Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, dezembro 12, 2009

O Jogo Da TV (Parte II) - Bari x Juventus



Em 8 dias cruciais para a sua annata, a Juventus começou muito bem vencendo, no último dia 05, a Internazionale no Derby d'Italia (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2009/12/o-jogo-da-tv-parte-ii-juventus-x.html), mas encerrou o período do pior modo possível sucumbindo neste sábado diante do Bari depois de ter sido humilhada na Champions League pelo Bayern München na terça.
Com uma defesa pouco tônica e um centrocampo disperso, onde até Marchisio esteve muito mal, a Vecchia Signora foi presa fácil para a revelação stagionale Bari que, explorando bastante as extremas, chegou sem maiores dificuldades ao placar de 3 x 1.
Méritos para Ventura, que ciente da melhor qualidade técnica do adversário, armou sua equipe em um sólido 4-4-2, segurando seus laterais mas liberando os esterni Alvarez e Rivas, que semearam o pânico na defesa juventina órfã de Chiellini e sem a proteção de Felipe Melo e Sissoko.
Aliás, Ferrara tentou inovar no centrocampo bianconero, lançando o português Tiago como mezzala sinistra e Marchisio pela direita, opção que acabou se revelando catastrófica.
Um dos maiores talentos de sua geração, Marchisio foi fundamental para o primeiro gol ... biancorosso, anotado por Meggiorini (acima perseguido por Molinaro, enquanto Cannavaro está estatelado no chão - Bari) depois de uma série de equívocos defensivos cometidos pela Juve, culminando com o desvio em Legrottaglie que matou Buffon.
Em um campo um tanto castigado e diante de mais de 50.000 spettatori, a Juventus buscou reagir de imediato e, durante algum tempo, encurralou os Galletti, que só voltaram a ameaçar aos 22', quando em mais um cochilo defensivo o zagueiro Bonucci cabeceou por cima da meta defendida por Buffon totalmente sozinho.
Aí, em seguida, em bela jogada individual de Diego, o francês Trezeguet empatou a partida, aproveitando rebote proporcionado por Gillet aos 23'.
A partir daí a Juventus teve mais posse de bola, mas o ritmo da partida, condicionada pelo gramado pesado, caiu.
Porém, antes do intervalo, o Bari mais uma vez aproveitou um contra-ataque e, no uno contro uno, Cannavaro cometeu pênalti no brasileiro Barreto (à esquerda o momento do toque - Bellini), que o próprio atacante ex Udinese cobrou para colocar a equipe biancorossa mais uma vez em vantagem.
A 2ª etapa não foi muito diferente do final da 1ª, com a Juventus mantendo mais a posse de bola (terminou com 65,1% neste quesito), mas o Bari conseguindo ser mais perigoso no contropiedi.
Ainda assim, a Juventus esteve próxima de empatar, seja em uma conclusão ravvicinata de Trezeguet aos 6' (em que Gillet foi estrondoso), seja nas várias oportunidades que Tiago teve ou mesmo na penalidade máxima que Almiron cometeu em Grosso e que Diego (abaixo sofrendo a marcação de Masiello - Reuters) chutou para fora, só que foi o Bari que matou a partida aos 36', quando o mesmo Almiron (ex di turno) acertou um tirambaço de fora da área que deixou Buffon imóvel e a Juventus em crise.
O tabellino da grande vitória barese ficou assim (no vídeo ao final do post, além dos tradicionais highlights, entrevista com o ótimo mediano Donati):
Bari: Gillet; A. Masiello, Diamoutene, Bonucci, Stellini; Alvarez, Donati, Almiron, Rivas (63' Katama); Meggiorini (71' Gazzi), Barreto (61' Greco). All. Ventura.
Juventus: Buffon; Cáceres, Legrottaglie, Cannavaro, Molinaro (66' Grosso); Marchisio, Poulsen, Tiago (75' Camoranesi) (86' Giovinco), Diego; Amauri, Trezeguet. All. Ferrara.
Gols: 7' Meggiorini, 23' Trezeguet, 44' Barreto (pênalti), 81' Almiron.
Árbitro: Tagliavento.
Cartões amarelos: Meggiorini, Tiago, Cannavaro, Almiron e Poulsen.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker