Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

domingo, agosto 26, 2007

Quem Vem Lá (Parte I) - Ezequiel Lavezzi


A conceituada revista Guerin Sportivo apresentou o argentino Ezequiel Ivan Lavezzi aos seus leitores como "L'ex elettricista che illuminerà Napoli"!
Efetivamente, o atacante recém-contratado pelo clube partenopeo, conhecido como El Loco (O Louco) ou El Pocho (O Raio) na Argentina, tem muitos atributos para conquistar a fanática torcida napolitana: "dribbling, un tiro micidiale, l'estro che ricorderà ai più Maradona", prosseguiu o famoso periódico... Maradona? Aí é demais, Lavezzi é um baixinho habilidoso e de físico robusto (1,73 m por 75 kg), mas está mais para o agora ManU Carlitos Tevez do que, lógico, para Il Pibe D'Oro.
Voltando a história de El Loco (tem 11 tatuagens espalhadas pelo corpo, inclusive o escudo do Rosario Central bem no peito), Lavezzi nasceu na província de Santa Fé (mais exatamente em Villa Gobernador Gálvez) em 03 de maio de 1985 e aos 10 anos estava nas categorias de base do Boca Juniors.
Porém, de forma surpreendente, aos 17 anos o jovem Ezequiel resolveu abandonar o futebol para trabalhar como eletricista ao lado dos irmãos!
Não durou muito na nova profissão - logo acertou com o Estudiantes de Buenos Aires (clube da 3ª divisão portenha), com o qual realizou 16 gols e chamou, pela primeira vez, a atenção dos olheiros italianos - acabou acertando a transferência para o Genoa por un milione di euro.
Como Il Grifone, então na Serie B, não pôde tesserare Lavezzi, porque extra-comunitário, acabou emprestando-o ao San Lorenzo (na foto acima com a camisa do clube de Almagro - Guerin Sportivo) com o intuito de levá-lo para a Itália na temporada seguinte (2005/2006).
Mas o destino acabou adiando a ida de Lavezzi para a Bota, vez que o Genoa foi rebaixado à Serie C e a devastante punta cedida definitivamente ao San Lorenzo.
Na Argentina, Lavezzi conquistou o Torneo Clausura 2007 como protagonista absoluto e passou a fazer parte da Selección, com a qual estreou no último dia 18 de abril.
Tanto sucesso fez o atacante baixinho e atrevido trocar o San Lorenzo pelo San Paolo, atiçando a imaginação de uma das torcidas mais fiéis da Itália.

Marcadores: , , ,

Na Última Vez ...

8 Comments:

At 12:17 AM, Blogger Lady Cyntia said...

Rodolfo...
Vendo os apelidos sugestivos dados ao rapaz, me lembrei que pretendo fazer um trabalho sobre futebol Argentino na conclusão do meu curso de Espanhol, e preciso de uma lista com os apelidos dados aos 'hermanos' só que ainda não achei nada na Net, ficando só com aqueles mais conhecidos. Vc sabe se há alguma revista ou livro onde poderia encontrar esses codinomes? Os aregentinos são sempre criativos...

Abraços,

 
At 12:24 AM, Blogger Lady Cyntia said...

Uma observação sobre o Ezequiel: ele é da província de Santa Fé, terra de outro argentino doc., de quem sou incondicinal fã: Néstor Sensini! Só que 'La Boquita' nasceu em Arroyo Seco. Sinto muita saudade de vê-lo em campo. Ai, que nostalgia...

Por que os Argentinos teimam em achar que qualquer baixinho que faça um algo a mais possa ser um novo Maradona? 'El Pibe' é único, não haverá jamais outro igual!

saluti

 
At 7:56 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
Quanto aos apelidos, acho que o jeito é procurar um-a-um, mas, desde já, me coloco à sua disposição para ajudar na empreitada.
No tocante as comparações com Maradona, realmente ele é rei por lá (e também na Itália) e os formadores de opinião ficam logo entusiasmados quanto aparece alguém que tenha 1% do seu talento...
Abraços,

 
At 10:56 PM, Blogger Lady Cyntia said...

Obrigada! Devo começar a pesquisa em novembro. Qualquer coisa eu te falo.
Abçs

 
At 9:37 PM, Blogger JP said...

Confesso que ainda não vi este jovem a jogar, mas segundo o que li e a confirmarem-se as expectativas vai ser um caso sério no Nápoles... embora quando entram em termos de comparação com Maradona, a conversa muda... Diego foi o maior e duvido muito que apareça alguém igual a ele...

Abraços

 
At 11:09 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Pois é, os argentinos (e os napolitanos) são pródigos em comparar, vez ou outra, um baixinho qualquer, desde que seja pelo menos um pouquinho habilidoso, com Maradona.
E esta comparação nunca é benéfica, pois acaba transferindo uma carga de responsabilidade enorme para um atleta que, na maioria das vezes, não consegue administrar tal encargo.
Abraços,

 
At 3:03 PM, Blogger Lady Cyntia said...

Rodolfo...
Primeiro gol na Serie A para seu 'destaque da semana'.

Se não fosse pelo seu blog, sinceramente, ia ficar a ver navios sobre quem é o Lavezzi.
Abraços,

 
At 10:41 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
Realmente surpreendente a goleada do Napoli em plena Udine! Fiquei estupefato! Quero assistir a um jogo desse Napoli logo, para desvendar suas reais condições.
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker