Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

terça-feira, maio 22, 2007

Momento Panini - Alessandro Costacurta


Veterano do campeonato italiano, Alessandro Costacurta encerrou sua vitoriosa carreira anotando um gol (em cobrança de penalidade máxima) na partida Milan x Udinese, disputada no último sábado no San Siro.
Porém, o veterano stopper de 41 anos (nasceu em 24 de abril de 1966) não abandonará nem o Milan e nem os gramados, pois assumirá, a partir da próxima temporada, o posto de vice-allenatore de Ancelotti, juntamente com seu também ex-companheiro Tassotti.
Difensore roccioso e tenace, Costacurta é um dos mais célebres e vitoriosos jogadores da storia del calcio, tendo praticamente toda sua carreira ligada ao Milan, inclusive sendo prodotto del vivaio rossonero, onde cresceu e se formou calcisticamente.
Billy, como é conhecido em razão de sua paixão pelo basquete, ingressou na rosa da equipe principal do Milan na temporada 1985/1986, mas não chegou a fazer sua estréia na Serie A, tendo sido emprestado ao Monza, na Serie C1, durante a temporada seguinte (com o qual fez 30 partidas).
De volta ao Milan na stagione 1987/1988, não deixou mais o clube e realizou seu esordio na máxima divisão do Calcio em 25 de outubro de 1987 na vitória de 1 x 0 sobre o Verona, em Verona.
Era a 1ª temporada do Milan targato Arrigo Sacchi e, ao final, foi o 1º scudetto conquistado por Costacurta, ainda que a presença de Filippo Galli ao lado do fantástico Franco Baresi tenha proporcionado apenas 7 presenças ao então zagueiro da Nazionale Under 21.
A temporada 1988/1989 começou com a conquista da Supercopa Italiana e com o difensore centrale de Jerago con Orago (uma pequena comuna da província de Varese, com pouco mais de 4.000 habitantes) se tornando cada vez mais peça fundamental no esquema do treinador Arrigo Sacchi, relegando o esperto Filippo Galli à panchina.
Desde então foram outras 18 temporadas com o Milan (a figurinha do alto é a referente a 1990/1991), totalizando 458 partidas na Serie A e 661 englobando as demais competições com o Milan, o que o torna o 3º jogador com maior número de jogos oficiais disputados com a imponente maglia rossonera, atrás apenas de Paolo Maldini (832) e Franco Baresi (719).
Gols não foram muitos, apenas 3 na Serie A (o penúltimo marcado em 03 de novembro de 1991 face a Roma), mas o derradeiro, realizado em sua última partida como profissional, o tornou o calciatore più anziano ad aver mai segnato in Serie A, superando a marca do lendário Silvio Piola que persistia desde 1954.
Ademais, com 41 anos e 25 dias, Vibrazioni dell'anima, apelido que recebeu do jornalista Carlo Pellegatti, se tornou também o jogador de linha mais velho a jogar pela Serie A em todos os tempos (a figurinha à esquerda é desta temporada).
Mas se Costacurta não comemorou muitos gols pessoais, taças o zagueiro que soube compensar sua tecnica non eccelsa com um extraordinário senso de posição levantou muitas: foram 7 títulos italianos (1987/1988, 1991/1992, 1992/1993, 1993/1994, 1995/1996, 1998/1999 e 2003/2004), 5 Supercopas Italianas e 1 sucesso na Copa Itália, além de 5 (isso mesmo, 5!!!) Champions League (1988/1989, 1989/1990, 1993/1994, 2002/2003 e 2006/2007), 4 Supercopas Européias e 2 Copas Interncontinentais.
Porém, Billy também perdeu alguns títulos e algumas finais, inclusive a decisão da Coppa Intercontinentale de 1994/1995 (quando o Milan foi derrotado pelo Velez Sarsfield por 2 x 0), considerada pelo próprio jogador sua pior atuação.
Na seleção principal italiana, Costacurta fez sua estréia em 13 de novembro de 1991 em partida disputada contra a Noruega, bem como outras 58 (inclusive nas Copas do Mundo de 1994 e 1998), realizando, curiosamente, 2 gols.
Conhecido por ter um refinado senso de humor, quando eleito o Man of the match de um amistoso disputado entre o Milan e o Chelsea em agosto de 2005 nos Estados Unidos, disparou: "Si vede che qui ne capiscono poco di calcio"!
Por fim, de consignar que Alessandro Costacurta é casado com a belíssima Martina Colombari, popular show-girl e ex miss-Itália.

Na Última Vez ...

3 Comments:

At 10:57 PM, Blogger Lady Veronese said...

Fala Rodolfo...
Muita justa sua escolha, já que 'Billy' se foi dos gramados. Sabe que nessa semana, eu me lembrei de quando via os jogos na Band e o Sílvio Luiz fazia graça com o nome dele! Foi você quem disse, que tem a sensação de estar ficando velho?! Eu também.
Abraços

 
At 12:02 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
Sim, fui eu mesmo - me lembro de Costacurta ainda novinho, como na primeira figurinha que ilustra o 'post'.
Quanto ao Sílvio Luiz, nunca gostei dele, vez que, na minha opinião, é evidente que não se prepara para as partidas. Lembro de um jogo do Milan, na época em que só podiam atuar 3 estrangeiros e Billy já era uma afirmado titular da 'Azzurra' e o referido narrador soltou a seguinte pérola: Desailly, Papin e Boban (!!!) eram um trio francês e Costacurta português!
Não deu para aguentar!
Abraços,

 
At 12:20 AM, Blogger Lady Veronese said...

Ele se fazia mesmo pelas piadas, brincadeiras e só!

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker