Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, janeiro 12, 2008

O Jogo Da TV (Parte I) - Catania x Juventus



Singelos 11 metros e poucos segundos separaram o Catania, nesta tarde, de repetir uma impresa realizada pela última vez em 1964 - vencer a toda poderosa Vecchia Signora.
O ambiente no Angelo Massimino era um misto de expectativa - a última visita da Juventus (time mais popular da Itália) remontava a 1983 - e festa - pelo retorno da bola aos gramados italianos, mas São Pedro ainda resolveu colocar um ingrediente a mais sapecando uma forte chuva no horário da gara.
Com Colucci formando o trio de ataque siciliano ao lado de Mascara (grande destaque da partida - à direita contra o meia Cristiano Zanetti - Grazia Neri) e do centroavante Spinesi, o Catania começou impondo um ritmo forte e bastante agressivo, constrangendo o time do técnico Ranieri (que participou, como jogador do Catania, do último confronto entre as equipes, em 20 de novembro de 1983), que alinhou com uma meia cancha pouco usual com o português Tiago vertice alto, Zanetti vertice basso e Nocerino e Nedved da mezzala, ao seu próprio campo.
Mas a 1ª chance de gol concreta foi da Juve, com Legrottaglie cabeceando a bola sobre o travessão aos 11'.
Porém, com Tiago (abaixo contra Edusei - La Presse) pouco adaptado a função de trequartista e com todo o setor central bianconero em dia pouco inspirado, foi o Catania que saiu na frente: bola lateral para Mascara, que achou Spinesi sul filo del fuorigioco, com o avante de Pisa deslocando Buffon para fazer 1 x 0!
A partir daí a Juventus tentou reagir, principalmente explorando as iniciativas de Del Piero e Nedved, mas, com um Trezeguet (foto mais abaixo - La Presse) totalmente inoperante e um meio de campo sem criatividade, o intervalo começou com o placar apontando 1 x 0 mesmo.
Para a 2ª etapa, Ranieri voltou com o arisco ala Marchionni no lugar do deludente Tiago e aí a Juve engatou o turbo.
Porém, com Pinturicchio tendo que jogar por ele e ainda fazer as vezes de Trezeguet (o francês participou de apenas 8 jogadas durante todo o jogo!) no ataque da Juventus, a Vecchia Signora conseguiu criar algumas oportunidades, mas as cabeçadas de Del Piero não balançaram as redes.
O técnico juventino, então, trocou Nedved por Palladino e Salihamidzic por Iaquinta, colocando o time todo in avanti: Del Piero, Iaquinta e Trezeguet abastecidos por Marchionni e Palladino.
E a ousadia deu resultado - aos 44' o meia Biagianti não quis levar um drible de Del Piero e derrubou o capitano bianconero dentro da área (abaixo - La Presse) - pênalti marcado pelo árbitro Rocchi e convertido com categoria pelo próprio Del Piero já nos acréscimos da partida.
Placar final - 1 x 1 com direito a chororô do técnico rossoazzurro: "È un sogno che svanisce".
O tabellino:
Catania: Polito; Silvestri, Terlizzi, Stovini, Vargas; Edusei, Izco, Biagianti; Mascara, Spinesi (88' Tedesco), Colucci (67' Martinez). All. Baldini.
Juventus: Buffon; Salihamidzic (81' Iaquinta), Legrottaglie, Chiellini, Molinaro; Zanetti, Nocerino, Tiago (46' Marchionni), Nedved (75' Palladino); Del Piero, Trezeguet. All. Ranieri.
Gols: 15' Spinesi, 91' Del Piero (pênalti).
Cartões amarelos: Izco, Stovini, Chiellini, Terzilli, Salihamidzic e Nocerino.

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

13 Comments:

At 2:11 AM, Anonymous Filipe Lima said...

Como simpatizante da Juventus, digo com todas as letras: eu detesto o Ranieri!

O que se viu ontem, em campo, foi uma bagunça tática como poucas vezes vi!

No primeiro tempo, numa primeira oportunidade, olhei para campo e enxerguei um 3-5-2. Logo após, vi o time no 5-3-2. Segundos depois, o time estava num 4-4-2 linha. No decorrer do jogo, vi um 4-3-1-2. Em resumo, a tática da Juve era: vai todo mundo pra frente e vê quem marca gol.

Impressiona como um time tão mal treinado taticamente esteja tão bem no campeonato. É o que a qualidade individual destes jogadores bianconeros podem fazer!

Abraços!

 
At 8:26 PM, Blogger JP said...

Rodolfo, não foi um bom inicio de 2008 para a Juve não, houve muitas pechas em diversos sectores especialmente no capítulo da finalização, Trezeguet esteve apagadíssimo, mais uma vez Nocerino na direita não rende, Tiago esteve muito discreto... uma série de equívocos tácticos que podiam ter custado ainda mais caro, acho que depois desta partida ficaram bem visíveis as fragilidades juventinas e a merecerem reflexão por parte dos seus dirigentes e treinador... Como é hábito, o teu post explica sinteticamente tudo o que se passou em Catania.
Abraços

 
At 12:06 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Prezados,
É verdade, a Juventus não jogou bem e muito dos problemas vistos foram decorrentes da postura tática adotada.
Acho que fica evidente a necessidade de alguns reforços ou, ao menos, melhor aproveitamento de determinados jogadores em suas posições de origem, vez que talvez o Ranieri pudesse ter começado com o Grygera na lateral direita e com Salihamidzic no 'centrocampo', pelo lado direito.
Abraços,

 
At 10:56 PM, Blogger JP said...

Com certeza Rodolfo, não se compreende a teimosia de Ranieri em colocar Nocerino no lado direito do meio campo, lugar onde ele pouco ou nada rende... Até ao regresso de Camoranesi essa solução por ti apontada seria provavelmente a mais acertada, nomeadamente nos jogos fora de Turim devido à excelente leitura táctica de Salihamidzic. Também não consigo compreender a pouca utilização de Grygera...
Abraços

 
At 7:09 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Pois é, algumas opções dos treinadores são sempre uma grande incógnita...
Acho que faz parte do 'mister' (bom o trocadilho, não?).
Abraços,

 
At 10:56 PM, Blogger JP said...

Óptimo trocadilho Rodolfo, não pude conter um enorme sorriso agora ;)
Abraços

 
At 1:38 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
E não é que o Catania armou mais uma vez hoje, agora contra o Milan?
Abraços,

 
At 4:43 PM, Blogger JP said...

É Rodolfo, o Catania anda endiabrado com os 'grandes' do 'Calcio'!!!! Tal como já comentei com a Cyntia, de novo resta ao Milan a Champions para salvar a época...
Abraços

 
At 7:08 PM, Blogger Lady Cyntia said...

É, com Ronaldo voltando e Pato no lugar de Gila, pode até dar caldo. Vamos ver... Eles jogam com quem mesmo, na Champions?

 
At 11:01 PM, Blogger JP said...

Jogam com o Arsenal, não será tarefa fácil, os 'meninos' de Wenger podem perfeitamente surpreender o campeão europeu tão irregular...
Abraços

 
At 1:14 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Sou suspeito, mas cravo Milan com certeza! Esse time do Ancelotti tem se mostrado especialista no mata-mata (quando está interessado, é óbvio).
Abraços,

 
At 2:46 AM, Blogger JP said...

Rodolfo, eu dou ligeiro favoritismo ao Milan, 55% - 45%, o Arsenal ainda há 2 anos chegou na final e também pouca gente acreditava nisso... tem uma equipa muito jovem é certo, mas pode surpreender o Milan que se estiver em dia irregular pode na minha óptica ser eliminado... mas, veremos isso em Fevereiro ;)
Abraços

 
At 11:39 AM, Blogger Lady Cyntia said...

Também cravo no Milan. Mesmo com todos os problemas de defesa e coisa e tal, o time quando entra nesses mata-matas não é de se desprezar, não. Como o Arsenal já está dando sinais de que a munição está chegando ao fim, cedendo cada vez mais na Premierleague,com um time novo e inexperiente, acho que pode sentir a pressão. E vejam, os 'miúdos', como diz JP, irão enfrentar o atual campeão da competição. Será um confronto interessante...

Ciao!

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker