Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

quarta-feira, agosto 19, 2009

Guia Da Temporada 2009/2010 (Parte II)


Prosseguindo na apresentação das equipes que participarão da próxima temporada da Serie A, hoje é dia de discorrer sobre as duas principais favoritas ao título (Inter e Juve) e também duas das agremiações mais ambiciosas (Fiorentina e Genoa), começando com outra que, se não é das mais poderosas, figura dentre as mais simpáticas.
Chievo - Na temporada passada, o clube do quartiere homônimo de Verona, apesar do girone d'andata desastroso, trocou de treinador e, surpreendentemente, escapou da degola até que com uma certa folga. Agora, diante dos parcos reforços contratados, o presidente Campedelli deve estar esperando novo milagre do técnico Di Carlo.
Técnico, provável formação tática e time base: Mimmo Di Carlo foi o principal artífice da última e miracolosa salvezza clivense e a equipe vai continuar atuando no 4-3-1-2 com: Sorrentino; N. Frey, Morero, Yepes e Mantovani; Luciano, Rigoni e Ariatti; Pinzi; Bogdani e Pellissier.
Quem chegou: Antonazzo (d, ita, Frosinone), Ariatti (m, ita, Lecce), Gasparetto (a, ita, Pisa), Granoche (a, uru, Triestina), Iunco (a, ita, Salernitana) e Miskiewicz (g, pol, Milan).
Quem saiu: Mau. Esposito (a, ita, Roma), Italiano (m, ita, Padova), Kerlon (a, bra, Internazionale), Langella (m, ita, Bari), Makinwa (a, ngr, Lazio) e Sardo (d, ita, Catania).
Pontos fortes: O sistema defensivo, que foi um dos principais responsáveis pela fuga do descenso no campeonato passado, e a habilidade do capitano Pellissier, que permaneceu no clube embora mereça uma praça mais ambiciosa.
Pontos fracos: O elenco limitado e a falta de um companheiro válido para Pellissier no ataque.
Voto: 5,0.
Fiorentina - Os irmãos Della Valle e o d.s. Corvino prosseguem com a consistente política de reforçamento gradual da equipe Viola sob o comando do competente Prandelli e o objetivo é, como no campeonato passado, buscar uma vaga na próxima Champions League.
Técnico, provável formação tática e time base: Antigo meia de toque refinado, Prandelli segue para a sua 5ª temporada à frente da Fiorentina e vai utilizar o 4-2-3-1 com: S. Frey; Comotto, Gamberini, Natali e Pasqual; C. Zanetti e Montolivo; Marchionni, Mutu e Vargas; Gilardino.
Quem chegou: Castillo (a, arg, Lecce), Da Costa (d, por, Sampdoria), Di Tacchio (m, ita, Ascoli), Marchionni (m, ita, Juventus), Natali (d, ita, Torino) e C. Zanetti (m, ita, Juventus).
Quem saiu: Almiron (m, arg, Juventus), Bonazzoli (a, ita, Reggina), Felipe Melo (m, bra, Juventus), Mazuch (d, cze, Anderlecht-BEL), Semioli (m, ita, Sampdoria), Storari (g, ita, Milan) e Zauri (d, ita, Sampdoria).
Pontos fortes: Com a chegada dos bianconeri Marchionni e Zanetti o centrocampo viola ganha em qualidade, mas o must continua sendo o ataque, onde Gilardino e Mutu formam uma dupla capaz de, pelo menos, 30 gols na temporada.
Pontos fracos: A disputa concomitante da Serie A e da Champions League pode prejudicar a equipe, além de que o romeno Mutu, principal astro do plantel, começa a temporada longe da melhor forma física e atormentado pela condenação infligida pelo TAS de indenizar o Chelsea em cerca de € 17 milhões.
Voto: 7,5.
Genoa - Parece que a vaga na Europa League é pouco para o presidente Preziosi, pois o centenário Grifone foi um dos que mais e melhor investiu com vistas à próxima stagione - e um posto na UCL não parece tão impeditivo diante das situações de Milan e Roma!
Técnico, provável formação tática e time base: Gasperini, contrariando a maioria das expectativas, vai para a 4ª temporada no comando do Genoa (antes de Gasperson, a última temporada que o time passou com um único técnico foi na longínqua 1996/1997) e continuará apostando no ofensivo 3-4-3 com: Amelia; Papastathopoulos, Bocchetti e Moretti; Marco Rossi, Kharja, Zapater e Criscito; Palacio, Crespo e Palladino.
Quem chegou: Amelia (g, ita, Livorno), Crespo (a, arg, Internazionale), A. Esposito (d, ita, Lecce), Fatic (d, mne, Salernitana), Figueroa (a, arg, Boca Juniors-ARG), Floccari (a, ita, Atalanta), Kharja (m, mar, Siena), Moretti (d, ita, Valencia-ESP), Palacio (a, arg, Boca Juniors-ARG), Tomovic (d, srb, Crvena Zvezda-SRB), Troest (d, den, Parma) e Zapater (m, esp, Zaragoza-ESP).
Quem saiu: Paro (m, ita, Bari), Ferrari (d, ita, Besiktas-TUR), Milito (a, arg, Internazionale), Olivera (m, uru, Peñarol-URU), Rubinho (g, bra, Palermo), Thiago Motta (m, bra, Internazionale) e Vanden Borre (m, bel, Portsmouth-ENG).
Pontos fortes: Mesmo com a partenza de Milito, o reparto ofensivo, que conta com os argentinos Crespo, Figueroa e Palacio e os italianos Floccari, Palladino e Sculli, continua a causar inveja.
Pontos fracos: O marroquino Kharja, que terá missão primordial no esquema rossoblù, embora tenha mostrado grande evolução nas últimas temporadas defendendo o Siena, fracassou quando teve igual oportunidade na Roma e resta uma aposta de risco em uma piazza ambiciosa como Gênova.
Voto: 7,0.
Internazionale - A Beneamata, atual tetracampeã italiana, começa mais uma temporada disposta a não perder a hegemonia na Bota e, ao mesmo tempo, realizar o grande sonho de seu presidente Massimo Moratti, conquistar a Europa!
Técnico, provável formação tática e time base: Mourinho superou, com méritos, sua temporada de estréia no Calcio, mas agora deverá confirmar que é mesmo o técnico diferenciado que Moratti acredita ter contratado. Para enfrentar sua 2ª stagione de interista, The Special One deve utilizar o 4-3-1-2 com: Júlio César; Maicon, Lúcio, Chivu e J. Zanetti; Muntari, Cambiasso e Thiago Motta; Stankovic; Eto'o e Milito.
Quem chegou: Arnautovic (a, aut, Twente-NED), Eto'o (a, cmr, Barcelona-ESP), Kerlon (a, bra, Chievo), Lúcio (d, bra, Bayern München-GER), Milito (a, arg, Genoa), Quaresma (a, por, Chelsea-ENG), Suazo (a, hon, Benfica-POR) e Thiago Motta (m, bra, Genoa).
Quem saiu: Adriano (a, bra, Flamengo-BRA), Bolzoni (m, ita, Frosinone), Crespo (a, arg, Genoa), Cruz (a, arg, Lazio), Figo (m, por, fim de carreira), Ibrahimovic (a, swe, Barcelona-ESP), Jimenez (m, chi, West Ham-ENG) e Maxwell (d, bra, Barcelona-ESP).
Pontos fortes: Apesar da saída de Ibrahimovic, com as chegadas dos prováveis titulares Lúcio, Thiago Motta, Milito e Eto'o, o elenco nerazzurro, que já era um dos melhores do mundo, ficou ainda mais forte.
Pontos fracos: Falta o trequartista tão almejado por Mourinho e a dupla Eto'o e Milito causa alguma perplexidade por ambos serem atacantes de área.
Voto: 8,5.
Juventus - Uma Vecchia Signora alla brasiliana aparece como a grande adversária da Inter na luta pelo Scudetto e, diante dos quase € 50 milhões investidos em novas contratações, pode até mesmo voltar a ser protagonista na Europa.
Técnico, provável formação tática e time base: Bastaram duas partidas com igual número de vitórias para que Ciro Ferrara, 42 anos, fosse efetivado como treinador da Juventus, equipe que deve distribuir no 4-3-1-2 com: Buffon; Grygera, F. Cannavaro, Chiellini e Molinaro; Camoranesi, Felipe Melo e Marchisio; Diego; Amauri e Del Piero.
Quem chegou: Almiron (m, arg, Fiorentina), Cáceres (d, uru, Barcelona-ESP), F. Cannavaro (d, ita, Real Madrid-ESP), Diego (m, bra, Werder Bremen-GER), Felipe Melo (m, bra, Fiorentina).
Quem saiu: Castiglia (m, ita, Cesena), Daud (a, som, Crotone), Ekdal (m, swe, Siena), Knezevic (d, cro, Livorno), Maniero (a, ita, Arezzo), Marchionni (m, ita, Fiorentina), Mellberg (d, swe, Olympiakos-GRE), Nedved (m, cze, fim de carreira), Pasquato (a, ita, Empoli) e C. Zanetti (m, ita, Fiorentina).
Pontos fortes: O miolo da zaga - onde os azzurri Cannavaro, Chiellini e Legrottaglie vão disputar duas vagas - e o ataque, que terá Iaquinta e Trezeguet como opções para os titulares Amauri e Del Piero, sem esquecer da fantasia que Diego irá emprestar ao meio de campo.
Pontos fracos: As laterais, principalmente a esquerda, onde Molinaro, De Ceglie e o recém contratado Cáceres não dão as garantias necessárias para um time que quer brigar pela ponta.
Voto: 8,0.

Marcadores: ,

Na Última Vez ...

9 Comments:

At 2:15 PM, Blogger Esquemas táticos said...

Trabalho de fôlego, hein! Ótimo guia. Abraços, Marcelo Costa.

 
At 8:51 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Marcelo,
Muito obrigado, fico feliz que tenha gostado!
Abraços,

 
At 9:30 PM, Blogger Michel Costa said...

Também gostei de suas análises, Rodolfo. Parabéns!
Sobre a Inter, a novela que se tornou a contratação de Sneijder segue indefinida, mas tá na cara que o holandês não quer vir.
Agora, ao que tudo indica, o nome mais forte passa a ser Júlio Baptista. Mas será que ele é o jogador mais talhado para a função de trequartista? Tenho dúvidas.

Abraços.

 
At 11:01 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Michel,
Muito obrigado mesmo! Me sinto extremamente realizado com o elogio vindo de você!
Quanto ao Sneijder, realmente tudo indica que o holandês não deseja sair do Real Madrid, o que me faria, se eu fosse o responsável pelo 'mercato nerazzurro', trocar de objetivo, que não seria o Júlio Baptista também.
Abraços,

 
At 7:08 PM, Anonymous Guilherme Siqueira said...

Belíssima análise daquele que, na minha opinião, é um dos maiores conhecedores do Calcio em todo o Brasil.
Parece que enfim a Inter fechou com Snejder, o que faz da minha squadra de coração uma equipe ainda mais forte, podendo brigar de igual para igual com os demais grandes da Europa.

 
At 7:37 PM, Blogger JP said...

Rodolfo, para não destoar os meus parabéns pelo guia da temporada. Está bastante interessante, com análises e previsões bastante fidedignas.
Abraços

 
At 8:13 PM, Blogger Saulo said...

Acho que esse ano a Juve vai brigar pelo título.

 
At 3:58 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Guilherme e JP,
Muitíssimo obrigado pelas palavras mais do que gentis!
Abraços,

 
At 4:00 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Saulo,
Embora a Inter continue, na minha visão, como a grande favorita para conquistar mais um 'scudetto', sem dúvida alguma a Juve diminuiu o 'gap' e pode aproveitar de eventual desatenção da 'Beneamata'.
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker