Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

terça-feira, janeiro 22, 2008

Momento Panini - Andrea Gasbarroni


Muito talentoso, dotato di una buona tecnica e di una grande capacità di puntare l'uomo e saltarlo, Andrea Gasbarroni era a grande estrela da squadra primavera da Juventus no finalzinho do século passado, formando com Giuseppe Sculli uma dupla formidável.
Porém, como a quase totalidade dos jovens formados nos grandes clubes italianos, Gasba não teve oportunidade de mostrar seu valor envergando a mítica camisa bianconera e foi emprestado, já na temporada 2000/2001, à Varese, na Serie C1, onde, treinado pelo atual mister do Siena Mario Beretta, foi eleito o melhor jogador da categoria.
Para o campeonato seguinte, Gasbarroni deu um salto de categoria e foi emprestado à Sampdoria, então na Serie B, quando foi um dos principais jogadores na campanha que culminou com a promoção blucerchiata à Serie A e chegou à Italia Under 21 comandada por Claudio Gentile.
Sua estréia na U21 ocorreu na goleada italiana de 4 x 1 sobre a Serbia Montenegro da mesma categoria em 11 de outubro de 2002, formando ao lado de Amelia, Zaccardo, Balzaretti, Brighi, Donati, Borriello e ... Sculli, que também estreou na mesma data.
Apesar das convincentes apresentações, o clube de Turim achou melhor manter seu tutelado na Serie B - acreditando que no campeonato cadetto ele poderia jogar com mais continuidade - e o emprestou, na temporada 2003/2004, ao Palermo, com o qual Gasbarroni obteve mais uma promoção à Serie A de protagonista.
Então, em 2004, Il Grande Gatsby fez seu esordio na Serie A (jogando contra o Siena em 12 de setembro de 2004) vestindo as cores do Palermo (figurinha do alto) e defendeu a Itália nas Olímpiadas de Atenas, onde conquistou a medalha de bronze ao lado dos vários Barzagli, De Rossi, Gilardino, Pirlo e, claro, Sculli!
Mas nem tudo foram flores para Gasbarroni em 2004, vez que seu convívio com o treinador rosanero Guidolin foi se deteriorando e, em janeiro de 2005, retornou à Sampdoria.
A troca acabou sendo benéfica para Gasba, que fez um bom returno e viu a equipe de Gênova terminar o campeonato na frente do Palermo.
Daí, o jovem fantasista nascido em Turim aos 6 de agosto de 1981 e com o passe ainda preso a Juventus disputou todo o precampionato 2005/2006 com o Palermo, mas, quando da 1ª rodada em setembro, já estava de novo em ... Gênova!
E foi com a Sampdoria que Gasbarroni disputou todo o torneio 2005/2006, realizando 3 gols em 28 partidas e sendo, ao final, riscattato dalla Juventus.
Portanto, enfim casa e carreira em Turim, não? Que nada, como a Juve resolveu contratar o ala Marco Marchionni junto ao Parma, lá foi Gasbarroni como contra-partida técnica.
Depois de um começo totalmente deludente, como, aliás, toda a equipe, Gasbarroni (a figurinha acima é exatamente da temporada 2006/2007) deu a volta por cima com a chegada de Claudio Ranieri e, com atuações soberbas, conduziu a equipe crociata à uma digna 12ª colocação (posição sensacional se considerado que o Parma terminou o girone d'andata com apenas 12 pontos conquistados e na penúltima colocação, tendo feito nada menos que 30 pontos no ritorno).
Talvez como recompensa pela salvezza, enfim Gasbarroni se viu livre das garras da Juventus, vez que ao final da temporada passada o Parma finalmente adquiriu l'intero cartellino de Gasba.
Agora, depois de mais um começo de campeonato conturbado, Gasbarroni vem conseguindo, principalmente nas últimas rodadas, demonstrar suas grandes qualidades técnicas e se firmar no meio de campo da equipe comandada por Di Carlo.
Aos 26 anos, ainda não é tarde para tornar freqüente gols como o marcado contra a Inter na última rodada!

Marcadores:

Na Última Vez ...

8 Comments:

At 5:40 PM, Blogger JP said...

Muito bem explicado as várias incidências da carreira do Gasbarroni, realmente demorou a cortar o 'cordão umbilical' que mantinha com a Juve, tive alguma pena que não tenha sido nunca aposta da equipa de Turim. Talvez como vingança marcou um belo golo este ano à Juve no jogo em Parma.
Abraços

 
At 1:58 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
É uma pena, mas muitas vezes bons jogadores criados no 'vivaio' são simplesmente ignorados em seus clubes formadores e não tem sequer uma única chance de mostrar suas qualidades, como foi o caso de Gasbarroni, com os clubes preferindo apostar em estrangeiros de qualidade para lá de duvidosa...
Abraços,

 
At 9:10 PM, Blogger JP said...

Exactamente Rodolfo, não poderia estar mais de acordo contigo! Por exemplo, olhando para o plantel actual da Juve, vejo que Marchionni não é superior ao Gasbarroni, podia perfeitamente o jogador formado nas escolas do clube fazer parte da 'rosa' e não outro vindo de fora, ainda por cima Marchionni em ano e meio de Juve passa mais tempo na enfermaria do que no relvado, mais 1 mês de fora...
Abraços

 
At 1:38 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Pois é, coitado do Marchionni, logo agora que ele estava embalando...
E o Tiago? Sinceramente, não abriria mão dele em tão pouco tempo, ainda mais se considerando que para o lugar dele virá o Sissoko.
Abraços,

 
At 1:27 AM, Blogger JP said...

É verdade Rodolfo, cada vez que ele parece retomar a boa forma, logo vem uma arreliadora lesão para lhe quebrar o ritmo... felizmente o Camoranesi está de volta aos convocados, espero que também não se lesione já como tem sido apanágio esta época...
O Tiago não sei... cada dia leio uma notícia diferente, ora está perto do Tottenham ou do Atlético de Madrid ou então fica... já nem sei bem o que pensar... Por mim ele ficava, ainda para mais quando comparando a Sissoko... fica muito longe da sua qualidade o maliano...
Abraços

 
At 11:34 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Eu também não cederia o Tiago agora. Acho que suas qualidades são indubitáveis, pois foi largo seu sucesso pelos clubes que passou anteriormente.
Ademais, a mudança de país, de cultura, ..., requer sempre um tempo para adaptação.
De qualquer maneira, como o Almiron já saiu, é provável que a chegada do Sissoko não exclua o Tiago.
Abraços,

 
At 3:11 PM, Blogger JP said...

Rodolfo, parece que o Tiago vai mesmo ficar! Agora só falta o Ranieri apostar nele com mais veemência e ele mostrar toda a sua qualidade em campo!
Abraços

 
At 12:07 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
É, tudo indica que vai mesmo! Tomara que ele se encaixe, pois é um jogador muito valoroso e, além do mais, parece ser um ótimo caráter.
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker