Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, novembro 01, 2008

O Jogo Da TV (Parte I) - Reggina x Internazionale



Tudo indicava uma passeggiata nerazzurra: 2 x 0 aos 24' contra a última colocada do campeonato... mas o final foi inesperadamente da brividi, com a vitória interista se concretizando apenas nos acréscimos.
E o início foi mesmo avassalador - bastaram alguns minutos para que a Inter, disposta em um audacioso 4-2-4 com Quaresma, Balotelli, Ibrahimovic e Mancini na frente, chegasse ao gol que inaugurou o placar: depois de uma conclusão do Trivela na trave, Ibra serviu o lateral Maicon que, em veloz progressão, concluiu de prima intenzione dentro da área no ângulo alto de Campagnolo - Inter 1 x 0 (ao lado - Ap).
Com muita movimentação e constante trocas de posição, a equipe de Mourinho não tardou a raddoppiare: Ibrahimovic recuperou uma bola no meio de campo e tocou para Quaresma que, por sua vez, achou Vieira sozinho, com o francês chegando até a pequena área para concluir por baixo do arqueiro amaranto.
Pena muito severa para uma Reggina que, com os habilidosos e ariscos Brienza e Cozza logo atrás do centroavante Corradi, não começou demonstrando temor diante da poderosa armata nerazzurra.
Mas, depois de alguns minutos difíceis, com a torcida vaiando o próprio time de Reggio Calabria, eis que, de um escanteio cobrado diretamente para a entrada da área, capitano Cozza (à esquerda contra Maxwell - Sapone) fez disparar um tiro indefensável para Júlio César e colocou o time calabrês de volta à partida.
Então, o ritmo agonístico subiu e as oportunidades se sucederam de lado a lado: Brienza cobrou falta com perigo aos 36'; Ibrahimovic, em posição de impedimento, teve um gol anulado aos 41'; Balotelli desperdiçou uma palla d'oro aos 42'.
Veio o 2º tempo e com ele o empate da Reggina em conclusão de Brienza de fora da área, com Júlio César não de todo inocente.
De repente, a partida ficou aperta e combattuta, com grande disputa in mezzo al campo, onde a equipe de Orlandi se destacava não só pela superioridade numérica, mas também pela qualidade do trio Carmona, Barreto e Vigiani, sem falar dos já citados Brienza e Cozza.
Aí, Mourinho partiu para os reparos e inseriu Crespo no lugar de Mancini, arrastando o jovem Balotelli para a posição até então ocupada pelo ex romanista.
Servido pelo azzurrino, Ibrahimovic começou a aparecer mais na área adversária e teve em seus pés (e cabeça) ótimas oportunidades de colocar a Inter novamente em vantagem.
Jogando de igual para igual, a Reggina também teve suas chances, como aos 30', quando Chivu desarmou Di Gennaro in contropiede, com o romeno voltando a se contundir com alguma gravidade.
Quando a partida parecia que se encaminhava para terminar em um justo empate, a defesa amaranto cochilou e o colombiano Cordoba não teve dó - encheu o pé após um escanteio para escrever o placar final (ao lado a comemoração do colombiano - Sapone).
Abaixo, alguns dos melhores momentos e entrevistas com vários dos protagonistas de uma partida muito equilibrada (segundo o scout da Gazzetta dello Sport, a Reggina teve 50,8 de posse de bola; 49,84% de vantaggio territoriale; concluiu 19 vezes ao gol, contra 22 da Inter; efetuou 324 passes com 81,48% de acerto, contra 314 com 77,39% da Inter), além do tabellino:
Reggina: Campagnolo; Lanzaro (75' Cosenza), Cirillo, Valdez, Costa; Carmona, Barreto, Vigiani, Cozza (68' Di Gennaro), Brienza (83' Tognozzi); Corradi. All. Orlandi.
Inter: Júlio César; Maicon, Cordoba, Chivu (75' Burdisso), Maxwell; Vieira, Zanetti, Quaresma (83' Obinna), Mancini (58' Crespo); Balotelli, Ibrahimovic. All. Mourinho.
Gols: 9' Maicon, 24' Vieira, 34' Cozza, 53' Brienza, 91' Cordoba.
Árbitro: De Marco.
Cartões amarelos: Barreto e Cordoba.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker