Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

terça-feira, maio 20, 2008

Momento Panini - Luca Bucci


A partir desta semana, com o término da stagione 2007/2008 da Serie A, a 'Momento Panini' vai iniciar uma série especial com jogadores que podem, da mesma forma, ter encerrado suas (gloriosas) participações na máxima divisão do Calcio.
Para começar, Luca Bucci, 176 presenças com o Parma na Serie A!
O goleiro, bolognese de nascimento, mas parmigiano de adoção, começou exatamente nelle giovanilli do clube ducale em 1983, aos tenros 14 anos (Bucci nasceu aos 13 de março de 1969).
De baixa estatura para os padrões modernos (1,80 m), Bucci fez sua estréia como profissional no próprio Parma, tendo participado de uma partida na temporada 1986/1987 pela Serie B.
Apesar do esordio precoce, até completar 20 anos, Bucci pouco jogou, embora emprestado pela agremiação da então família Ceresini ao Pro Patria em 1987 e ao Rimini em seguida, sempre na Serie C.
De volta ao Parma em 1988, Bucci fez a figura de dodicesimo até ser emprestado ao Casertana em 1990, onde teve a oportunidade de atuar e, conseqüentemente, se destacar, obtendo uma promoção à Serie B logo em seu primeiro ano como titular.
Depois de outra temporada como titular na agremiação rossoblù de Caserta, Bucci permaneceu na Serie B, mas desta vez emprestado à Reggiana.
E foi na temporada 1992/1993 que os holofotes se acenderam sobre esse portiere de cabelos revoltos e agilidade felina - Bucci foi o menos vazado do campeonato cadetto e o 2º colocado geral na graduatória do conceituado Guerin D'Oro di Serie B!
Para tê-lo como titular para a stagione seguinte, o Parma permitiu a saída de ninguém menos que Taffarel, que foi exatamente vestir a maglia nº 1 da Reggiana, então promovida à Serie A.
Aos 24 anos, Bucci finalmente fez sua estréia na Serie A defendendo o Parma no dia 29 de agosto de 1993 (a figurinha do alto é da temporada em questão), na vitória crociata sobre a Udinese por 1 x 0 no Friuli.
Ascensão meteórica, em 1994 o apaixonado por beach volley já figurava entre os 22 italianos que perderam a Copa do Mundo para o Brasil de Romário no Rose Bowl de Pasadena.
Titular absoluto do Parma até outubro de 1996, Bucci acabou presa de outro fenômeno, este chamado Gianluigi Buffon, cuja explosão acabou dirigindo o antigo titolare ao Perugia, onde Bucci completou a temporada 1996/1997 com 17 presenças.
De retorno ao Parma após o empréstimo ao clube dos Gaucci, Bucci encontrou Buffon já galgado inclusive à Azzurra, acabando por ser cedido, em definitivo, ao Torino ainda em janeiro de 1998.
Com a equipe granata, Bucci transcorreu 6 temporadas, sendo a metade na Serie A, somando 86 presenças às 112 alcançadas com o Parma até então.
Depois de uma temporada deludente envergando a camisa azul do Empoli, quando sofreu uma grave contusão que o tirou de praticamente todo o girone di ritorno, Bucci, então svincolato, acertou seu regresso ao Parma em janeiro de 2005.
Contratado para ser suplente do francês Frey, com a partida deste para Florença no final da temporada em luglio seguinte, Bucci acabou titularizado na meta crociata no início da stagione 2005/2006, relegando Lupatelli à suplência.
Depois, com a chegada do bom Guardalben em janeiro, era para que o veterano arqueiro nascido em Bologna terminasse a temporada efetivamente no banco, mas um grave infortunio daquele propiciou ao goleiro da inusitada camisa nº 7 mais uma vez o posto de titular.
E a história se repetiu na temporada seguinte, quando Bucci, agora entrando em campo com uma camisa de nº 5, superou o jovem e promissor De Lucia na disputa pela posição de goleiro principal da equipe crociata e resultou importantíssimo na salvezza conquistada por Ranieri & Cia.
Portanto, após tantas tentativas fracassadas, a dirigência do Parma resolveu puntare su Bucci come portiere titolare para a recém encerrada temporada (figurinha à esquerda).
Porém, considerando que a equipe ducale terminou o campeonato relegada à Serie B e ainda com a pior defesa dentre os 20 participantes (62 gols sofridos), é possível que as últimas 31 aparições de Bucci na Serie A (com 50 tentos levados) não sejam de tão boas recordações...

Marcadores:

Na Última Vez ...

3 Comments:

At 10:20 AM, Blogger Lady Cyntia said...

Grande Bucci!

Bem, com o Parma na segundona, não sei se ele continua ou se deixa o futebol.

Outra coisa, para tentar voltar rapidamente à primeira divisão, o clube já acertou com o ex-treinador do Empoli, Gigi Cagni. Uma escolha acertada, na minha opinião. Tomara que dê certo logo de cara. Serie B é uma competição deveras difícil.

Como disse no meu blog, o Parma caiu como fruto da inexperiência de seu comando, não em campo, mas fora dele. Infelizmente...

Abraço e ótimo fim de semana

 
At 5:35 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
Torço para o retorno imediato do Parma à Serie A mas, se me permite discordar um pouquinho, acho que o rebaixamento da equipe nesta temporada não pode ser computado ao 'neo' presidente Ghirardi, mas sim como resultado do ocorrido nos últimos anos, desde o 'crack' da Parmalat.
Abraços,

 
At 6:40 AM, Anonymous Anônimo said...

Keep up the good work. general health Read a useful article about tramadol tramadol

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker