Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

domingo, outubro 25, 2009

O Jogo Da TV (Parte III) - Fiorentina x Napoli



Foi um 'Match Clou' para acabar com tabus! Afinal, a Fiorentina ainda não havia sofrido gols no Artemio Franchi nesta temporada e o Napoli não vencia longe do San Paolo há quase um ano - mais precisamente desde o dia 26 de outubro de 2008, quando superou a Lazio por 1 x 0 em Roma (com um autogol - vide http://calcioseriea.blogspot.com/2008/10/o-jogo-da-tv-parte-i-lazio-x-napoli.html).
Mas, ao contrário do que os números frios possam aparentar, a vitória partenopea foi mais do que merecida e só não foi construída antes (o gol decisivo saiu aos 88'!) porque o arqueiro viola Frey foi o melhor em campo, chegando mesmo a defender um pênalti cobrado por Quagliarella.
Postada no 4-2-3-1, com Gilardino poupado e Mutu avante, a Fiorentina até que começou determinada, com o montenegrino Jovetic e o peruano Vargas aparecendo bem no apoio ao astro romeno.
Porém, o Napoli, desde o início, mostrou que não estava para brincadeiras e já aos 2', Lavezzi serviu Maggio que exigiu boa defesa de Frey com um diagonale secco.
Aliás, como Prandelli optou pelo mais ofensivo De Silvestri no posto de Comotto na lateral direita, Mazzarri foi rápido e mandou o eslovaco Hamsik (acima perseguido por Zanetti - Getty Images) jogar bem aberto na esquerda, nas costas do ex laziale, proporcionando uma bela alternativa ao duo Maggio-Lavezzi, jogando pela direita azzurra.
Embora com maior posse de bola (terminou a partida com 55% do total), a Fiorentina encontrou muita dificuldade para transformar essa superioridade em ação concreta e, perigo mesmo, somente aos 21', com Vargas desferindo um chute em diagonal que passou por toda a pequena área na frente do gol defendido por De Sanctis.
Já o Napoli só não largou na frente, ainda na 1ª etapa, porque Frey (ao lado praticando uma defesa arrojada - Getty Images) praticamente fez milagre ao hipnotizar o argentino Lavezzi e, no rebote, praticar ou grande defesa em conclusão de Quagliarella aos 28'.
A história do 2º tempo começou diferente, com Gilardino (que entrou no lugar de Mutu no intervalo) quase marcando logo no 1', mas desta vez coube a De Sanctis defender em cima da linha e, no rebote, Hamsik salvar a conclusão de Jorgensen (que entrou no posto de Santana ainda no 1º tempo).
Porém, logo Frey voltaria a ser protagonista, antecipando Quagliarella aos 27' e, principalmente, defendendo a cobrança de pênalti (sofrido por Hamsik) do mesmo Quaglia aos 34'.
O atacante napoletano ainda tentou se redimir aos 36', mas novamente o portierone francês impediu a mudança no placar.
Mazzarri, vendo que Quagliarella não estava em uma tarde feliz, colocou o aríete Denis em seu lugar e o argentino, logo em sua primeira jogada, até fora de sua característica natural, foi à extrema direita e cruzou para Maggio, finalmente, vencer Frey com um toque de grande categoria (acima, o momento do gol decisivo - Gabutti).
Vitória merecida, embora conquistada apenas no finalzinho - aliás, da mesma forma que há uma semana atrás, quando o estreante Mazzarri precisou esperar até o último momento para que o mesmo Maggio desse a vitória do Napoli sobre o Bologna, na ocasião por 2 x 1.
O tabellino da peleja (cujos melhores momentos podem ser visualizados no vídeo ao final do post, que ainda traz uma entrevista com o autor do gol decisivo):
Fiorentina: Frey; De Silvestri, Gamberini, Natali (73' Comotto), Gobbi; Zanetti, Montolivo, Santana (30' Jorgensen), Jovetic, Vargas; Mutu (46' Gilardino). All. Prandelli.
Napoli: De Sanctis; Grava, Rinaudo, Contini; Maggio, Pazienza, Gargano, Aronica, Hamsik; Lavezzi (90' Dátolo), Quagliarella (87' Denis). All. Mazzarri.
Gol: 88' Maggio.
Árbitro: Morganti.
Cartões amarelos: Mutu, Grava, Aronica, Contini, Zanetti, Gamberini e Rinaudo.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker