Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, dezembro 13, 2008

O Jogo Da TV (Parte I) - Bologna x Torino



O que Baggio, Signori e Di Vaio têm em comum? Embora a temporada 2008/2009 da Serie A não tenha chegado nem a metade, é possível afirmar que todos ressurgiram como goleadores jogando no clube felsinei.
Baggio chegou ao Bologna em 1997, vindo de uma apagada passagem pelo Milan e sem conseguir superar a marca de dois dígitos de gols na Serie A já fazia três anos, realizando logo 22 tentos (que foi seu recorde pessoal!) na temporada 1997/1998, culminando com sua convocação para a Copa do Mundo disputada na França.
Signori chegou à Emilia-Romagna no ano seguinte, depois de ter sido desprezado pela Lazio e uma melancólica temporada na Sampdoria, alcançando logo a marca de 15 gols, patamar que manteria nas stagioni seguintes.
Agora, o atacante Di Vaio, depois de passagens obscuras por Valencia, Monaco e Genoa, parece também ter reencontrado sua veia goleadora no clube rossoblù, tendo estufado as redes adversárias em 12 ocasiões nas 16 primeiras rodadas da Serie A, feito que é ainda mais incrível quando constatado que o Bologna anotou apenas 19 gols, ou seja, Di Vaio, sozinho, é responsável por mais de 60% dos gols do time.
E esse bottino foi muito enriquecido no match que abriu a 16ª rodada, terminado 5 x 2 para o scratch comandado pelo atacante romano.
Mas foi o Torino que, motivado pelo retorno de Novellino ao comando da equipe e distribuído no 4-4-2 com Amoruso e Bianchi na frente e com os velozes alas Diana e Abate bem abertos nas extremidades do centrocampo, começou assumindo as rédeas da partida.
E, assim, em jogada de Abate com Bianchi, Barone fuzilou quase da linha da pequena área para abrir o marcador logo aos 7' (ao lado - Omega) para o time granata.
Com o brasileiro Coelho (acima, à direita, contra Pisano - Schicchi) como titular, o Bologna tentou responder de imediato, primeiro com o próprio lateral ex-Atlético-MG e, em seguida, com Valiani, mas esbarrou em defesas do goleiro Sereni.
Com a vantagem no marcador e mais consistente na marcação no meio de campo, o Torino continuou melhor no jogo e teve outras chances de marcar, como aos 32', quando o ex Lanna aparentemente esqueceu qual clube defende atualmente e quase marcou a favor de seu antigo clube, ou aos 45', quando o também ex Natali desferiu uma cabeçada perigosíssima que Antonioli defendeu quase dentro do gol (estes e outros momentos podem ser visualizados no vídeo ao final do post, que além dos highlights ainda traz entrevista com Di Vaio).
Mas, no 2º tempo, quando o Bologna voltou com Volpi no lugar de Coelho, a partida mudou radicalmente - a começar logo aos 3', quando o ex capitano blucerchiato contou com sorte (e com o desvio de Pratali) para empatar a partida.
Porém, aos 8' o Torino voltou a carga e passou novamente à frente no marcador, com o uruguaio Britos fazendo um autogol ao tentar inteceptar um cruzamento de Abate, fulminante pela lateral do campo!
Aí começou o show particular de Di Vaio (mais abaixo, à direita, comemorando com Valiani - Vignoli), que empatou a partida a0s 10' e virou aos 18'.
E foi entre os 22' e os 24' que a partida até então aberta foi decidida: primeiro, Sereni tentou driblar o atacante Bernacci (que entrou no lugar de Marazzina) e acabou perdendo a bola e cometendo um ridículo pênalti, convertido pelo próprio atacante recém-ingressado; depois, foi a vez de Bianchi perder um gol feito ao testar clamorosamente para fora há apenas dois passos da meta.
Por fim, Pratali derrubou Bernacci - lançado por Di Vaio - dentro da área e foi expulso aos 34', com SuperMarco firmando sua tripletta pessoal.
Nos últimos minutos o Bologna apenas tocou a bola, com o Torino esperando desesperadamente pelo apito final.
O tabellino:
Bologna: Antonioli; Terzi, Moras, Britos, Lanna (82' Bombardini); Mingazzini, Mudingayi, Coelho (46' Volpi), Valiani; Di Vaio, Marazzina (56' Bernacci). All. Mihajlovic (que conquistou sua 1ª vitória como treinador!).
Torino: Sereni; Colombo, Pratali, Natali, Pisano; Dzemaili, Barone (54' Säumel), Abate, Diana (60' Rubin); Bianchi (73' Stellone), Amoruso. All. Novellino.
Gols: 7' Barone, 48' Volpi, 53' Britos (contra), 10' Di Vaio, 18' Di Vaio, 68' Bernacci (pênalti), 79' Di Vaio (pênalti).
Árbitro: Rocchi.
Cartões amarelos: Lanna, Barone, Pisano, Amoruso e Sereni.
Cartão vermelho: Pratali.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker