Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

quarta-feira, agosto 27, 2008

Guia Da Temporada 2008/2009 (Parte II)


Prosseguindo na apresentação dos clubes que desfilarão pela próxima Serie A, o 'Guia Da Temporada 2008/2009' aborda hoje 3 dos 4 primeiros colocados do ano passado e que, por óbvio, figuram dentre os principais favoritos ao scudetto do campeonato que se aproxima, bem como também os sempre interessantes Genoa e Lazio.
Fiorentina - Se não bastasse a classificação para a próxima Champions League, a equipe viola ainda foi a regina dell'estate, investindo mais de € 40 milhões em reforços do calibre de Gilardino e Vargas. Vai novamente brigar pelas primeiras colocações!
Técnico, provável formação tática e time base: Cesare Prandelli está indo para sua 4º temporada consecutiva à frente da Fiorentina, tendo todo o respaldo dos irmãos Della Valle e do d.s. Pantaleo Corvino para impor o 4-3-3 com: Frey; Comotto; Gamberini, Dainelli e Vargas; Kuzmanovic, Felipe Melo e Montolivo; Santana, Gilardino e Mutu.
Quem chegou: Almiron (m, arg, Monaco-FRA), Comotto (d, ita, Torino), Felipe Melo (m, bra, Almeria-ESP), Gilardino (a, ita, Milan), Gulan (m, srb, Sampdoria), Jefferson (a, bra, Paraná-BRA), Jovetic (a, mne, Partizan Beograd-SRB), Storari (g, ita, Cagliari), Vargas (d, per, Catania) e Zauri (d, ita, Lazio).
Quem saiu: Cacia (a, ita, Lecce), Di Carmine (a, ita, Queens Park Rangers-ENG), Liverani (m, ita, Palermo), Lupatelli (g, ita, ?), Lupoli (a, ita, Norwich City-ENG), Potenza (d, ita, Genoa), Ujfalusi (d, cze, Atlético de Madrid-ESP) e Vieri (a, ita, Atalanta).
Pontos fortes: Prandelli é um técnico diferenciado e tem nas mãos um elenco muito bom, que foi montado de modo a permitir a disputa concomitante da Serie A e da Champions League. Além do mais, Gilardino ao lado de Mutu é promessa de muitos gols.
Pontos fracos: A dependência no talento de Mutu, ainda mais porque, no começo da temporada, o romeno não estará em sua plenitude física.
Voto: 7,5.
Genoa - O presidente Preziosi abriu o cofre e trouxe uma série de reforços interessantes para uma equipe que já não fez feio na temporada passada - séria candidata a terminar na parte de cima da tabela e, quem sabe, beliscar uma vaga na próxima Copa U.E.F.A.
Técnico, provável formação tática e time base: Contrariando as expectativas, il Panchina D'Argento Gasperini conseguiu passar incólume mais uma temporada e, mesmo tendo como chefe o explosivo Preziosi, vai comandar o Genoa pelo 3º campeonato seguido propondo um ofensivo 3-4-3 com: Rubinho; Potenza, Ferrari e Criscito; Mesto, Juric, Paro e Modesto; Gasbarroni, Figueroa e Palladino.
Quem chegou: Biava (d, ita, Palermo), Bocchetti (d, ita, Frosinone), Di Gennaro (a, ita, Bologna), Ferrari (d, ita, Roma), Gasbarroni (a, ita, Parma), Mesto (d, ita, Udinese), Modesto (d, ita, Reggina), Olivera (m, uru, Peñarol-URU), Palladino (a, ita, Juventus), Papastathopoulos (d, gre, Aek-GRE) e Potenza (d, ita, Fiorentina).
Quem saiu: Borriello (a, ita, Milan), Bovo (d, ita, Palermo), Danilo (m, bra, Celta-ESP), De Rosa (d, ita, ?), Di Vaio (a, ita, Bologna), Fabiano (d, bra, Celta-ESP), Konko (m, fra, Sevilla-ESP), Leon (a, hon, Parma), Lucarelli (d, ita, Parma), Masiero (a, uru, Pisa), Raggio Garibaldi (m, ita, Pisa), Santos (d, bra, Reggina) e Wilson (a, bra, Sport-BRA).
Pontos fortes: O técnico Gasperini privilegia o jogo pelas alas, onde contará com a velocidade de Mesto e Modesto e a habilidade de Gasbarroni e Palladino. Na zaga, o experiente Ferrari deverá ser um ponto de referência para o promettente Criscito.
Pontos fracos: O argentino Lucho Figueroa ainda não convenceu e o uruguaio Olivera não é o mais indicado para substituir o prolífico Borriello, autor de 19 gols na última temporada.
Voto: 6,5.
Internazionale - Atual tricampeã italiana, a Internazionale quer terminar o ano em que comemora seu centenário rumo ao 4º título consecutivo que, além de ser um feito inédito para as equipes de Milão, igualaria a sociedade de Via Durini ao seu rivalíssimo Milan com 17 conquistas.
Técnico, provável formação tática e time base: Massimo Moratti, em clara demonstração de que a diretoria nerazzurra não se satisfaz mais conquistando apenas a Itália, optou por dispensar Roberto Mancini para trazer o português José Mourinho, um dos técnicos mais badalados do planeta e que deve impor um 4-3-3 com: Júlio César; Maicon, Cordoba, Chivu e Maxwell; J. Zanetti, Vieira e Cambiasso; Balotelli, Ibrahimovic e A. Mancini.
Quem chegou: Adriano (a, bra, São Paulo-BRA), A. Mancini (m, bra, Roma) e Muntari (m, gha, Portsmouth-ENG).
Quem saiu: César (m, bra, ?), Fatic (d, mne, Vicenza), Maniche (m, por, Atlético de Madrid-ESP), Siligardi (m, ita, Bari) e Solari (m, arg, San Lorenzo-ARG).
Pontos fortes: Tem um dos elencos mais fortes do mundo e o sueco Ibrahimovic, em forma, é capaz de decidir sozinho.
Pontos fracos: Falta um fuoriclasse verdadeiro no meio de campo e um paio di difensori para completar o plantel, mas, o que pode atrapalhar mesmo é a pressão pela conquista da Champions League.
Voto: 8,5.
Juventus - Superado, com louvor, o retorno à Serie A e, assim, definitivamente arquivado o purgatório do torneio cadetto, a Vecchia Signora não pode almejar menos do que o scudetto.
Técnico, provável formação tática e time base: Superado o ceticismo em torno de seu nome, o romano Claudio Ranieri chega para a 2ª temporada na panchina bianconera disposto a continuar utilizando o 4-4-2 com: Buffon; Grygera, Legrottaglie, Chiellini e Molinaro; Camoranesi, Sissoko, Poulsen e Nedved; Trezeguet e Del Piero.
Quem chegou: Amauri (a, bra, Palermo), Chimenti (g, ita, Udinese), De Ceglie (d, ita, Siena), Ekdal (m, swe, Brommapojkarna-SWE), Giovinco (m, ita, Empoli), Knezevic (d, cro, Livorno), Manninger (g, aut, Siena), Marchisio (m, ita, Empoli), Mellberg (d, swe, Aston Villa-ENG) e Poulsen (m, den, Sevilla-ESP).
Quem saiu: Belardi (g, ita, Udinese), Birindelli (d, ita, Pisa), Nocerino (m, ita, Palermo), Palladino (a, ita, Genoa) e Stendardo (d, ita, Lazio).
Pontos fortes: Del Piero, Trezeguet e Iaquinta marcaram, sozinhos, 49 gols na última Serie A, mais do que 12 equipes conseguiram em todo o torneio. Com o arrivo do brasileiro Amauri, este incrível potencial ofensivo fica ainda mais robusto.
Pontos fracos: No campeonato passado, Grygera e Molinaro não alcançaram a suficiência como laterais e o problema não parece ter sido resolvido neste início de temporada.
Voto: 8,0.
Lazio - Os Aquilotti buscam o riscatto de uma temporada pífia e, mesmo sem fazer qualquer loucura, contrataram alguns reforços interessantes, a ponto de permitir a busca por uma vaga na próxima Copa U.E.F.A.
Técnico, provável formação tática e time base: Delio Rossi vai iniciar sua 4ª temporada no comando da Lazio apostando no 4-4-2 com: Carrizo; De Silvestri, Siviglia, Rozehnal e Radu; Foggia, Ledesma, Matuzalem e Manfredini; Pandev e Rocchi.
Quem chegou: Carrizo (g, arg, River Plate-ARG), Belleri (d, ita, Atalanta), Foggia (m, ita, Cagliari), S. Inzaghi (a, ita, Atalanta), Kozak (a, cze, Slezsky FC Opava-CZE), Lichtsteiner (d, sui, Lille-FRA), Makinwa (a, ngr, Reggina), Matuzalem (m, bra, Zaragoza-ESP), Stendardo (d, ita, Juventus) e Zárate (a, arg, Birmingham City-ENG).
Quem saiu: Artipoli (d, ita, Modena), Ballotta (g, ita, fim de carreira), Behrami (m, sui, West Ham-ENG), Bianchi (a, ita, Torino), Mudingayi (m, bel, Bologna), Tare (a, alb, fim de carreira), Vignaroli (a, ita, ?) e Zauri (d, ita, Fiorentina).
Pontos fortes: O ataque, formado por Pandev e Rocchi, podendo ainda ser inserido a aposta Zárate. A defesa, com os vários Radu, Rozehnal e Sivigilia protegendo Carrizo, também tem tudo para não decepcionar.
Pontos fracos: O brasileiro Matuzalem, contratado para ser titular do centrocampo, teve uma ótima passagem pela Itália, mas na última temporada foi rebaixado na Espanha com o Zaragoza.
Voto: 6,5 (podendo subir com mais algum innesto).

Marcadores: ,

Na Última Vez ...

5 Comments:

At 11:43 AM, Blogger JP said...

Rodolfo, excelente esta tua análise às equipas da Série A, fica pouco para comentar porque já está quase tudo dito...
Sobre a 'minha' Juventus discordo ligeiramente apenas sobre o Grygera visto que ele fez uma segunda metade de temporada bem razoável no ano passado e parece surgir ainda melhor este ano. Quanto ao Molinaro ainda não me convenceu, pode ser que o De Ceglie agarre o lugar e evolua...
Abraços

 
At 3:55 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Muito obrigado! Talvez eu tenha sido exageradamente crítico com o Grygera, misturando suas atuações com as do Zebina... (rs).
Abraços

 
At 1:29 AM, Blogger JP said...

Eh eh eh é verdade Rodolfo! Ainda para mais o Grygera voltou a estar em bom plano, nomeadamente a oferecer o golo de 'bandeja' ao Nedved... ;)
Quanto ao Zebina nem vou comentar... :/
Abraços

 
At 5:48 PM, Blogger David Robinson said...

Muito bom a sua análise
se vc pudesse fazer os outros campeonatos europeus
séria ótimo...
abraços

 
At 6:15 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

David,
Muito obrigado pela participação e pelo elogio.
Quanto a sua sugestão, infelizmente, por absoluta falta de tempo (e de preparo), vou ficar só com o 'Calcio' mesmo!
Participe sempre e como quiser.
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker