Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

quarta-feira, janeiro 06, 2010

O Jogo Da TV (Parte I) - Chievo x Internazionale



Sem fazer muito esforço e jogando em um campo em péssimas condições, a Internazionale venceu o Chievo nell'anticipo della penultima giornata di andata e, assim, conquistou o simbólico título de campione d'inverno.
Sem poder contar com Cambiasso, Muntari e até o jovem Krhin, todos entregues ao departamento médico, além de Stankovic e Thiago Motta, suspensos, Mourinho teve que utilizar todas as peças que tinha à disposição para preencher o 4-2-3-1 nerazzurro, lançando o esordiente Pandev (abaixo contra o brasileiro Luciano - Getty Images) e o partente Vieira no meio de campo ao lado de Zanetti, Balotelli e Sneijder, com Milito como único atacante natural (vale lembrar que o camaronês Eto'o está com a sua seleção na Coppa d'Africa).
Já o time comandado por Di Carlo entrou em campo no 4-3-1-2, com Mandelli e Yepes formando a zaga e Bogdani ao lado de Pellissier no ataque.
Disputada em horário inédito (às 12h30 italianas, 9h30 em Brasília), de forma a atender o mercado asiático, a partida começou agitada, com o clivense Pellissier descendo perigosamente pela esquerda até concluir ao lado da meta defendida por Júlio César.
Depois, as equipes passaram a errar mais do que acertar, até que aos 11' ocorreu o lance capital: em jogada que começou com o brasileiro Luciano, Pellissier reclamou de pênalti cometido por Cordoba, mas o árbitro Pierpaoli mandou prosseguir e, no contra-ataque velocíssimo, a bola passou por Lúcio, Milito, Pandev e Sneijder até chegar a Balotelli (abaixo, à esquerda, contra a defesa do Chievo - Inter) na extrema direita, com o atacante concluíndo da entrada da área para defesa de Sorrentino e, no rebote, passando pelo arqueiro para realizar o gol partita!
O Chievo até tentou reagir prontamente, mas no campo muito castigado foi a Inter que voltou a ter as melhores chances, como a em belíssima jogada individual do romeno Chivu aos 43', desviada por Mandelli para escanteio depois que o lateral nerazzurro havia passado por 3 adversários.
Aliás, o momento negativo da partida ficou por conta da contusão sofrida pelo romeno logo no início do 2º tempo, que acabou tendo que ser operado de urgência após o violento (e involuntário) choque de cabeças com Pellissier (na foto mais abaixo o difensore saindo na barella - Inter).
De resto, o Chievo esteve melhor na 2ª etapa, criou algumas boas oportunidades (como a que Abbruscato desperdiçou sotto misura aos 17'!) e, além de ter terminado atuando no 4-2-1-3, protestou por mais um pênalti não assinalado pelo árbitro, desta vez por um evidente toque de mão de Quaresma em disputa com o mais alto Yepes quase no final da partida.
Na pragmática Inter, de registrar a estréia do jovem austríaco Arnautovic (apontado com um novo Ibra, mas até aqui oggetto misterioso) e i saluti finali para o francês Vieira, na iminência de deixar Milão rumo a Manchester.
Já o tabellino ficou assim:
Chievo: Sorrentino; Sardo, Mandelli, Yepes, Mantovani; Luciano (85' Granoche), Rigoni, Marcolini, Bentivoglio (60' Pinzi); Bogdani (60' Abbruscato), Pellissier. All. Di Carlo.
Inter: Júlio César; Maicon, Lúcio, Cordoba, Chivu (48' Materazzi); Vieira, Zanetti, Balotelli (87' Arnautovic), Sneijder, Pandev (67' Quaresma); Milito. All. Mourinho.
Gol: 12' Balotelli.
Árbitro: Pierpaoli.
Cartões amarelos: Chivu, Balotelli, Vieira, Sardo, Marcolini, Cordoba, Pellissier, Quaresma e Maicon.
Abaixo, os highlights do encontro:

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker