Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, maio 03, 2008

Match Clou - 36ª Rodada 2007/2008



Um Derby della Madonnina já é, por si só, um acontecimento e tanto! Agora, o de amanhã, com a Inter podendo conquistar um inédito tricampeonato e o Milan precisando da vitória para continuar na busca por uma importantíssima vaga na próxima Uefa Champions League, é simplesmente imperdível!
Para o confronto, objeto de declarações minimizadoras do lado rossonero (o site oficial do clube divulgou que a partida é igual as demais na corsa milanista rumo à Champions), o técnico Ancelotti não poderá contar com vários brasileiros, dentre eles, obviamente, o avante Ronaldo, que parece estar se divertindo muito no Rio de Janeiro...
Brincadeiras à parte, também estão fora do confronto Dida, Emerson e Serginho, além do capitão Maldini, que é o recordista de presenças no embate, com 20 aparições desde 1985.
Assim, a defesa rossonera, com Kalac no gol, deve ser composta, da direita para a esquerda, por Bonera, Nesta, Kaladze e Favalli, enquanto Gattuso (à direita - Insidefoto) e Ambrosini devem ser os volantes de contenção, permitindo a Pirlo maior liberdade de ação no centrocampo logo atrás de Seedorf e Kaká, enquanto Inzaghi (abaixo - Insidefoto), em ótima fase, deve mais uma vez ser o atacante, relegando o brasiliano Pato e o azzurro Gilardino à panchina.
Do lado nerazzurro, Mancini tem problemas mais sérios, vez que o estroso Ibrahimovic continuará ausente, assim como o português Figo e os convalescentes Cordoba, Dacourt e Samuel.
A tendência é que a Inter comece no 4-3-1-2, com: Júlio César; Maicon, Chivu, Materazzi e Maxwell; Vieira, Cambiasso, Zanetti e Stankovic; Crespo e Cruz.
De qualquer maneira, embora partindo do banco, é grande a expectativa no sentido que o garoto prodígio Balotelli entre no decorrer da partida e participe, assim, de seu 1º Derby - o portiere brasiliano Júlio César chegou a exclamar: "Sarà il derby di Balotelli".
Se Super Mario e também Pato poderão ser protagonistas de suas primeiras sfide stracittadine, Crespo, Favalli, Pirlo, Seedorf e Vieira (abaixo - Insidefoto) já jogaram de ambos os lados.
Porém, ao que parece, esse negócio de trocar de clube não está com nada em matéria de Derby, pois todos os jogadores que mais apareceram no confronto foram verdadeiras bandieri em seus clubes: depois de Maldini, aparecem, em seqüência, Gianni Rivera (17), Giuseppe Bergomi Bergomi (15), Giacinto Facchetti (15), Franco Baresi (14) e Sandro Mazzola (14).
Já em número de gols dividem a primazia o brasileiro José Altafini, autor de 7 tentos entre 1958 e 1964 envergando a camisa rossonera, e o italiano Giuseppe Meazza, autor do mesmo número de gols entre 1929 e 1936, sempre com a maglia azul e preta.
No cômputo geral da Serie A com o mando de campo do Milan, foram 105 gols nerazzurri contra 94 rossoneri, que levam desvantagem também no número de vitórias: 28 a 23, com ainda 22 nulle.
Aliás, na temporada passada, a partida terminou em incríveis 4 x 3 para a Inter, que chegou a fazer 3 x 0, mas depois quase permitiu a reação rossonera, valendo a pena conferir os melhores momentos do jogaço no vídeo mais abaixo.
Portanto, olho na telinha às 10h00 de domingo, pois outro Derby Scudetto, sabe-se lá quando!


video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

L'Enigma


Pode não estar na cara, mas o jogador à esquerda (Calciatori), muito provavelmente, vai participar da próxima Champions League, bem como tem boas possibilidades de participar da Euro 2008.
Qual sua identidade?
Na próxima quarta os acertadores!

Marcadores:

Na Última Vez ...

sexta-feira, maio 02, 2008

Rodada traz 'Derby' sensacional!


Embora a stracittadina di Milano envolvendo Milan e Inter seja, legitimamente, o centro das atenções desta 36ª giornata (antepenúltima) da Serie A 2007/2008, até porque uma vitória nerazzurra selará o tricampeonato da equipe comandada por Roberto Mancini, outros interessantes embates também ocorrerão no próximo domingo, quando todas as 10 partidas da rodada começarão às 10h00 de Brasília.
Além do Derby della Madonnina, que terá transmissão da ESPN, RAI e TV Esporte Interativo, a ESPN Brasil promete veicular Sampdoria x Roma, cotejo importantíssimo não só para a Lupa Capitolina de De Rossi (ao lado - Insidefoto), mas também imprescindível para as pretensões blucerchiati, ainda com chances matemáticas de chegar à Champions League.
Outro jogo relevante é o confronto Torino x Napoli, principalmente pela posição pouco confortável do Toro, que deverá entrar em campo disposto em um 4-1-4-1, com Barone, Di Michele, Ventola e Recoba relegados ao banco de reservas.
Partida de grande importância é também Cagliari x Fiorentina, com a equipe da Sardenha protagonista de um excelente girone di ritorno (25 pontos até aqui, contra apenas 10 em todo o girone d'andata) enfrentando uma Viola frustrada com a melancólica eliminação na semi-final da Copa U.E.F.A., que ainda correspondeu ao término da passagem de Vieri por Florença, já que o veterano atacante acabou se machucando nas cobranças de pênalti e não terá seu contrato renovado para a próxima temporada.
Porém, mesmo sem Bobone (e também Donadel, Montolivo e Cacia), Prandelli sabe que o compromisso na Sardenha é importantíssimo para a Fiorentina na busca pela classificação à próxima Champions League e vem tentando recuperar psicologicamente seus jogadores.
Ainda de olho em uma vaga nas próximas competições européias está também a Udinese, que vai até a Toscana enfrentar o Empoli, preocupadíssimo com o rebaixamento.
Aliás, em situação delicadíssima está o Parma do goleiro Bucci (à esquerda - Villa), que precisa da vitória a todo custo contra o Genoa no Ennio Tardini.
O brasileiro Reginaldo, atual partner da famosa showgirl Elisabetta Canalis (ex de Vieri e Blasi), está confirmado no ataque crociato e resumiu bem a estratégia que será adotada pelo argentino Cuper: "dobbiamo vincere senza dimenticare che ci sono novanta minuti per raggiungere l’obiettivo”.
Completam a rodada: Atalanta x Livorno; Catania x Reggina; Lazio x Palermo e o confronto entre bianconeri Siena x Juventus.

quinta-feira, maio 01, 2008

A Itália Na Europa


Depois de 210' de um futebol muito aquém do esperado e 9 cobranças de pênaltis, acabou o sonho viola de chegar a sua 5ª final continental (nas 4 anteriores, 1 sucesso - nela Coppa delle Coppe de 1961 - e 3 fracassos - na mesma Coppa delle Coppe de 1963, na então Coppa dei Campioni de 1957 e na Copa U.E.F.A. de 1990), com os escoceses do Rangers indo fazer uma surpreendente finalíssima com os russos do Zenit Sint-Petersburg, que despachou o todo favorito Bayern München do artilheiro ex viola Luca Toni por estrondosos 4 x 0.
Mas que a ainda mais pífia atuação do clube alemão não sirva de atenuante para a péssima apresentação dos comandados de Prandelli, que foram eliminados por uma equipe que, consciente de sua inferioridade no plano técnico, confiou na loteria dos pênaltis desde quando a bola rolou pela 1ª vez em Glasgow na semana passada (vide Na Última Vez ... no final do post).
Em Florença, quase 40.000 spettatori cantaram o hino da Fiorentina e empurraram seus jogadores rumo à vitória durante os 90' regulamentares mais a prorrogação, mas Pazzini (ao lado contra Weir - Ap) & Cia. foram incapazes de violar o muro armado pelo manager Walter Smith, que colocou o capitão Barry Ferguson para marcar implacavelmente a fonte del gioco viola Liverani.
Daí, foi uma partida muito pouco interessante de ser acompanhada, com o 1º chute a gol só ocorrendo aos 20' ad opera di Montolivo, ainda assim de fácil defesa para o goleiro Alexander.
Prandelli bem que tentou, colocando Vieri e Semioli nos postos de Pazzini e Santana, mas de nada adiantou ainda a expulsão do avante Cousin dos Gers na prorrogação, com a partida sendo decidida, efetivamente, na cobrança de pênaltis.
Aí, na 1ª cobrança, defesa de Frey no chute dele, Ferguson!
Depois, Kuzmanovic e Montolivo transformaram suas penalidades e quando a Fiorentina dava a impressão de que venceria o anti-jogo escocês, eis que Liverani permitiu a defesa do arqueiro scottish, deixando tudo igual.
Mas não foi só, pois Mutu não teve nem a chance de fechar a série pela Fiorentina depois que Vieri chutou a sua por cima do travessão e o espanhol Nacho Novo converteu a que lhe cabia (acima - Ap), sacramentando a classificação do Rangers para a sua 4ª final continental.

Marcadores: ,

Na Última Vez ...

Especiais Do Mês


Lá se foi o mês de abril e com ele o Calcio Serie A comemorou 900 postagens e 30.000 visitantes!
Mas não foi só, o mês também foi especial para a 'Momento Panini' que, ilustrada pelas belíssimas figurinhas do álbum Calciatori da Panini, abordou as carreiras dos italiani doc Marco Borriello (http://calcioseriea.blogspot.com/2008/04/momento-panini-marco-borriello.html), Matteo Brighi (http://calcioseriea.blogspot.com/2008/04/momento-panini-matteo-brighi.html), Claudio Bellucci (http://calcioseriea.blogspot.com/2008/04/momento-panini-claudio-bellucci.html) e Francesco Cozza (http://calcioseriea.blogspot.com/2008/04/momento-panini-francesco-cozza.html), todos protagonistas da atual Serie A.
A 'L'Enigma', onde toda semana os nossos leitores são convidados a elucidar a identidade de um jogador misterioso, continuou sendo a coluna mais participativa de todas, com a disputa pelos prêmios do blog ficado acirradíssima!
Mas a bola também rolou por aqui com a análise de 4 rodadas completas da Serie A e seus respectivos 'Match Clou', incluindo um sensacional Juventus x Milan pela 33ª giornata.
Ao todo, foram 8 partidas na 'O Jogo Da TV' e as demais relatadas na 'Panorama Da Rodada', com a ''B' Em Pílulas' registrando os principais fatos de uma cada vez mais agitada Serie B.
A participação de Roma e Fiorentina nas competições européias foi objeto da 'A Itália Na Europa', enquanto a 'Você Sabia ...' continuou trazendo curiosidades dos mais remotos campeonatos italianos de Calcio!
Agora, a grande novidade foi a disseminação de vídeos no Calcio Serie A, sempre com o intuito de propiciar uma mais completa informação e total interação com nossos leitores, aos quais vai o nosso muito obrigado!

Marcadores: ,

Na Última Vez ...

quarta-feira, abril 30, 2008

L'Enigma - La Soluzione


E Lady Cyntia mais uma vez desbancou os marmanjos leitores do Calcio Serie A e desvendou, com a habitual precisão, que o perugino à esquerda (La Presse) é o filho do ditador líbio (desde 1969) Muammar Gheddafi (ou Khadafi como chamamos aqui no Brasil), Al Sa'adi Gheddafi.
Independentemente da grafia, Gheddafi é uma das mais piturescas personagens da Serie A dos últimos anos: capitão da seleção líbia e presidente da federação local (Libyan Football Federation em inglês), Gheddafi jogou no Al-Ittihad até se transferir ao Perugia do vulcânico Gaucci em 2003, onde ha giocato uma única partida oficial, exatamente contra a Juventus, da qual um consórcio líbio supostamente controlado por seu pai detem uma participação acionária.
Depois, em 2005, não certo por suas qualidades técnicas, Gheddafi passou à Udinese, onde apareceu algumas vezes na panchina (foto à direita - La Presse) e disputou 10' contra o Cagliari na penúltima rodada do campeonato 2005/2006.
Como não fosse suficiente, posteriormente Gheddafi (que neste interregno ainda esteve envolvido em um caso de doping) apareceu no plantel da Sampdoria, cujo presidente é um empresário do ramo petrolífero (!), mas, para felicidade dos gramados italianos, não chegou a atuar pelo clube blucerchiato.

Marcadores:

Na Última Vez ...

terça-feira, abril 29, 2008

Momento Panini - Francesco Cozza


O centrocampista Francesco Cozza é um daqueles típicos jogadores de um clube só.
Não que Ciccio tenha vestido apenas a camisa da Reggina - muito pelo contrário, Cozza trocou de clube 12 vezes em sua carreira, mas o melhor de si só conseguiu exprimir efetivamente apenas na cidade de Reggio Calabria.
Nascido aos 19 de janeiro de 1974 em Cariati, uma pequena comuna na costa do Mar Adriático na Calábria (região que ocupa o 'dedo' da península itálica, ao sul de Nápoles), mais precisamente na província de Cosenza, Cozza entrou muito cedo no vivaio da Reggina, então navegando pelas Series C1 e C2 do Calcio.
Depois de 6 anos nas categorias de base da equipe amaranto, Cozza passou, ainda bastante giovanissimo (18 anos), ao todo poderoso Milan, onde foi integrar a squadra primavera ao lado dos vários Francesco Coco, Roberto D'Aversa, Fabio Moro e Massimo Oddo.
Aí, em julho de 1994 Ciccio foi emprestado ao Reggiana, clube da cidade de Reggio Emilia (perto de Bologna) e então na Serie A, com o qual fez seu esordio na máxima divisão do Calcio em 18 de setembro de 1994 face ao Bari, substituindo o meia Sgarbossa na etapa complementar.
Porém, ainda em dezembro daquele mesmo ano, após apenas outras duas presenças na Serie A (para a sua posição de trequartista o técnico Marchioro tinha as opções dos consagrados Futre e Mateut), Cozza passou ao Vicenza, na Serie B, onde terminou a temporada 1994/1995 conquistando sua 1ª promoção à Serie A.
Foi ainda em 1994 que Cozza chegou a Under 21 italiana, na qual estreou substituindo o bianconero Tacchinardi no amistoso disputado contra a pari rappresentativa da Romênia realizado em Catanzaro, jogando ao lado de Cannavaro, Inzaghi e Delvecchio.
Embora promettente, aquele jovem ainda não estava pronto para integrar o fantástico plantel milanista, à época comandado por Capello, razão pela qual foi fazer mais um 'estágio' na Serie B, dessa vez defendendo a Lucchese.
Na stagione 1996/1997 foi a vez de Cozza, sempre in prestito, ir parar no Cagliari (figurinha acima), com o qual disputou sua primeira temporada completa na Serie A, totalizando 3 gols em 28 partidas, insuficientes para evitar o descenso sardi após um spareggio contra o Piacenza.
Sem ter mais a confiança dos dirigentes de Via Turati, Ciccio assinou com o Lecce, clube que defendeu nas duas temporadas seguintes, sendo a derradeira na Serie B.
Aí, em janeiro de 1999, la svolta, com Cozza voltando às suas origens e à Reggio Calabria.
Depois de uma primeira temporada prejudicada por contusões, Cozza se transformou em peça fundamental no centrocampo amaranto, logo conquistando os tifosi e se tornando capitão da equipe.
Até 2004, quando foi cooptado pelo ambicioso projeto do presidente Preziosi e se transferiu ao Genoa, foram 6 temporadas de Cozza no Oreste Granillo, sendo 4 na Serie A, totalizando 102 partidas e 19 gols na principal divisão do futebol italiano, o que o tornaram não só o maior marcador do clube, mas também o jogador que mais vestiu a camisa da Reggina na Serie A.
A passagem de Cozza pela Liguria foi bastante breve, com o jogador terminando a temporada 2004/2005 já no Siena, na Serie A.
Depois de disputar apenas a 1ª rodada da stagione seguinte na equipe bianconera da Toscana, Cozza retornou à Reggina, com a qual terminou uma temporada fantástica, coroada por 9 gols.
Dotado de uma refinada habilidade, Cozza é um daqueles jogadores que talvez colhesse mais sucesso se tivesse nascido alguns anos antes, vez que, às vezes, não parece plenamente adaptado a correria do futebol moderno, sendo muitas vezes preterido por técnicos que optam por jogadores, digamos, mais guerreiros.
De qualquer maneira, depois de mais uma passagem pelo Siena (na última temporada), Cozza está demonstrando ser um jogador fundamental para a salvezza da Reggina (a figurinha do alto, à esquerda, é do campeonato in corso), inclusive anotando a doppietta decisiva da última rodada contra o Parma.

Marcadores:

Na Última Vez ...

segunda-feira, abril 28, 2008

'B' Em Pílulas


* O Bologna lutou até o último minuto, mas faltando 5 rodadas para o término da Serie B, perdeu a 2ª colocação para o Albinoleffe, vitorioso no confronto direto válido pela 37ª giornata;
* Jogando no Atleti Azzurri D'Italia, a equipe do técnico Gustinetti venceu o duelo com uma cobrança de falta de Carobbio (ao lado contra Mingazzini - Grazia Neri) e agora tem 2 pontos de vantagem sobre o time rossoblù;
* A liderança, não obstante o empate de 1 x 1 com o Pisa (gols do nigeriano Obinna e de D'Anna), é do Chievo, que soma 77 pontos, 3 a mais que o Albinoleffe;
* Com a vitória de 3 x 1 sobre o desesperado Ravenna, o Lecce do atacante Abbruscato ocupa agora a 3ª posizione, estando 1 ponto à frente do Bologna, que ficou nos 72;
* Praticamente condenado à Serie C está o Cesena do goleiro brasileiro Arthur, que não passou de 1 x 1 em casa contra a Triestina, embora a adversária tenha jogado desde os 12' com um jogador a menos, diante da expulsão de Pesaresi;
* Pela equipe de Trieste marcou o uruguaio Pablo Granoche, que chegou aos mesmos 24 tentos anotados por Denis Godeas do Mantova, com quem passa a dividir a artilharia da Serie B;
* A favor de Godeas o fato de ter convertido 1 único pênalti, enquanto Granoche marcou 7 de seus gols em penalides máximas.

Marcadores:

Na Última Vez ...

Panorama Da Rodada


O duplo confronto Roma x Turim foi o ápice da 35ª rodada da Serie A 2007/2008!
Assim, quando Chiellini fez 1 x o para a Juve contra a Lazio no Olimpico di Torino aos 15', quase concomitantemente o chileno Pizarro fez 1 x 0 para a Roma sobre o Torino no Olimpico della Cittá Eterna.
Depois, quando Vucinic ampliou para a Lupa aos 20', Camoranesi aumentou para a Juve aproveitando uma belíssima linha de passe dentro da área laziale aos 21'!
Ao final da 1ª etapa, tanto Roma quanto Juve venciam facilmente seus adversários por 4 x 0, com o brasileiro Mancini, com uma doppietta, completado o marcador em Roma e Del Piero (recebendo assistência de Zanetti - ao lado contra o mais uma vez deludente Baronio - Grazia Neri) e Trezeguet em Turim.
No 2º tempo, a Lazio até esboçou uma reação, diminuindo a contagem com gols de Bianchi e Siviglia (que posteriormente foi expulso), mas, no final, quem voltou a marcar foi o difensore Chiellini que, com a sua primeira doppietta, assegurou a Juventus na próxima Champions League (para maiores informações sobre esta peleja, vide post no excelente blog 'Bianconero Portoghese' - http://bianconero-portoghese.blogspot.com/2008/04/com-um-p-na-champions.html - e vídeo com os melhores momentos ao final deste).
Em Roma, sempre na etapa complementar, coube a Ventola anotar o de honra granata, que estão em situação cada vez mais complicada na tábua de classificação.
Mas, se não deu show, mais uma vez uma cínica Internazionale roubou a cena e venceu, com gols de cabeça de Cruz e Materazzi, um ben messo in campo e aggressivo Cagliari, que deu bastante trabalho e ainda diminuiu com o biondo Biondini (que trocadilho!) no final (à esquerda, acima, Biondini, Cruz - com a bola -, Stankovic e Cossu - Grazia Neri).
Pippo Inzaghi (mais abaixo, à direita, com Galante e Kaká - Grazia Neri) continuou em seu estado de graça e realizou uma tripletta (agora, são 8 gols nas últimas 4 rodadas) na vitória do Milan sobre o lanterna Livorno no Armando Picchi por 4 x 1, com o placar sendo completado pelo holandês Seedorf e pelo croata Knezevic.
Com a vitória, o Milan ficou apenas 2 pontos atrás da Fiorentina e conseguiu abrir outros 2 de vantagem sobre a Sampdoria, que empataram no principal cotejo da rodada (http://calcioseriea.blogspot.com/2008/04/o-jogo-da-tv-fiorentina-x-sampdoria.html), indo para o Derby contra a líder e rivalíssima Internazionale motivado por duas goleadas consecutivas.
Agora, jogo morno mesmo foi Palermo x Atalanta que, disputado em ritmo muito lento por duas equipes que já se consideram em férias, terminou como começou, assim como Napoli x Siena, onde ainda se viu uma equipe partenopea bastante propositiva, mas pouco concreta dentro da área.
Quem não se deixou abalar foi o Empoli de Gigi Cagni, que visitou o Marassi e venceu um não tão motivado Genoa por 1 x 0, gol do meia Abate servido por um ótimo Giovinco, cada vez mais próximo de voltar à Casa Juve.
Em Udine, o time da casa se recuperou do tropeço frente a Sampdoria na última rodada e bateu o ex time de seu técnico Marino, o Catania, por 2 x 1, com gols dos sempre perigosos Di Natale e Quagliarella, com o temporário empate anotado pelo bom peruano Vargas.
Por fim, partida dramática foi a de Reggio Calabria, onde a Reggina superou o Parma em um verdadeiro spareggio salvezza por 2 x 1.
Com vários desfalques (Budan, Corradi, Couto, Falcone, Gasbarroni, Mariga, Pisanu, ...) em um elenco já limitado, o argentino Cuper teve que lançar mão, durante o transcorrer da partida, de esordienti como o seu connazionale e meia Leandro Martinez (classe 1989 e formado nas categorias de base do próprio Parma) e o atacante sérvio Aleksandar Prijovic (nascido em 1990 e também primavera crociato), e acabou, após a expulsão (rigorosa) do zagueiro Paci (foi o 4º cartão vermelho recebido por jogadores do Parma nas últimas duas partidas, totalizando 10 na temporada), saindo derrotado, de virada concretizada por 2 gols do capitano amaranto Cozza (acima, à esquerda, o do momentâneo pareggio), que rebateu a vantagem inicial materializada por Cigarini cobrando pênalti.
Faltando apenas 3 rodadas, a classificação da Serie A está assim: 1º Internazionale (81 pts); 2º Roma (75); 3º Juventus (70); 4º Fiorentina (60); 5º Milan (58); 6º Sampdoria (56); 7º Udinese (54); 8º Genoa (48); 9º Napoli (47); 10º Palermo (43); 11º Atalanta (42); 12º Lazio (40); 13º Siena (39); 14º Catania (35); 15º Cagliari (35); 16º Torino (34); 17º Empoli (33); 18º Reggina (33); 19º Parma (31) e 20º Livorno (30).


video

Marcadores: , ,

Na Última Vez ...

domingo, abril 27, 2008

O Jogo Da TV - Fiorentina x Sampdoria



No 'Match Clou' Fiorentina x Sampdoria o vencedor foi ... o Milan!
Afinal, se o empate em 2 x 2 não alterou a posição dos protagonistas na tabela, possibilitou à equipe rossonera de Milão diminuir seu gap para a Fiorentina e, consequentemente, para a 4ª colocação da Serie A, para apenas 2 pontos.
Mas, voltando ao jogo de Florença, embora a equipe viola tenha um importantíssimo confronto na próxima quinta-feira válido pela semi-final da Copa U.E.F.A. contra o Glasgow Rangers, Prandelli, ciente da importância do confronto contra os blucerchiati, optou por escalar dentre os titulares Ujfalusi e Kuzmanovic, cotados nas prévias para serem poupados, colocando Donadel (acima contra Palombo - Grazia Neri) e Montolivo ao lado do centrocampista serbo.
Supresa mesmo foi a entrada do ítalo-argentino Osvaldo no lugar de Vieri no comando do ataque gigiliato, já que Pazzini estava suspenso.
Pela Samp, Mazzarri repetiu o mesmo 11 que começou contra a Udinese, com exceção do lesionado Campagnaro, que deu lugar a Gastaldello na defesa.
Apesar da conturbada e desgastante viagem realizada da Escócia à Itália alguns dias antes, a Fiorentina começou muito disposta, valorizando a posse de bola e forçando a Sampdoria, bem disposta taticamente, a ficar restrita a sua metade de campo.
Porém, apesar do netto predominio territoriale dei viola, a 1ª etapa terminou apenas com um palo de Kuzmanovic e o 0 x 0 estampado no marcador.
O 2º tempo começou da mesma forma que o 1º terminou, com a Fiorentina atacando e a Sampdoria aproveitando os contra-ataques puxados por Bellucci e Cassano, que, aos 18', acabou servindo para o ala Maggio, camisa 7 blucerchiato, realizar o seu 7º gol stagionale (foto acima - Fornasari).
Daí, a Fiorentina sentiu o colpo e a Sampdoria deu a impressão de que poderia matar o jogo, mas Prandelli, que já tinha trocado o pouco produtivo Osvaldo por Vieri, mandou a campo Liverani e Semioli com o intuito de buscar o empate e acabou alcançando-o aos 33', quando Bobone aproveitou um cruzamento de Mutu para anotar seu gol de nº 140 na Serie A (o que o torna, ao lado do sampdoriano Montella, que apareceu no banco de reservas depois da longa recuperação, o 25º maior artilheiro da história do Calcio).
Aí, foi a vez da Fiorentina voltar a dominar o cotejo, com Mutu procurando e convertendo um rigore aos 39'.
Vitória viola assegurada? Que nada, Mazzarri jogou sua última cartada inserindo o aríete e grandalhão Bonazzoli no lugar de Franceschini e exatamente o avante de Asola (Mantova) fez o papel de torre para Gastaldello empatar novamente a partida aos 93', para frustação dos quase 36.000 tifosi viola presentes ao Artemio Franchi.
O tabellino do ótimo resultado para o Milan:
Fiorentina: Frey; Jorgensen, Ujfalusi, Gamberini, Pasqual; Donadel, Kuzmanovic (66' Liverani), Montolivo; Santana (73' Semioli), Osvaldo (55' Vieri), Mutu. All. Prandelli.
Sampdoria: Mirante; Gastaldello, Lucchini, Accardi; Palombo, Delvecchio (55' Sammarco), Franceschini (86' Bonazzoli), Maggio, Pieri; Cassano (ao lado contra Kuzmanovic - Sampdoria) (76' Volpi), Bellucci. All. Mazzarri.
Gols: 63' Maggio, 78' Vieri, 84' Mutu (pênalti), 93' Gastaldello.
Árbitro: Rosetti.
Cartões amarelos: Pieri, Accardi, Donadel, Maggio e Montolivo.

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

Você Sabia ...


* Que o título de 1907 foi o 3º e último scudetto conquistado por Herbert Kilpin, co-fondatore, primeiro capitão e primeiro treinador rossonero?
* Que Kilpin, nascido em 24 de janeiro de 1870 em Nottingham (Inglaterra), foi também sócio-fundador do International Football Club Torino, uma das sociedades precursoras do calcio na Itália e que posteriormente originaria o atual Torino?
* Que Kilpin (à direita com o uniforme do Milan), que jogou tanto de stopper, como também de regista e centroavante, disputou sua última partida em 12 de abril de 1908 contra o Narcisse Sport de Montreaux (Suíça), amargurado com a decisão da Federazione que vetara a participação de estrangeiros nas equipes italianas?

Marcadores:

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker