Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sexta-feira, fevereiro 12, 2010

O Jogo Da TV (Parte I) - Milan x Udinese



Depois de 4 jogos sem vencer (sendo 3 pela Serie A), o Milan reencontrou o sucesso nesta sexta, na abertura da 24ª giornata.
E, melhor que o resultado, foi a bela atuação rossonera, importantíssima às vésperas do importante confronto contra o Manchester United pela Champions League.
Disposto no tradicional 4-3-3 de Leonardo, com Favalli na lateral esquerda e Mancini formando com Huntelaar e Ronaldinho o ataque, o Milan, desde o início, privilegiou a posse de bola, fazendo girar a pelota de um lado ao outro do campo, aguardando o momento certo para tentar furar o forte bloqueio da Udinese, postada também no 4-3-3, mas com um baricentro bem mais recuado.
Aí, diante do consistente pressing, o Milan conseguiu abrir o marcador aos 7', quando Huntelaar se antecipou ao goleiro Handanovic (ao lado - La Presse), aproveitando boa jogada de Ronaldinho Gaúcho para testar para o fundo do gol vazio.
O gol não mudou em nada o panorama tático do jogo, com o Milan claramente disposto a definir logo a contagem, enquanto a Udinese prosseguiu disposta a explorar apenas os contra-ataques, como o puxado por Isla aos 9', em que Di Natale chegou um pouquinho atrasado para concluir dentro da área.
Aos 13', Leonardo foi obrigado a lançar mão de Pato, inserindo o jovem brasileiro no posto de seu connazionale Mancini, que sentiu um problema muscular.
A partir dos 20', Leonardo começou a demonstrar claramente sua insatisfação com a queda de produção do seu time que, ademais, começou a evidenciar sérios problemas defensivos, deixando troppo accessibile l'area di rigore rossonera.
Mas, aos 39', foi a vez do Milan fazer uso da principal arma friulana e, em um contra-ataque muito veloz, proporcionado por um lançamento belíssimo de Ronaldinho, Pato ampliou a contagem para 2 x 0 (na foto acima, o scatto do brasileiro - La Presse).
Antes do intervalo, porém, o Milan resolveu deixar a partida mais interessante e Abate resolveu entregar a bola para o chileno Sanchez na intermediária rossonera, com o velocista sul-americano entregando a bola para Di Natale, que encontrou Floro Flores dentro da área, mas a contribuição maior coube ao brasileiro Dida, que aceitou uma bola relativamente fraca.
A Udinese acabou voltando animada para o 2º tempo e obrigou o Milan a recuar, mas coube novamente a equipe rossonera marcar - mais uma vez com Huntelaar que, oportunista, aproveitou um corte mal feito por Coda em cobrança de falta de Pirlo para, com categoria, virar e fuzilar Handanovic quase da linha da pequena área.
De Biasi, então, trocou Inler por Lodi e, alguns minutos depois, avançou a equipe com as entradas de Pepe e Geijo, apelidado de El Emperador de Orriols (acima o atacante espanhol contra Nesta - Pennicino).
E as coisas se inverteram, com os bianconeri pressionando e explorando a posse de bola, enquanto o Milan passou a, primordialmente, se preocupar em defender.
Porém, foi o time casalingo que esteve mais próximo de realizar o poker, desperdiçando boas oportunidades com Huntelaar, Ronaldinho, Pato e até com Gattuso que, servido por Ronaldinho (excelente a atuação do brasileiro, autor de 4 assistências), não teve o cacoete de atacante para vencer Handanovic.
No final, a insistência bianconera foi recompensada com o gol de Di Natale, que decretou o 3 x 2 final aos 42'.
O tabellino da partida, cujos highlights vão em seguida, ficou assim:
Milan: Dida; Abate, Nesta, Thiago Silva (40' Bonera), Favalli; Gattuso, Pirlo, Ambrosini; Mancini (13' Pato), Huntelaar, Ronaldinho (77' Beckham). All. Leonardo.
Udinese: Handanovic; Isla, Coda, Zapata, Pasquale; Sammarco (72' Pepe), Inler (61' Lodi), Asamoah; Sanchez, Floro Flores (72' Geijo), Di Natale. All. De Biasi.
Gols: 7' Huntelaar, 39' Pato, 47' Floro Flores, 57' Huntelaar, 87' Di Natale.
Árbitro: Celi.
Cartões amarelos: Zapata, Sammarco, Isla, Gattuso e Lodi.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker