Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

domingo, janeiro 24, 2010

O Jogo Da TV (Parte IV) - Internazionale x Milan



O Derby della Madonnina de nº 272 foi um daqueles para entrar na história!
Diante de mais de 80.000 espectadores, nerazzurri e rossoneri entraram em campo como os grandes antagonistas na corrida pelo scudetto e desde logo ficou evidente que, apesar da temparatura baixa de Milão, o clima, dentro das 4 linhas, não seria nada ameno, com Ronaldinho chegando forte em Lúcio ainda aos 2'.
Jogando no 4-3-1-2, com Santon de volta à lateral esquerda, Cambiasso player arretrato e Sneijder trequartista dietro a Pandev e Milito, a Inter começou muito disposta e aos 3' o fantasista olandese acertou a trave esquerda do goleiro Dida com um belo chute de fora da área.
Em ritmo elevadíssimo, a resposta do Milan na partida não tardou, com Ronaldinho servindo Antonini aos 6', cabendo ao lateral centrar para o avante Borriello, que, entretanto, concluiu muito mal, com a bola indo longe do gol do também brasileiro Júlio César.
Aos 8', novamente Sneijder, desta vez servido involuntariamente por Favalli (que substituiu Nesta, que nem no banco ficou) em jogada de Pandev, ficou cara-a-cara com Dida, mas o arqueiro milanista saiu providencialmente e conseguiu evitar a vantagem nerazzurra.
Mas Dida nada pôde fazer aos 10', depois que Abate tentou cortar um lançamento de Pandev e acabou foi ajeitando a bola para Milito, com o argentino (acima marcado por Antonini - La Presse) desferindo um cruzado indefensável para celebrar seu 13º gol no campeonato e colocar a Inter em merecida vantagem.
Aí, o Milan sentiu o golpe e a Beneamata passou a ser verdadeiramente padrona, com Milito, desta vez pela direita, exigindo nova grande defesa de Dida aos 15'.
Aos 26', Lúcio arrancou da sua intermediária e, aparentemente, foi derrubado por Ambrosini já no campo rossonero - simulação no entender do árbitro Rocchi, que mostrou cartão amarelo para o zagueiro brasileiro e, em seguida, vermelho para Sneijder, que ficou aplaudindo ironicamente o mediador da peleja.
Partida nada fácil para o apitador de Florença, em seguida foi a vez de Favalli receber cartão amarelo por uma entrada dura em Pandev, exaltando os ânimos.
Com um homem a menos, i triangoli offensivi e difensivi da Inter passaram a não funcionar o Milan conseguiu equilibrar a partida, principalmente porque Ronaldinho conseguiu escapar da até então cerrada marcação levada a cabo por Zanetti e Maicon e, aos 30', os rossoneri reclamaram um pênalti em razão de mão do próprio Maicon quando R10 aplicava um chapéu no lateral dentro da área.
Sob ritmo sempre intenso, o jogo continuou também rude e a última grande chance do disputadíssimo 1º tempo ocorreu em cobrança de falta de Pirlo aos 39' (que acabou indo para escanteio depois de desviar na barreira), ocasionada por entrada ríspira de Muntari em Gattuso.
Para a 2ª etapa, Leonardo voltou com Seedorf no lugar de Gattuso e il palleggio ci guadagna, com o impacto da entrada do holandês se fazendo sentir logo, cabendo a Júlio César impedir com os pés o tento de empate do meia aos 2'.
Na jogada seguinte, Pirlo lançou Borriello, que ajeitou com o peito para a conclusão plástica de Ronaldinho, com a bola zunindo na trave direita de Julio Cesarone.
Mas, para não transformar o jogo em um monólogo, Pandev fez grande jogada aos 10' e serviu Milito, mas o argentino, após se livrar de Abate, acabou concluíndo fraco, com Dida não tendo problemas em recolher a bola.
Aí, em seguida, coube ao Milan explorar as laterais, mas Borriello não conseguiu transformar em gol nem cruzamento de Favalli aos 12' e nem de Beckham aos 14'.
Apesar do maior domínio milanista (ao final, 67,7% da posse de bola e 65,03% do vantaggio territoriale foram do Milan), a Inter continuou sendo perigosa nos contra-ataques e, aos 17', um exuberante Pandev recebeu de Milito e, com um tocco morbido, encobriu Dida, com a bola esbarrando na trave antes de terminar nos braços do arqueiro brasiliano.
E o atacante macedônio iria coroar sua belíssima atuação aos 20', cobrando com perfeição a falta que resultou no 2 x 0 interista (acima, à esquerda, o momento da cobrança - Getty Images).
Em seguida, o ex laziale, exausto, deu lugar ao brasileiro Thiago Motta.
Sob a regência (literalmente!) de Mourinho, a torcida da Inter começou a fazer festa e o Milan, apesar de não ter se entregado, não conseguiu mais reagir, especialmente porque encontrou um paredão pela frente, com Júlio César ainda evitando o gol em virada ravvicinata de Huntelaar (mandado a campo no lugar de Ambrosini) e, em pleno recupero, defendendo pênalti (que custou a expulsão de Lúcio) cobrado por Ronaldinho (acima, o brasileiro contra seu compatriota Maicon - Villa)!
Com o resultado obtido (vale a pena conferir os highlights no vídeo ao final do post e também, em uma versão ampliada, no endereço http://www.youtube.com/watch?v=4VSw8LKCX0U), a Inter vola a +9!
O tabellino:
Inter: Júlio César; Maicon, Lúcio, Samuel, Santon; Zanetti, Cambiasso, Muntari (87' Cordoba), Sneijder; Milito (80' Balotelli), Pandev (66' Thiago Motta). All. Mourinho.
Milan: Dida; Abate, Thiago Silva, Favalli, Antonini (77' Jankulovski); Gattuso (46' Seedorf), Pirlo, Ambrosini (80' Huntelaar); Beckham, Borriello, Ronaldinho. All. Leonardo.
Gols: 10' Milito, 65' Pandev.
Árbitro: Rocchi.
Cartões amarelos: Beckham, Lúcio, Favalli, Muntari, Pandev e Thiago Silva.
Cartões vermelhos: Sneijder e Lúcio.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

2 Comments:

At 2:19 PM, Anonymous Anônimo said...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ prix cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ vente cialis
http://prezzocialisgenericoit.net/ comprare cialis online
http://preciocialisgenericoespana.net/ venta cialis

 
At 1:20 AM, Anonymous Anônimo said...

http://prixviagragenerique50mg.net/ prix viagra
http://prezzoviagraitalia.net/ prezzo viagra
http://precioviagraespana.net/ generico viagra

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker