Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, outubro 03, 2009

O Jogo Da TV (Parte II) - Internazionale x Udinese



Em uma partida muito dinâmica, jogada em altíssima velocidade, a Inter superou uma valorosa Udinese in extremis e voltou, ao menos até amanhã, a liderança da Serie A 2009/2010.
Com número quase idêntico de faltas e conclusões (foram 29 faltas cometidas durante o jogo, sendo 16 pela Udinese, e 26 as conclusões a gol, sendo 16 pela Inter), o jogo foi realmente muito fluído, em muito proporcionado pelos esquemas e jogadores propostos, vez que a Inter entrou no 4-3-1-2 com um meio de campo bastante leve, formado por Muntari, Cambiasso, Stankovic e Sneijder (com Mourinho lançando Zanetti e Chivu como laterais, abdicando de atacar com os alas para melhor proteger a defesa), enquanto a Udinese foi de um elástico 4-4-2, com os atacantes Sanchez e Pepe como esterni di centrocampo.
Obviamente, tamanha propensão a atacar (e tão pouca para defender) resultou em frutos logo no início da partida, com Eto'o, após passe de Muntari, saindo com bola e tudo após driblar o goleiro Handanovic aos 2'.
Com Cambiasso e Stankovic dominando as ações na área nevrálgica do campo, a Inter foi melhor no 1º tempo, mesmo perdendo o argentino Milito, com um problema muscular, aos 25'.
Minutos antes, porém, a Beneamata já havia inaugurado o marcador em um contra-ataque puxado por Eto'o', que serviu para Stankovic (acima entre D'Agostino e Sanchez - Getty Images) acertar um petardo que Handanovic, embora tenha chegado a tocar na bola, não conseguiu desviar a escanteio.
Porém, corta, a Udinese conseguiu empatar logo em seguida, com Inler servindo para Di Natale (ao lado marcado por Lúcio - Getty Images), esquecido pelo setor defensivo interista, anotar seu 9º gol no torneio na saída de Júlio César.
E o panorama não se alterou até o final do 1º tempo, com a Inter atacando com mais continuidade, mas cabendo ao time friulano a melhor chance, com o chileno Sanchez desperdiçando uma ótima oportunidade aos 42'.
Na 2ª etapa as equipes diminuíram um pouco o ritmo, mas ainda assim criaram boas oportunidades, com a Inter mantendo a predominância ofensiva (o time de Milão terminou com 55% da posse de bola e 13'05'' de supremazia territoriale, contra 8'05'' da Udinese).
Se Marino não quis arriscar mais, chegando mesmo a trocar o avante Pepe pelo lateral Pasquale aos 90', Mourinho foi mais ousado e mandou a campo o hondurenho Suazo no posto de Muntari (muito vaiado pelos torcedores e consolado por seus companheiros) e o ala Santon por Lúcio, impingindo seus homens ao ataque.
Aí, se Di Natale desperdiçou uma daquelas chances imperdoáveis aos 44', Sneijder (acima protegendo a bola de Sanchez - Getty Images) acertou o canto de Handanovic aos 47' com um verdadeiro colpo da biliardo, assegurando mais uma vitória à Inter de Mourinho.
A seguir, o tabellino da peleja, seguido de vídeo com os highlights e entrevista, em um italiano límpido, com Stankovic:
Inter: Júlio César; Zanetti, Lúcio (88' Santon), Samuel, Chivu; Muntari (72' Suazo), Cambiasso, Stankovic, Sneijder; Eto'o, Milito (25' Balotelli). All. Mourinho.
Udinese: Handanovic; Basta (70' Zapata), Coda, Domizzi, Lukovic; Sanchez, D'Agostino, Inler, Pepe (90' Pasquale); Floro Flores (75' Corradi), Di Natale. All. Marino.
Gols: 22' Stankovic, 27' Di Natale, 92' Sneijder.
Árbitro: Bergonzi.
Cartões amarelos: Sneijder, Floro Flores, Domizzi, Chivu, Lukovic, Corradi e Coda.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker