Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

quinta-feira, maio 29, 2008

E Na Copa ...


E, ao final, a temporada 2007/2008 acabou como um autêntico repilogo da anterior, com a Inter vencendo o scudetto à frente da Roma e com a Lupa, por sua vez, conquistando a Copa Itália batendo a mesma squadra nerazzurra na finalíssima.
Se é verdade que a Inter não encontrou a mesma facilidade para conquistar a Serie A nesta temporada como na precedente, da mesma forma é verídico que a Roma não conseguiu repetir o 6 x 2 que fez na final d'andata da Tim Cup há pouco mais de um ano.
Aliás, a grande novidade desta temporada foi a decisão da Copa Itália em apenas uma partida, disputada em Roma (sede escolhida ainda em dezembro de 2007, portanto, muito antes de definidos os finalistas) no último sábado.
E foi uma partida bastante emocionante, com a Roma padrona no 1º tempo e a Inter melhor na etapa complementar, resultando em um grande equilíbrio, evidenciado pelos números de posse de bola: 23'25'' para a Roma e 24'54'' para a Inter (quem for aficcionado por estatísticas pode consultar o excelente Match Analysis elaborado pela Panini Digital e disponível no site da Lega Nazionale Professionisti - http://www.lega-calcio.it/).
Também, pudera, com Vucinic e Suazo (no alto marcado pelo brasileiro Juan - Bartoletti) como únicos atacantes naturais (Spalletti mandou a campo seus homens distribuídos no 4-2-3-1, enquanto Mancini optou pelo 4-1-4-1), o jogo restou muito concentrado no centrocampo, com as melhores oportunidades iniciais saindo dos pés de Maxwell ou da cabeça de Vieira.
Porém, aos 35', a Roma soube valer seu pressing mais alto e abriu o marcador com o francês Mexes (à esquerda protegendo a bola de Suazo - Bartoletti), que surpreendeu a defesa interista aparecendo no primo palo para concluir, de primeira e como um avante de fato, o escanteio cobrado pelo ex Pizarro.
Contra uma defesa nerazzurra non impeccabile, a Roma ainda teve chance de ampliar o marcador antes do intervalo e foi para o vestiário, tudo somado, com um vantaggio merecido.
Para o 2º tempo, Mancini inseriu o português Pelé no posto de um pouco produtivo Stankovic, liberando mais Balotelli para auxiliar Suazo.
Mas, foi a Roma que continuou no ataque e ampliou o marcador!
O raddoppio romanista surgiu de uma bola roubada - de modo não muito ortodoxo - por Cassetti junto ao brasileiro César e rapidamente conduzida rumo ao gol protegido por Toldo que, de repente, viu Vucinic e Perrotta livres dentro de sua área e tabelando, com aquele tocando para este completar sozinho para o fundo das redes (acima - Ansa).
Decidido? Que nada, a reação interista foi quase imediata - e inusitada -, com o jovem Pelé arrematando de bem longe, mas de forma inapelável, para o fundo das redes de Doni (abaixo o gol do português - Ansa).
Aí, os técnicos partiram para os reparos, com Spalletti mandando a campo Cicinho e Brighi (nos postos de Giuly e Perrotta, recuando o baricentro da equipe) e Mancini o chileno Jimenez (no lugar de César, dando mais fantasia ao meio de campo).
Como conseqüência, os derradeiros minutos foram de grande emoção, com pouco tática e muita entrega, cabendo ao argentino Burdisso os lances mais perigosos, inclusive uma cabeçada, em cruzamento de Maicon, que terminou na trave com Doni já batido.
Mas, não deu para a Inter, com a Coppa permanecendo em Roma (ao lado a comemoração da equipe giallorossa - La Presse), que, assim, chegou ao seu 9º título, igualando a Juventus em número de conquistas como principal vencedora do torneio.
Abaixo, é possível rever os belos gols da emocionante decisão:

Marcadores:

Na Última Vez ...

4 Comments:

At 12:18 AM, Blogger Lady Cyntia said...

Viva a Roma!!!!!

 
At 8:09 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
É, mas este 'inbroglio' societário de vende ou não vende para o Soros pode prejudicar a equipe na próxima temporada...
Abraços,

 
At 10:26 AM, Blogger Lady Cyntia said...

Verdade. Agora a pouco li na Gazzetta que Soros desistiu da compra, mas sempre fica aquele cheiro de suspense no ar. Além disso, parece que Carletto Ancellotti recusou uma oferta do Chelsea e que Spalletti é o nome da vez. Especulações... mas que podem se tornar fato concreto caso os Sensi não se decidam quanto a vender ou não a sociedade. Ainda mais que isso envolve estratégias de mercado e pelo que ando vendo, o pessoal na capital anda bem a passoas lentos ultimamente.

Abraços

PS. Boa viagem e boa sorte para o Flu! Estarei torcendo pela TV.

 
At 12:21 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
Muito obrigado! Como você já sabe, o jogo foi maravilhoso e, o espetáculo, inesquecível!
Ontem, ainda fui visitar as Laranjeiras e encontrei vários jogadores.
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker