Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sexta-feira, agosto 31, 2007

A Itália Na Europa


Foi uma semana na qual deu tudo certo para as equipes italianas nas competições européias, começando com a importante classificação da Lazio para a fase de grupos da Uefa Champions League na última terça-feira e terminando com a conquista da Uefa Super Cup pelo Milan nesta sexta, sem esquecer da classificação da Sampdoria na Copa U.E.F.A.
O feito mais difícil cabia, sem qualquer dúvida, à Lazio, que apenas empatara em casa contra o Dinamo Bucuresti em 1 x 1 no último dia 14 e necessitava da vitória ou de um empate em 2 x 2 ou mais gols na Romênia para se classificar e salvar sua temporada, ou, como asseverou com propriedade o atacante Tommaso Rocchi, "quasi due stagioni"!
Para piorar, em um estádio com uma atmosfera incandescente (cerca de 70.000 presentes) e tingido de branco e vermelho (as cores do Dinamo), a Lazio realizou um 1º tempo lamentável e foi para o vestiário perdendo, com justiça, por 1 x 0.
Sem muitas opções em decorrência de um elenco limitado e tendo ainda que administrar as contusões de Mauri, Siviglia e Diakhite e as suspensões de Behrami e Mutarelli, o técnico Delio Rossi voltou com os mesmos homens para o 2º tempo (na foto ao alto - Ansa -, Manfredini enfrenta um adversário), mas com um espírito totalmente diverso, o que propiciou o empate laziale logo no primeiro minuto da etapa complementar, graças a um pênalti cometido por Nastase em Del Nero e cobrado por Rocchi, logo ele que havia desperdiçado uma cobrança de penalidade máxima no jogo de ida.
Com o empate o jogo mudou por completo e alguns minutos depois o macedônio Pandev colocou a Lazio em vantagem, aproveitando assistência de Rocchi.
Mais algumas voltas do ponteiro dos segundos e foi a vez de Pandev presentear Rocchi para que o atacante de scuola Juve realizasse 3 - 1 e assegurasse a Lazio de volta à Champions League.
A tarefa da Sampdoria era mais fácil, vez que a equipe do técnico Mazzarri havia vencido os croatas do Hajduk Split fora de casa por 1 x 0 e precisava apenas de um empate em Gênova para superar a fase preliminar da Copa U.E.F.A.
E foi o que realmente ocorreu, com uma pragmática Samp com um meio de campo formado por Maggio (à esquerda contra Hrgovic - Sampdoria), Volpi, Palombo, Sammarco e Pieri e tendo Bellucci e Montella no ataque saído na frente graças a mais um gol do Aeroplanino e sofrido o empate já no final da partida.
Por fim, nesta sexta-feira, em um jogo marcado pela forte emoção e pelas homenagens póstumas ao meia Antonio Puerta (na foto abaixo as equipes reunidas no centro do campo antes do início da partida - Ap), falecido no último dia 28 aos 22 anos depois de sofrer uma parada cardiorrespiratória no jogo do Sevilla contra o Getafe válido pela 1ª rodada do campeonato espanhol, o Milan, atual campeão da Champions League, derrotou o Sevilla, atual campeão da Copa U.E.F.A, por 3 x 1 e garantiu sua 5ª Uefa Super Cup.
A bem da verdade, o Sevilla começou melhor (apesar da 1ª grande oportunidade ter sido rossonera, com Kaká acertando a trave de Palop) e mereceu largar na frente, quando o brasileiro Renato fez 1 x 0 (a comemoração do gol, com homenagem a Puerta, foi muito bonita) aproveitando cruzamento da direita e uma incerteza do também brasileiro Dida, que não esteve no seu melhor dia.
Logo em seguida, o francês Kanoutè invadiu a área, se livrou de Dida e tocou para Renato, que teve o seu 2º gol negado por um grande Nesta.
Porém, com o decorrer do tempo, o Milan conseguiu equilibrar as ações e Seedorf desperdiçou uma grande ocasião aos 31'.
A superioridade técnica do time italiano começou a ficar evidente no finalzinho do 1º tempo, quando Inzaghi marcou um gol que foi corretamente anulado por fuorigioco.
Mas na 2ª etapa o Sevilla não conseguiu resistir e Inzaghi, logo aos 10', acertou uma cabeçada indefensável (foto à esquerda - Newpress) aproveitando cruzamento de Gattuso que, por sua vez, recebeu passe de calcanhar de Pirlo, mais uma vez um dos destaques da partida.
Aliás, foi Pirlo que começou, aos 17', a jogada mais bonita do encontro: logo depois de atravessar a linha do meio de campo o regista italiano fez um lançamento incrível para a ponta esquerda, onde o ala Jankulovski acertou um sem pulo que entrou no canto oposto do goleiro espanhol Palop - Milan 2 x 1!
Apesar da virada, o técnico Juande Ramos não jogou a toalha e colocou o russo Kerzhakov no lugar de Matri no intuito de deixar a equipe mais ofensiva, tendo Ancelotti sacado um combalido Gattuso para promover a estréia do brasileiro Emerson logo em seguida.
Mas de nada adiantaram as modificações promovidas pelo treinador espanhol (que ainda mandou a campo o italiano Maresca e o atacante Luís Fabiano), pois Pirlo, mais uma vez, lançou Kaká que, dentro da área, foi derrubado pelo zagueiro Dragutinovic.
A cobrança da penalidade máxima foi inusitada: Kaká chutou e o goleiro Palop defendeu... com o rosto, no rebote, Kaká anotou o 3º gol rossonero de cabeça!
Placar final: Milan 3 x 1 e 5ª Supercoppa Europea para Milanello (na foto acima a comemoração dos campeões - Milan).

Marcadores: , , ,

Na Última Vez ...

6 Comments:

At 8:00 PM, Blogger JP said...

Mais uma vez o pragmatismo do Milan ditou leis, desta vez não foi Kaká, mas sim Pirlo que esteve em destaque na minha opinião...
O Sevilha que vinha sendo apelidado de 'papa-taças' finalmente perdeu no derradeiro jogo, a 2ª parte menos conseguida tem uma boa explicação, deve ter sido muito díficil a semana para os jogadores 'andaluzes'...

Abraços

 
At 11:23 PM, Blogger Lady Cyntia said...

Ave Samp!

 
At 11:40 PM, Blogger Lady Cyntia said...

Uma pena que a SuperCoppa foi disputada com a sombra da morte do espanhol Puerta. A disputa acabou perdendo o brilho. Mas fico feliz que tenha sido o time italiano o vencedor.
Abraços!

 
At 8:44 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Prezados,
Efetivamente, a morte do Puerta foi um acontecimento traumatizante e condicionou a 'Uefa Super Cup'. Mas, como o JP destacou, o Pirlo teve uma atuação extraordinária.
Abraços,

 
At 6:52 PM, Blogger Lady Cyntia said...

Rodolfo,
Me desculpe pela distração. Devo-lhe parabéns pela brilhante classificação da Lazio à fase de grupos da Champions. Somente hoje pude acompanhar pelos jornais como realmente a classificação foi sofrida, mas acho que merecida.

Abraços,

 
At 7:56 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
Obrigado! Acho que será ótimo para a Itália a participação de todas as suas 4 equipes na fase de grupos da UCL.
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker