Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, maio 16, 2009

O Jogo Da TV (Parte I) - Udinese x Milan



O sábado não podia ter sido pior para os tifosi rossoneri. Se não bastasse a opaca atuação da equipe que redundou na derrota de 2 x 1 para a Udinese - resultado que volta a colocar em dúvida a classificação direta do Milan à UCL -, a derrota rossonera assegurou o tetracampeonato italiano à rivalíssima Internazionale, que chegou assim ao 17º scudetto de sua história, mesmo número dos conquistados pelo Milan.
É verdade que a Udinese, proposta por Marino no ofensivo 4-3-3 com Floro Flores (ao lado contra Zambrotta - New Press) e não Sanchez no posto do lesionado Di Natale, não chegou a sua 6ª vitória consecutiva por acaso, pois jogou muito bem e soube aproveitar a lentidão do adversário para fazer a bola correr a seu favor,
Sem Beckham, suspenso, e Ronaldinho partindo do banco, o time rossonero só conseguiu ser páreo ao bianconero durante a 1ª metade do 1º tempo, quando as ações restaram equilibradas e a partida disputada em ritmo elevado.
Depois, a partir dos 22', quando Quagliarella (em posição irregular não apontada pelo árbitro Rizzoli) teve duas límpidas oportunidades para abrir o marcador - mas foi impedido por um ótimo Dida (abaixo a defesa do goleiro brasileiro no 2º lance - New Press), a Udinese passou a ser padrona, principalmente porque inspirada por um ótimo D'Agostino e explorando muito bem as laterais, em especial la fascia destra rossonera, onde Zambrotta opôs pouca resistência a Floro Flores.
Foi natural, portanto, que a squadra bianconera tenha ido para o intervalo em vantagem, com D'Agostino convertendo pênalti cometido por Maldini em Floro Flores aos 31'.
Para o 2º tempo, Ancelotti voltou com Inzaghi no posto de Flamini, passando o Milan para um 4-2-2-2, com Seedorf e Kaká alle spalle de Pato e Pippo.
Mas foi a Udinese que continuou melhor e, após um escanteio cobrado por D'Agostino aos 4', o colombiano Zapata não deu chances para Dida e aumentou o score para 2 x 0.
Ancelotti, então, mandou a campo Ronaldinho no lugar de Seedorf e logo depois Shevchenko no de Pato, no mesmo instante em que Marino trocou Floro Flores por Sanchez.
Partida franca, nos últimos 15' o ritmo voltou a ficar elevado e as chances de gol se alternaram de ambos os lados, com Inzaghi e Quagliarella acertando a trave.
Para finalizar, já nos acréscimos, em uma de suas poucas jogadas lúcidas do dia, Kaká cruzou para Ambrosini (à direita marcado por Inler - New Press) descontar para o Milan e decretar o placar definitivo.
Eis o tabellino:
Udinese: Handanovic; Isla, Zapata, Felipe, Pasquale; Inler, D'Agostino (84' Obodo), Asamoah; Pepe (87' Lukovic), Quagliarella, Floro Flores (73' Sanchez). All. Marino.
Milan: Dida; Zambrotta, Senderos, Maldini, Jankulovski; Flamini (46' Inzaghi), Pirlo, Ambrosini, Seedorf (60' Ronaldinho); Kaká, Pato (73' Shevchenko). All. Ancelotti.
Gols: 31' D'Agostino (pênalti), 49' Zapata, 93' Ambrosini.
Árbitro: Rizzoli.
Cartões amarelos: Pasquale, Maldini, Pepe, Jankulovski, Zambrotta, Handanovic e Senderos.
Abaixo, os highlights da partida.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker