Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

terça-feira, maio 05, 2009

Momento Panini - Sergio Pellissier


Se o rossonero Filippo Inzaghi está na crista da onda por ter realizado 5 gols na Serie A somente no mês de abril e por estar sendo determinante na rimonta milanista, o que dizer de Sergio Pellissier, que comemorou nada menos do que 6 gols no mesmo período com a camisa do Chievo que, em pouco tempo, deixou a lanterna da competição para figurar em uma posição de relativa tranquilidade?
Nascido aos 12 de abril de 1979 em Aosta, no extremo noroeste italiano, quase que na fronteira com a França, Pellissier começou sua carreira no Torino, com o qual até estreou na Serie B, disputando uma única partida na temporada 1997/1998.
Emprestado ao Varese para ganhar experiência, Pellissier se destacou naquela que foi uma das melhores campanhas da equipe biancorossa nos últimos tempos, chegando ao play-off da Serie C1 sob o comando de Mario Beretta no campeonato 1999/2000.
Dotado de grande velocidade e habilidade, Pellissier não passou despercebido dos dirigentes do Chievo, então apenas uma equipe do quartiere homônimo da cidade de Verona e há apenas 6 anos na Serie B, sem grande destaque.
Considerado ainda muito imberbe para os disputados jogos do torneio cadetto, Pellissier foi emprestado ao Spal em janeiro de 2001, tendo retornado ao Chievo após a temporada 2001/2002, quando realizou 14 gols em 30 partidas na Serie C1.
Nesse meio tempo, a sociedade clivense conquistou uma surpreendente promoção à Serie A e, mais incrível ainda, um 5º posto logo em sua temporada de estréia!
Assim, aos 23 anos, Topolino (por causa de suas orelhas e do formato do nariz) fez sua estréia na Serie A partindo como titular na 3ª rodada (que, cronologicamente, foi a 2ª!) da temporada 2002/2003, postado como esterno destro na derrota de 2 x 1 para o Brescia de Baggio e Mazzone em Verona, dando lugar, no intervalo, ao atacante Cossato.
Ao final do campeonato, a 7ª colocação alcançada pela equipe gialloblù teve muito da contribuição de Pellissier (a figurinha acima foi extraída do álbum da temporada 2002/2003), autor de 5 gols em 25 presenças.
Sempre mesclando jovens valores com alguns atletas mais experientes, o Chievo, com o passar dos anos, se transformou em uma realidade da Serie A e chegou mesmo à Champions League com 0 4º lugar do campeonato 2005/2006 (posição essa que, a bem da verdade, foi alcançada apenas devido as punições aplicadas decorrentes do Calciopoli).
Junto com a evolução do sodalizio clivense, Pellissier, seja como meia ou como secunda punta, também foi somando admiradores, a ponto de ser cortejado por diversos clubes de maior tradição, inclusive a biancoceleste Lazio.
Mas, a reboque da Champions League (da qual o Chievo acabou eliminado pelos búlgaros do Levski Sofia ainda no Primo Turno Preliminare) veio também o descenso à Serie B, não obstante os 9 gols anotados por Pellissier, capocannoniere da equipe pelo 3º ano consecutivo (mesmo tendo companheiros como Amauri, que no campionato 2005/2006 fez 11 gols, enquanto Topolino 13!).
Mais uma vez apontado como uomo-mercato, Pellissier rejeitou todas as ofertas recebidas desejoso de capitanear o Chievo de volta à Serie A e não se importou de disputar o campionato cadetto na temporada 2007/2008, terminado com o Chievo campeão e Topolino com 22 gols anotados, recorde para um jogador clivense.
Capitão do Chievo desde a saída do zagueiro Lorenzo D'Anna em 2007, Pellissier é, atualmente, também o maior artilheiro da história da equipe na Serie A com 49 gols anotados e um dos mais presentes, totalizando até aqui 189 presenças, enquanto o alfiere é o lateral Salvatore Lanna, hoje no Bologna, com 199 aparições com a maglia gialloblù.
Porém, se continuar mantendo o nível das últimas aparições (a figurinha acima é a do atual campeonato), será quase impossível para o presidente Luca Campedelli manter o seu astro para a próxima temporada...

Marcadores:

Na Última Vez ...

2 Comments:

At 8:47 PM, Blogger JP said...

É verdade, Rodolfo, não vou esquecer tão depressa aquele 'hat-trick' em Turim que afastou de imediato a Juventus do título e motivou o início deste descalabro...
É realmente um avançado com nível para uma equipa que lute por objectivos mais ambiciosos do que os do Chievo, mas quem fez questão de ir com a equipa para a Série B, provavelmente só sairá se a oferta e as garantias forem irrecusáveis...
Abraços

 
At 9:32 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Muito obrigado pela visita, que sei que foi 'penosa' para um 'bianconero' como você...
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker