Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

terça-feira, setembro 04, 2007

Momento Panini - Alessandro Nesta


Hoje, quando se pensa em um zagueiro italiano, logo vem à mente os nomes de Marco Materazzi ou de Fabio Cannavaro, destaques da última Copa do Mundo e astros, respectivamente, da Internazionale e do Real Madrid.
Ocorre que, alguns se esquecem, no início do mundial a zaga da Azzurra era composta por Cannavaro e por Alessandro Nesta, certamente o mais técnico da dupla e considerado por muitos como o melhor zagueiro do mundo.
Porém, Nesta teve o infortúnio de se machucar no último jogo da 1ª fase, disputado contra a República Tcheca, dando lugar a Matrix logo aos 17' do 1º tempo.
A partir daí, todos conhecem a história: Materazzi marcou um gol antes de completar 10' em campo abrindo o caminho da vitória da Itália sobre os tchecos, foi expulso no jogo seguinte contra a Austrália, mas voltou a tempo de marcar o gol italiano na final contra a França e sofrer a famosa cabeçada de Zidane - um protagonista vero!
Enquanto isto, Alessandro Nesta viveu um calvário particular com uma antiga lesão muscular, ficando afastado de toda a fase decisiva do mundial.
Agora, mais de um ano após a expedição vitoriosa da Itália à Alemanha, de novo em forma, Nesta voltou a comandar soberbamente a zaga milanista, transformando sua habilidade em segurança a serviço da equipe de Ancelotti.
Mas, Alessandro Nesta, nascido em Roma aos 19 de março de 1976, começou sua carreira na Lazio, clube do qual seu pai é um apaixonado tifoso, a ponto de recusar uma oferta da Roma simplesmente para não ver seu filho jogando com a maledetta maglia giallorossa.
Na Lazio, Nesta iniciou sua carreira nas divisões de base em 1985 jogando como atacante, depois como centrocampista para, mais tarde, collocarsi nel suo ruolo di difensore.
Sua estréia na Serie A ocorreu sob o comando de Dino Zoff na temporada 1993/1994, entrando aos 78' no lugar do atacante Casiraghi na partida disputada contra a Udinese, em Udine, em 13 de março de 1994, poucos dias antes de completar 18 anos.
Talento precoce, Nesta acabou titularizado pelo novo allenatore laziale, o boêmio Zdenek Zeman, já no final da temporada seguinte, não deixando mais o posto até ser vendido ao Milan em 2002 (a figurinha do alto é referente a temporada 1995/1996).
Com a equipe romana, da qual se tornou capitão e durante muito tempo fez contra-ponto ao romanista Francesco Totti, Nesta conquistou um Scudetto (1999/2000), duas Copas Itália (1997/1998 e 1999/2000), duas Supercopas Italianas (1998 e 2000), uma Coppa delle Coppe (1998/1999) e uma Supercopa Européia (1999).
No Milan (a figurinha à esquerda é da última temporada), Nesta prosseguiu sua carreira vitoriosa, conquistando vários outros títulos (incluíndo o campeonato italiano de 2003/2004 e duas Champions League) ao lado de companheiros como Paolo Maldini, com quem faz uma dupla quase intransponível.
Porém, nos últimos tempos Nesta tem sofrido com contusões que o deixam fora de atividade por longos períodos, o que o fez anunciar sua aposentadoria da seleção italiana no mês passado.
Aposentadoria certamente precoce, vez que Nesta ainda tem qualidades mais do que suficientes para continuar prestando bons serviços à Azzurra, com a qual estreou em 1996 e totaliza 78 presenças (é o 10º jogador que mais vestiu a camisa da seleção italiana em todos os tempos, ao lado de Gaetano Scirea!).
Perante notícia que o aproximava de um retorno à Lazio, Nesta recentemente prolongou seu contrato com o Milan até junho de 2011, quando pretende encerrar sua carreira agonística e deixar os admiradores de seu estilo clássico um pouco mais órfãos.

Marcadores:

Na Última Vez ...

20 Comments:

At 10:00 PM, Blogger Lady Cyntia said...

Rodolfo,
Uma perguntinha de quem está sem fazer nada no feriado (rs), como você faz para conseguir essas figurinhas da Panini?

Quanto ao Nesta, uma pena que não quer mais defender a Azzurra. Mais uma dessas histórias mal contadas.

Saluti,

 
At 7:42 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
Simples, sou maluco (rs)...
Na verdade, eu compro a Guerin Sportivo, o álbum Calciatori e o Almanacco Illustrato del Calcio desde 1989, quando comecei a acompanhar e a tentar estudar o 'Calcio', tendo ainda alguns exemplares mais antigos.
Para você ter uma idéia, atualmente, tenho um quarto em casa destinado só para guardar 'meu acervo' da Serie A, que é de onde eu posto este 'blog' que, ademais, foi criado no intuito de poder compartilhar um pouco este material.
Abraços,

 
At 7:58 AM, Blogger Lobo said...

Nesta es uno de los mejores jugadores italianos de la historia. Un crack en su posicion.

 
At 8:14 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Prezado Lobo,
Muito obrigado pela participação! Concordo plenamente com você, Nesta é dos jogadores que melhor desempenha a função de central atualmente.

 
At 11:36 AM, Blogger JP said...

Sem dúvida Rodolfo, Nesta é um dos melhores centrais dos últimos anos, é uma baixa de vulto na 'azzurra'.

Abraços

 
At 2:56 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
É verdade, Nesta ainda teria mais alguns anos de bons serviços à 'Azzurra'.
Abraços,

 
At 12:11 AM, Blogger Lady Cyntia said...

Rodolfo,
Há uns anos era compradora da Hurrà Juventus e da Guerin Sportivo. Aqui até tinha a Inter e mais a Forza Milan, mas não dava, né! Opetei pela da Juve. Fui leitora bem uns 6 anos dela. Entretanto, com o aumento do dólar e mudança de profissão, tive que conter os gastos. Hoje só compro em ocasiões especiais. :(

Que bom que ainda existem pessoas com esse enorme coração como o seu, que compartilha com os outros suas preferências. Obrigada!

 
At 10:19 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
Eu é que tenho que agradecer à leitora nº 1 deste blog!
Abraços,

 
At 4:27 PM, Anonymous gílson said...

Muito legal! O Almanacco é muito bem feito! Mas não pense que é o único com essas maluquices... Tenho aqui em casa cerca de 150 jogos do Milan das temporadas 87/88 até 04/05 em fitas de vídeo. No mês passado comprei dois HDs com 250 GB cada para transferir essa preciosidade. Devo levar mais de ano para completar essa brincadeira... Nas últimas duas temporadas dei um pulo na tecnologia e passei a gravar em DVD. Já são uns 70. Mas aí armazenar - e transferir para o laptopo para ver depois quando não é possível assistir ao vivo - é BEM mais fácil. [ ]s!

 
At 4:29 PM, Anonymous gílson said...

Sobre Nesta: quase um gênio na zaga quando está em forma. Classe, categoria, excelente antecipação, ótimo posicionamento e sangue frio. Já faz parte do melhor Milan que vi jogar.

 
At 4:32 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Gílson,
Bom saber que não estamos sozinhos no mundo! Sabe, eu costumava gravar os jogos do italiano, mas depois aposentei o vídeo-cassete e fiquei com uma caixa de fitas empilhadas na garagem...
Agora, estou cogitando comprar um gravador de DVD para voltar com a brincadeira.
Abraços,

 
At 6:18 PM, Blogger Lady Cyntia said...

Ai que consolo. Eu também tenho um monte de jogos gravados aqui, da Samp, Fiore, Juve, Roma, Parma. Mas de vez enquanto tenho uns rompantes e desgravo tudo. Dia seguinte, me dá um arrependimento... rs Foi assim com as finais de Champions League desde 94. Foi tudo pro lixo!

A idéia do gravador de DVD é interessante. Vou consultar meu 'analista financeiro' e ver a viabilidade do projeto aqui pra casa. Boa idéia!

Boa semana!

 
At 9:25 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
Além do aspecto financeiro, não esqueça de perguntar se efetivamente é fácil utilizá-lo!
Abraços,

 
At 10:40 AM, Anonymous Michel Costa said...

Como louco por futebol, eu não podia ficar fora dessa.
Desde 2000 gravo simplesmente TODOS os gols da rodada na Europa, com ênfase nas grandes equipes. Gravo todos UCL Weekly e as melhores reportagens de diversos programas esportivos. Tenho as finais da UCL desde 96, assim como a final interclubes. Não apago nada e tudo está bem catalogado.
Em 2002, comecei com outra maluquice: Recortes de jornais e revistas com notícias, tabelas e resultados do Velho Mundo, que é a prioridade. Já são cinco cadernos lotados de informação. Minha mulher tem certeza absoluta que eu sou louco. Mas, felizmente, eu não estou sozinho...rs.

Desculpem o atraso, foi o feriadão.

 
At 12:33 PM, Anonymous gílson said...

Embora tenha plena noção de que não posso ser tomado como referência quando o assunto é tecnologia, tenho que dizer que é bastante simples a técnica de gravação nos DVD atuais. Sou de uma época, o primeiro aparelho na casa dos meus pais foi comprado em 1986, em que para gravar em vídeo você tinha primeiro que configurar uns 20 botões diferentes... Em 1989, para poder acompanhar mais jogos do Milan, pedi de aniversário uma parabólica que instalei praticamente sozinho. A partir daí a coisa só piorou, mas hoje os "brinquedos" são BEM menores.

 
At 12:38 PM, Anonymous gílson said...

Uma curta história para comprovar a validade da parabólica: em 1992, não estou bem certo, gravava na Bandeirantes um jogo do Milan contra o Foggia do então desconhecido Zeman quando, no intervalo, a transmissão foi interrompida para que pudesse ser exibida a prova das 500 milhas de Indianápolis. Se não tivesse a RAI...

 
At 6:02 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Gílson,
Me lembro plenamente do fato por você mencionado, foi em 1992, na última rodada da temporada, quando o fantástico Milan do Capello arrasou o ofensivo Foggia do Zeman (que tinha o seguinte ataque: Rambaudi, Baiano e Signori!) por 8 x 2, jogando no Pino Zaccheria.
Me recordo bem que a Bandeirantes simplesmente interrompeu o jogo para transmitir a Fórmula Indy, passando apenas os gols em uma janelinha aberta na transmissão.
Foi lamentável!
Agora, dizer que você não entende de tecnologia e instalar uma parabólica? Coitado de mim, preocupado em apertar um 'rec'...
Abraços,

 
At 1:40 PM, Anonymous gílson said...

Ha ha ha! É, talvez entenda um pouquinho de tecnologia... Sobre aquele jogo maluco, acho que no intervalo o Foggia vencia por 2 x1 e, conforme o Milan ia marcando gols no segundo tempo, o Zeman mais colocava a equipe no ataque. Acabou em um maluco 4-2-4 - ou algo do tipo -, pois ainda consigo me lembrar do ar de TOTAL perplexidade do Capello e do delírio da tifoseria, que assim começou a celebração do único scudetto invicto da história rossonera. [ ]s!

 
At 1:11 PM, Anonymous raphael said...

contra quem o nesta jogou pelo seu primeiro jogo pela azzura?quem souber por favor me responda, agradeço!
abraço

 
At 7:22 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Prezado Raphael,
Nesta fez sua estréia na 'Azzurra' comandada por Sacchi em 05 de outubro de 1996, na vitória sobre a Moldávia em Chisinau por 3 x 1, gols de Ravanelli, Curtianu, Casiraghi e novamente Ravanelli, cobrando pênalti.
Fique à vontade para perguntar o que mais quiser!
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker