vez ...

terça-feira, outubro 21, 2008

Momento Panini - Sebastien Frey


Há 11 temporadas no Calcio, o thononais (gentílico dos nascidos em Thonon-les-Bains, uma pequena comuna francesa da região dos Rhône-Alpes) Sebastien Frey é apontado como um dos melhores goleiros em atividade na Serie A.
Nascido aos 18 de março de 1980, Frey si è trasferito da piccolissimo a Cannes, na Costa Azzurra, onde seu pai, Raymond, também goleiro, defendia as cores rouge e blanc da equipe local.
Dono de um caráter estroso (a ponto de usar uma barba no melhor estilo das garras de Wolverine), Frey resolveu seguir os passos do genitor exatamente porque, nas suas próprias palavras, o posto de goleiro é "un ruolo un pò da matti".
Se um pouco de loucura é um dos requisitos indispensáveis para um bom arqueiro, Frey tem também muito talento, a ponto de com apenas 17 anos ser lançado no time principal do Cannes, estreando na máxima divisão do futebol francês em 20 de setembro de 1997 contra o Rennes (tendo Zebina como companheiro e sofrendo seu primeiro gol à ópera do atual laziale Dabo).
Logo titularizado no clube francês, Frey foi indicado pelo atual treinador do Catania - o Uomo Ragno Walter Zenga - à Internazionale, chegando à Itália nell'estate del 1998 para figurar como 3º goleiro dietro Pagliuca e Mazzantini.
Dono de um físico granito (1,89 m por 85 kg), Silver Fox fez sua estréia na Serie A apenas em 21 de março de 1999, quando entrou no lugar de Pagliuca aos 70' de Sampdoria x Internazionale, terminado ... 4 x 0 para o time de Gênova (tripletta de Montela e gol de Ortega, todos antes do francês entrar)!
Em uma Inter que terminou apenas em 8º, Frey foi apenas um dos 29 jogadores utilizados naquela temporada pelos 4 treinadores que passaram pela panchina nerazzurra: Simoni, Lucescu, Castellini e Hodgson.
Na reformulação para o campeonato seguinte chegaram à Inter Peruzzi, Ferron e Frezzolini e o jovem Frey foi emprestado ao Verona (figurinha do alto), onde foi ser treinado, pela primeira vez, por Prandelli.
Neto de um antigo zagueiro international de Metz e Toulouse, Frey foi muito bem com a Hellas (a ponto de vencer o prestigioso prêmio Guerin d'Oro), que terminou em uma honrosa 9ª colocação no campionato 1999/2000, começando em 29 ocasiões como titular.
De volta à Inter, desta vez como titular (tendo Ballotta como reserva imediato), Frey até que foi bem, mas a squadra ficou sotto le attese e o arqueiro foi colocado dentre os cedibili.
Assim, por cerca de dieci miliardi di lire mais o passe do meia português Sérgio Conceição, Frey aportou em Parma para a temporada 2001/2002.
Na Emilia-Romagna, onde chegou com a difícil missão de substituir Buffon, Frey ficou por 4 temporadas totalizando 132 partidas na Serie A e conquistando seu primeiro trófeu: a Copa Itália de 2002.
Com o clube crociato em má situação financeira, Silver Fox passou à Fiorentina in prestito gratuito para o campeonato 2005/2006, sendo adquirido pela società viola, a título definitivo, em maio seguinte por cerca de € 5 milhões.
Titular absoluto no clube de Florença, Frey vem confirmando suas ótimas qualidades a ponto de comandar a defesa menos vazada na temporada 2006/2007 e uma das melhores no último torneio (figurinha acima)
Se o sucesso de Wolverine na Itália é incontestável, Raymond Domenech, o controvertido comissario tecnico da seleção francesa, não nutre da mesma estima pelo arqueiro, que foi convocado pela primeira vez em 2004, mas somente entrou em campo com os Bleus em 21 de novembro de 2007 contra a Ucrânia, em jogo válido pelas Eliminatórias para a Euro 2008.
Considerado culpado pelo gol de pareggio ucraino no 2 x 2, Frey acabou participando apenas de mais uma partida amistosa contra o Equador (em maio último) com a camisa da seleção francesa e, após ficar de fora da convocação de um amistoso recente, o portierone anunciou suo ritiro della nazionale para se dedicar apenas à Fiorentina, com quem tem contrato até 2013.

Marcadores:

Na Última Vez ...

segunda-feira, outubro 20, 2008

'B' Em Pílulas


* Em uma rodada de muitos gols (foram realizados 37 nas 11 partidas da 9ª giornata da Serie B 2008/2009), o principal destaque foi a goleada do agora vice-líder Grosseto sobre a Salernitana por 6 x 2;
* A partida foi disputada no Carlo Zecchini (abaixo o resultado final estampado no placar do estádio - Biancorossi) e teve os visitantes largando na frente, com gols do veterano Di Napoli e de Ciarcià, tendo o atacante Marco Sansovini protagonizado a virada ainda no 1º tempo com uma tripletta (o atacante de 28 anos já havia realizado uma doppietta na último rodada e agora é um dos artilheiros do certame com 6 tentos) e Cordova, Pichlmann e Mora completado o marcador na 2ª etapa;
* Vitória convincente foi também a do Vicenza, que fez 4 x 0 no Albinoleffe em plena Bergamo, tentos de Sgrigna, Zanchi, Bjelanovic e Bernardini;
* O Vicenza é agora 4º colocado, com os mesmos 15 pontos da Triestina, que perdeu por 3 x 2 para o Brescia nesta rodada;
* No Mario Rigamonti Caracciolo, Zoboli (depois expulso) e o norte-americano Szetela fizeram os gols da equipe biancoazzurra, com Della Rocca e Cottafava anotando os da rossobianca;
* O líder Sassuolo também perdeu na rodada - 1 x 2 para o Mantova - em casa e de virada - gols de Zampagna, Caridi e Passoni;
* Em um confronto que poderia muito bem ser jogado na Serie A, o Parma de Guidolin venceu o Empoli de Baldini por 1 x 0, gol do jovem Paponi aos 81';
* O brasileiro Eder, que marcou um dos tentos da vitória do Frosinone por 3 x 1 sobre o Rimini, é um dos artilheiros do certame, com 6 gols, ao lado do já citado Sansovini e também de Cristiano Lucarelli (Parma) e Mastronunzio (Ancona).

Marcadores:

Na Última Vez ...

Panorama Da Rodada


Grande protagonista da 7ª rodada (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2008/10/o-jogo-da-tv-parte-iv-roma-x.html), a Internazionale é de novo líder isolada da Serie A, já que a antiga capolista Lazio arrefeceu - depois do 1 x 1 casalingo com o Lecce (http://calcioseriea.blogspot.com/2008/10/o-jogo-da-tv-parte-i-lazio-x-lecce.html), os Aquilotti voltaram a decepcionar e foram peremptoriamente derrotados pelo Bologna por 3 x 1.
Reduce da cinque sconfitte di fila, a squadra rossoblù não tomou conhecimento do melhor ataque do campeonato e fez 3 x 0 logo nos primeiros 26' de jogo, com Volpi cobrando falta e uma doppietta do ex (e assumido tifoso laziale) Di Vaio, sendo o primeiro de cabeça e o derradeiro com uma bela conclusão de esquerda depois de um elegante domínio com o pé direito.
Na 2ª etapa, a Lazio até deu a impressão de que poderia reagir, principalmente com a entrada de Rocchi (acima em sua estréia stagionale ao lado do suíço Lichtsteiner e contra Bombardini - Grazia Neri), que anotou um gol de oportunismo apenas 5' depois de ingressar em campo, mas acabou não conseguindo ir além desse gol della bandiera.
A Udinese, que entrou na rodada com os mesmos 13 pontos de Lazio e Inter, enfrentou o Lecce no Via del Mare e quase também saiu derrotada, tendo, ao final, empatado em 2 x 2 depois de ter levado 2 x 0 com Tiribocchi e Domizzi (contra). Decisiva para a recuperação friulana foi a entrada do chileno Sanchez, que diminuiu 2' depois de entrar em campo.
Aos 26', D'Agostino cobrou uma falta meio despretensiosa, mas, como ninguém ousou interferir em sua trajetória, a bola acabou no fundo das redes do gol defendido por Benussi, decretando o placar final.
Quem deu um belo salto na tábua de classificação (assim como o Napoli - http://calcioseriea.blogspot.com/2008/10/o-jogo-da-tv-parte-ii-napoli-x-juventus.html) foi o Catania, que bateu um pallido Palermo no Derby della Sicilia por 2 x 0, tentos de Martinez (acima perseguido por Nocerino - Ap) e Mascara, cobrando pênalti.
Em rodada nada agradável para as torcidas de Roma e Turim, o Torino mais uma vez decepcionou ao perder para o até então lanterna Cagliari por 1 x 0 em pleno estádio Olimpico.
É verdade que a equipe granata foi superior durante todo o jogo (com ótima atuação do azzurrino Abate), mas não conseguiu passar pelo arqueiro Marchetti (a não ser aos 6', quando tento marcado por Rubin foi anulado por impedimento de Bianchi), também um dos destaques da partida.
No finalzinho, Fini (ao lado contra o austríaco Säumel - Cagliari) lançou Acquafresca, com o atacante cresciuto nel vivaio do próprio Torino battendo imparabilmente Sereni para fazer o gol da primeira vitória dos sardi no campeonato.
Vitória por 1 x 0 foi também a do Genoa sobre o Siena, com o clube rossoblù chegando a 4ª vitória consecutiva no Marassi, tento do zagueiro Biava aos 20' do 1º tempo, que foi totalmente dominado pelos jogadores treinados por Gasperini.
Em uma 2ª etapa mais equilibrada, houve espaço para a estréia do brasileiro Thiago Motta, ex Barcelona e Atlético de Madrid, que entrou no lugar de Milanetto.
Além dos 3 x 0 de Fiorentina x Reggina (http://calcioseriea.blogspot.com/2008/10/o-jogo-da-tv-parte-i-fiorentina-x.html) e de Milan x Sampdoria (http://calcioseriea.blogspot.com/2008/10/o-jogo-da-tv-parte-iii-milan-x.html), completou a rodada o empate de 1 x 1 entre Chievo e Atalanta.
O placar em Verona foi construído pelo zagueiro Mantovani, con um bel colpo di testa, e pelo brasileiro Ferreira Pinto (à esquerda contra Bentivoglio - Cerescioli), que desferiu un gran esterno destro para a equipe treinada pelo ex Del Neri.
Assim, transcorridas 7 rodadas, a classificação da Serie A 2008/2009 é a seguinte: 1º Internazionale (16 pts); 2º Udinese (14); 3º Catania (14); 4º Napoli (14); 5º Lazio (13); 6º Milan (13); 7º Fiorentina (13); 8º Atalanta (13); 9º Genoa (12); 10º Palermo (12); 11º Lecce (9); 12º Juventus (9); 13º Siena (8); 14º Roma (7); 15º Bologna (6); 16º Chievo (6); 17º Torino (5); 18º Sampdoria (4); 19º Cagliari (4) e 20º Reggina (2).

Marcadores: , ,

Na Última Vez ...

domingo, outubro 19, 2008

O Jogo Da TV (Parte IV) - Roma x Internazionale



Não bastou o retorno de Totti sei mesi dopo l'ultima partita giocata da titolare - a Internazionale foi impiedosa e cravou 4 x 0 na Roma em plena Capitale, cominando resultado ainda mais severo do que na temporada passada, quando a Lupa perdeu para sua principal rival hodierna por retumbantes 4 x 1 (http://calcioseriea.blogspot.com/2007/09/o-jogo-da-tv-parte-i-roma-x.html) naquela que seria sua única derrota casalinga na Serie A.
E o show interista começou cedo, logo aos 5': Riise avançou pela esquerda e concluiu de fora da área, com Júlio César encaixando e rapidamente repondo a bola para Cordoba que, também sem perder tempo, fez um lançamento sensacional de 30 metros para Ibrahimovic (acima contra Loria - Reuters) que, sul filo del fuorigioco, só precisou de um toque na bola para encobrir magistralmente o goleiro Doni, não de todo inocente em sua saída.
Olimpico gelato e a Inter, postada no 4-3-3 de Mourinho com um surpreendente Obinna (abaixo contra Juan - Reuters) desde o início na ala direita - formando com Ibra e Quaresma o tridente ofensivo, teve a chance de raddoppiare aos 13' com Maicon, um dos melhores dos seus, em um scatto davero impressionante.
Spalletti partiu para os reparos, puxou Aquilani mais para a parte central do campo, e a Roma foi crescendo, com Totti (na foto mais abaixo com Cambiasso - Afp), embora claramente sem ritmo de jogo, sendo determinante na construção do jogo.
Porém, apesar de várias chances concretas criadas de ambos os lados, as equipes foram para os vestiários com o placar apontando 0 x 1, com a trupe de Mourinho claramente em melhores condições psicológicas.
Assim, não demorou quase nada para que Muntari, aproveitando do escasso entrosamento de Juan e Loria (a 6ª dupla de zaga diferente proposta por Spalletti nesta temporada), encontrasse Ibrahimovic entre os zagueiros giallorossi, com o sueco, depois de aproveitar de uma tentativa infrutífera de tackle de Loria e levando Juan até dentro da área, concluir com um imparabile sinistro para o fundo das redes, realizando seu 5º tento stagionale e o 60º de sua carreira na Serie A.
A Roma até que tentou reagir imediatamente, primeiro com Cicinho e em seguida em conclusão de Aquilani, mas o dia era mesmo interista: escanteio cobrado, a bola sobrou na entrada da área, de onde Stankovic fez partir um chute que entrou no canto oposto de Doni - Inter 3 x 0!
A pá de cal veio 2' depois, por obra do nigeriano Obinna que, após receber um lançamento de Quaresma, caminhou indisturbato até a entrada da área (não foi a única vez que a retroguarda da Roma assim permitiu) e de lá mandar no ângulo de Doni, que desta vez nada pode fazer.
Maicon ainda acertou uma cabeçada na trave aos 27', mas a Roma, apoiada por cerca de 50.000 tifosi, não esmoreceu e lutou até o final, com um grande Júlio César impedindo il sollievo di affettare parte del divario.
O tabellino da partida, cujos melhores momentos podem ser acompanhados mais abaixo:
Roma: Doni; Cicinho, Juan, Loria, Riise; De Rossi, Perrotta (77' Brighi), Aquilani, Taddei (75' Okaka), Vucinic; Totti (59' Menez). All. Spalletti.
Inter: Júlio César; Maicon, Cordoba, Chivu, Zanetti; Cambiasso, Muntari, Stankovic (78' Dacourt); Obinna, Ibrahimovic (83' Cruz), Quaresma (68' Mancini). All. Mourinho.
Gols: 5' Ibrahimovic, 47' Ibrahimovic, 54' Stankovic, 56' Obinna.
Árbitro: Rizzoli.
Cartões amarelos: Vucinic e Chivu.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

O Jogo Da TV (Parte III) - Milan x Sampdoria



"Mister, non me la sento" e Ancelotti mandou o Milan a campo com Borriello (abaixo, à direita, seguro por Bottinelli - Afp) no posto de Kaká, com Pato e Ronaldinho nas demais posições ofensivas do 4-3-1-2, tendo ainda Flamini no posto de Gattuso e Antonini no de Zambrotta.
No banco, nada menos que Dida, Nesta, Favalli, Emerson, Kaká, Inzaghi e Shevchenko - mais de 450 caps com as respectivas seleções internacionais!
Mazzarri, sem a mesma abundância, postou a Samp no 3-5-1-1 com Delvecchio alle spalle de Cassano.
Mas foram os blucerchiati, dispostos a repetir a dose de março último e novamente vencer o Milan em pleno San Siro (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2008/03/o-jogo-da-tv-parte-i-milan-x-sampdoria.html), que começaram melhor.
Na verdade, contra um Milan confuso, privo di idee, órfão de Gattuso e Pirlo e com um Seedorf apagado no meio de campo e com um Pato apenas voluntarioso no ataque, não foi difícil para a Sampdoria, muito bem organizada e fechando bem os espaços, sobressair, principalmente com as magias de Cassano.
Assim, servido pelo barese, Sammarco desferiu um diagonale perigoso aos 6' e Delvecchio quase marcou com uma rovesciata aos 21', no que houve de melhor no 1º tempo.
Não houve jeito, o descanso de Kaká foi para o brejo e Ancelotti o colocou no lugar de Pato, logo no intervalo.
E o resultado foi imediato: subito em sua primeira participação, Kaká acertou uma cabeçada que passou rente a trave defendida por Castellazzi.
Mas o lance que definiria a partida ocorreu aos 9': em um lance muito contestado, Jankulovski, já dentro da área, tentou cruzar e a bola parou no braço do defensor Lucchini, que estava com o membro longe do tronco, mas se virando para se proteger - pênalti marcado por Damato e segundo amarelo para o blucerchiato (que, curiosamente, também foi expulso no último confronto das equipes em Milão).
Mesmo com um homem a mais e em vantagem no marcador - Ronaldinho (acima contra Ziegler - Afp) cobrou bem o rigore -, a squadra rossonera continuou sofrendo contra uma Sampdoria insidiosa, até que Kaká e Ronaldinho fizeram uma belíssima jogada (vale a pena assistir ao vídeo no final do post) e o ex blaugrana completou para realizar sua primeira doppietta italiana - Milan 2 x 0!
Diante do placar cruel, a Samp se rendeu, não adiantando as entradas de Bellucci e Bonazzoli.
Pior, tendo entrado no lugar de Borriello, Pippo Inzaghi ainda aproveitou para marcar seu 1º gol nesta Serie A depois de passar por Castellazzi (à direita - Markanews).
O tabellino do severo 3 x 0:
Milan: Abbiati; Antonini, Bonera, Maldini, Jankulovski; Flamini, Ambrosini, Seedorf (74' Emerson), Ronaldinho; Borriello (79' Inzaghi), Pato (46' Kaká). All. Ancelotti.
Sampdoria: Castellazzi; Lucchini, Gastaldello, Bottinelli; Franceschini, Ziegler (71' Bellucci), Padalino (60' Stankevicius), Pieri, Sammarco, Delvecchio; Cassano (81' Bonazzoli). All. Mazzarri.
Gols: 55' Ronaldinho (pênalti), 66' Ronaldinho, 90' Inzaghi.
Árbitro: Damato.
Cartões amarelos: Bottinelli, Lucchini, Flamini e Jankulovski.
Cartão vermelho: Lucchini.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

Você Sabia ...


* Que, dos 30 jogadores indicados para o prêmio Ballon d'Or 2008 da prestigiosa France Football, apenas 03 (Buffon, Ibrahimovic e Kaká - à direita - Tanopress) jogam na Serie A?
* Que a Premier League, com 11 indicados de 04 clubes diferentes, é o torneio com maior número de representantes, seguido da espanhola Liga, com 10 atletas de 5 agremiações diversas na lista?
* Que, não obstante a módica representatividade nesta edição, a Serie A é o campeonato que mais cedeu vencedores, com um total de 19 premiados de 3 clubes diferentes?

Marcadores:

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker