Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sexta-feira, outubro 29, 2010

Rodada começa na sexta-feira!


Se a 8ª rodada terminou na última segunda, a 9ª giornata da Serie A 2010/2011 começa já nesta sexta, com a Internazionale visitando o sempre perigoso Genoa no Luigi Ferraris.
De olho no confronto válido pela Champions League na próxima terça, Benitez deve poupar o ex Milito e praticamente repetir o time que enfrentou a Sampdoria no último domingo, mantendo Biabiany e Coutinho como companheiros de Eto'o no ataque nerazzurro, alterando apenas o lateral esquerdo, lançando o jovem Santon no posto de Chivu, entregue ao departamento médico.
No Genoa, Gasperini tem alguns desfalques importantes, como os atacantes Palacio, Palladino, Rudolf e Sculli, além dos meias Kharja, Jankovic e Veloso.
Assim, o Grifone deve abandonar o 3-4-3 para passar ao 4-4-2, com o brasileiro Rafinha improvisado como playmaker ao lado de Milanetto (à direita - Getty Images) no meio de campo, com Rossi e Mesto como esterni.
No ataque, diante de tantos desfalques, o jovem Destro, crescido na própria Internazionale, aparecendo ao lado do experiente Toni.
Portanto, é só escolher entre ESPN, ESPN HD, SporTV2 ou RAI a partir das 16h45.
No sábado, entram em campo as demais equipes italianas participantes da Champions League, com Roma x Lecce começando às 14h00 e o 'Match Clou' Milan x Juventus às 16h45, sempre horário de Brasília.
Ainda sem Adriano, Ranieri deve escalar Borriello ao lado de Totti no ataque giallorosso, que será atração da RedeTV! e da RAI, enquanto Milan x Juventus terá cobertura, ao vivo, da ESPN Brasil, ESPN HD e RAI.
No domingo, atenção aos novos horários, vez que os jogos, em decorrência do fim do horário de verão na Europa, começarão uma hora mais tarde do que vinha ocorrendo.
Assim, Palermo x Lazio será atração dos canais ESPN Brasil, ESPN HD e RAI a partir das 09h30, com Hernanes confirmado no time líder da Serie A!
Um pouco mais tarde, às 12h00, ESPN, ESPN HD e RAI veicularão Brescia x Napoli, uma interessante oportunidade de ver a reação partenopea depois do fim da invencibilidade do time de Mazzarri no San Paolo.
Mas nem pensar que apenas Lavezzi & Cia. merecem atenção, vez que o Brescia do experiente meia Baiocco (acima - Getty Images) terá o hábil brasileiro Eder em campo!
Ainda às 12h00 de Brasília, 15h00 na Itália, jogarão Bari x Udinese; Cagliari x Bologna; Cesena x Sampdoria e Parma x Chievo.
Por fim, a partir das 17h45 e com cobertura da ESPN Brasil, ESPN HD, SporTv e RAI, fecha a rodada o posticipo Catania x Fiorentina, que poderá marcar o retorno do romeno Mutu aos gramados.
Um bom final de semana com muito calcio e ... voto consciente!

quarta-feira, outubro 27, 2010

Momento Panini - Marco Donadel


Depois de uma série de temporadas como protagonista no campeonato italiano, a Fiorentina precisou vencer o Bari no último sábado para deixar a última colocação da Serie A 2010/2011.
E, para derrotar os pugliesi a Viola contou com um estupendo gol de Marco Donadel, que de fora da área recebeu a bola de Marchionni e, com a parte interna do pé, colocou no ângulo oposto do arqueiro Gillet, com a bola ainda tocanda na trave antes de morrer no fundo das redes.
Gol importante para a Fiorentina e especial para o seu autor, um aguerrido centrocampista que em toda a sua carreira só havia marcado outros 6 gols (sendo 3 na Serie A, 1 na Copa Itália, 1 na Europa League e 1 com a U 21 italiana).
Nascido aos 21 de abril de 1983 em Conegliano, comuna na província de Treviso que também revelou Del Piero, Donadel iniciou sua carreira nelle giovanili do Milan e, em 2000, foi integrado ao time principal do clube rossonero.
Treinando ao lado de sumidades como Albertini e Gattuso, o jovem Donadel chegou a estrear profissionalmente pelo Milan, substituindo o argentino Guglielminpietro no 2º tempo do empate contra o Parma em 2 x 2 válido pelo campeonato italiano no dia 04 de março de 2001.
Depois de realizar suas estréias também na Copa Itália e na Europa League na temporada seguinte ainda com o Milan, Donadel, como a maioria dos jovens italianos formados nos principais clubes da Bota, foi emprestado ao Lecce para ganhar experiência.
Com os salentini, sob o comando de Delio Rossi, tendo o trio ofensivo formado por Chevanton, Vucinic e Bojinov e formando dupla com o argentino Ledesma no meio de campo, Donadel foi peça importante na campanha que resultou na promoção do Lecce à Serie A, participando de 29 dos 38 jogos da vitoriosa campanha.
Porém, os dirigentes do Milan optaram por não renovar o empréstimo deste volante de bom passe com o Lecce, preferindo enviá-lo à Parma, onde Donadel foi ser comandado, pela primeira vez, por Prandelli.
Na Emilia Romagna, Donadel (a figurinha do alto é exatamente da temporada 2003/2004) confirmou seus dotes em um time que terminou no 5º posto e tinha, ainda, o goleiro Frey, o meia Marchionni e o atacante Gilardino, todos companheiros de Fiorentina atualmente.
Porém, a peregrinação deste meia de 1,79 m por 73 kg ainda não havia terminado e, para o campeonato 2004/2005, Donadel foi emprestado à Sampdoria.
Mas a passagem de Donadel em Gênova não foi das mais felizes e, sem muito espaço diante do duo Palombo-Volpi, ainda em janeiro de 2005 trocou a camisa blucerchiata pela viola, sempre por empréstimo.
Apesar da Fiorentina ter terminado em posição periclitante aquele campeonato, as boas atuações de Donadel estimularam os irmãos Della Valle a desembolsarem cerca de 1,3 milioni di euro para agregar definitivamente o então capitano da U 21 de Gentile ao plantel gigliatto.
A opção acabou se mostrando das mais acertadas, pois com a chegada de Prandelli já na temporada seguinte, a Fiorentina começou sua rotina de boas colocações na Serie A, sempre com Donadel como peça importante na meia cancha (na figurinha acima, à esquerda, Donadel na temporada 2009/2010).
Jogador discreto, daqueles que pouco aparecem para o torcedor, Donadel participou com a Itália das Olimpíadas de 2004 (tendo conquistado a medalha de bronze) e foi campeão europeu U 21 também em 2004, mas ainda não teve qualquer chance na Azzurra principal.
Quem sabe agora, com a chegada de Prandelli ao comando do selecionado italiano, não chegou a hora desse meia desfilar seu futebol eficiente também com a Azzurra?

Marcadores:

Na Última Vez ...

L'Enigma


A 9ª rodada da Serie A 2010/2011 vai começar na sexta e já no sábado terá seu 'Match Clou', o imperdível Milan x Juventus!
Atualmente ocupando a vice-liderança da competição, o Milan deve contar com o retorno de Ronaldinho, enquanto a Juventus, 5ª colocada, não vai ter o sérvio Krasic, seu grande destaque nesse início de temporada.
De qualquer maneira, vale lembrar que no campeonato 1996/1997, mesmo com uma defesa formada por Vierchowod e Baresi e tendo Maldini na lateral esquerda, o time rossonero foi goleada por 6 x 1 em pleno San Siro (na foto acima, Boban contra Boksic - Guerin Sportivo).
E agora, como vai terminar o clássico?
Vamos participar que este é o III Desafio Calcio Serie A, que vai premiar o primeiro que somar 10 (dez) pontos com uma flâmula oficial da Internazionale (igualzinha a da imagem acima, medindo 28 x 20 cm) e um exclusivo certificado do blog, sendo que, a cada semana, aquele que primeiramente arrisca o placar correto do jogo escolhido soma 01 (um) ponto.
Atualizada, a classificação dessa brincadeira está assim: 1º Michel Costa (9 pts); 2º Leonardo Mafra (8); 3º JP (5); 4º Pai (4); 5º Alcindo e Raphael Zerlottini (3); 7º Afonso, Braitner Moreira, Lucas e Tiago (2) e 11º Cyntia, Diogo Araujo Triginelli, Eduardo Carvalho, Hugo Ribeiro, !Júlio!, Leonardo Redenção, Marra, MP e Sérgio André (1).

Marcadores:

terça-feira, outubro 26, 2010

O Jogo Da TV (Parte III) - Lazio x Cagliari



Una meteora? Muito provavelmente a Lazio de Reja não ostenterá o scudetto no peito no próximo campeonato, mas ao vencer a 6ª partida em 8 rodadas, fazendo melhor do que a scudettata de Eriksson, essa Lazio começa a lasciare il segno.
Jogando no 4-3-1-2 que por vezes aparentava um 4-4-1-1, com o avante Zárate (abaixo contrastato por Nainggolan - La Presse) recuando para compor o meio de campo, deixando apenas o brasileiro Hernanes a sostegno de Floccari no ataque, os Aquilotti, se não foram brilhantes, deram mostra de grande maturidade se impondo, sem maiores dificuldades, durante boa parte da partida deste domingo contra o Cagliari.
Cagliari que, com a vitória da Fiorentina no sábado e o empate do Parma mais cedo, vai terminar a 8ª giornata da Serie A 2010/2011 como lanterna da competição.
E, se não tem time para figurar nas últimas colocações, pelo menos contra a Lazio o time rossoblù não mereceu melhor destino, vez que o esquema com um único atacante (Matri) e vários trequartisti (Cossu, Lazzari e Pinardi) teve êxito bem modesto, praticamente não incomodando o uruguaio Muslera, que na 1ª etapa só se assustou com um tirocross de Lazzari aos 10', tendo que se jogar aos pés de Matri no rebote para evitar o gol cagliaritano.
Na verdade, a Lazio foi para o intervalo vencendo por 1 x 0 com méritos, apesar do gol que resultou na vantagem ter sido um tanto fortunato: Hernanes cobrou mal falta já na intermediária adversária, a bola voltou para o brasileiro (abaixo combatido por Agostini - Reuters), que a chutou novamente em direção ao gol e, desta vez, chegou até Mauri, que acabou ajeitando como pôde a pelota para Floccari, habilíssimo em concluir da entrada da área de chapa no canto da meta defendida por Agazzi, que nada foi capaz de fazer para evitar o tento laziale.
No 2º tempo, Bisoli mandou a campo o brasileiro Nenê no posto de Lazzari, corrigindo, assim, uma das principais deficiências do seu Cagliari, que tinha Matri muito isolado no meio da segura defesa biancoceleste, formada pelos centrais Biava e Dias.
Porém, foi a Lazio que voltou a marcar, logo aos 8', em mais uma jogada em que contou com um tanto de sorte, vez que o cruzamento de Floccari parecia ter como destinatário Hernanes, mas o brasileiro acabou passando da bola e só conseguiu resvalar na pelota, que subiu e acabou de encontro ao peito de Mauri, que jogou a bola para o fundo das redes.
Aí, quando a partida parecia definida, o Cagliari resolveu jogar e, com Nenê muito voluntarioso, diminuiu aos 14', com Matri (na foto abaixo marcado por Biava - Locci) concluindo de cabeça cruzamento de Cossu, depois de bobeada de Radu.
O Olimpico chegou a tremer, com o Cagliari criando, ao menos, duas boas oportunidades em seguida para empatar, ambas com Matri - na primeira o avante testou por cima da meta de Muslera e na segunda o goleiro uruguaio foi eficaz em defender chute rasteiro do avante sardo.
Reja, então, sacou Hernanes para colocar seu compatriota Matuzalem e, em seqüência, trocou Zárate por Rocchi, com o atacante de Venezia dando novo ânimo ao ataque laziale e protagonizando o lance mais discutido da partida, vez que pareceu clara a penalidade máxima cometida por Astori aos 38', mas o árbitro Mazzoleni optou por mandar a partida seguir.
No final, mesmo contra o Cagliari com 3 atacantes puros, uma compacta Lazio de Reja mereceu a vitória que assegurou, por pelo menos mais uma semana, a liderança dos romanos.
O tabellino:
Lazio: Muslera; Lichtsteiner, Biava (88' Stendardo), Dias, Radu; Brocchi, Ledesma, Mauri, Hernanes (67' Matuzalem); Zárate (75' Rocchi), Floccari. All. Reja.
Cagliari: Agazzi; Perico, Canini, Astori, Agostini; Biondini, Nainggolan (81' Acquafresca), Lazzari (55' Nenê), Cossu, Pinardi (75' Laner); Matri. All. Bisoli.
Gols: 21' Floccari, 53' Mauri, 59' Matri.
Árbitro: Mazzoleni.
Cartões amarelos: Perico, Nenê e Astori.
Abaixo, os highlights da partida:

video

eXTReMe Tracker