Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

domingo, setembro 23, 2007

O Jogo Da TV (Parte III) - Sampdoria x Genoa



Muita expectativa para pouco futebol e, pior, demasiada violência - eis a síntese do tão aguardado derby di Genova!
Aliás, antes mesmo da bola rolar vários incidentes foram registrados fora do estádio Luigi Ferraris, inclusive confrontos entre grupos de torcedores do Genoa e da Sampdoria, resultando na detenção de dezenas de supostos tifosi.
Dentro do estádio, felizmente, não foi registrada nenhuma ocorrência grave, mas também não houve qualquer emoção entre as 4 linhas, como se as equipes tivessem atuado com receio de alterar o estado de ânimo dos torcedores.
Apesar de tudo, alguns fatos da partida merecem registro.
Taticamente, enquanto a Sampdoria começou alinhada em um 3-4-2-1 com o Aeroplanino Montella (no alto contra o zagueiro Bovo - Sampdoria) supostamente auxiliado por Delvecchio e Bellucci em seu mister de fazer gols, o Genoa partiu em um audacioso 3-4-3, que, porém, não se mostrou factível, vez que a equipe do técnico Mazzarri, impulsionada pelos alas Pieri e Zenoni, impôs uma marcação alta que asfixiou os cugini nos primeiros minutos da partida.
Porém, como o ataque blucerchiato não se mostrava concreto em nenhuma oportunidade (la cronaca da Gazzetta dello Sport não registrou um único tiro in porta durante toda a partida), o centrocampo formado pelos lutadores Palombo e Volpi desandou no ritmo e o Genoa, forte na marcação dos meias Coppola e Konko e na habilidade de Milanetto, conseguiu equilibrar as ações, tornando a partida muito brigada no meio de campo.
E foi aí que o futebol desapareceu de vez e o que se passou a ver foi uma seqüência enorme de faltas (59 ao todo, sendo 27 da Samp e 32 do Genoa) e vários atendimentos na borda do campo.
O incidente mais grave, com certeza, foi o causado (criminosamente) por Bellucci no goleiro brasileiro Rubinho (foto acima à esquerda - Pegaso), que acabou tendo que ser substituído pelo reserva Scarpi.
De resto, valeu pela estréia de Cassano na Samp (à direita sua entrada em campo - Ap), ainda que o talento barese não tenha tido oportunidade de mostrar nada de bom.
Uma pena, vez que o derby della Lanterna, que não era disputado desde a temporada 1994/1995 na Serie A, merecia (muito) mais!
Um tabellino para esquecer:
Sampdoria: Mirante; Campagnaro, Sala, Gastaldello (79' Lucchini); Zenoni, Palombo, Volpi, Pieri (82' Ziegler), Delvecchio, Bellucci; Montella (75' Cassano). All. Mazzarri.
Genoa: Rubinho (66' Scarpi); Bega, Bovo, Lucarelli; Konko, Coppola, Fabiano, Milanetto (51' Sculli); Rossi, Borriello, Di Vaio (57' Leon). All. Gasperini.
Árbitro: Rosetti.
Cartões amarelos: Milanetto, Bellucci, Coppola, Palombo, Delvecchio, Lucchini e Lucarelli.

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

2 Comments:

At 12:00 AM, Blogger Lady Cyntia said...

Vou ter que falar algo,né? Eta joguinho chato! Deu um sono.

Também achei a entrada do Bellucci criminosa, embora na minha crônica não tenha usado o termo, mas não poderia ser mais perfeito para qualificar o lance.

Volpi jogou com infiltração, tanto que nem foi para Milão hoje. Montella passou desapercebido. Você percebeu a cara dele ao sair de campo. Pareceu não ter gostado nada.

O ataque do 'meu' time tem Bonazzoli, Cassano, Montella, Bellucci, Foti e Caracciolo. Estão há 270 minutos sem marcaqr um gol sequer na Serie A. Socorro...

Parece aquele provérbio: 'muito barulho por nada'. Assim foi o 'derby' da Lanterna. Merecíamos um jogo melhor.

 
At 9:31 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
É, foi bem abaixo do esperado mesmo! Você tem toda a razão, o Montella saiu de campo com cara de poucos amigos, mas continuo acreditando que ele ainda vai dar muitas alegrias à torcida da Samp.
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker