Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, novembro 11, 2006

O Jogo Da TV (I) - Milan x Roma




Acabou o tabu! A Roma, que não vencia o Milan em Milão há duas décadas (excluído o jogo da temporada 1987/1988, como explicado na coluna Match Clou - http://calcioseriea.blogspot.com/2006/11/match-clou-11-rodada-20062007.html), venceu o jogo por 2 x 1, com sensacional atuação de seu capitano Francesco Totti.
Foi um jogo bonito de se assistir, presenciado por mais de 55.000 pagantes, onde venceu uma Roma prudente (como previsto, Spalletti mandou a campo um 4-2-3-1) sobre um Milan sfortunato mas, sobretudo, pouco concreto.
Apesar de jogar sem um atacante natural (com Totti fazendo às vezes de finalizador), foi o time da Cidade Eterna que abriu o marcador, logo aos 7' do primeiro tempo, com uma splendida girata al volo de Totti, após passe de Taddei (que teve, mais uma vez, uma bela atuação).
O Milan tentou reagir logo de imediato, mas Gilardino estava numa giornata no, enquanto Ricardo Oliveira permanece sem demonstrar um futebol digno da camisa nº 7 rossonera (Ancelotti optou por começar com a dupla Gilardino - Oliveira em razão da evidente incompatibilidade do primeiro com Inzaghi). De qualquer maneira, nas vezes que chegou com perigo, Doni (ou o travessão, como em conclusões de Seedorf e Ricardo Oliveira) foi eficaz em impedir o gol, permitindo que as equipes fossem para o intervalo com o placar apontando 1 x 0 para a Roma.
No segundo tempo parecia que a história do primeiro ia se repetir, salvo um bólido de Totti desviado por Dida, com o Milan dominando as ações. Tanta insistência é recompensada, aos 11', com um grandíssimo tiro, Brocchi (substituto do lesionado Gattuso) empatou a partida (foto acima - Inside).
Não sendo o empate bom para nenhuma das equipes, em seguida Spalletti trocou Perrotta por Aquilani e Ancelotti sacou Gilardino e colocou Inzaghi.
As alterações surtiram efeito, em especial a realizada por Spalletti, vez que Aquilani deu novo ânimo ao meio de campo da Roma, tendo obrigado Dida a grande defesa, seguido de um chute na trave de Totti. E aos 38' o golpe fatal - Aquilani lança Mancini que assiste Totti, no centro da área, fulminar Dida com uma cabeçada indefensável - 2 x 1 para os visitantes!
O Milan ainda tenta: nos acréscimos Inzaghi coloca a bola dentro do gol defendido por Doni, mas é marcado impedimento e o jogo termina com a vitória romanista, deixando o Milan numa ainda mais amarga crise.
E essa crise, consubstanciada por 3 derrotas seguidas na Serie A, apenas evidencia alguns fatos que já eram conhecidos: o Milan, envolto com o risco do rebaixamento à Serie B no interregno das temporadas, não atuou no mercado quando e como deveria, enquanto vários de seus pilares sentem o peso da idade - se Maldini atuou bem (e acrescentou novo recorde a sua invejável lista - o de o jogador que mais atuou no match disputado entre Milan e Roma), Cafu sequer jogou (e Simic, apesa de bom jogador, não é o lateral que o Milan precisa). Ademais, a insuficiência do ataque é algo clamoroso - Ricardo Oliveira, Inzaghi e Gilardino marcaram apenas 1 gol, cada, nas 11 primeiras rodadas da temporada!
Já a Roma continua demonstrando capacidade de concorrer ao título, ainda que possuídora de um elenco limitado (dependerá muito de seus principais jogadores não sofrerem com contusões).
A seguir, o tabellino do jogo:
Milan: Dida; Simic, Nesta, Maldini, Jankulovski; Brocchi, Pirlo, Seedorf, Kaká; Ricardo Oliveira (76' Borriello), Gilardino (63' Inzaghi). All. Ancelotti.
Roma: Doni; Panucci, Mexes (77' Ferrari), Chivu, Tonetto; De Rossi, Pizarro, Taddei, Perrotta (61' Aquilani), Mancini (87' Cassetti); Totti. All. Spalletti.
Gols: 7' Totti, 56' Brocchi, 83' Totti.
Árbitro: Messina.
Cartões amarelos: De Rossi, Ricardo Oliveira, Brocchi, Mancini e Pizarro.

Na Última Vez ...

2 Comments:

At 5:06 PM, Anonymous Tiago said...

Rodolfo,

Realmente achei que a Roma mereceu vencer, pois teve as melhores oportunidades.
Apesar de não ser fã do Dida, a atuação dele evitou que o time romano chegasse mais cedo aos 2x1.
O ataque do Milan é deplorável. Sugiro que eles contratem o Vanderlei, do Gama, artilheiro da Série B, ou o cracaço Eto'o, isto é, Obina, que joga no Flamengo.
Brincadeiras à parte, li hoje que os dirigentes milaneses já estão mantendo contatos com Shevchenko para que este volte a Milão, antes que seja tarde.
Saudações tricolores,

Tiago

 
At 5:43 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Tiago,
Mais uma vez, muito obrigado pela participação. Como escrevi, a 'abstinência' do ataque do Milan é um dos problemas, mas não o único. Realmente estão falando muito no Shevchenko, mas acho que o Milan faria melhor indo buscar outro atacante e não tentando repatriá-lo para a Itália.
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker