Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, fevereiro 21, 2009

O Jogo Da TV (Parte I) - Bologna x Internazionale



Mais uma vez, não foi uma Internazionale exuberante, mas, mais uma vez, o pragmático time de Mourinho saiu de campo com os 3 pontos.
A vítima, neste sábado, foi o Bologna, que organizou uma belíssima homenagem ao seu grande ídolo Giacomo Bulgarelli, falecido no último dia 12 (para maiores informações sobre o excepcional meia, vide http://calcioseriea.blogspot.com/2009/02/memorabilia-bulgarelli.html) e que foi objeto de dezenas de faixas expostas por todo Dall'Ara (abaixo, uma imagem do mítico capitano estampada na parte oposta as tribunas - Macchiavelli).
Mas foi a Inter que, prima della classe e lançada no 4-3-1-2 com uma dupla de zaga toda made in Colombia (Cordoba e Rivas) e com laterais de origem (Maxwell e Zanetti) formando o terzetto di centrocampo com Cambiasso, tendo Muntari no posto de Stankovic exercendo a função de trequartista, começou melhor, promovendo um pressing bem articulado durante cerca de 25', tendo Ibrahimovic (um pouco mais abaixo, à esquerda, contra Mudingayi e Moras - Reuters) particularmente scatenato.
Mas, Mihajlovic, escolado do ambiente nerazzurro, pareceu que preveu (ou aceitou) o ímpeto inicial interista e deixou a regia de sua equipe ao experiente Volpi, que, aproveitando da diminuição do ritmo da capolista a partir da metade do 1º tempo, passou a ousar mais e com ele o Bologna adiantou seu baricentro, terminando mesmo por ter a última grande chance antes do intervalo, quando Di Vaio foi antecipado por Júlio César em grande saída.
Veio a 2ª etapa e com ela Stankovic em campo, mas a alteração acabou não resultando na melhora (principalmente no tocante a aceleração das jogadas) almejada por Mourinho e gol da vantagem nerazzurra acabou surgindo mesmo de um lance fortuito, em que Adriano, pela segunda vez em menos de uma semana, teve ajuda de seu braço em uma cabeçada para fazer a bola chegar até o argentino Cambiasso, que não teve muita dificuldade para marcar a queima-roupa (abaixo o lance - Reuters).
Aí, os treinadores partiram para as substituições, com Mihajlovic inserindo Marazzina (um ex) no posto de Valiani e Adailton no de Bombardini, passando o Bologna ao 4-4-2, enquanto Mourinho trocou Adriano por Vieira, deixando o 4-3-1-2 para um mais comedido 4-4-1-1.
Melhor para o Bologna, que aumentou seu volume de jogo e chegou ao empate com uma imperiosa testada do zagueiro uruguaio Britos, que subiu sozinho no meio da defesa nerazzurra.
Perdida a vantagem, Special One retornou ao esquema com 2 atacantes colocando o jovem Balottelli no lugar de Maxwell e, num daqueles lances que só acontecem aos predestinados, coube ao próprio Super Mario, no minuto seguinte ao seu ingresso em campo, contar com o erro do veterano Antonioli para, em uma cobrança de falta supostamente despretensiosa, marcar seu 1º gol no campeonato e dar a vitória à Inter.
Vitória que, a bem da verdade, só foi consolidada graças a grande atuação de Júlio César, que impediu, por exemplo, um gol feito de Di Vaio aos 45'!
O tabellino da derrota rossoblù acompanhada por Roberto Mancini da tribuna:
Bologna: Antonioli; Zenoni, Moras, Britos, Lanna; Valiani (66' Marazzina), Mudingayi, Volpi, Mingazzini, Bombardini (78' Adailton); Di Vaio. All. Mihajlovic.
Inter: Júlio César; Maicon, Cordoba, Rivas, Santon; Zanetti, Cambiasso, Maxwell (81' Balotelli), Muntari (46' Stankovic); Ibrahimovic, Adriano (78' Vieira). All. Mourinho.
Gols: 57' Cambiasso, 79' Britos, 82' Balotelli.
Árbitro: Ayroldi.
Cartões amarelos: Moras, Zenoni e Rivas.
A seguir, os highlights da partida e entrevista com Júlio César, em um excelente portulano.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker