Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, novembro 25, 2006

O Jogo Da TV (Parte I) - Milan x Messina


O Milan venceu, mas ainda não foi desta vez que apresentou um futebol digno de suas tradições. É verdade que os 3 pontos conquistados foram importantíssimos e a vitória vai amenizar um pouco a crise pela qual a equipe de Via Turati passa, até porque, como Kaká asseverou após a partida: "L'importante era vincere per mettere fine a questa serie negativa".
Mas que ninguém acredite que o futebol apresentado pela equipe milanista foi sequer satisfatório - o time dominou um apenas esforçado Messina, mas os problemas do time foram evidentes.
Primeiro, o simples fato de já ter utilizado 23 jogadores diferentes nas 13 primeiras rodadas da Serie A demonstra que Ancelotti não tem (por diversos motivos) conseguido dar um padrão ao time.
Depois, o pífio número de 12 gols marcados em 13 jogos torna cristalino que algo não vem funcionando a contento (ainda mais quando os atacantes foram responsáveis, tão somente, por 3 destes gols).
E as causas são várias: i) os laterais (no caso, Bonera pela direita e Jankulovski pela esquerda) não sobem com a eficácia desejada (aliás, nenhum dos dois é lateral de origem); ii) Pirlo vem errando muitos passes, estando longe daquele regista apreciado na Copa do Mundo; e iii) o ataque não consegue transformar as oportunidades em tentos!
Acrescente os problemas com contusões e uma programação deficiente (até em razão do escândalo que abalou o Calcio desde o final da temporada passada, com a diretoria não sabendo se o Milan iria jogar na Serie A ou na Serie B neste ano) e se tem o diagnóstico das 5 vitórias, 4 empates e 4 derrotas alcançadas pelo Milan até aqui.
Mas contra o Messina se viu também um ótimo Maldini, que não obstande seus 38 anos, ainda fez o gol que os atacantes não conseguiram fazer (ao lado, o capitano comemora seu 28º gol na Serie A - Milan), um guerreiro Brocchi (substituíndo Gattuso à altura), um talentoso Gourcuff e um genial Kaká, que esteve sempre presente nas principais jogadas da equipe.
Porém, o goleiro australiano Kalac, apesar de pouco exigido, não se mostrou confiável para substituir Dida, enquanto Inzaghi foi tecnicamente horrível e Gilardino um desaparecido em campo.
Para completar, Ancelotti, quando mexeu, tirou Inzaghi para colocar o holandês Seedorf, que é um centrocampista, e substituiu Gilardino por Borriello, deixando Ricardo Oliveira no banco pelos 90'.
Pelo Messina, menção honrosa para o chileno Cordova e o artilheiro Riganò.
Tabellino:
Milan: Kalac; Bonera (71' Nesta), Simic, Maldini, Jankolovski; Brocchi, Pirlo, Gourcuff, Kaká; Inzaghi (73' Seedorf), Gilardino (88' Borriello). All. Ancelotti.
Messina: Storari; Zoro, Iuliano, Rea, Parisi; Lavecchia (53' Alvarez), De Vezze, Coppola (65' Floccari), Masiello, Cordova; Riganò (75' Di Napoli). All. Giordano.
Gol: 13' Maldini.
Árbitro: Gava.
Cartões amarelos: Iuliano, De Vezze, Lavecchia, Zoro e Di Napoli.

Na Última Vez ...

4 Comments:

At 12:37 PM, Anonymous Carlos Roberto Moura said...

Rodolfo
Esse Ancelotti é allenatore ou alienado?
Carlos Roberto

 
At 2:23 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Pai,
Mais uma vez, muito obrigado pela participação. Quanto ao Ancelotti, apesar de não ter concordado com as alterações que ele promoveu no último jogo, acho ele um treinador capacitado.
Bjs,

 
At 3:56 PM, Anonymous Tiago said...

Rodolfo,

Hoje, na Zero Hora (www.clicrbs.com.br) tem uma entrevista do Falcão com o Ancelotti. Vale a pena conferir. Ele fala que o Kaká é o melhor do mundo.

 
At 7:53 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Tiago,
Acessei o site do Zero Hora e gostei muito da entrevista (http://www.clicrbs.com.br/jornais/zerohora/jsp/default2.jsp?uf=1&local=1&edition=6810&template=&start=1§ion=&source=a1356749.xml&channel=9&id=&titanterior=&content=&menu=23&themeid=§ionid=&suppid=&fromdate=&todate=&modovisual=). Aliás, hoje tem outra com o Fabio Capello.
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker