Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, dezembro 12, 2009

O Jogo Da TV (Parte I) - Cagliari x Napoli



Em uma partida mais do que sensacional, repleta de alternativas e reviravoltas, o Cagliari teve sua série de 4 vitórias in casa interrompida ao ceder, no último instante, o empate em ... 3 x 3 com o Napoli!
O jogo prometia antes mesmo da bola rolar, já que reunia duas das equipes mais em forma no campeonato italiano, com o time azzurro, vindo de 8 resultados úteis consecutivos (4 vitórias e 4 empates), disposto a manter sua invencibilidade jogando no 3-4-2-1, com Maggio e Zuñiga abertos nas extremidades e Hamsik pronto para, com sua fina habilidade, servir os rápidos Lavezzi e Quagliarella, este último um pouco mais avançado que El Pocho.
Por sua vez, Allegri, uma das ótimas confirmações desta parte inicial do torneio, lançou sua equipe no 4-3-1-2, com Cossu na função de trequartista tendo Matri e Nenê a frente.
E a primeira boa oportunidade foi efetivamente sarda, com De Sanctis saindo muito bem da pequena área para impedir o gol de Cossu, que ainda foi perseguido pelo goleiro partenopeo até fora da área, onde acabou derrubado por Maggio aos 9'.
Porém, a partir daí o Napoli foi padrone e, com um Lavezzi (acima fugindo de Cossu - Locci) tornato nei livelli di un anno fa, abriu o marcador aos 21' em grande jogada individual do argentino, que acertou o canto de Marchetti com um tiro cruzado e rasoterra.
O Cagliari, então, tentou reagir exercendo uma maior pressão, mas sem conseguir levar perigo a meta defendida por De Sanctis, enquanto o Napoli, mesmo com menor posse de bola (terminou a partida com 45,9% contra 54,1% de possesso palla do time de Allegri), continuou tendo o domínio da partida mais perigoso, tanto que, quando fez 2 x 0 com Pazienza aos 20' do 2º tempo, parecia ter definido a partida.
A doppia vantagem acabou por diminuir a concentração defensiva dos comandados de Mazzarri, especialmente de Aronica, que não viu o argentino Larrivey (que entrou no lugar do brasileiro Nenê) antecipá-lo para, em cruzamento de Matri, desviar a bola para o canto oposto de De Sanctis e reabrir a partida aos 30' (na foto acima, a comemoração de Bati com Lopez - Cagliari).
E o Cagliari, que então já jogava no 3-4-1-2 com a entrada de Dessena no lugar do lateral Pisano, conseguiu logo o empate, desta vez com Matri aproveitando cruzamento de Cossu para colocar no ângulo de forma indefensável até mesmo para um esforçado De Sanctis, que não teve como alcançar a bola aos 35'.
Atordoado, Mazzarri trocou Quagliarella por Denis e Zuñiga por Dátolo, mas foi a última alteração promovida por Allegri que surtiu efeito, vez que o recém ingressado Jeda, de apenas 1,76 m, subiu em cima da marca do pênalti e, de cabeça, colocou o Cagliari pela primeira vez em vantagem na partida aos 45' do 2º tempo!
Partida definida? Muito provavelmente, ainda mais porque já aos 50', Lavezzi perdeu a cabeça e, mesmo fora de campo, chutou a bola em direção ao técnico Allegri, recebendo o cartão vermelho do árbitro Pierpaoli.
Mas, mesmo com um homem a menos em campo, o Napoli reuniu forças para uma última investida e, aos 51', no derradeiro lance da partida, o apenas esforçado Grava lançou a bola na área, Denis cabeceou para boa defesa de Marchetti e, no rebote, o uruguaio Bogliacino, que também havia acabado de entrar, conseguiu empurrar a bola para o fundo das redes antes de se chocar com a trave (na foto acima, à direita, o momento anterior a testada do centrocampista - Napoli) para empatar definitivamente a partida.
E assim ficou o tabellino do match que parecia infinito:
Cagliari: Marchetti; Pisano (67' Dessena), Lopez, Canini, Agostini; Biondini, Parola, Lazzari, Cossu (89' Jeda); Matri, Nenê (59' Larrivey). All. Allegri.
Napoli: De Sanctis; Grava, Cannavaro, Aronica; Maggio, Pazienza (92' Bogliacino), Gargano, Zuñiga (87' Dátolo), Hamsik, Lavezzi; Quagliarella (82' Denis). All. Mazzarri.
Gols: 21' Lavezzi, 65' Pazienza, 75' Larrivey, 80' Matri, 90' Jeda, 96' Bogliacino.
Árbitro: Pierpaoli.
Cartões amarelos: Maggio, Lavezzi, Aronica, Zuñiga, Nenê, Pazienza e Matri.
Cartão vermelho: Lavezzi.
A seguir, os highlights da ótima partida:

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker