Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

domingo, fevereiro 28, 2010

O Jogo Da TV (Parte II) - Napoli x Roma



Atenção, o Ministero della Salute adverte: jogo do Napoli é contra-indicado para cardíacos!
Brincadeira à parte, depois de cotejos históricos contra Juventus (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2009/10/o-jogo-da-tv-parte-i-juventus-x-napoli.html) e Cagliari (confira em http://calcioseriea.blogspot.com/2009/12/o-jogo-da-tv-parte-i-cagliari-x-napoli.html), o Napoli voltou a protagonizar mais uma reação incrível neste domingo e, perdendo por 2 x 0 até mais da metade do 2º tempo, conseguiu chegar ao empate contra a Roma nos minutos finais.
O 2 x 2 final foi um resultado justo para uma partida rica de emoções e que, coincidentemente, confirmou que Ranieri e Mazzarri só sabem pareggiare quando si incontrano, já que o de hoje foi o 6º empate da dupla.
Mas bem que Ranieri tentou surpreender seu colega de profissão e armou a Lupa Capitolina em um inédito 3-5-2, com Motta e Riise compondo o meio de campo ao lado de Taddei, De Rossi e Perrotta, com Júlio Baptista e Vucinic na frente - Menez, cotado para começar jogando, com febre, foi parar no banco de reservas.
Já Mazzarri mandou a campo o Napoli no esperado 3-4-2-1, com Lavezzi de volta como titular depois de 48 dias di stop e Hamsik e Quagliarella completando o reparto avanzato.
E, apesar da alteração tática promovida por Ranieri ter tido como um de seus objetivos tolher as descidas dos alas Maggio e Aronica - uma das principais alternativas de criação dos partenopei -, o jogo começou bastante movimentado, com as equipes jogando e deixando jogar.
Porém, apesar de algumas boas chances criadas (o Napoli chutou, apenas na 1ª etapa, 9 vezes contra o gol de Doni!), sendo a mais clamorosa a desperdiçada por Maggio nos acréscimos (foto do alto - Reuters), os times foram para os vestiários com o placar apontando o 0 x 0, culpa de uma accurata organização tática.
O 2º tempo não começou de forma muito diferente, com os ataques das equipes procurando abrir passagem em bem postadas marcações, sendo que o Napoli, particularmente, pareceu passar por um calo nella fase di costruzione del gioco, ao que a Roma aproveitou para tirar vantagem e, aos 13', Júlio Baptista pedalou para cima de Campagnaro antes de ser derrubado pelo argentino dentro da área (na foto acima, o próprio Campagnaro, em outro lance, marca La Bestia - Bruno).
O próprio Júlio Baptista converteu a penalidade máxima e colocou a Roma em vantagem, que poderia ter sofrido o empate logo em seguida, quando Quagliarella foi derrubado por Juan dentro da área, mas o árbitro Rizzoli entendeu como simulação e ainda mostrou o cartão amarelo para o avante azzurro.
Mazzarri, então, tirou o volante Pazienza para inserir o avante Denis, mas antes que o recém ingressado pudesse tocar na bola, Vucinic, postado pela extrema esquerda, recolheu um cruzamento que veio da direita, cortou Campagnaro com a matada no peito e, assim que a bola tocou o chão, fuzilou no canto de um imóvel De Sanctis para fazer 2 x 0 para a Roma aos 20'.
Porém, o Napoli não se deixou abater e partiu para cima da Lupa, que acabou relaxando na postura defensiva até então perfeita.
Assim, aos 29', Denis deu uma mostra do que faria no minuto seguinte cabeceando uma bola com perigo após cruzamento de Maggio.
Mas, aos 30', o mesmo atacante argentino reabriu a partida com um gran sinistro indefensável para o brasileiro Doni.
Sem esmorecer, o Napoli (em que Mazzarri ainda inseriu Zuñiga e Cigarini no posto de zagueiros!) continuou insistindo até que, aos 43', Rizzoli optou por marcar mais um pênalti - mas desta vez a favor dos mandantes - quando Mexes supostamente tocou com o braço bola que Denis foi buscar com esforço.
O eslovaco Hamsik cobrou o pênalti com frieza (acima à direita - Ap) e deu números finais a mais uma bela reação napoletana, impedindo a 8ª vitória consecutiva giallorossa, mas não o seu 16º resultado útil di fila!
E assim ficou o tabellino da espetacular partida:
Napoli: De Sanctis; Campagnaro (67' Zuñiga), Cannavaro, Rinaudo (80' Cigarini); Maggio, Pazienza (63' Denis), Gargano, Aronica, Hamsik, Quagliarella; Lavezzi. All. Mazzarri.
Roma: Doni; Burdisso, Mexes, Juan; Motta, Taddei, De Rossi, Perrotta, Riise; Júlio Baptista (75' Faty), Vucinic. All. Ranieri.
Gols: 59' Júlio Baptista (pênalti), 65' Vucinic, 74' Denis, 90' Hamsik (pênalti).
Árbitro: Rizzoli.
Cartões amarelos: Aronica, Juan, Quagliarella e Motta.
Abaixo, os highlights da partida:

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker