Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, fevereiro 13, 2010

O Jogo Da TV (Parte II) - Roma x Palermo



Contra o Palermo, a Roma chegou a sua 6ª vitória consecutiva na Serie A e, assim, retomou o 2º lugar que havia temporariamente perdido após o sucesso do Milan ontem, na abertura da 24ª rodada.
E foi uma vitória targata Ranieri, que insistiu nas escalações de Totti e Brighi, que non dovevano nemmeno giocare e acabaram se mostrando decisivos!
Mas, postado no 4-3-1-2, com um consistente meio de campo formado por Migliaccio, Liverani, Bresciano e Simplício, este último um pouco mais a frente, foi o Palermo que largou melhor, praticando uma forte marcação, que atrapalhou por demais a criação giallorossa.
Assim, foi o time siciliano que criou as primeiras boas oportunidades - com Miccoli (ao lado marcado por De Rossi - Bruno) e un tiro da fuori de Migliaccio.
Todavia, a Roma, com o passar dos minutos, foi encontrando brechas na marcação palermitana e, aos 33', aproveitou de uma bola parada para abrir o marcador, com Brighi pegando de primeira a bola (mais abaixo, à esquerda - Bruno) que veio de cobrança de escanteio de Totti e, contando com uma ligeira desviação de Bovo (formado exatamente em Trigoria), fazendo 1 x 0.
O Palermo, entretanto, tentou responder de imediato e, aos 40', Cavani acertou uma sensacional botta al volo que só não entrou porque o arqueiro Júlio Sérgio estava muito bem colocado.
Sempre pela direita, o mesmo Cavani ainda exigiu boa defesa do goleiro brasileiro no minuto seguinte, antes dos times irem para os vestiários.
Ammonito, Totti (que era diffidato e portanto cumprirá suspensão na próxima rodada) não voltou para o 2º tempo, com Ranieri inserindo Júlio Baptista no jogo.
E, apesar do primeiro blitz da etapa derradeira ter sido rosanero, a alteração de Ranieri logo rendeu frutos, com La Bestia ampliando para a Roma aos 8', recompensando a insistência de Brighi em não desistir de jogada que parecia controlada pela defesa do Palermo, mas que acabou possibilitando a assistência do meia para o avante brasiliano.
O raddoppio desestruturou o time de Rossi, que rapidamente sacou Fábio Simplício para a entrada de Pastore, procurando imprimir maior qualidade na transição do meio de campo para o ataque.
Porém, Brighi estava impossível e, aos 17', realizou sua doppietta personale, acertando um belo tiro de fora a área aos 17', que entrou no canto de Sirigu.
Aí, embora o Palermo não tenha se entregado, o ritmo da partida caiu, só voltando a se elevar a partir dos 30', primeiramente com Balzaretti acertando a trave de Júlio Sérgio aos 33' e, aos 34', com o pênalti de Taddei em Pastore, que Miccoli converteu no minuto seguinte.
Mas o dia não era mesmo do Palermo, que ainda viu o norueguês Riise (ao lado em ação - Bruno) marcar o 4º gol da Roma depois que um chute cruzado de Pizarro atravessou toda a área palermitana.
O tabellino:
Roma: Júlio Sérgio; Motta, Burdisso, Juan, Riise; Pizarro, De Rossi, Taddei, Brighi, Vucinic (65' Menez); Totti (46' Júlio Baptista). All. Ranieri.
Palermo: Sirigu; Cassani, Kjaer, Bovo, Balzaretti; Migliaccio, Liverani, Bresciano, Fábio Simplício (55' Pastore); Cavani (73' Budan), Miccoli. All. Rossi.
Gols: 33' Brighi, 53' Júlio Baptista, 62' Brighi, 80' Miccoli (pênalti), 83' Riise.
Árbitro: Tagliavento.
Cartões amarelos: Kjaer, Totti, Miccoli e Menez.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker