Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, dezembro 06, 2008

Match Clou - 15ª Rodada 2008/2009



Em busca de sua 6ª vitória consecutiva na Serie A, a Internazionale irá visitar a Lazio neste sábado no 'Match Clou' da 15ª giornata com o objetivo de restar folgada na liderança da competição.
Já a equipe romana, que vem de uma vitória sobre o Milan na Copa Itália, mas está sem vencer desde a 11ª rodada no campeonato italiano, precisa voltar a somar pontos para continuar na disputa por uma vaga nas próximas competições européias.
E, se não bastasse a qualidade do adversário, o técnico laziale Delio Rossi (que afirmou que "contro l'Inter ci serve un'impresa") ainda terá que administrar as ausências do zagueiro Siviglia, do ala Lichtsteiner e dos meias Firmani e Matuzalem, estes últimos já de longa data.
Para a posição de Siviliga, deverá ser mantido o brasileiro Cribari (à direita - Tanopress), que vem formando a dupla de zaga com o tcheco Rozehnal desde que Seba se contundiu.
Nas alas, De Silvestri deve aparecer pela direita e Radu pela esquerda, deixando o sérvio Kolarov no banco, com a equipe biancoceleste perdendo em termos ofensivos, mas ganhando poder de marcação.
Marcação que deverá ser a tônica também do centrocampo, onde deverão formar Dabo, Ledesma e Brocchi, com Mauri (abaixo à esquerda - Tanopress) sendo deslocado para o ataque, já que o macedônio Pandev, longe da plenitude fisica, deverá começar no banco de reservas.
Além do goleiro Carrizo, devem completar l'undici iniziale os avantes Rocchi e Zárate.
Mourinho, para quem "la Lazio non sarà stanca", mas sim "caricata dalla vittoria in Coppa Italia a San Siro", mais uma vez não fugiu das polêmicas e, na entrevista coletiva de sexta-feira, comunicou o afastamento de Adriano e Balotelli (que irá jogar com a Primavera) e o retorno de Quaresma para a lista de convocados.
Assim, o 4-3-1-2 interista deverá ser preenchido com: Júlio César; Maicon, Cordoba, Samuel e Maxwell; Zanetti, Cambiasso, Muntari e Stankovic (um dos ex da partida - abaixo - Insidefoto); Cruz e Ibrahimovic.
Embora tenha vantagem no retrospecto, com 21 vitórias, 28 empates e 16 derrotas, a Lazio não vence a Inter, em Roma, desde a temporada 2003/2004, quando, ainda com Stankovic em suas fileiras, derrotou a adversária por 2 x 1, gols de Vieri (I), Corradi (L) e Zauri (L).
Mas, se na última temporada houve empate em 1 x 1 (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2008/03/o-jogo-da-tv-parte-ii-lazio-x.html) e na stagione 2006/2007 a vitória foi interista por 2 x 0 (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2006/12/o-jogo-da-tv-lazio-x-internazionale.html) - gols de Cambiasso e Materazzi com Ibrahimovic expulso, antes, sucesso nerazzurro apenas em 03 de março de 1996, quando um gol contra de Nesta deu a vitória ao time então treinado pelo inglês Roy Hodgson.
O confronto entre Lazio e Inter, aliás, teve seu auge em 1998, quando as equipes decidiram a Coppa Uefa daquela temporada, e em 2002, quando a Inter perdeu o scudetto ao ser derrotada pela Lazio, no Olimpico de Roma, por 4 x 2 no que seria a última partida de Ronaldo com a camisa interista.
Em termos individuais, Giuseppe Meazza e Silvio Piola dividem o posto de maior artilheiro do embate, com 8 gols cada.
Meazza, por sinal, anotou todos os tentos da Inter na goleada de 4 x 1 ocorrida em 05 de novembro de 1933, naquela que é a maior já aplicada pelos nerazzurri, que, porém, sofreram o mesmo placar em 14 de maio de 1995, quando Signori, Negro, Rambaudi e Winter reverteram o gol solitário de Nick Berti.
Já Giuseppe Bergomi, com 13 aparições entre 1983 e 1999, é o giocatore con più presenze no confronto, tendo participado, inclusive, do sucesso nerazzurro de 04 de junho de 1989, quando a Inter de Trapattoni venceu a Lazio de Materazzi (pai do atual zagueiro interista) por 3 x 1.
Os highlights daquela partida podem ser visualizados abaixo!
Para melhor contextualizar, naquela oportunidade o tabellino foi o seguinte:
Lazio: Fiori; Monti, Gregucci, Piscedda, Beruatto; Acerbis, Di Canio, Sclosa; Dezotti, Rizzolo (85' Greco), Sosa. All. Materazzi.
Inter: Zenga; Bergomi, Ferri, Mandorlini, Brehme; Matteoli, Berti, Bianchi, Matthäus; Diaz, Fanna (63' Morello). All. Trapattoni.
Gols: 53' Dezotti, 68' Bergomi, 79' Diaz, 84' Diaz.
Árbitro: Amendolia.
Cartões amarelos: Zenga e Berti.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

4 Comments:

At 11:46 PM, Blogger JP said...

Ah lembro-me bem do Materazzi pai! Conseguiu o feito de ser campeão no Sporting em 1999/2000 apesar de só ter orientado a equipa nos primeiros jogos, cinco se não me falha a memória... e ainda levou para Alvalade um muito razoável extremo esquerdo de seu nome Ivone de Franceschi, que deixou saudades aos adeptos leoninos...
Abraços

 
At 1:44 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Muito bem lembrado, vez que Materazzi, além de ter treinado Lazio, Bari, Padova, Brescia e Piacenza, dentre outras equipes na Itália, teve uma rápida passagem pelo Sporting (para onde levou o meia De Franceschi, seu comandado também no Padova) e fez algum sucesso na China, onde, acho eu, foi campeão.
Abraços,

 
At 9:49 PM, Blogger JP said...

Ainda treina o Materazzi não? Nunca mais ouvi falar dele... O De Franceschi já não deve jogar pois não? Foi uma pena que o Sporting não o tenha conseguido segurar em Lisboa, salvo erro estava emprestado pelo Chievo... era um extremo esquerdo daqueles à moda antiga, actuava colado à linha e cruzava muito bem, além de ser bastante veloz. Muitos dos golos do 'velho' Beto Acosta foram obtidos graças às assistências do De Franceschi. Nessa saudosa equipa do Sporting também alinhava André Cruz, excelente defesa central que já tinha passado pelo Milan. Bons velhos tempos...
Abraços

 
At 1:14 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Ao que sei o último clube que o Giuseppe Materazzi treinou foi o Bari, de onde foi demitido no final de 2007.
Já o habilidoso De Franceschi realmente encerrou a carreira agonística também em 2007, quando foi constatada uma malformação congênita de uma de suas coronárias - ele estava no Padova, onde continua trabalhando como 'team manager'.
André Cruz foi um grande central, mas, mais do que no Milan, prefiro lembrá-lo enquanto defensor do Napoli, onde acredito tenha tido melhor sorte...
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker