Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, novembro 21, 2009

O Jogo Da TV (Parte II) - Fiorentina x Parma



Neopromossa? É verdade, mas hoje em um Artemio Franchi repleto, o Parma deu mais uma mostra de que porque vem sendo apontado como a mais positiva surpresa desse início de temporada ao vencer a mais cotada Fiorentina por 3 x 2.
Foi uma partida bastante interessante, digna de uma época em que ambos os clubes figuravam dentre as potências do Velho Continente, jogada de forma bastante franca, em especial pela equipe gigliata que, apesar de derrotada, teve 59,7% de posse de bola e 63,10% de vantaggio territoriale, tendo ainda concluído 17 vezes, contra apenas 9 do Parma.
Mas, o sucesso crociato não foi obra do acaso, pois o time treinado por Guidolin foi mortal nos contra-ataques e conseguiu, melhor que a Fiorentina, converter as oportunidades que criou.
Contra a Viola disposta no 4-2-3-1 com o trio Marchionni-Santana-Vargas no suporte do solito Gilardino, Guidolin propôs o seu Parma no 3-5-2, renunciando ao queniano Mariga e liberando os alas Zaccardo e Castellini, que passaram a compor o centrocampo ao lado de Dzemaili, Morrone e Galloppa, funcionando como saídas para os atacantes Amoruso e Bojinov, que ainda recuava para o meio quando a posse de bola passava ao time viola.
Jogando em casa, a Fiorentina começou exercendo um pressing muito forte, mas foi do Parma a primeira grande chance da partida, com o ex Bojinov chutando incrivelmente para fora, da marca do pênalti, aos 4'.
Depois, quando o Parma crescia na partida, foi a vez de Marchionni (na foto do alto contra Panucci, protagonista de uma excelente partida - Getty Images) desperdiçar ótimo passe de Gilardino, demorando demais para concluir, o que permitiu que o arqueiro Mirante fechasse o ângulo.
Mas, na cobrança de escanteio pelo lado direito, a bola sobrou para Santana no lado oposto, que cruzou para Gilardino cabecear com estilo para fazer 1 x 0.
Só que a resposta parmigiana foi quase imediata, com Dzemaili (acima entre Dainelli e Donadel - Getty Images) fazendo um ótimo lançamento para Zaccardo, com o tetracampeão cruzando na medida para o veterano Amoruso empatar aos 30'.
Aí, o ritmo decaiu um pouco, mas voltou a subir logo no início do 2º tempo, com o Parma passando em vantagem aos 7' em grande desatenção da defesa viola, que não acompanhou Bojinov na cobrança de falta de Galloppa, com o búlgaro concluindo para os fundos da rede de Frey totalmente livre dentro da área.
Prandelli, então, sacou o pouco produtivo Santana (o cruzamento para o gol inicial de Gila foi o único lampo do argentino) para inserir o centroavante Castillo, passando a Fiorentina ao 4-2-2-2.
Novamente mais incisiva, a Fiorentina chegou ao empate aos 17', mais uma vez com Gilardino de cabeça, dessa vez aproveitando escanteio cobrado por Vargas.
Foi a vez de Guidolin trocar Bojinov - que não saiu muito satisfeito - pelo giovane Lanzafame, mas coube a Castillo quase marcar, com Lucarelli desviando a cabeçada do argentino, que tinha endereço certo.
Era mesmo para brilhar a estrela do treinador de Castelfranco Veneto, vez que Panucci realizou um lindo lançamento de trivela para o rápido Lanzafame (na foto ao alto, à direita - Getty Images), que tocou, aos 23', na saída de Frey e de peito de pé para decretar o 3 x 2 final.
Antes do apito final do árbitro Orsato, o meia Donadel fez uma falta feia em Morrone e acabou expulso e Gilardino acertou mais uma testada perigosa, desta vez muito bem defendida por Mirante, já nos acréscimos.
Com o resultado, o Parma chegou, ao menos temporariamente, a um incrível 3º posto na classificação.
Eis o tabellino:
Fiorentina: Frey; Comotto, Dainelli, Natali (72' De Silvestri), Pasqual; Zanetti, Donadel, Marchionni, Santana (54' Castillo), Vargas; Gilardino. All. Prandelli.
Parma: Mirante; Dellafiore, Panucci, Lucarelli; Zaccardo, Dzemaili, Morrone, Galloppa (70' Lunardini), Castellini; Amoruso (84' Mariga), Bojinov (63' Lanzafame). All. Guidolin.
Gols: 25' Gilardino, 30' Amoruso, 52' Bojinov, 62' Gilardino (que se igualou a Melli, Di Vaio e Toni como maior artilheiro do embate), 68' Lanzafame.
Árbitro: Orsato.
Cartões amarelos: Pasqual, Zanetti, Amoruso, Galloppa, Donadel, Dzemaili e Dellafiore.
Cartão vermelho: Donadel.
Abaixo, os highlights da partida:

video

Por fim, merecedor de registro a declaração, espontânea, do excelente narrador Luiz Carlos Largo, durante a transmissão da partida pela ESPN Brasil, sobre este blog - nosso muitíssimo obrigado!

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

O Jogo Da TV (Parte I) - Bologna x Internazionale



Na abertura da 13ª giornata da Serie A 2009/2010, a capolista Inter demonstrou que nem a sosta para os amistosos da Azzurra ou o compromisso vindouro contra o Barcelona da próxima terça-feira foram capazes de tirar o foco nerazzurro no campeonato italiano, com a Beneamata conquistando mais 3 pontos ao fazer 3 x 1 no Bologna no anticipo deste sábado.
Aliás, foi uma bella apresentação da trupe de Mourinho, que poupou apenas o camaronês Eto'o para o confronto da Champions League, postando a Inter no 4-3-1-2 com Stankovic dietro a Milito e Balotelli, lançado como titular apesar do relacionamento cada vez mais conturbado com o treinador português, especialmente agravado nos últimos dias.
Ao final, a vitória interista evidenciou progresso, não só físico, mas também técnico, com a Inter valorizando a posse de bola (ao final do cotejo, 63,3% da posse de bola foi nerazzurra), explorando a troca de passes com triangulações rápidas e a constante participação dos meias, em especial de Thiago Motta - maior passador do cotejo com 69 passes acertados.
E, apesar de ter surgido de uma cobrança de escanteio, o primeiro gol interista teve a participação do meia brasileiro, que desviou com a cabeça a cobrança de Maicon, depois temporariamente afastada pela zaga rossoblù até a intervenção de mais um brasileiro, o zagueiro Lúcio, que fez a assistência para Milito, dentro da pequena área, fuzilar, inapelavelmente, o goleiro Viviano (na foto do alto o lance em questão - Reuters).
Porém, se a Inter aproveitou de um cochilo da defesa bolognesa, a resposta do Bologna foi imediata e contou com a desatenção da retaguarda interista, que não cortou um lançamento longínquo de Adailton para Zalayeta, com o uruguaio (ao lado marcado por Cambiasso - Ap) enganando Lúcio antes de concluir entre Júlio César e Samuel para empatar a partida no minuto seguinte ao da vantagem nerazzurra.
Superior tecnicamente, a Inter só não obteve nova vantagem no placar aos 29' porque Balotelli foi preciosista em assistência de Thiago Motta, permitindo a defesa arrojada de Viviano.
Aos 36', foi a vez de Thiago Motta servir o sérvio Stankovic, mas a conclusão do meia da Inter caprichosamente bateu no pé de uma trave, com a bola transcorrendo toda a linha do gol até encostar na trave oposta, onde foi ser buscada pelo arqueiro felsinei.
Só que aos 42', em novo escanteio cobrado por Maicon (mas, desta vez, do lado esquerdo), Balotelli (abaixo marcado por Britos - Ap) subiu sozinho na linha da pequena área e testou para fazer 2 x 1 Inter, placar que restou inalterado até o intervalo.
O atacante italiano, que celebrou seu gol pedindo silêncio com o dedo indicador sobre a boca, não voltou para o 2º tempo, com Eto'o ingressando em seu lugar e protagonizando, aos 12', a primeira grande chance da etapa final, servindo para Milito acertar o travessão do Bologna.
Bem melhor em campo (de nada adiantando as trocas promovidas por Colomba, inserindo Mudingayi e Osvaldo), a Inter aplicou o definitivo k.o. aos 27', quando o ótimo Cambiasso, da sua intermediária, lançou para a corrida de Milito pela extrema direita, com o avante argentino, quase com um colpo di biliardo, cruzando a bola para o centro da área, onde agora, depois de percorrer mais de 50 metros em alta velocidade, surgia Cambiasso, que aproveitou da distração de Britos para disparar um tiro indefensável entre as pernas do defensor uruguaio, que só pôde lamentar o terceiro gol da Inter!
No final, o fato negativo ficou pela expulsão infantil de Maicon, que ficou reclamando com o assistente de Rosetti e desfalcará o time nerazzurro na próxima rodada.
Eis o tabellino da peleja (que teve um total de 32.067 presentes - entre paganti e abbonati - e registrou uma renda de € 807.069), cujos gols e melhores momentos, bem como entrevista com Milito, podem ser visualizados no vídeo ao final do post.
Bologna: Viviano; Raggi, Portanova, Britos, Lanna; Mingazzini, Guana (85' Zenoni), Valiani (59' Mudingayi), Adailton; Zalayeta (70' Osvaldo), Di Vaio. All. Colomba.
Inter: Júlio César; Maicon, Lúcio, Samuel, Chivu; Zanetti, Cambiasso, Thiago Motta, Stankovic (75' Vieira); Milito (80' Mancini), Balotelli (46' Eto'o). All. Mourinho.
Gols: 22' Milito, 23' Zalayeta, 42' Balotelli, 72' Cambiasso.
Árbitro: Rosetti.
Cartões amarelos: Balotelli e Thiago Motta.
Cartão vermelho: Maicon.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

Match Clou - 13ª Rodada 2009/2010



Depois de uma paradinha para que as últimas vagas para a próxima Copa do Mundo fossem definidas, com a Azzurra entrando em campo para disputar amistosos contra Holanda e Suécia, a Serie A retorna neste final de semana com a sua 13ª rodada, cujo principal destaque é o encontro Fiorentina x Parma, que será realizado ainda neste sábado a partir das 20h45 da Itália, 17h45 aqui do Brasil.
A partida merece o título de 'Match Clou' porque a Fiorentina, que conquistou vaga para a Champions League nas últimas temporadas, mais uma vez figura dentre as ponteiras da tabela, ocupando, atualmente, a 4ª posição com 21 pontos, enquanto o Parma, embora neopromosso, vem logo em seguida, com 20 pontos, mostrando forças para disputar uma vaga para a Europa League ou, pelo menos, ficar na parte alta da graduatória.
Ademais, comandadas por técnicos que privilegiam o futebol ofensivo e repletas de ex, as equipes prometem um embate bastante interessante.
Pelo lado Viola, o arqueiro Frey (ao lado - Getty Images), os meias Donadel e Marchionni e o atacante Gilardino já vestiram a maglia crociate e deverão estar todos em campo no 4-2-3-1 proposto por Prandelli, outro ex.
Sem poder contar com Gamberini e Koldrup, ambos indisponibili, o setor defensivo do time gigliato deve apresentar Comotto, Dainelli, Natali e Pasqual, com Cristiano Zanetti (abaixo, à esquerda - Getty Images) aparecendo no meio ao lado de Donadel no meio de campo, com o trio Marchionni, Santana e Vargas um pouco mais a frente e com a incumbência de municiar o avante Gilardino diante das ausências de Jovetic e Mutu (que seria mais um que jogou na Emilia-Romagna), além de Montolivo, que cumprirá suspensão.
No Parma, o defensor Lucarelli e o atacante Bojinov tiveram passagens recentes por Florença, embora sem maior destaque, e deverão estar no undici inicial escolhido por Guidolin, que deve mandar a equipe a campo no 4-1-3-2.
Com o jovem Mirante sob a meta, a defesa deverá ter o tetracampeão Zaccardo na ala direita e o ex Lucarelli na esquerda, com Dellafiore e Panucci no centro.
Com o ótimo queniano Mariga como único volante de contenção, Morrone, Dzemaili e Galloppa devem formar uma linha um pouco mais avançada, funcionando como ligação para o duo Amoruso e Bojinov (mais abaixo - Villa), vez que o cannoniere Paloschi não poderá alinhar.
Como a história do Parma na Serie A é relativamente recente, o encontro em questão somente foi disputado, até hoje, 15 vezes em Florença, com 7 vitórias da Fiorentina, 4 empates e outros 4 sucessos do Parma, que marcou 16 e sofreu 21 gols.
Como o Parma passou a última temporada no campionato cadetto, a última vez que estas equipes se enfrentaram foi no dia 11 de maio de 2008, quando a Viola venceu os visitantes comandados pelo argentino Hector Cuper por 3 x 1, de virada, tentos do croata Budan, do argentino Santana e dos italianos Semioli e Osvaldo.
Aliás, daquele jogo, apenas Frey e Santana devem novamente começar jogando pela Fiorentina e Mariga e Morrone pelo Parma.
Com Bojinov em campo, a Fiorentina conseguiu a maior goleada do encontro, um 4 x 1 em 22 de outubro de 2005, tripletta de Toni e tentos de Fiore e do australiano Grella, que descontou para o time gialloblù.
Já a última vitória do Parma aconteceu na 33ª rodada da temporada 2001/2002, com Di Vaio realizando a doppietta que anulou a vantagem construída por Adriano (outro que defendeu tanto a Fiorentina quanto o Parma) logo no começo.
Na ocasião, o goleiro Frey o meia Marchionni defendiam o Parma e o argentino Gonzalez, atualmente no Fluminense, a Fiorentina.
Falando em argentino, cusiosamente, Batistuta detem o recorde de presenças no confronto (juntamente com o arqueiro Toldo, com o meia Rui Costa e com o lateral Benarrivo, este último defendendo o Parma), mas não o de gols, vez que marcou uma única vez nas 7 ocasiões em que enfrentou o Parma no Artemio Franchi.
Os artilheiros do confronto são Toni, com a tripletta anotada em 2005, e os crociati Di Vaio e Melli, todos com 3 gols.
Será que Gilardino, que marcou 1 gol contra a Fiorentina defendendo o Parma na temporada 2004/2005, vai entrar para esse seleto grupo?

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

L'Enigma - Le Scomesse


O posticipo desta 13ª rodada da Serie A 2009/2010 será o duelo tutto bianconero envolvendo Juventus e Udinese, agremiações que ocupam posições distintas na tabela (a Juve é a 2ª, enquanto o time friulano amarga a 14ª colocação), mas que têm em comum a (grande) quantidade de jogadores entregues ao departamento médico.
Assim, o atacante Iaquinta (acima sofrendo uma entrada ríspida de Ferronetti no último encontro, ocorrido em 14 de setembro de 2008 - La Presse), ex di lusso do confronto, é um dos que não estará em campo neste domingo.
Apesar dos desfalques, os amigos do Calcio Serie A acreditam em uma vitória juventina, conforme a maioria dos palpites ofertados, que foram os seguintes: 0 x 0 - Afonso; 0 x 1 - Sérgio André; 1 x 0 - Pai; 1 x 1 - Cyntia; 2 x 0 - Lucas Cardoso (e também o Gustavo Freire, por e-mail); 1 x 2 - Alcindo; 2 x 1 - Michel Costa; 2 x 2 - Leonardo Redenção; 3 x 0 - Raphael Zerlottini e 3 x 1 - JP.
Boa sorte a todos!

Marcadores:

Na Última Vez ...

sexta-feira, novembro 20, 2009

Final de semana terá rodada da Serie A


Depois de uma semana na qual a maioria das equipes aproveitou para realizar amistosos e vários jogadores cumpriram compromissos com suas seleções, a Serie A retorna neste final de semana.
E, para começar, às 15h00 de sábado (horário de Brasília), Bologna x Internazionale jogarão com transmissão da ESPN, SporTV2, RAI, TV Esporte Interativo e Rede Gazeta.
Em 1º lugar, a capolista Inter irá enfrentar o time felsinei sem o holandês Sneijder, mas deverá ter os brasileiros Júlio César, Maicon e Lúcio (à direita - Villa) regularmente em campo, com Mancini e Thiago Motta começando como opções do técnico Mourinho para o decorrer da partida, que deverá repetir o tandem ofensivo com Eto'o e Milito.
Já no Bologna, onde o zagueiro Rafael Santos continua indisponibile, Adailton deve fazer a função de trequartista, com Zalayeta e Di Vaio na frente.
Ainda no sábado, mas com início previsto para às 17h45, ESPN Brasil e RAI prometem transmitir o 'Match Clou' da rodada, que é o confronto Fiorentina x Parma.
No domingo, no tradicional horário das 12h00 (sempre hora brasileira de verão), difícil vai ser escolher entre Milan x Cagliari (ESPN), Napoli x Lazio (RAI) e Roma x Bari (ESPN HD, SporTV e TV Esporte Interativo).
Como opção, às 14h00, a ESPN promete o vt de Roma x Bari e a ESPN HD o de Milan x Cagliari (outras opções de horário podem ser verificadas no http://www.trivela.com/Transmissao.aspx.
Para completar a rodada, Juventus x Udinese tem o apito inicial programado para às 17h45, com transmissão de ESPN Brasil, RAI e TV Esporte Interativo.
Para o cotejo entre bianconeri, Ferrara não poderá contar com o atacante Iaquinta, mas terá o importante retorno de Del Piero, que deverá formar o ataque com Amauri, tendo ainda Diego alle spalle.
Na defesa, sem Salihamidzic e Zebina, o uruguaio Cáceres (à esquerda - Ole), cuja seleção conseguiu assegurar a última vaga para a próxima Copa do Mundo, deverá aparecer na lateral direita, com Grosso na esquerda e Cannavaro e Chiellini formando o miolo de zaga.
Problemas mesmo tem o técnico Marino, da Udinese, que não poderá contar com o defensor Ferronetti, os meias Obodo e Pasquale e, acredite, os atacantes Di Natale, Floro Flores, Pepe e Sanchez!
Assim, será uma boa oportunidade para conhecer o promettente espanhol Jaime Romero, que deverá aparecer no undici inicial.

quarta-feira, novembro 18, 2009

Gli Azzurri


Já classificada para a próxima Copa do Mundo, a Itália aproveitou a última semana para disputar 2 amistosos e realizar vários experimentos.
No último sábado, em Pescara, a Azzurra recebeu a Holanda de Bert van Marwijk, mas não conseguiu confirmar a evolução percebida nos últimos encontros válidos pelas Eliminatórias.
Jogando no 4-1-4-1, com o estreante Candreva partindo como titular no meio de campo (ao lado a formação que começou atuando - Getty Images), a seleção italiana mostrou boa consistência defensiva, com os experientes Zambrotta, Cannavaro, Chiellini e Grosso protegendo Buffon, evitando qualquer risco contra uma seleção que venceu as 8 partidas que disputou pelas Eliminatórias, mas pouco produziu em zona ofensiva, apesar do ritmo intenso em que transcorreu a partida.
Na 2ª etapa, Lippi promoveu a estréia do meia Biondini (ao lado em ação contra Van der Wiel - Getty Images), bem como as entradas de Criscito, Marchionni, Montolivo, Rossi e Pazzini, que ainda chegou a empurrar a bola para o fundo das redes, mas com a mão ...
De consignar apenas a atuação razoável do grifone Palladino, que teve boa movimentação enquanto em campo, bem como pela participação de um torcedor que invadiu o campo vestindo uma camiseta com a expressão "Cassano in Nazionale"!
Já nesta quarta, desta vez em Cesena, foi a vez da Itália enfrentar uma nada entusiasmante Suécia, que sem Ibrahimovic sucumbiu a uma equipe sperimentale proposta por Lippi, que começou sem qualquer campeão mundial (ao lado l'undici que começou jogando - Getty Images).
Jogando com Marchetti no gol, Maggio e Criscito como laterais, Legrottaglie e Chiellini formando a zaga, Candreva, Montolivo, Biondini e Marchionni em um centrocampo bastante leve e ágil e Pazzini e Di Natale no ataque, a Itália começou em ritmo lento, mas logo tomou as rédeas da partida e criou várias oportunidades de gol, com Chiellini anotando o tento decisivo de cabeça aos 29' do 1º tempo.
Na volta do intervalo, o lateral Cassani realizou sua estréia substituindo Maggio e Galloppa (abaixo experimentando um chute - Getty Images) entrou também para ser testado, com resultado positivo, no que foi acompanhado pelo atacante Rossi.
Por fim, Bocchetti, Palombo e Camoranesi também tiveram suas chances.
Se a seleção principal teve uma semana de testes bem ... amistosos, a U 21 de Casiraghi teve mais 2 compromissos válidos pelas qualificazioni all'Europeo de 2011 e complicou ainda mais sua situação ao perder para a Hungria por 2 x 0 em Gyor.
Mesmo contando com os nerazzurri Balotelli e Santon, os Azzurrini foram pouco produtivos para impedir o resultado negativo no dia 13, com o barese Koman fazendo o derradeiro tento húngaro, depois que Nemeth abriu o marcador.
Menos mal que no dia de ontem, mesmo sem Balotelli (mas com Okaka), os comandados de Casiraghi fizeram 4 x 0 no selecionado pari età de Luxemburgo, fora de casa, gols de Barillà (2), Soriano e Marilungo.

Marcadores: ,

Na Última Vez ...

L'Enigma


Com o retorno da Serie A no próximo final de semana, a 'L'Enigma' propõe aos amigos do Calcio Serie A o duelo de bianconeri Juventus x Udinese, que será o posticipo de domingo à tarde.
A partida, que poderá marcar o retorno de Del Piero aos gramados, provavelmente terá os meias Camoranesi e Inler começando desde o início, como na temporada passada (acima, um momento da partida - Grazia Neri), quando a partida, válida pela 2ª rodada, terminou com a vitória da Vecchia Signora por 1 x 0, gol de Amauri.
Vale lembrar que este blog irá premiar como uma flâmula oficial da Internazionale (igualzinha a da imagem ao lado, medindo 28 x 20 cm) e um exclusivo certificado aquele que primeiramente somar 10 (dez) pontos, lembrando que, a cada semana, 1 (um) ponto é atribuído ao primeiro que acerta o placar da peleja em destaque.
Como ninguém arriscou que Itália e Holanda iam ficar no 0 x 0 (tá faltando palpite!), a classificação continua assim: 1º JP (5 pts); 2º Leonardo Mafra e Michel Costa (4); 4º Raphael Zerlottini (3); 5º Afonso e Lucas (2) e 7º Alcindo, Cyntia, Marra e Sérgio André (1).
Vamos participar!

Marcadores:

Na Última Vez ...

segunda-feira, novembro 16, 2009

'B' Em Pílulas


* A 14ª rodada da Serie B 2009/2010, programada para ontem e hoje, teve 4 de seus 11 encontros postergados para o próximo dia 08 de dezembro;
* Isso porque Brescia, Empoli, Grosseto e Reggina tiveram, cada, pelo menos 02 jogadores convocados nelle squadre nazionali, o que consente alle società di richiedere il rinvio delle gare;
* De qualquer maneira, o domingo foi agitado porque os ponteiros Lecce, Ancona e Cesena entraram em campo - e venceram;
* Porém, o líder Lecce só conseguiu superar o bom Padova, em pleno Via del Mare, após a expulsão do zagueiro brasileiro César na metade do 2º tempo;
* Até então, os comandados de Luigi De Canio vinham perdendo para os de Carlo Sabatini graças ao gol de Jidayi aos 62';
* Só que depois que a equipe patavina ficou com um homem a menos, Corvia, cobrando pênalti, e Vives decretaram o sucesso leccese;
* Já o Ancona passou pelo Vicenza por 2 x 0 (acima, o meia Milani supera o também centrocampista Rigoni - La Presse), gols de Mastronunzio (seu 8º na competição) e Miramontes;
* Por sua vez, o Cesena venceu o Mantova fora de casa, tento do artilheiro Bucchi;
* Em outro jogo importante, Piacenza e Torino ficaram no 0 x 0.

Marcadores:

Na Última Vez ...

domingo, novembro 15, 2009

Você Sabia ...


* Que, no amistoso disputado ontem contra a Holanda em Pescara, o portierone Gianluigi Buffon (abaixo, à direita - Getty Images) completou 100 presenças com a Azzurra?
* Que, com este traguardo, Gigi só resta atrás do também goleiro Dino Zoff (que defendeu a Itália em 112 ocasiões entre 1968 e 1983) e dos defensores Paolo Maldini (126 presenças entre 1988 e 2002) e Fabio Cannavaro (130 aparições desde 1997), que é o recordista absoluto de presenças com a Azzurra?
* Que Buffon considera a Nazionale tão importante que recentemente declarou que encerrará a carreira assim que não for mais convocado para defendê-la?

Marcadores:

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker