Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

quinta-feira, novembro 08, 2007

A Itália Na Europa


Foi uma semana excepcional para as squadre italianas na Europa, com 4 vitórias e 1 empate, totalizando 17 gols a favor e apenas 6 contra.
A vitória mais retumbante foi também a menos convicente quando, em Donetsk, o Milan fez 3 x 0 no local Shakhtar, do italiano Cristiano Lucarelli.
Tudo somado, a equipe italiana mereceu a vitória, mas o Shakhtar soube ser perigoso e dominou o confronto durante um bom período sem, contudo, conseguir violar o gol defendido por Dida.
Na 2ª etapa, com Inzaghi no lugar de Gilardino (Ronaldo figurou no banco de reservas), o time rossonero decidiu a partida em apenas 7', primeiro com o atacante italiano, ao seu melhor estilo, aproveitando um lançamento de Pirlo 2' apenas após sua entrada em campo e em seguida com o brasileiro Kaká, que aproveitou uma assistência de Inzaghi para, con un colpo di biliardo (no alto - Ap), fazer 2 x 0.
No final, Kaká ainda serviu para Inzaghi fazer o 3º do Milan e o seu 2º particular, igualando-se ao alemão Gerd Müller como o maior artilheiro das competições européias de todos os tempos com 62 gols (importante registrar que o feito é controverso, vez que algumas estatísticas colocam Müller com 69 tentos).
Ainda na terça-feira, a Lazio deu um importante passo rumo à classificação para a fase seguinte da UCL ao devolver a derrota de 2 x 1 frente ao Werder Bremen da rodada anterior.
Apesar de atravessar um péssimo momento no campeonato italiano e estar com vários jogadores importantes no estaleiro, a Lazio foi para o intervalo tendo desperdiçado várias chances cristalinas de gol, tanto que apenas nos 10' iniciais Rocchi, Zauri e Stendardo tiveram boas oportunidades, mas não foram eficazes.
Na 2ª etapa, parecia que a má pontaria dos laziali iria persistir quando o goleiro Wiese defendeu o pênalti cobrado por Rocchi e cometido por Naldo em Meghni, mas, no rebote, o mesmo Rocchi empurrou a bola para o fundo das redes e deu a tranquilidade necessária para a equipe romana, que ampliou a vantagem com o mesmo Rocchi (acima - Ansa) assistido por um ótimo Meghni. No final, antes de ser expulso per doppia ammonizione, o brasileiro Diego ainda descontou para o clube alemão cobrando outra penalidade máxima.
Quem tomou um grande susto foi a Internazionale, que recebeu o CSKA Moskva e, com vários desfalques, viu-se logo em desvantagem de 2 gols, realizados pelos brasileiros Jô e Vágner Love (à direita contra Cordoba - Afp).
Talvez outra equipe qualquer entregasse os pontos, mas não a cínica Internazionale de Mancini que, 3' depois do 2º tento do clube russo, já havia empatado a partida com gols de Ibrahimovic e Cambiasso.
Na 2ª etapa, a coppia Cambiasso-Ibrahimovic voltou a funcionar e com mais um belo gol de cada um deles foi decretado o placar final: 4 x 2 e classificação praticamente assegurada.
Encerrando a participação italiana na Champions League na rodada, a Roma foi, mais uma vez sem Totti, até Lisboa enfrentar o Sporting (na foto abaixo, à esquerda, Cicinho contra o bom português Miguel Veloso - Ansa) e saiu na frente com uma belíssima conclusão de Cassetti.
Porém, una Lupa modesta sul piano tecnico sofreu a virada da boa equipe lusitana, com ambos os tentos sendo anotados pelo brasileiro Liedson, mas arrancou um empate che vale oro no derradeiro minuto da partida, quando o chileno Pizarro disparou um tiro meio despretensioso que foi desviado pelo zagueiro Anderson Polga e acabou vencendo o goleiro Tiago.
Agora, com 3 pontos de vantagem sobre o próprio Sporting, bastará a Roma derrotar o já eliminado Dynamo Kyiv na próxima rodada para assegurar a classificação antecipada à próxima etapa da Uefa Champions League.
Por fim, a Fiorentina, única representante italiana ainda disputando a Copa U.E.F.A., arrasou o sueco Elfsborg em ritmo de treino por 6 x 1, chegando ao 21º resultado útil consecutivo e ostentando outros números (como a melhor defesa da Serie A, com apenas 7 gols sofridos) que demonstram que a equipe viola é um time maduro e pronto para desafios maiores.
A partida, sem história, teve o placar construído por: Jorgensen aos 4'; Vieri (na última foto contra um adversário - Gazzetta dello Sport) aos 5'; Ishizaki (internacional sueco que já defendeu o Genoa) aos 41' (gol de honra do Elfsborg); Donadel aos 62'; Koldrup aos 65'; Jorgensen aos 78' e Di Carmine aos 88'.

Marcadores: , ,

Na Última Vez ...

6 Comments:

At 8:22 PM, Blogger Lady Cyntia said...

Puxa, super placar esse da Fiore. Uma pena que hoje eles perderam a invencibilidade no campeonato. E fico feliz quando vejo Bobo fazendo gols. E Jorgensen, que depois de estar ausente um tempo por contusão, volta ao time e faz gols.

Quanto à Champions, fico só com os resumos. A Roma patinando...Milan se recuperando e a Inter navegando tranquila... Pelo bem do Calcio, que todas vençam.

Abraços,

 
At 8:42 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
É, foi uma semana muito boa para as equipes italianas. Sobre este assunto, você já palpitou na enquete do final do blog? Para mim, tenho dúvidas se a Lazio se classifica...
Abraços,

 
At 9:02 PM, Blogger Lady Cyntia said...

Já. E como você, tenho dúvidas sobre a Classificação da Lazio. Apostei em 3!

Aliás, observei um novo aparato tecnológico ao final do blog...rs

Abçs,

 
At 6:09 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
Pois é! Recebi um e-mail da VerveEarth dizendo que o 'Calcio Serie A' tinha sido escolhido para constar do portfólio da empresa e resolvi testar.
Não sei se vai acrescentar algo, mas...
Abraços,

 
At 11:29 PM, Blogger JP said...

Eu também duvido muito que a Lazio se qualifique e apostei também nas 3 squadras qualificadas italianas...
Assisti ao Sporting - Roma e o resultado é muito lisonjeiro para a Roma já que o Sporting foi superior e merecia ter vencido podendo queixar-se da falta de sorte na maneira como sofre o 2º golo e também de um erro crasso do árbitro que anula um golo limpo a Liedson quando é Doni que comete uma falha monumental e coloca ele mesmo a bola dentro da baliza... íncrivel!...

Pensei que o Shakthar daria mais luta mas, o génio de Pirlo e Kaká não permitiram veleidades aliados ao oportunismo de Super Pippo... o Inter lá venceu com um misto de sorte e ajuda dos russos... a vencerem por 2-0 facilitaram muito depois os moscovitas...

Abraços

 
At 12:26 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
É verdade, o Sporting merecia ter tido melhor sorte contra a Roma, até porque houve mais um gol do Liedson não validado pelo árbitro.
E é bem capaz que o resultado tenha selado o destino de ambas as equipes...
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker