Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

quarta-feira, setembro 26, 2007

O Jogo Da TV - Palermo x Milan



Será que o técnico do Milan, Carlo Ancelotti, sabe que a grande virtude da experiência é permitir que erros cometidos anteriormente não sejam repetidos?
De acordo com o que foi visto nesta quarta-feira no Renzo Barbera, parece que não.
Afinal, o Milan foi visitar o Palermo amargando já 4 pontos de desvantagem da líder Roma (transcorridas apenas 4 rodadas do campeonato), fruto de 3 empates consecutivos, em 2 dos quais o time rossonero parecia ter a vitória nas mãos e as deixou escapar por pura displicência.
Porém, pior foi o resultado na Sicília, onde o Palermo não só conseguiu arrancar o empate quando o Milan parecia que iria vencer, como obteve a virada no minuto final, fazendo com o que o retorno da trupe de Ancelotti à Milão tenha sido ainda mais amargo.
De nada adiantou ao Milan dominar quase toda a partida (a ponto de terminá-la com 67,2% da posse de bola, contra apenas 32,8% do Palermo), ter chutado a gol mais do que o dobro de vezes do adversário (9 a 4), se mais uma vez faltou concentração e atitude (e, talvez, tenha sobrado soberba) para garantir a vitória.
Vitória esta que parecia estar se desenhando quando, em estupenda jogada de Kaká, o holandês Seedorf fez um belíssimo gol (no alto à direita - Newpress), logo aos 10'.
Daí, inspirado pela dupla Seedorf-Kaká (à esquerda o brasileiro contra seu compatriota Fábio Simplício - Milan), contando com a segurança de Emerson no centrocampo e com os laterais Oddo e Jankulovski bem atuantes, o Milan dominou todo o 1º tempo, deixando o Palermo acuado e incapaci di giocarsela.
Iniciada a 2ª etapa, os visitantes continuaram mandando no jogo e desperdiçaram occasioni a raffica - em um intervalo de 60'' Pirlo acertou o travessão (repetindo feito de Seedorf nos 45' iniciais), Simplício salvou uma cabeçada de Nesta na linha e Seedorf errou uma conclusão malamente a lato con la porta spalancata.
Tantos equívocos tiveram seu preço!
Aos 28' da etapa complementar o brasileiro Amauri, até então uma figura nula em campo, dominou a bola de maneira um tanto suspeita (meio ombro, meio braço) e cruzou, de virada, para o centro da área, onde o ala Diana já chegou concluíndo para empatar a partida.
O técnico rosanero Colantuono já havia mexido (e bem): dentro Jankovic e Cavani, fora Caserta e Bresciano. Ancelotti, então, resolveu dar fôlego novo ao Milan, sem, porém, alterá-lo taticamente: saíram Emerson e Gilardino, entraram Brocchi e Inzaghi.
Não adiantou - nos acréscimos um stanco Pirlo cometeu uma falta boba em Diana. O baixinho Miccoli, na cobrança, disparou um petardo de longe que entrou no canto de Kalac - Palermo 2 x 1 (à direita - Rosanero - a comemoração do Romario del Salento)!
O tabellino:
Palermo: Fontana; Diana, Zaccardo, Barzagli, Cassani (74' Rinaudo); Migliaccio, Fábio Simplício, Bresciano (61' Cavani), Caserta (61' Jankovic); Amauri, Miccoli. All. Colantuono.
Milan: Kalac; Oddo, Nesta, Kaladze, Jankulovski; Gattuso, Emerson (76' Brocchi), Pirlo, Seedorf, Kaká; Gilardino (76' Inzaghi). All. Ancelotti.
Gols: 10' Seedorf, 73' Diana, 93' Miccoli.
Árbitro: Farina.
Cartões amarelos: Emerson, Fábio Simplício e Miccoli.

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

2 Comments:

At 4:11 PM, Blogger JP said...

'Il piccolo' Miccoli continua em grande! Bom golo que valeu uma vitória importantissima e a primeira derrota para o Milan que hoje voltou a escorregar... será que é equipa só para a Champions como na época passada?
Abraços

 
At 9:02 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Parece que sim. Aliás, acho que o Milan está pagando por estar adiando uma renovação que se mostra, cada vez mais, evidente. Costacurta se aposentou, Maldini está a um passo da escrivaninha, Cafu e Favalli não possuem mais o mesmo fôlego, sem contar que o ataque, contando apenas com Gilardino e Inzaghi, deixa a desejar.
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker