Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

domingo, março 15, 2009

O Jogo Da TV (Parte III) - Sampdoria x Roma



Uma partida divertente com atuações grandiosas de Júlio Baptista e Pazzini - assim foi Sampdoria x Roma, terminada 2 x 2 graças as doppiette de seus principais protagonistas.
Com vários desfalques (Totti in primis), a ponto de Spalletti passar de seu habitual 4-2-3-1 para um inédito 3-4-2-1 com Diamoutene, Panucci e Riise formando a Ligne Maginot, a Roma demonstrou não carregar nenhum complexo pela eliminação na Champions League e, em um avvio entusiasmante, abriu o marcador logo aos 7', com Júlio Baptista (ao lado contra Sammarco - Ap) completando cruzamento de Tonetto de carrinho.
Porém, se na Roma a fantasia do Pupone não se fez presente, na Samp Peter Pan Cassano foi o trascinatore, iluminando com suas assistências o solito Pazzini, mais uma vez nas vestes de goleador implacável.
E o novo goleador blucerchiato mostrou suas garras já aos 11', quando Doni teve que fazer grande defesa em cabeçada do ex viola, servido por Sammarco.
Defesa que o arqueiro brasileiro não conseguiu repetir aos 25', quando Cassano (abaixo contra Motta - Ap) fez grande jogada pela esquerda e precisamente cruzou na cabeça de Pazzini, que comemorou seu 7º tento stagionale.
O ímpeto inicial giallorosso não era mais visto em campo e Diamoutene e Motta tiveram que recorrer a ações ilegais para parar o ataque blucerchiato, com o lateral ex Udinese correndo mesmo o risco de ir para o vestiário antes do intervalo - fim que teve o ala Stankevicius, mas por contusão.
Quis o destino que a virada da Samp surgisse exatanebte dos pés do substituto do nazionale lituano, com o suíço Padalino descendo pela direita e disparando um chute cruzado da entrada da área, com Doni rebatendo mal, nos pés de Pazzini, que não teve maiores dificuldades para colocar o time de Gênova na frente no placar!
No 2º tempo, a Roma passou a tocar a bola com mais rapidez e, postada mais a frente, avisou que não estava disposta a sair derrotada do Marassi.
Porém, os planos giallorossi quase foram por água abaixo quando Motta, que vinha jogando muito bem e demonstrando grande mobilidade, foi ingenuamente expulso após puxar a camisa de Padalino perto da área blucerchiata aos 17'.
Embora tenha passado ao 4-4-1 e restado em inferioridade numérica, a Roma continuou mais ativa e, aos 24', em um lance contestado, o árbitro Rosetti anotou pênalti de Padalino em Tonetto (ao lado, o romanista marcando exatamente o blucerchiato - Sampdoria) - curiosamente, o experiente árbitro de Turim acabou dando cartão amarelo para Lucchini, quando para o infrator Padalino seria a 2ª ammonizione, com conseqüente expulsão.
De qualquer maneira, Júlio Baptista, que já havia sido o carrasco da Sampdoria no jogo de ida (vide http://calcioseriea.blogspot.com/2009/01/o-jogo-da-tv-parte-ii-roma-x-sampdoria.html), converteu o pênalti com potência para dar números finais a partida, que não teve mais gols porque seu connazionale Doni protagonizou mais duas importantes defesas, a mais espetacular em cabeçada à queima-roupa de ... Pazzini!
Ficou assim o tabellino da empolgante peleja (cujos highlights, ao final do post, merecem ser assistidos):
Sampdoria: Castellazzi; Campagnaro, Lucchini, Raggi; Stankevicius (29' Padalino), Sammarco, Palombo, Franceschini (82' Bellucci), Pieri; Pazzini, Cassano. All. Mazzarri.
Roma: Doni; Diamoutene, Panucci, Riise; Motta, Brighi, Pizarro, Tonetto, Júlio Baptista, Menez (79' Crescenzi - esordiente do dia); Vucinic (91' Montella). All. Spalletti.
Gols: 7' Júlio Baptista, 25' Pazzini, 43' Pazzini, 70' Júlio Baptista (pênalti).
Árbitro: Rosetti.
Cartões amarelos: Palombo, Diamoutene, Motta, Padalino, Lucchini e Pizarro.
Cartão vermelho: Motta (e também o allenatore blucerchiato Mazzarri, logo após a cobrança do pênalti decisivo).

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker