Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

segunda-feira, maio 19, 2008

Seleção Do Campeonato


Arquivada a stagione 2007/2008, é hora de apontar os melhores em cada posição, formando a seleção do Calcio Serie A.
Vamos aos escolhidos:
Goleiro - O campeonato passado foi o da afirmação, este, o da consagração! Júlio César, portiere brasiliano da Internazionale, foi o menos vazado (apenas 24 gols sofridos em 35 partidas) e também o mais regular, além de ter sido decisivo em momentos importantes. Impossível não mencionar ainda Buffon (Juventus), Frey (Fiorentina) e, em um nível um pouco abaixo, Doni (Roma);
Lateral direito - O também brasileiro e nerazzurro Maicon (à direita - Empics), peça fundamental no esquema da tricampeã italiana, foi o melhor na posição, superando o seu connazionale Cicinho (Roma), que teve um início pouco promissor. De registrar o surgimento do bom De Silvestri, promessa de uma Lazio que decepcionou, bem como a confirmação do valoroso Konko (Genoa);
Zagueiro pela direita - Apesar das boas atuações de Legrottaglie (Juventus) e Rinaudo (Palermo), somada a explosão de Rivas (Internazionale), o melhor foi, mais uma vez, o francês Mexes, artífice de uma temporada excepcional com a Roma;
Zagueiro pela esquerda - Impossível deixá-lo de fora, pois o veterano giallorosso Christian Panucci, não satisfeito em cumprir com mérito suas funções defensivas, ainda foi peça importantíssima no ataque, realizando 5 gols na Serie A e tantos outros na Europa, inclusive com a camisa da Azzurra, reconquistada depois de 3 anos. Embora não tenha repetido as atuações da temporada anterior, citação honrosa para Marco Matrix Materazzi (Internazionale);
Lateral esquerdo - Pouco aclamado pela grande mídia, o ótimo apoiador Dossena foi uma das melhores armas da straordinaria Udinese, equipe que terminou a un passo dalle grandi. Destaque também para o peruano Vargas (Catania) e para Tonetto (Roma);
Primeiro volante - Na ausência de Totti, De Rossi foi a anima e o centro de equilíbrio romanista, mostrando maturidade, carisma e liderança suficientes para, somado ao seu já conhecido poder de marcação, fazer dele o escolhido na posição. Com Gattuso em tono minore, o pódio é completado com Cambiasso (Inter) e Kuzmanovic (Fiorentina);
Segundo volante - Lançamentos precisos, ótima visão de jogo e uma rara técnica no desarme fizeram de Cristiano Zanetti um dos melhores jogadores do campeonato, tanto que a Juventus caiu muito de produção quando de sua ausência. Como outra estrela rossonera (Pirlo) também decepcionou nesta posição, espaço para os coadjuvantes Inler (Udinese), Conti (Cagliari) e Barreto (Reggina);
Meia pela direita - Embora Kaká tenha terminado a temporada com impressionantes 15 gols (média de um gol a cada duas partidas), o melhor na categoria foi o blucerchiato Maggio (acima - Grazia Neri), que realizou 'apenas' 10, mas foi brillantissimo na condução da Samp ao ótimo 6º posto. Por algumas atuações sensacionais, menção honrosa a Pasquale Foggia (Cagliari);
Meia pela esquerda - Capaz de atiçar Nápoles, o nazionale slovacco Hamsik foi o homem, vencendo 3 italianos de respeito: Perrotta (Roma), Aquilani (Roma) e Montolivo (Fiorentina);
Atacante pela direita - Completando o trio que conseguiu repetir o feito de figurar no topo das paradas, Ibrahimovic foi um dos destaques da temporada, realizando seu mais prolífico torneio (embora este tenha sido, desde que chegou na Itália, o que menos jogou) e, finalmente, sendo decisivo em uma conquista de título. Infelizmente, Totti (Roma) e Cassano (Sampdoria) enfrentaram problemas físicos que comprometeram suas campanhas, ainda que não o suficiente para afastar os 2 craques da companhia de Borriello (Genoa), Cruz (Inter), Quagliarella (Udinese) e Trezeguet (Juventus) como outros destaques da posição;
Atacante pela esquerda - Depois de ser capocannoniere da Serie B, Del Piero (no alto, à direita - Empics) repetiu a dose na Serie A, realizando 21 gols e se tornando ainda, de lambuja, o maior artilheiro da história da Juventus! Assim, ainda que Mutu (Fiorentina) e Di Natale (Udinese) tenham feito uma temporada extraordinária, foi pouco para tirar o cetro das mãos de Pinturicchio. Citações também para Amauri (Palermo), Inzaghi (Milan), Rocchi (Lazio) e Vucinic (Roma);
Treinador - Spalletti não venceu o campeonato, mas certamente terminou a temporada com mais moral que seu adversário Roberto Mancini, deixando a impressão de ter conseguido extrair o máximo do grupo que tinha nas mãos. Portanto, o allenatore romanista completa a presente seleção, merecendo destaque ainda o bergamasco Del Neri, o sardo Ballardini (incrível a recuperação do desacreditado Cagliari no 2º turno!), o viola Prandelli, o napoletano Reja e o doriano Mazzarri.
Assim como no ano passado (vide link ao final do post), a presente seleção, por ser subjetiva, está sujeita a críticas e divergências, portanto, aproveite e faça também as suas escolhas!

Marcadores: ,

Na Última Vez ...

5 Comments:

At 10:31 AM, Anonymous Michel said...

Confesso que nunca foi tão difícil eleger uma seleção da Serie A, Rodolfo. Infelizmente, a razão disso foi a escassez de grandes opções. Vamos lá:

Júlio César, Maicon, Panucci, Juan e Dossena; De Rossi, Cambiasso (o melhor da Inter na temporada, jogador tipo "box-to-box"), Kaká e Mutu; Del Piero e Borriello.
Técnico: C. Prandelli.

No final, minha seleção ficou meio ofensiva para os padrões italianos, mas esse 4-2-2-2 foi o esquema que melhor acomodou os meus destaques.

Abs

 
At 11:55 AM, Blogger Pedro said...

Difícil, hein, Rodolfo.
Mas é com grande satisfação que registro meus votos, embora não tenha podido acompanhar tão de perto quanto desejava mais essa temporada do Calcio.

Sebastien Frey, Lorenzo De Silvestri, Nelson "Tyson" Rivas, Juan e Juan Manuel Vargas; Gennaro Gattuso, Esteban Cambiasso, Kaká e Riccardo Montolivo; Antonio Di Natale e Zlatan Ibrahimovic. Técnico: Luciano Spaletti

A grande decepção da temporada, pra mim, foi o craque Andrea Pirlo, que não conseguiu render nem 10% do que pode. Grande parte do insucesso rossonero desse ano deve-se a isso.

Ah... na temporada que vem, espero poder acompanhar mais assiduamente as partidas do Calcio e, assim, julgar com maior propriedade.

Um abraço, Rodolfo.

 
At 11:09 PM, Blogger Lady Cyntia said...

Bem, antes de tudo, já vou avisando que minha seleção não vai ter ordem tática nenhuma...

Frey, Juan, Panucci, Mexes, De Rossi, Cambiasso, Maggio, Kaká, Mutu, Del Piero e Trezeguet
Técnico: C.Prandelli

Boa noite

 
At 10:17 PM, Blogger JP said...

4*4*2: Buffon; Maicon, Panucci, Chiellini e Dossena; Maggio, Cristiano Zanetti, Montolivo e Mutu; Del Piero e Ibrahimovic
Treinador: Cesare Prandelli

Abraços

 
At 9:40 PM, Anonymous daniel schneider said...

J.Cesar, Maicon, Pannucci, Juan, De Rossi, Cambiasso, Kaká, Totti,Del Piero, Ibrahimovic

Técnico: Spalletti

Aviso que minha seleção ficou sem lateral-esquerdo. Acompanhei poucos jogos esse ano e nenhum jogador dessa posição me chamou a atenção.

No campo das projeções para a próxima temporada, espero grandes temporadas de Alexandre Pato (mais maduro e mais adaptado ao Calcio) e do Amauri, envergando a camisa da Vecchia Signora.

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker