Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

domingo, março 22, 2009

O Jogo Da TV (Parte IV) - Napoli x Milan



Na estréia de Donadoni como allenatore partenopeo no San Paolo o Napoli foi melhor, teve um gol indevidamente anulado, mas não passou do 0 x 0 com o Milan.
O duelo dos antigos centrocampisti do Milan sacchiano teve um começo morno, com as equipes utilizando uma faixa muito estreita do campo, culpa do pressing praticado pelos rossoneri - eficaz para aumentar a posse de bola, mas estéril em zona ofensiva.
No Napoli, desde cedo foi possível perceber la mano di Donadoni, com a equipe disposta em um 3-5-2 bastante elástico, marcando a homem e com Grava e o ritornante Mannini (ao lado contra Beckham - Mosca) sulle fasce.
No Milan, Ancelotti optou por deixar Kaká e Ronaldinho no banco, preenchendo o seu predileto 4-3-1-2 com o trequartista Seedorf alle splalle di Inzaghi e Pato.
Mas, Inzaghi, autor de 5 gols nos últimos 2 jogos, esteve muito apagado e Pato acabou troppo solo para ser decisivo.
Assim, os primeiros lances de perigo foram chutes de fora da área, com Navarro e Dida eficientes na proteção de suas metas.
Devido a marcação muito atenta de ambas as equipes, o contra-ataque passou a ser uma alternativa interessante, principalmente para o Napoli, que teve com Zalayeta (ao lado entre Maldini e Zambrotta - Ap) aos 29'.
Mas, o momento clou da 1ª etapa aconteceu aos 37', quando Lavezzi cobrou um escanteio, o uruguaio Zalayeta subiu sozinho e cabeceou em direção ao gol, mas antes da bola chegar à meta, Hamsik esticou o pé e desviou para o fundo das redes (foto mais abaixo - Mosca), com o árbitro De Marco anulando o gol por um impedimento inexistente, mas cujo lance foi efetivamente muito difícil.
Curiosamente, a partir deste controvertido episódio, todas as principais chances passaram a ter o timbre azzurro (vide os highlights ao final do post), embora até o intervalo o Milan tenha controlado bem o time partenopeo.
E, assim, Donadoni só não conquistou sua primeira vitória no comando do Napoli porque seu avante Zalayeta foi um grande sprecone, desperdiçando pelo menos duas grandes ocasiões aos 19' e aos 28'.
No Milan, nem os ingressos de Kaká e Ronaldinho solucionaram a apatia da equipe na criação, com a equipe explorando sua maior posse de bola (terminou com incríveis 65,6%) para controlar o Napoli.
Apenas para não fugir a regra, a última boa chance de gol foi do Milan, em cobrança de falta de Beckham (um dos melhores, mais uma vez, rossoneri) defendida por Navarro.
O tabellino:
Napoli: Navarro; Santacroce, Cannavaro, Contini; Grava, Pazienza, Blasi, Hamsik, Mannini; Lavezzi, Zalayeta (91' Bogliacino). All. Donadoni.
Milan: Dida; Zambrotta, Maldini, Favalli (72' Senderos), Jankulovski; Beckham, Pirlo, Flamini, Seedorf (57' Kaká); Inzaghi (63' Ronaldinho), Pato. All. Ancelotti.
Árbitro: De Marco.
Cartão amarelo: Blasi.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker