Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

quarta-feira, novembro 21, 2007

L'Enigma - La Soluzione


Parabéns muito mais que merecidos ao Michel Costa, que esclareceu que o jogador à esquerda (Guerin Sportivo) é o zagueiro Júlio César Santos Correia, atualmente com 29 anos e jogando no Olympiacos da Grécia.
Totalmente desconhecido em seu país de origem, Júlio César nasceu em São Luís, capital do Estado do Maranhão, mas surgiu (?) para o futebol jogando pelo Marathón, um dos mais tradicionais clubes hondurenhos.
Em 1996 o brasileiro chegou à Europa, contratado pelos espanhóis do Valladolid e nos anos seguintes, certamente assessorado por um influente empresário, defendeu diversos outros clubes, incluíndo Real Madrid, Milan e Benfica, sem esquecer dos menos glamourosos Real Sociedad, Austria Wien, Bolton Wanderers e Tigres, do México.
Na Itália, suas presenças em campo podem ser contadas nos dedos de uma mão, mas consta que em Portugal chegou a receber a alcunha de O Imperador...
Apenas para registrar, muito mais sucesso na Itália teve o também zagueiro Júlio César da Silva (à direita - Guerin Sportivo), que defendeu a poderosa Juventus por 4 temporadas e foi titular da seleção canarinha na Copa do Mundo de 1986.

Marcadores:

Na Última Vez ...

10 Comments:

At 2:37 PM, Blogger JP said...

Rodolfo, dexia-me só esclarecer que Júlio César recebeu a alcunha de 'Imperador' apenas e exclusivamente devido ao seu nome em homenagem ao grande imperador romano Júlio César já que em termos de qualidades futebolísticas não deixou a mínima saudade na Luz...
Eu não tinha a mínima ideia de ele ter passado pelo Milan... como é possível um jogador tão mediano ter conseguido jogar em tão poderosos clubes? Só mesmo graças a empresários duvidosos que assim ajudam a 'minar' o futebol...

Sem dúvida que Júlio César, o juventino, teve muito mais classe do que o 'Imperador'... pena apenas ter uma vaga ideia dele na Juve, eu ainda era muito novinho na altura... ;)

Abraços

 
At 4:35 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Na verdade, acho que o Júlio César Santos Correia só fez algo merecedor de registro no Valladolid mesmo, tendo certeza que no Benfica ele também não deixou qualquer marca positiva.
Quanto ao Júlio César 'juventino', era um zagueiro de estilo clássico, muito forte fisicamente e de boa técnica.
Agora, não precisa me chamar de velho!
Abraços,

 
At 10:32 PM, Blogger Lady Cyntia said...

O Júlior César da Juve era um senhor zagueiro. Me lembro dele dos tempos de Borussia Dortmund, onde ele venceu duas Bundesligas e mais aquela Champions League que vira e mexe agente se lembra. A de 97 em que a Juve foi derrotada.

Agora esse do enigma era e continua sendo um total estranho para mim.

Abraços e ótimo fim de semana para vocês!

 
At 10:41 PM, Blogger JP said...

Rodolfo, claro que não te chamei de velho! Eu tinha 12 ou 13 anos quando o Júlio César saiu da Juve, é natural que não me recorde muito bem da sua passagem por Turim... não precisas de te sentir ofendido, foi sem intenção :)

Cyntia, pois é, sempre aquela maldita final de 97 que ainda hoje me está atravessada tal a injustiça do resultado...

Abraços e um óptimo fim de semana para vocês dois!

 
At 11:01 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Sem problemas (rs)! Na verdade, comecei a acompanhar, com um olhar bastante atento, o campeonato italiano 1989/1990 (que Maradona!), aos 14 anos, e Júlio César chegou exatamente no seguinte, junto com 'Robertino' Baggio.
Depois, fui adquirindo revistas e álbuns mais antigos e cada vez mais me apaixonando pelo 'Calcio'.
Abraços,

 
At 1:03 PM, Blogger JP said...

Óptimo Rodolfo :) eu comecei a seguir o Calcio com mais interesse a partir de 1994, ano em que Paulo Sousa chegou à Juve e a comunicação social portuguesa começou a dar bastante destaque ao Calcio muito por culpa da sua presença assim como as de Rui Costa, Futre, Fernando Couto, Cadete,... eu já gostava da Juventus e de alguns dos seus craques como Baggio, Vialli, Ravanelli ou o na altura menino Del Piero e com o surgimento em grande de Paulo Sousa na 'signora' fiquei apaixonado pelos 'bianconeri' até hoje... :)
Ah e também sempre gostei bastante dos dilemas tácticos que o Calcio oferece, jogar em pouco espaço, marcação cerrada, jogadores evoluídos técnica e tacticamente, super competitivo, um autêntico 'must'... costumo dizer meio a sério meio a brincar para amigos meus que preferem a Premiership ou a Liga Espanhola que jogador bom, só é bom mesmo se triunfar em Itália e refiro os exemplos do Bergkamp, Henry ou Rivaldo...

Abraços

 
At 4:28 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Concordo plenamente com você, jogar na Serie A é muito mais difícil que na Liga ou na Premiership, sendo que sempre lembro de um comparativo publicado pela Guerin Sportivo há alguns anos no qual eram apresentados os números de jogadores que jogaram na Serie A e também no campeonato espanhol, como, por exemplo, Maradona, demonstrando como é muito mais difícil marcar na Itália.
Particularmente, por exemplo, gosto muito mais do Kaká (que joga sempre horizontalmente para frente) do que de Ronaldinho Gaúcho, que é extremamente habilidoso, mas que adora uma firula desnecessária.
Quanto aos portugueses por você elencados (citaria também, por exemplo, o avante Rui Águas), lembro muito bem da época, quando houve também uma invasão de franceses na Bota. Na ocasião, eram muito poucos os brasileiros na Itália (e na quase totalidade zagueiros), que tinham a Espanha como destino predileto (Bebeto, Romário, ...).
Abraços,

 
At 8:36 PM, Blogger JP said...

Rodolfo, tens toda a razão, lembrei-me de uma reportagem especial que o jornal 'A Bola' realizou com os 6 portugueses que jogavam em Itália em 94 e de facto Rui Águas era colega de equipa de Futre no Reggiana... Felizmente que nunca nenhum dos meus amigos que dão primazia à Premiership ou à Liga se lembrou do caso do Shevchenko que teve grande sucesso no Milan e está a desiludir no Chelsea, para rebater a minha 'tese', embora eu ache que é apenas uma excepção à regra...
Mais uma vez concordo inteiramente contigo, acho Kaká muito mais objectivo e decidido do que Ronaldinho que como disseste está sempre pronto para mais uma finta e perde-se em adornos desnecessariamente...
Mas, voltando à comparação entre campeonatos posso-te dar um forte exemplo, Pauleta e Nuno Gomes, durante os últimos anos 'brigaram' pelo lugar de titular no ataque da selecção portuguesa e os argumentos dos defensores de Pauleta era que ele marcava muito mais golos do que Nuno Gomes, isto na altura do Mundial 2002, como deves estar recordado Nuno Gomes apanhou a Fiorentina em queda livre depois de ter feito um Euro 2000 magnífico. Eu, que sempre preferi Nuno Gomes ao Pauleta rebatia dizendo que não tem comparação um golo marcado em Itália com um marcado em França... pelos vistos estamos de completo acordo neste aspecto! Aliás, falaste no Maradona e bem, e eu complemento dizendo que tanto ele como Platini chegaram a vencer o melhor marcador na Série A na década de 80 com pouco mais de 10 golos, isso diz tudo sobre o grau de competitividade e dureza da prova...
Lembro-me de muitos franceses sim, Karembeu, Cauet, Boghossian, Thuram entre outros que em meados da década de 90 chegaram ao Calcio...
Quanto a brasileiros eu acho que há muitos brasileiros a jogar em qualquer campeonato europeu neste momento mas, nessa altura concordo que havia mais em Espanha sim... tou a lembrar-me do Mauro Silva, Donato, Viola, Mazinho que também jogavam em Espanha...
Abraços

 
At 11:07 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Pois é, também concordo com você quanto ao Shevchenko, que acredito seja muito mais um problema de adaptação ou afinidade com o treinador (apesar de que Mourinho já deixou o Chelsea). Afinal, o caso dele é muito semelhante ao do Ballack (apesar do deste parecer ser mais físico mesmo) e estes 2 craques não podem ter simplesmente desaprendido a jogar.
Quanto ao Nuno Gomes, embora tenha passado pela Fiorentina em hora não muito boa, acho que sua passagem pela Itália acabou sendo positiva.
No tocante ao Pauleta, acho seu estilo mais de homem de área propriamente dito e gostaria que também tivesse tido uma passagem pela Serie A.
Abraços,

 
At 7:48 AM, Blogger JP said...

Rodolfo, estou de inteiro acordo contigo em todos os casos abordados no teu último comentário.
Abraços

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker