Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

domingo, maio 11, 2008

O Jogo Da TV - Internazionale x Siena


Há pouco mais de um ano atrás, mais precisamente no dia 22 de abril de 2007, a Internazionale, ajudada pela vitória da Atalanta sobre a Roma em Bergamo, conquistava seu 15º scudetto derrotando o Siena pelos mesmos 2 x 1.
Quis o destino que, coincidentemente, na 37ª rodada da Serie A desta temporada, a tabela prescrevesse novamente a Inter contra o Siena (só que desta vez em Milão) e a Roma contra a Atalanta (também com mando de campo invertido), em mais um domingo que se mostrava decisivo, vez que uma vitória simples dos comandados de Mancini sobre a despretensiosa (enquanto já assegurada na próxima Serie A) equipe da Toscana asseguraria o tricampeonato nerazzurro, independentemente até do resultado do Olimpico de Roma.
Assim, mais de 80.000 tifosi lotaram o Giuseppe Meazza (ao lado - La Presse - uma bonita imagem da Curva Nord) certos de que deixariam o estádio direto para a Piazza Duomo, tradicional local de celebração da torcida interista.
Postada no esperado 4-3-1-2, apenas com Jimenez no lugar de Stankovic (que sequer ficou no banco), a Inter começou subito in avanti, com o argentino Cruz (realizando sua 200ª partida na Serie A) forçando o goleiro Manninger a trabalhar já no 1'.
Vibrante, a Inter continuou convicta de seu mister e aos 11', após uma cabeçada de Materazzi no travessão, sempre de cabeça, o francês Vieira aproveitou uma cobrança de escanteio de Balotelli para colocar a squadra nerazzurra em vantagem!
Mas, pouco disposto a fazer às vezes de vittima sacrificale, o Siena seguiu atento, inspirado por um ótimo Locatelli - até que o marroquino Kharja encontrou, aos 30', o rápido Maccarone na entrada da área, com o avante ex Empoli vencendo o difensore Burdisso e o portiere Júlio César para empatar a partida (acima - Cacace).
O empate emudeceu o Giuseppe Meazza e desconcertou a Inter, que quase sofreu a virada aos 41', quando o ala Andrea Rossi aproveitou um contra-ataque e só parou por causa de brilhante intervenção do brasileiro Júlio César.
Mas o Meazza voltou a balançar aos 45', perchè Super Mario Balotelli cabeceou sozinho para colocar a Inter novamente em vantagem (ao lado - Inter).
Na volta do intervalo, o Siena retornou sem Codrea e Locatelli que, fora das melhores condições físicas, deram lugar ao brasileiro Alberto e ao brigador Coppola, mas foi a Inter que quase marcou, mais uma vez com El Jardinero Cruz.
Com a partida sob controle, Balotelli foi substituído, aplaudidíssimo, por Suazo aos 18'.
A impressão era de que, efetivamente, a Inter tinha o jogo (e o título) nas mãos, mas, aos 24', o lateral Ficagna aproveitou um erro de Maxwell e cruzou, Burdisso tentou cortar de forma meio displicente e Kharja, da entrada da área, acertou um chute colocado que entrou no canto da meta defendida por Júlio César e sacramentou o 200º gol do Siena na Serie A.
Aí, foi a vez de Marco Materazzi se transformar no protagonista da partida.
Primeiro, aos 32', o zagueiro, em impedimento, acabou impedindo que uma perigosa conclusão do seu companheiro Cruz fosse na direção do gol senese.
Depois, no minuto seguinte, Matrix se enroscou com o atacante Riganò dentro da área e o árbitro Gava assinalou penalidade máxima para ... a Inter!
Êxtase nas arquibancadas e litígio dentro de campo, onde o próprio Materazzi discutiu com Cruz acerca da cobrana do pênalti.
Melhor (?) para o zagueiro, herói na vitória do dia 22 de abril de 2007 (quando realizou a doppietta) e que tem exatamente no Siena sua vítima predileta (contra quem anotou 4 dos seus 49 gol in carriera), mas que acabou virando o vilão da ocasião ao permitir a defesa do austríaco Manninger ao cobrar a penalidade centralmente (acima o momento da cobrança - Garofalo).
Mancini ainda trocou Maxwell por Crespo, mas ambas as equipes já evidenciavam o desgaste físico e, emocionalmente, a Inter foi à lona, com o jogo terminando mesmo 2 x 2 e a decisão do scudetto ficando para os derradeiros 90' do campeonato.
O tabellino da partida, cujos melhores momentos podem ser assistidos também abaixo:
Inter: Júlio César; Maicon, Burdisso, Materazzi (85' Pelé), Maxwell (81' Crespo); Cambiasso (que deixou o campo contundido), Vieira, Zanetti, Jimenez; Balotelli (63' Suazo), Cruz. All. Mancini.
Siena: Manninger; Ficagna, Portanova, Loria, Rossi; Vergassola, Codrea (46' Alberto), Galloppa (65' Riganò), Kharja, Locatelli (46' Coppola); Maccarone. All. Beretta.
Gols: 11' Vieira, 30' Maccarone, 45' Balotelli, 69' Kharja.
Árbitro: Gava.
Cartões amarelos: Materazzi, Ficagna, Kharja, Coppola, Vergassola e Riganò.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker