Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

terça-feira, maio 26, 2009

Momento Panini - Bruno Cirillo


Aos 32 anos, capitão do rebaixado Reggina, Bruno Cirillo já faz planos para quando pendurar as chuteiras. Técnico? Empresário? Que nada, o sonho deste roccioso difensore é ser ... ator de filmes pornográficos!
Isso mesmo, em recente entrevista a um programa de televisão italiano, Cirillo declarou: "Da piccolo ho sempre sognato di essere un attore porno. Forse un giorno lo realizzerò", para completar, dentre risadas, que os companheiros o chamam de Dotato.
Independentemente de eventual atributo extra-calcistico, o certo é que este zagueiro ou terzino sinistro nascido aos 21 de março de 1977 em Castellammare di Stabia, na província de Napoli, apesar de parcos recursos técnicos, construiu uma carreira mais do que digna na Europa.
Tendo começado na própria Reggina, com a qual estreou na Serie C1 na temporada 1994/1995, Cirillo ganhou experiência na Tricase, uma pequena agremiação da cidade homônima, com a qual disputou as stagione 1996/1997 e 1997/1998, esta última na C2.
De volta à Reggina, Cirillo foi apenas um coadjuvante na campanha que resultou na histórica promoção à Serie A, mas esteve em campo no histórico 28 de agosto de 1999, quando o time calabrês fez seu esordio na máxima divisão do futebol italiano empatando com a poderosa Juventus por 1 x 1, em Turim!
Ao final da temporada 1999/2000 (figurinha acima), Cirillo tinha colecionado 32 partidas (no máximo de 34, ficando atrás apenas do zagueiro Stovini no time amaranto) e realizado 2 gols (o decisivo contra o Piacenza pela 3ª rodada e outro na vitória externa sobre a Roma por 2 x 0), figurando como uma das revelações do campeonato e um dos destaques da boa Reggina treinada por Colomba e que tinha, dentre outros, os centrocampisti Baronio e Pirlo.
As boas atuações deste defensor de 1,87 m por 75 kg também levaram Cirillo à Under 21 de Tardelli, com a qual foi campeão europeu da categoria derrotando na final a República Tcheca de Ujfalusi, Jankulovski e Grygera.
Massimo Moratti, então, resolveu levar Cirillo para ser companheiro de Ronaldo na Internazionale, naquele que foi provavelmente o mais pífio mercato protagonizado pelo atual patròn nerazzurro (junto com Cirillo, chegaram o veterano goleiro Ballotta, os defensores Ferrari, Gresko, Lombardi e Macellari, além dos meias Brocchi, Farinos, Robbiatti e dos atacantes Keane e Sükur, todos de péssima recordação para os aficcionados do time).
Obviamente, depois de apenas 17 aparições na Serie A com a Inter, Cirillo foi cedido ao Lecce para o campeonato 2001/2002, onde também não conseguiu se firmar como titular, apesar do descenso da equipe à Serie B.
Jogador nem sempre dos mais leais (embora tenha recebido apenas 2 cartões vermelhos em sua carreira na Serie A, é um grande colecionador de amarelos, sendo 13 apenas na atual temporada - figurinha ao lado), Cirillo voltou à Reggina no início da stagione 2002/2003, mas no mercado invernale aceitou o resultado das 4 linhas e seguiu para o Lecce, onde terminou a temporada na Serie B.
Contratado pelo Siena, o Dotato transcorreu de 2003 a 2005 na belíssima cidade toscana, quando somou 54 jogos pela Serie A completados por 20 ammonizioni, além de protagonizar um lamentável incidente com o interista Materazzi, que custou ao atual capitão amaranto uma lesão bem feia no lábio.
Em 2005, Cirillo acertou sua transferência para o grego AEK, onde se firmou como um dos pilares defensivos e obteve destaque até jogando na Champions League, chegando a marcar um belo gol di rovesciata contra o Anderlecht que quase valeu a classificação do clube de Atenas à fase seguinte.
Pretendido pelo Benfica, Cirillo acabou passando ao Levante, na Liga, em 2007, de onde voltou à Reggina em janeiro de 2008.
Desde então, Cirillo tem colocado sua experiência a favor de sua società madre, mas, não poucas vezes imprudente, nesta temporada não conseguiu assegurar a 7ª salvezza consecutiva.

Marcadores:

Na Última Vez ...

2 Comments:

At 11:06 PM, Blogger JP said...

Rodolfo, recordo-me da passagem interessante de Cirillo pelo AEK e do interesse do Benfica na sua contratação. É verdade que tem feito uma carreira muito digna, sobretudo ao serviço da Reggina, mas confesso que me parti a rir quando li o sonho de futuro do 'Dotato'! Simplesmente hilariante!
Abraços

 
At 7:19 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Realmente, o desejo do Cirillo é para lá de insólito...
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker