Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, novembro 28, 2009

O Jogo Da TV (Parte I) - Udinese x Livorno



Com o retorno de Di Natale às redes (o artilheiro não marcava desde o dia 03 de outubro), a Udinese interrompeu a seqüência negativa de duas derrotas e reencontrou a vitória fazendo 2 x 0 no Livorno na partida que abriu a 14ª rodada da Serie A 2009/2010 neste sábado.
Com Domizzi no posto do brasileiro Felipe, mas principalmente sem Pepe e Sanchez no ataque, o time friulano entrou em campo no 3-5-2, com os alas Basta e Lukovic como esterni e Floro Flores e Di Natale na frente.
Pelo lado do Livorno, Cosmi teve que renunciar aos vários Rivas, Mozart e Tavano, enquanto Pieri e Lucarelli foram a campo mesmo longe das melhores condições físicas, propondo o time amaranto em um mais conservador 3-4-2-1.
Assim, em um início com le squadre cortissime, com o meio de campo congestionado, o primeiro lance de perigo saiu dos pés de Di Natale, que tentou surpreender o arqueiro De Lucia com um petardo de longa distância aos 4'.
A partida continuou bem disputada, com as equipes, diante de defesas bem postadas, só conseguindo concluir de fora da área, como com Inler aos 21' e Moro aos 28', até que aos 29', Di Natale (acima perseguindo Perticore - Panato) cobrou uma falta com perfeição para abrir o marcador.
A partir daí a Udinese tomou conta das iniciativas e passou a pressionar o Livorno, chegando ao radoppio aos 38', quando Di Natale começou a jogada na meia cancha, tocou para Inler que, por sua vez, alargou na esquerda para Lukovic (ao lado contra Candreva - Ap), que cruzou com perfeição para Floro Flores subir no meio da zaga livornese e testar para fazer 2 x 0.
Para o 2º tempo, Cosmi voltou com Vitale no posto de Pieri e logo depois inseriu o atacante argentino Cellerino no lugar do ala (e lateral de origem) Raimondi, deslocando o hábil Pulzetti para a fascia destra.
E, então, o Livorno, que viu Floro Flores quase ampliar novamente no início da 2ª etapa, passou a ser incisivo, criando várias oportunidades para reabrir a partida, mas teve seu avante Lucarelli em giornata no.
Assim, já aos 11', Lucarelli só não marcou porque foi antecipado no último momento por Domizzi (ao lado, o centrale bianconero combate exatamente Lucarelli - La Presse), enquanto no minuto seguinte foi a vez do arqueiro Handanovic se esforçar para desviar a conclusão do veterano atacante para escanteio.
Mas não foi só Lucarelli que tentou, vez que aos 18' foi a vez de Cellerino experimentar de fora da área, mas a conclusão passou ao lado da meta bianconera.
Com a Udinese pouco ativa em zona ofensiva, o Livorno continuou mais perigoso e Lucarelli voltou a desperdiçar uma ótima oportunidade aos 30', quando não conseguiu desviar em direção ao gol cobrança de falta da intermediária realizada por Candreva, um dos mais lúcidos em campo.
Ao final, apesar da supremacia do Livorno nos quesitos posse de bola (55%) e supremazia territoriale (terminou com 10'55'' contra 8'24'' da Udinese), a vitória bianconera foi merecida, em especial pelo que concretizado pelo duo napolitano Di Natale-Floro Flores na etapa inicial.
Eis o tabellino:
Udinese: Handanovic; Zapata, Coda, Domizzi; Basta, Inler (74' Isla), D'Agostino (86' Sammarco), Asamoah, Lukovic; Floro Flores (74' Corradi), Di Natale. All. Marino.
Livorno: De Lucia; Perticone, Diniz, Knezevic; Raimondi (55' Cellerino), Moro, Filippini (86' Marchini), Pieri (46' Vitale), Candreva, Pulzetti; Lucarelli. All. Cosmi.
Gols: 29' Di Natale, 38' Floro Flores.
Árbitro: Ciampi.
Cartões amarelos: Knezevic, Domizzi, Moro e Filippini.
A seguir, os highlights da partida e entrevista com Totò Di Natale, que, sozinho, concluiu a gol o mesmo número de vezes que todo o time do Livorno - 9!

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker