Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, março 07, 2009

O Jogo Da TV (Parte II) - Genoa x Internazionale



Implacável, cínica e ... rumo ao inédito tetracampeonato - esta é a Internazionale de Mourinho que, apenas 3 dias após cair implacavelmente diante da Sampdoria pela Copa Itália, venceu o Genoa no mesmo Marassi por 2 x 0 em jogo válido pela 27ª rodada da Serie A.
Com o sucesso, a Inter chegou a sua 10ª vitória in trasferta no campeonato, a 4ª consecutiva e, independentemente do resultado da Juventus no Derby della Mole, continua, pelo menos, com 7 pontos de dianteira da rival.
Só que, mais uma vez, não foi uma Beneamata entusiasmante - muito pelo contrário, pois foi o Genoa que dominou grande parte da partida, terminando com 58,3% da posse de bola e 58,88% de vantaggio territoriale (segundo estatísticas disponibilizadas pela Gazzetta dello Sport), com predominância também nas conclusões: 14 a 7 de acordo com o projeto Digitalsoccer da Panini.
Mas, imperiosa, a Inter, que atuou com sua camisa comemorativa do centenário e começou com Burdisso e Materazzi compondo a zaga, marcou logo aos 2' com Ibrahimovic (acima contra Bocchetti - Reuters), que recebeu um lançamento longo de Stankovic e, na saída de Rubinho, tocou, com sua habitual classe, por cima do goleiro brasileiro.
O tento relâmpago não abalou o attegiamento rossoblù, bastante agressivo a partir do 3-4-3 de Gasperini, que, porém, não tinha seu avante Milito em dia inspirado.
Se o argentino passou quase todo o jogo despercebido, o brasileiro Thiago Motta (à esquerda com Balotelli - Ap) não, protagonizando uma cabeçada sensacional aos 21', que só não resultou no empate do Grifone por conta da extraordinária intervenção do arqueiro Júlio César, que ali começou a construir a atuação que valeu o título de melhor em campo.
Nesse meio tempo, Mourinho, já sem Chivu e Samuel, perdeu Materazzi per un problema al flessore sinistro e, em seguida, ficaria também sem Burdisso, que saiu aos 31' dando lugar a Muntari, tendo que improvisar com Cordoba e o tuttofare Cambiasso no centro da defesa.
Mas, embora continuasse procurando o gol de empate, o Genoa continuou esbarrando em um ótimo Júlio César, que antes do intervalo protagonizou outra grande parata em conclusão do zagueiro Biava.
O 2º tempo não começou de forma muito diferente, com o time mandante pressionando enquanto a Inter procurava administrar a vantagem, diminuindo o ritmo e explorando il contropiede no melhor estilo Mourinho.
Ocorre que, Júlio César, não satisfeito de garantir na retaguarda, resolveu cobrar uma falta da sua intermediária em direção ao campo adversário, onde Ibrahimovic serviu de torre para Balotelli (à direita contra Criscito - Reuters) e o giovane attaccante entrou área adentro até que, diante de Rubinho, tocou para a meta - só que o chute não saiu muito forte e Rossi acabou salvando (?) em cima da linha - lance muito difícil que o árbitro Morganti acabou considerando como gol (este e os outros lances importantes da partida, assim como uma entrevista com Cambiasso, podem ser visualizados no vídeo ao final do post)..
Gasperini já havia trocado Jankovic por Palladino e em seguida inseriu Olivera no posto de Sculli e Mesto no de Bocchetti, mas o Genoa acabou foi perdendo o ímpeto e a partida encerrada mesmo com o placar apontando 2 x 0 para a capolista.
O tabellino:
Genoa: Rubinho; Biava, Ferrari, Bocchetti (72' Mesto); Rossi, Thiago Motta, Juric, Criscito; Sculli (66' Olivera), Milito, Jankovic (56' Palladino). All. Gasperini.
Inter: Júlio César; Maicon, Burdisso (31' Muntari), Materazzi (16' Cordoba), Santon; Zanetti, Cambiasso, Figo (72' Mancini), Stankovic; Balotelli, Ibrahimovic. All. Mourinho.
Gols: 2' Ibrahimovic, 61' Balotelli.
Árbitro: Morganti.
Cartões amarelos: Milito, Ibrahimovic, Thiago Motta, Biava, Ferrari, Balotelli e Mancini.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker