Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, outubro 04, 2008

O Jogo Da TV (Parte II) - Internazionale x Bologna



Depois da derrota para os cugini rossoneri - sempre doída - e do passo falso na UCL contra o Werder Bremen, a Internazionale targata Mourinho reencontrou a vitória, a liderança da Serie A e, principalmente, o bom futebol.
O placar final de 2 x 1 contra o Bologna neste sábado não espelhou o que foi o jogo, amplamente dominado pelos interisti, que terminaram a partida com 61,8% de posse de bola e 57,0% de vantaggio territoriale.
Jogando no 4-4-2 com a coppia Adriano e Ibrahimovic davanti e Quaresma e Mancini sulle fasce, a Inter não teve maiores dificuldades em controlar as ações, embora o centrocampo rossoblù com Mudingayi (ao lado contra Muntari - Vignoli), Volpi e Amoroso tenha começado demonstrando alguma consistência.
Porém, a opção de Arrigoni de impostar Marchini e Bombardini, dois meias de origem, como alas, se mostrou desastrosa, já que a Inter soube explorar muito bem a pouca confidência de ambos com a posição.
Assim, foi pelo lado direito da defesa do Bologna que Adriano encontrou Ibrahimovic na entrada da pequena área, com o sueco pintando um golaço di tacco aos 25' (ao lado a conclusão do nerazzurro - Inter - que merece ser vista - e revista - no vídeo ao final do post).
Se a Inter já tinha o controle do jogo, em vantagem no marcador seu domínio ficou ainda mais evidente e, salvo um chute de Volpi aos 40' que exigiu a intervenção de Júlio César, os derradeiros minutos do 1º tempo foram um vero e próprio assalto interista à área protegida pelo veterano Antonioli.
Mal começou a 2ª etapa e o ex blucerchiato Volpi interceptou a bola com a mão, dentro da área é pênalti! Coube ao brasileiro Adriano cobrar e comemorar seu 1º gol na temporada.
O jogo caminhava para um monótono ataque contra defesa quando, aos 56', uma bobeada incrível de Zanetti e Cordoba propiciou a um surpreso Moras descontar a vantagem interista, marcando para o Bologna depois de 4 partidas transcorridas em branco (curiosamente, os 3 gols anotados pela equipe treinada por Arrigoni na Serie A foram todos no Giuseppe Meazza!).
Mas o desejum rossoblù não impediu a vitória nerazzurra (e a 5ª derrota consecutiva do Bologna!), merecendo registro ainda as estréias do brasileiro Coelho (à direita contra Zanetti - Schicchi) no Bologna e do nigeriano Obinna na Inter, bem como a contusão sofrida pelo colombiano Rivas.
O tabellino:
Inter: Júlio César; Maicon, Rivas (73' Cambiasso), Cordoba, Zanetti; Vieira, Muntari, Mancini (74' Stankovic), Quaresma (88' Obinna); Adriano, Ibrahimovic. All. Mourinho.
Bologna: Antonioli; Marchini (79' Coelho), Moras, Terzi, Bombardini; Mudingayi, Volpi (64' Marazzina), Amoroso, Adailton (64' Zenoni); Valiani, Di Vaio. All. Arrigoni.
Gols: 25' Ibrahimovic, 50' Adriano (pênalti), 56' Moras.
Árbitro: Ciampi.
Cartões amarelos: Cordoba, Quaresma, Marchini e Moras.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

O Jogo Da TV (Parte I) - Lazio x Lecce



É realmente a Serie A mais equilibrada dos últimos tempos! Só assim para justificar a dificuldade encontrada pela líder Lazio contra o neopromosso Lecce na abertura da 6ª rodada.
Jogando no Olimpico e tendo apenas o solito desfalque do atacante Rocchi (que ainda não estreou na temporada), os biancocelesti entraram em campo motivados pela ótima campanha (bem como pela excelente vitória sobre a Atalanta no meio de semana pela Copa Itália) e com um tandem ofensivo de respeito: Pandev (acima em ação - Grazia Neri) e Zárate, autores de 10 gols nas primeiras 5 rodadas do italiano - mais do que qualquer outro time inteiro -, tendo ainda o suporte dos habilidosos Foggia e Mauri.
Como esperado, a Lazio não perdeu tempo e começou pressionando, com o Lecce, bem disposto em campo pelo allenatore Beretta e com a defesa comandada pelo ex Stendardo, buscando surpreender nos contra-ataques.
E foi assim que a equipe de Salerno saiu na frente: contropiede puxado por Polenghi, cruzamento na cabeça de Tiribocchi que, mal marcado pelos defensores laziali, fez 1 x 0 para os visitantes (ao lado o momento vincente - Grazia Neri).
Surpreendida, a Lazio partiu em busca do empate, mas, impetuosa, não conseguiu criar grande coisa, com seu metronomo Ledesma (um ex di turno) errando passes fáceis e Pandev aparentando um nervosismo exarcebado.
Para o 2º tempo, Delio Rossi (também um ex) logo inseriu o lateral Kolarov no posto de Radu e Meghni no de Mauri, disposto a colocar mais fervor ofensivo.
A supremacia laziale foi total (a partida terminou com 66,7% da posse de bola e 59,5% de vantaggio territoriale para a equipe da casa, que concluiu 27 vezes contra apenas 7 dos giallorossi, com o avante Tiribocchi, por exemplo, participando de apenas 9 jogadas enquanto esteve em campo), mas o gol não saía.
Aí, aos 83', o volante Brocchi deu lugar para o até então marginalizado Inzaghi, que foi logo conquistando uma punizione dal limite.
Rei dos impedimentos, Inzaghino ainda se deu ao luxo de aparecer na frente da defesa uma vez antes de, novamente sul filo del fuorigioco, acrobaticamente empurrar a bola para o fundo das redes defendidas por Benussi aos 89'!
Depois de uma comemoração raivosa (acima sua grinta - Bartoletti), Inzaghino ainda teve a chance de virar o jogo, mas aí o castigo para o Lecce seria demasiado.
O tabellino do inesperado pareggio:
Lazio: Carrizo; Lichtsteiner, Siviglia, Rozehnal, Radu (60' Kolarov); Brocchi (83' Inzaghi), Ledesma, Foggia, Mauri (51' Meghni); Pandev, Zárate. All. Rossi.
Lecce: Benussi; Polenghi, Stendardo, Fabiano, Esposito; Zanchetta, Giacomazzi, Ariatti, Caserta (70' Boudianski); Castillo (83' Konan), Tiribocchi (73' Cacia). All. Beretta.
Gols: 25' Tiribocchi, 89' Inzaghi.
Árbitro: Pierpaoli.
Cartões amarelos: Pandev, Giacomazzi, Siviglia, Tiribocchi, Benussi e Boudianski.

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

Match Clou - 6ª Rodada 2008/2009



A 6ª rodada da Serie A 2008/2009, que será realizada neste final de semana, reserva um inusitado 'Match Clou' envolvendo duas equipes que, até bem pouco tempo, disputavam o torneio cadetto.
Mas é bom não subestimar o confronto, já que Genoa e Napoli estão entre as equipes que vêm praticando o melhor futebol neste início de temporada, estando a equipe partenopea ainda invicta e na 2ª posição, com 11 pontos conquistados, enquanto o Grifone vem um pouco mais atrás, mas com 100% de aproveitamento no Luigi Ferraris.
Para o jogo deste domingo, o técnico rossoblù Gasperini só não poderá contar com os meias Gasbarroni (contundido) e Olivera (suspenso) e deve proceder a uma séria de alterações em relação ao time que perdeu para a Fiorentina no sábado passado, promovendo o retorno de diversos titulares que foram poupados naquela ocasião.
Por exemplo, na defesa, comandada pelo bom Rubinho (à direita - Tanopress), deve aparecer o ex palermitano Biava, formando com Ferrari e Criscito a retaguarda no 3-4-3 genoano.
No centrocampo a 4, Vanden Borre e Milanetto (abaixo - Tanopress) devem compor o miolo, com os velozes alas Mesto e Modesto aparecendo nas extremidades.
No ataque, Sculli e Palladino devem dar suporte à estrela maior do elenco rossoblù, o argentino matador Diego Milito, que já estufou as redes 4 vezes nesta Serie A.
Do outro lado, Edy Reja deve ser um pouco mais prudente e distribuir os azzurri no 3-5-2, mas, assim como seu adversário, irá promover uma série de alterações em relação a equipe que derrotou o Bologna na última rodada, ocasião na qual vários titulares foram poupados com vistas ao encontro que acabou eliminando o Napoli da Copa U.E.F.A. contra o Benfica na última quinta-feira.
Tendo apenas o uruguaio Bogliacino indisponibile, devem voltar ao time titular o goleiro Iezzo, os defensores Cannavaro e Contini, os meias Gargano (abaixo - Mosca), Maggio e Vitale, bem como o atacante Lavezzi.
Assim, o Napoli deve começar com: Iezzo; Santacroce, Cannavaro e Contini; Gargano, Blasi, Maggio, Vitale e Hamsik; Lavezzi e Zalayeta, permanecendo El Tanque Denis como opção para o transcorrer da partida.
Disputado já 36 vezes com mando de campo do Genoa, o confronto anota clara vantagem do time mandante, que venceu 15 vezes, empatou outras 15 e perdeu apenas em 6 ocasiões, inclusive na temporada 1991/1992, quando Zola, Silenzi, Careca e Alemão marcaram os gols da vitória partenopea por 4 x 3, tendo o tcheco Skuhravy anotando todos os 3 gols da equipe rossoblù, então treinada por Bagnoli e que contava com o brasileiro Branco e o uruguaio Aguilera, dentre outros, como a dupla de zaga Caricola e Collovati.
Desde então, ocorreram 2 empates e 2 sucessos do Genoa, inclusive na derradeira temporada, quando Sculli e Borriello marcaram os gols do jogo.
Confronto de muitos gols (média história de 2,91 por partida), o último empate ocorreu em 25 de setembro de 1994, quando o placar final registrou 3 x 3, tentos de Nappi (G), Buso (N), Policano (N), Bortolazzi (G), Cannavaro (contra) (G) e Cruz (N).
Na ocasião, treinado pelo saudoso Scoglio, o Genoa teve em suas fileiras o goleiro Tacconi e o também já falecido líbero Signorini, enquanto no Napoli figuraram, além de um jovem Cannavaro, o colombiano Rincón e o regista Corini.
Embora históricos grifoni da década passada como o lateral Torrente e o meia Ruotolo tenham participado de vários encontros, o recordista em presenças no confronto é o antigo terzino Fosco Becattini, que defendeu o Genoa entre 1945 e 1961, período no qual participou de 10 jogos contra o Napoli.
Já o artilheiro do embate é mesmo Tomas Skuhravy (acima - Guerin Sportivo), autor de 5 gols no arqueiro Giovanni Galli apenas em 1992 (além da tripletta de janeiro, anotou uma doppietta em dezembro, na vitória rossoblù por 2 x 1).

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

L'Enigma


Prosseguindo a série de logos com temática animal, a 'L'Enigma' desta semana apresenta o insólito bovino à esquerda e indaga: qual o clube por ele representado?
Além de ter sido fundado em 1962, o clube em questão fica na região do Molise.
Até a próxima quarta-feira com o nome do expert que desvendar primeiramente o desafio!

Marcadores:

Na Última Vez ...

sexta-feira, outubro 03, 2008

Líder abre 6ª rodada da Serie A 2008/2009


A surpreendente líder Lazio vai abrir a 6ª giornata da Serie A 2008/2009 disposta a consolidar seu primato a partir das 13h00 deste sábado contra o neopromosso Lecce.
Recuperado da lesão sofrida durante os jogos olímpicos, o atacante Rocchi ainda não fará sua estréia nesta temporada devido a uma febre contraída nos últimos dias, o que levará o técnico Delio Rossi (um dos ex do duelo) a, provavelmente, repetir o mesmo time que derrotou o Torino na última rodada, com o quarteto ofensivo Mauri, Foggia, Pandev e Zárate.
Para a partida, que terá transmissão, ao vivo, da ESPN, SporTV e RAI, o allenatore giallorosso Beretta deve lançar o argentino Castillo ao lado de Cacia no ataque leccese, com o capitano Zanchetta (ao lado - Grazia Neri) no meio e o zagueiro Stendardo, ex di turno, confirmado na zaga.
Um pouco mais tarde, às 15h30 (sempre horário de Brasília), ESPN Brasil, SporTV, RAI e TV Esporte Interativo irão cobrir Internazionale x Bologna, sendo provável que Adriano parta como titular juntamente com Júlio César e Maicon, enquanto Coelho e Adailton devem começar como opções para o técnico Arrigoni.
No domingo, às 10h00, o principal destaque é o 'Match Clou' Genoa x Napoli, que poderá ser assistido, em VT, a partir das 14h00 na ESPN.
Ao vivo, as opções serão Juventus x Palermo (ESPN e RAI) e Siena x Roma (TV Esporte Interativo), com ainda Atalanta x Sampdoria; Chievo x Fiorentina; Reggina x Catania e Udinese x Torino ocorrendo no mesmo horário.
Fecha a rodada o confronto Cagliari x Milan, que será televisionado por ESPN Brasil, RAI e TV Esporte Interativo com começo às 15h30.
Depois do sucesso na Suíça pela Copa U.E.F.A., Ancelotti deverá deixar Ronaldinho e Shevchenko como opções para o decorrer da partida, começando com Seedorf, Kaká e Pato ocupando as posições ofensivas no 4-3-2-1.
No Cagliari, que até aqui não somou um único ponto na competição, o bambeante Allegri poderá contar com toda a rosa (o que não quer dizer grande coisa) e deverá apostar no 4-3-1-2, com Biondini (acima - Cagliari) formando o centrocampo com os valentes Conti e Parola na, certamente, melhor linha do time sardo.
Se alguém achar pouco, a RAI ainda veiculará Piacenza x Salernitana às 11h00 de sábado!

quinta-feira, outubro 02, 2008

A Itália Na Europa


Foi uma pena, mas o retorno do Napoli à Europa depois de 14 anos de ausência acabou em Lisboa, por obra do não menos glorioso Sport Lisboa e Benfica.
Ao final, depois da vitória por 3 x 2 no San Paolo, a derrota por 2 x 0 (tentos de Reyes - à direita perseguido por Gargano - Afp - e Nuno Gomes) no Da Luz nesta quinta custou a eliminação da equipe partenopea, que, ainda assim, saiu de cabeça erguida da Copa U.E.F.A.
Isso porque os azzurri acabaram fora da competição européia não por, necessariamente, melhor qualidade do adversário, mas por terem permitido o 2º gol lusitano na partida de ida quando eram bem superiores, assim como por desatenção nas finalizações no jogo de volta, já que Lavezzi e Zalayeta desperdiçaram chances incríveis quando o placar apontava 0 x 0.
Assim, tudo somado, o saldo da equipe comandada por Reja foi amplamente favorável e a expectativa é que, com a experiência adquirida, o Napoli possa ir mais longe na próxima vez!
Quem também parece estar se adaptando a uma nova realidade é a Fiorentina, que acabou decepcionando na última terça ao apenas empatar com o Steaua Bucuresti em 0 x 0 pelo Girone F da Champions League em plena Florença.
Efetivamente, depois de deixar escapar, apenas nos últimos minutos, a vitória contra o favorito Lyon jogando na França, os cerca de 26.000 tifosi que compareceram ao Artemio Franchi esperavam uma vitória de Mutu (acima marcado pelo bom Lovin - Reuters) & Cia., que acabaram esbarrando em um adversário taticamente muito consciente (treinado pelo ex Lacatus) que conseguiu arrefecer o ânimo inicial viola.
Com gols foi o empate da Juventus contra o Bate Borisov ainda na terça.
O que poderia ser considerado um passo falso acabou sendo um resultado a ser comemorado pela Vecchia Signora, que chegou a estar perdendo por 2 x 0, mas conseguiu, ainda na 1ª etapa, buscar a igualdade com uma doppietta de Iaquinta (acima contra Sosnovski - La Presse), sempre inspirado pela genialidade de Giovinco, que passou, com louvor, l'esame europeo.
Agora, decepcionante mesmo foi o empate casalingo da Internazionale com os alemães do Werder Bremen, principalmente depois que os nerazzurri sairam na frente, com um belo gol de Maicon (abaixo, à direita, comemorando diante de um perplexo Diego - Reuters) aos 13'.
Porém, com o decorrer do tempo, o meio com Cambiasso, Muntari e Stankovic foi sentindo o peso de suportar o tridente composto por Balotelli, Adriano e Ibrahimovic na frente e, principalmente depois da saída de Materazzi por contusão, o Werder foi conquistando espaço, até que aos 17' da etapa final o peruano Pizarro, aproveitando uma indecisão de Júlio César, empatou a partida.
No final, primi fischi per Mourinho em sua passagem pela Itália...
Quem salvou a honra das equipes italianas na Champions foi a Roma, que foi até a França e venceu, de virada, o Bordeaux por 3 x 1.
Foi uma vitória muito importante que, se não apaga o papelão contra o Cluj na rodada anterior, ao menos minimiza o prejuízo e mantem os giallorossi vivos na competição.
De todo modo, a Roma voltou a não realizar uma grande apresentação (acima, o zagueiro Mexes contra o atacante marroquino Chamakh - Faugere), mas Spalletti teve o mérito de alterar muito bem, colocando Júlio Baptista no lugar de um opaco Menez.
Aliás, depois do gol do ex rossonero Gourcuff abrindo o marcador, coube aos aniversariantes Vucinic e Júlio Baptista (com 2 gols) reverter o marcador para a equipe romana, que vem logo atrás de Chelsea e Cluj no Grupo A.
Retornando à Uefa Cup, a Sampdoria, depois da vitória de 5 x 0 em Gênova, não teve qualquer dificuldade em confirmar sua classificação à fase de grupos vencendo novamente o Kaunas, desta vez na Lituânia, por 2 x 1.
Com uma formação totalmente rimaneggiata, a Samp até começou perdendo (gol de Zelmikas aos 17'), mas no 2º tempo os atacantes Fornaroli e Bonazzoli asseguraram o sucesso blucerchiato.
Também com uma formação bastante alterada, o Milan viajou até a Suíça e obteve sua 5ª vitória consecutiva ao fazer 1 x 0 no Zürich, com Ronaldinho servindo o ucraniano Shevchenko para o tento decisivo (na foto mais acima, Dinho e Sheva contendem a bola com Tihinen - Ap).
Por fim, sofrida foi a classificação da Udinese que, depois de vencer o Borussia Dortmund por 2 x 0 no Signal Iduna Park (antigo Westfalenstadion), perdeu pelo mesmo placar no Friuli nesta quinta, gols do meia húngaro Hajnal aos 45' do 1º tempo e aos ... 47' do 2º!
Porém, a cobrança de pênalti acabou premiando o melhor futebol apresentado pelos bianconeri no duplo confronto (à esquerda, logo acima, o chileno Isla contra o brasileiro Tinga no jogo da volta - Ap), que venceram por 4 x 3 - curiosamente, uma das cobranças defendidas por Handanovic foi exatamente cobrada por Hajnal.

Marcadores: , ,

Na Última Vez ...

E Na Copa ...


Com 5 confrontos disputados entre terça e quinta-feira, foi arquivado o Quarto Turno da Copa Itália 2008/2009, com Bologna, Genoa, Lazio, Salernitana e Torino se juntando a Catania, Empoli e Reggina na Seconda Fase, quando entrarão na competição ainda os 8 melhores colocados na última Serie A.
Na terça, a Salernitana assegurou sua passagem agli ottavi eliminando o Sassuolo na disputa por pênaltis, terminada 8 a 7 para i campani (ao lado a festa do clube de Salerno - Mosca) depois de um 2 x 2 na somatória dos tempos regulamentar e suplementar.
Já o dia de ontem começou com a vitória da Lazio sobre a Atalanta por 2 x 0, com un gol per tempo - Ledesma aos 17' e Pandev aos 84'.
Mais disputado foi o confronto tutto granata envolvendo Torino e Livorno, terminado 3 x 2 para os mandantes na prorrogação.
Com De Biasi poupando alguns titulares e formando o ataque dos piemonteses com Abbruscato, Malonga e Ventola, o Toro saiu na frente com Corini, mas sofreu o empate com o ótimo Diamanti, que ainda deixaria novamente tudo igual aos 87', cobrando pênalti, depois que Paolo Zanetti havia colocado o Torino de novo na frente.
Aos 4' del primo tempo supplementare, o tetracampeão Barone assegurou a classificação do Torino à próxima fase, quando o time enfrentará a Fiorentina.
Também com vários jogadores pouco aproveitados até aqui em campo (acima, o talentoso meia Paonessa em ação - Vignoli), o Bologna passou pelo Ascoli em partida pouco interessante que foi decidida quase no final, quando o brasileiro Coelho acertou um belo capolavoro.
Por fim, nesta quinta, o Genoa despachou o Ravenna, não sem antes correr algum risco ao permitir aos visitantes abrirem o marcador com Pettinari, cabendo ao argentino Milito, entrado no 2º tempo, reverter o marcador com uma doppietta de autor.
Além de Fiorentina x Torino, as 8ªs de final, que serão disputadas em jogos de ida e volta, terão os seguintes confrontos: Internazionale x Genoa; Juventus x Catania; Milan x Lazio; Napoli x Salernitana; Roma x Bologna; Sampdoria x Empoli e Udinese x Reggina.

Marcadores:

Na Última Vez ...

quarta-feira, outubro 01, 2008

L'Enigma - La Soluzione


Embora Antonio Giusto e Marcio Borba tenham sido mais rápidos e palpitado com muita consciência, coube à Lady Cyntia desvendar que o scudetto à esquerda é da Società Sportiva Manfredonia Calcio (à direita o logo em sua integralidade), os Delfini de Foggia.
Militando na Seconda Divisione da nova Lega Pro, a Manfredonia foi fundada em 1932, mas nunca conseguiu chegar sequer à Serie B, tendo no ganês Barusso, atualmente no Siena e que passou por lá de 2004 a 2006, um dos seus mais recentes expoentes.
Agora, o II Desafio Calcio Serie A apresenta a seguinte contagem: 1º Lady Cyntia e Michel Costa (4 pts); 3º JP (3); 4º Antonio Giusto e Brahma (2) e 5º Leo Mafra (1).

Marcadores:

Na Última Vez ...

Especiais Do Mês


No mês que o Calcio Serie A recebeu a visita de 2.754 leitores (segundo o Extreme Tracking), nada menos do que 11 partidas foram dissecadas na 'O Jogo Da TV', inclusive o especialíssimo Derby della Madonnina (ao todo, 14 das 20 equipes da Serie A tiveram pelo menos uma partida analisada no mês).
Além da 'Match Clou', que abordou o principal jogo de cada uma das rodadas do mês, a 'Panorama Da Rodada' esmiuçou os demais cotejos válidos pela Serie A, enquanto a ''B' Em Pílulas' trouxe os principais fatos do torneio cadetto.
Se a 'A Itália Na Europa' relatou as campanhas das equipes italianas na Europa, a 'E Na Copa ...' discorreu sobre a Copa Itália, que chegou ao seu Quarto Turno.
Já a 'Gli Azzurri' relatou o início da aventura italiana rumo à Copa do Mundo de 2010 e a conquista do 1º lugar no Grupo 1 da UEFA European U-21 C'ship pelos Azzurrini de Casiraghi.
A novidade do mês ficou por conta do retorno da 'Você Sabia ...', com curiosidades acerca do Calcio.
Especial foi também a 'Guia Da Temporada 2008/2009 - Complemento', relatando os últimos colpi do calciomercato.
Por fim, alguns de nossos leitores mais especiais continuaram disputando, palmo a palmo, o II Desafio Calcio Serie A - nosso muito obrigado a todos!

Marcadores: ,

Na Última Vez ...

segunda-feira, setembro 29, 2008

'B' Em Pílulas


* Brescia e Parma, pretendentes à uma vaga na próxima Serie A mas que não vão nada bem nesta Serie B, empataram em 0 x 0 na 6ª giornata do torneio cadetto;
* Foi a estréia de Nedo Sonetti na panchina da squadra rondinelle, bem como a última partida no comando do Parma de Luigi Cagni, que foi substituído, ainda hoje, por Francesco Guidolin;
* Não obstante contar com atacantes do calibre de Cristiano Lucarelli e de Alberto Paloschi (à direita contra um adversário na partida disputada nesta segunda), além das várias opções Kutuzov, Léon, Matteini, Paponi e Reginaldo, o Parma só marcou 7 gols e venceu apenas 1 jogo sob o comando de Cagni;
* A liderança do torneio continua, agora de forma isolada, com o Sassuolo, que derrotou o Rimini no último sábado por 2 x 1, fora de casa, com uma doppietta do talenstoso Noselli, tendo Cipriani descontado para os mandantes;
* Os antigos co-líderes Albinoleffe, Grosseto e Salernitana empataram na última rodada, o que permitiu que Empoli e Triestina, que venceram seus compromissos, os superassem;
* O Empoli, treinado por Silvio Baldini, derrotou a Cittadella do goleiro Zotti por 2 x 0 no Piercesare Tombolato, tentos de Lodi e Buscè;
* Já a Triestina superou o Mantova pelo placar mínimo no Nereo Rocco, gol de Michael Cia;
* O Modena, ao empatar em 1 x 1 com o Treviso (gols de Pinardi e Scaglia), marcou seu 1º no campeonato.

Marcadores:

Na Última Vez ...

Panorama Da Rodada


Fechando uma semana de muito Calcio, a 5ª giornata da Serie A 2008/2009 registrou a 1ª derrota do allenatore Mourinho na Bota (http://calcioseriea.blogspot.com/2008/09/o-jogo-da-tv-parte-iv-milan-x.html), bem como o retorno da Lazio in vetta.
Aliás, foi uma rodada muito proveitosa para os clubes romanos, que somaram os 6 pontos que disputaram.
A Lazio foi até Turim enfrentar o Torino, que começou muito bem, mas acabou se perdendo no 2º tempo, quando teve 2 jogadores expulsos (o zagueiro Pratali e o goleiro Sereni) e viu seu atacante Ventola forçado a ir para a meta, já que o técnico De Biasi procedera as 3 alterações anteriormente.
Assim, com gol de Pandev e uma doppietta de Zárate (acima o secondo tento do atacante argentino, cobrando pênalti com Ventola fazendos às vezes de arqueiro - Grazia Neri), tendo o ex Bianchi descontado no final, os Aquilotti venceram por 3 x 1 com atuação bastante convincente, capaz até de permitir ao atual capocannoniere da temporada, o argentino Zárate, afirmar que a Lazio vai "lottare per lo scudetto"!
Já a Roma recebeu a Atalanta e, mesmo com vários desfalques, melhorou um pouco sua situação na competição ao vencer por 2 x 0, gols de Panucci e Vucinic (à esquerda a comemoração do montenegrino - Reuters), em partida que foi muito equilibrada.
Quem também fez 2 x 0 foi o Lecce, que afundou ainda mais o lanterninha Cagliari, perigoso apenas no 1º tempo com Biondini e Acquafresca.
Na 100ª partita do capitano Zanchetta na Serie A, um petardo do uruguaio Giacomazzi na 1ª etapa e uma conclusão raviccinata de Castillo em jogada de Caserta no 2º tempo definiram o sucesso leccese.
Com ótima atuação de Di Natale, a Udinese superou um mai domo e perigoso Siena por 2 x 1 que, no final, quase chegou ao empate.
Mas, comandada por um excelente D'Agostino no centrocampo, a equipe friulana soube impor sua melhor qualidade e, com gols de Quagliarella e Pepe (acima marcado por Galloppa - La Presse) mereceu a vitória sobre o time toscano, que teve seu gol marcado pelo marroquino Kharja.
Em uma rodada que teve um único empate (Sampdoria x Juventus, vide: http://calcioseriea.blogspot.com/2008/09/o-jogo-da-tv-parte-i-sampdoria-x.html), o Palermo, embora com uma atuação pouco entusiasmante, derrotou a Reggina por 1 x 0, gol de Miccoli.
Por fim, voltando ao estádio de onde saiu rebaixado à Serie B ao final da temporada 2006/2007, o Chievo não teve melhor sorte e mais uma vez foi derrotado pelo Catania, que superou os clivensi por 1 x 0, gol do seu jovem atacante Paolucci (à esquerda contra o colombiano Yepes - Liverani).
Completaram a rodada os outros jogos analisados na 'O Jogo Da TV': Fiorentina 1 x 0 Genoa e Bologna 0 x 1 Napoli.
Eis a classificação atualizada, transcorridas 5 rodadas: 1º Lazio (12 pts); 2º Napoli (11); 3º Internazionale (10); 4º Udinese (10); 5º Catania (10); 6º Milan (9); 7º Juventus (9); 8º Palermo (9); 9º Atalanta (9); 10º Roma (7); 11º Lecce (7); 12º Fiorentina (7); 13º Genoa (6); 14º Torino (5); 15º Chievo (5); 16º Siena (5); 17º Sampdoria (4); 18º Bologna (3); 19º Reggina (1) e 20º Cagliari (0).

Marcadores: , ,

Na Última Vez ...

domingo, setembro 28, 2008

O Jogo Da TV (Parte IV) - Milan x Internazionale



Derbdinho! Embora sem fazer jus a toda sua reputação, Ronaldinho foi o grande protagonista do posticipo da 5ª giornata da Serie A 2008/2009, realizando seu 1º gol no campeonato italiano logo em seu 1º Derby della Madonnina.
E que gol! Tudo começou com um contra-ataque puxado pelo próprio Dinho, que, do meio de campo, virou o jogo para Kaká na extremidade direita e correu para o centro da área enquanto Il Principe chegava à linha de fundo e preparava um cruzamento perfeito, como se usando as mãos, para a cabeçada certeira do número 80 rossonero, que venceu Cambiasso no impulso e jogou a bola no canto oposto de Júlio César (foto acima - Ap).
Mas isso foi só aos 37'! Antes, os 79.057 spettatori (para uma renda de € 1.932.805,26) viram o Milan de Ancelotti (que festejou sua 400ª panchina in A) entrar em campo no 4-3-2-1, enquanto Mourinho lançou a Inter no 4-3-3, com Mancini (abaixo contra Maldini, que participou de seu 21º Derby, computando apenas aqueles com mando de campo milanista - Ansa), Ibrahimovic e Quaresma no ataque, com Adriano e Cruz ficando como opções no banco.
Com a bola rolando, a primeira ação foi rossonera, com Pato e Kaká protagonizando um belo scambio antes da defesa de Júlio César.
Em seguida, a Inter respondeu, primeiro com Mancini e depois com Ibrahimovic, ao que um chute perigoso de Zambrotta por cima do travessão manteve o equilíbrio nas iniciativas, no que o jogo seguiu equilibrado até o gol anteriormente descrito (e que pode ser assistido no vídeo ao final do post).
Aí, a Inter partiu em busca da reação, enquanto o Milan, com um Gattuso super (festejando sua 300ª partida na Serie A e capaz de litigar até mesmo com seu allenatore - abaixo - La Presse), reforçou a marcação de modo a diminuir os espaços, em especial no centrocampo.
No final, com as entradas de Adriano e Cruz (além de Stankovic), a Inter passou a jogar com 4 atacantes de ofício e promoveu um verdadeiro assalto à área rossonera, ainda que com um homem a menos em campo em decorrência da expulsão de Burdisso aos 32' do 2º tempo.
Porém, foi a vez do biondo Ambrosini se destacar na equipe rossonera, que persistiu explorando a habilidade de suas estrelas brasileiras quando avançava.
Aos 44', espaço ainda para Shevchenko, que quase marcou seu 15º gol nos cugini nerazzurri, que são sua vítima predileta de sempre na Serie A.
Ainda antes do apito final, Adriano quase marcou o gol de empate em cruzamento de Maicon, mas não conseguiu impedir a 15ª vitória de Ancelotti em 27 confrontos contra a Beneamata, bem como o 1º k.o. de Mourinho na Serie A, cujo tabellino ficou assim:
Milan: Abbiati; Zambrotta, Maldini, Kaladze, Jankulovski; Gattuso (88' Bonera), Ambrosini, Seedorf, Kaká; Ronaldinho (84' Shevchenko), Pato (73' Flamini). All. Ancelotti.
Inter: Júlio César; Maicon, Burdisso, Materazzi (59' Cruz), Chivu; Vieira (80' Stankovic), Cambiasso, Zanetti; Mancini (59' Adriano), Ibrahimovic, Quaresma. All. Mourinho.
Gol: 37' Ronaldinho.
Árbitro: Morganti.
Cartões amarelos: Gattuso, Jankulovski, Burdisso, Vieira, Quaresma, Zanetti e Stankovic.
Cartão vermelho: Burdisso (e Materazzi, depois de substituído).

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

O Jogo Da TV (Parte III) - Bologna x Napoli



Para quem começou vencendo o Milan em pleno San Siro na estréia de Ronaldinho na Serie A, as 4 derrotas consecutivas que se seguiram, incluíndo 3 em pleno Renato Dall'Ara, foram um belo balde de água fria e suscitam dúvidas sobre o trabalho do treinador Arrigoni.
Pior, desde aquele jogo do dia 31 de agosto o Bologna não marca um único gol na Serie A e neste domingo, contra o Napoli, fez uma partida um tanto apática, confusa até, com seu duo ofensivo Adailton (ao lado contra Santacroce - La Presse) e Di Vaio não conseguindo produzir praticamente nada de interessante (apenas 1 tiro certeiro ao gol em toda a partida!).
O Napoli, por sua vez, de olho no confronto di ritorno válido pela Copa U.E.F.A. contra o Benfica, poupou alguns de seus titulares, dando espaço aos vários Mannini (abaixo, à esquerda, perseguido pelo lateral Zenoni - Mosca), Montervino, Pazienza e até ao brasileiro Piá, que acabou tendo uma atuação apenas discreta (durante sua permanência em campo participou de apenas 15 jogadas).
Aliás, o jogo foi marcado por muitos erros de passe, alguns até elementares, em especial pelos atletas emiliani.
Na 2ª etapa, os treinadores tentaram melhorar suas equipes, com Reja inserindo Gargano, Denis e Russotto, que acabou mostrando dotes técnicos muito interessantes em sua primeira aparição com a camisa azzurra na Serie A.
Já o gol que acabou decidindo a partida saiu exatamente de um escanteio cobrado por Gargano e conferido por El Tanque Denis com uma testata imperiosa, sem chance de defesa para o esperto arqueiro Antonioli, a 3' do fim (abaixo a comemoração do atacante argentino - Grazia Neri).
Daí, Napoli rumo ao pódio e Bologna ainda mais em crise!
O tabellino:
Bologna: Antonioli; Moras, Terzi, Bombardini; Zenoni, Mudingayi, Volpi, Lanna (58' Valiani), Amoroso (80' Marazzina); Di Vaio, Adailton (74' Mingazzini). All. Arrigoni.
Napoli: Gianello; Santacroce, Rinaudo, Aronica; Montervino, Pazienza, Blasi, Hamsik (62' Gargano), Mannini; Piá (69' Denis), Zalayeta (80' Russotto). All. Reja.
Gol: 87' Denis.
Árbitro: Ayroldi.
Cartões amarelos: Adailton, Montervino, Mudingayi e Denis.

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker