Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

domingo, agosto 26, 2007

O Jogo Da TV (Parte III) - Genoa x Milan



Transcorridos 12 anos desde a última participação do Genoa na Serie A, a reestréia do Grifone na principal divisão do Calcio não foi dos melhores, vez que a equipe sofreu uma dura derrota para o Milan por 3 x 0 jogando no Marassi.
Antes do jogo, o clima era de alegria e de euforia, mas também de apreensão e temor, vez que existia o receio de incidentes entre supostos torcedores, o que resultou na proibição do jogo para os tifosi rossoneri, bem como na decisão de não comparecimento ao estádio dos bambini del Genoa Club for Children.
Tudo porque em 29 de janeiro de 1995, horas antes de acontecer a que deveria ser a última partida válida pela Serie A envolvendo estas mesmas equipes (o Genoa acabaria rebaixado ao final daquela temporada), confrontos entre as torcidas resultaram na morte de Vincenzo Spagnolo, tifoso genoano - com o lamentável incidente a partida acabou suspensa no intervalo e disputada em 15 de fevereiro seguinte - e alguns baderneiros prometiam revanche.
Felizmente, ao final da partida, nenhum incidente foi registrado, não obstante a acachapante derrota do time da casa, com direito a clamoroso erro do árbitro e tudo.
Ainda bem que, apesar do goleiro brasileiro Dida não ter sido muito exigido e o time de Carlo Ancelotti ter ido para o intervalo já vencendo por 3 x 0, a equipe do técnico Gasperini não foi tão mal a ponto de levar seus torcedores ao desespero.
Proposto em um ofensivo 3-4-3, o Genoa até fez uma partida interessante, mas esbarrou na ausência de pontaria de seus atacantes e em uma defesa rossonera perfetta, dove sobressaiu um ótimo Nesta.
O Milan, por sua vez, fez seu costumeiro jogo cínico e implacavelmente eficaz, tirando proveito da posse de bola e da maior categoria de seus jogadores, em especial Kaká e Pirlo.
E foi dos pés deste último que saiu o primeiro gol rossonero no campeonato: cobrança de falta milimétrica para a cabeçada do capitão Ambrosini (foto acima - La Presse), que acertou o canto do brasileiro Rubinho, irmão do mais famoso Zé Elias e esordiente na Serie A defendendo o gol do Genoa.
Após o gol, o time de Milão continuou micidiale sulle fasce, especialmente na direita, onde Oddo (foto mais abaixo - Milan) foi muito bem e de uma de suas progressões surgiu o 2º tento rubro-negro, de autoria de Kaká (na foto do alto, à esquerda - Milan), que cirurgicamente completou na saída de Rubinho, sem chance de defesa para o jovem portiere brasiliano.
Se a vantagem de 2 gols já seria suficiente para o Milan administrar o resultado com seu toque de bola pragmático, o árbitro Saccani resolveu dar uma mãozinha e anotou um pênalti inexistente de Rubinho em um spento Gilardino - cobrança de Kaká e 3 x 0 no último lance do 1º tempo.
Na 2ª etapa, o Genoa voltou com o brasileiro Fabiano no lugar do mediano Paro e, com a alteração tática, o lateral direito Oddo não teve tanto espaço para avançar e o time da casa esboçou endurecer a partida, mas acabou esbarrando em um sólido adversário, que administrou muito bem o placar até o final da gara.
Assim ficou o tabellino:
Genoa: Rubinho; Bega, Lucarelli, Santos (66' Rossi); Konko, Milanetto, Paro (46' Fabiano), Juric; Papa Waigo (78' Leon), Gasparetto, Di Vaio. All. Gasperini.
Milan: Dida; Oddo, Nesta, Kaladze, Jankulovski (88' Favalli); Gattuso (74' Brocchi), Pirlo, Ambrosini (82' Gourcuff), Kaká, Seedorf; Gilardino. All. Ancelotti.
Gols: 21' Ambrosini, 44' Kaká, 48' Kaká (pênalti).
Árbitro: Saccani.
Cartões amarelos: Ambrosini, Rubinho e Seedorf.

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

2 Comments:

At 9:27 PM, Blogger JP said...

Tive oportunidade de ver o resumo da partida e de facto aquele penalty sobre o Gilardino... que imaginação a do árbitro!...
Quanto ao resto deu para ver que os anos vão passando e o estilo de jogo do Milan é o mesmo, sem mexer uma palha...

Abraços

 
At 11:25 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
É... um jogo pragmático, mas eficaz.
Agora, o pênalti...
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker