Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

domingo, outubro 25, 2009

O Jogo Da TV (Parte IV) - Chievo x Milan



Completando uma semana como há muito não se tinha em Via Turati, o Milan chegou a sua 3ª vitória consecutiva em 8 dias e entrou em plena zona Champions, somando os mesmos 15 pontos de Fiorentina e Palermo.
E, assim como contra Roma e Real Madrid, a vitória rossonera veio de virada, construída apenas nos últimos minutos.
Leonardo, embora sob menor pressão depois dos últimos resultados positivos, teve que administrar nada menos que 8 desfalques para montar a equipe no 4-3-3 que tão bem funcionou no 2º tempo de Madri.
Sem Ambrosini e Gattuso, Leo foi obrigado a mandar a campo todos os seus centrocampisti disponíveis - Flamini (acima disparando um chute - Getty Images), Pirlo e Seedorf, deixando os novatos Strasser e Verdi no banco, postando Huntelaar como aríete ofensivo ao lado dos brasiliani Pato e Ronaldinho, livres para explorarem seus talentos.
Mas foi o Chievo, disposto no 4-3-1-2 e praticando um futebol muito agressivo taticamente, baseado na pressão sobre os adversários e partenza in alta velocità, que largou na frente no marcador, com Pinzi (em segundo plano na foto do alto) aproveitando para bater um incolpevole Dida já aos 7' em cruzamento de Mantovani.
Aliás, o meia cresciuto nella Lazio foi peça fundamental no esquema proposto por Di Carlo, funcionando como trequartista com o cômpito de não só municiar Bogdani e Pellissier, mas também de controlar Pirlo e Seedorf.
Aliás, o holandês (ao lado contra Luciano - Getty Images) voltou a atuar bem (tocou na bola 63 vezes durante o jogo, com 88,89% de acerto nos passes!) e teve em seus pés a grande chance para empatar a partida ainda no 1º tempo, mas esbarrou em defesa segura de Sorrentino aos 14'.
Mas foi no 2º tempo, especialmente depois da saída do mais uma vez decepcionante Huntelaar e da entrada do più consistente Borriello, que o Milan passou a ser mais incisivo, fazendo valer sua muito maior posse de bola (a equipe rossonera terminou a partida com incríveis 66,7% da posse de bola).
Porém, gol mesmo, o Chievo só sofreu aos 81', quando Sorrentino, depois de assistir a uma cabeçada poderosa de Borriello explodir no travessão, não pode evitar a testada corajosa de Nesta, que marcou apenas seu 5º gol em sua já longa carreira na Serie A.
Apesar do evidente calo fisico, a equipe clivense juntou forças e partiu para buscar a vitória, que Dida evitou com uma defesa espetacular já nos acréscimos, quando Granoche desferiu uma cabeçada dentro da pequena área.
Aí, no lance seguinte, a trupe de Di Carlo se esqueceu do bomber de ocasião e Nesta cabeceou sozinho, em escanteio cobrado por Pirlo (outro que jogou muito bem, participando de 79 jogadas com a incrível marca de 93,67% de acerto), para virar a partida e decretar a vitória milanista (acima, a merecida comemoração de Nesta, Dida, Pirlo, Ronaldinho e ... um encoberto - Reuters)!
O tabellino ficou assim:
Chievo: Sorrentino; Frey, Morero, Mandelli, Mantovani; Luciano, Iori (85' Bentivoglio), Marcolini (79' Ariatti), Pinzi; Bogdani (66' Granoche), Pellissier. All. Di Carlo.
Milan: Dida; Oddo, Nesta, Thiago Silva, Antonini (88' Zambrotta); Flamini, Pirlo, Seedorf; Pato, Huntelaar (60' Borriello), Ronaldinho (79' Inzaghi). All. Leonardo.
Gols (que podem ser visualizados nos highlights ao final do post): 7' Pinzi, 81' Nesta, 92' Nesta.
Árbitro: Bergonzi.
Cartões amarelos: Mandelli, Flamini e Pinzi.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker